História Rede social - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Internet, Projec, Projec 17, Rede Social
Visualizações 3
Palavras 642
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Escolar

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Hey galera 0/
Bem, em homenagem há um dos meus amigos que teve que sair do nosso grupo de quase 3 anos para seguir sua vida, eis uma pequena declaração.
Espero que gostem 0/

Capítulo 1 - Enviar


Eu sou uma pessoa antissocial para os que convivem comigo. Só fico no celukar digitando e eles pensam que sou viciada. Em parte, sou mesmo. Mas o que faço em meu celular é apenas participar de um novo mundo digital, com pessoas diferentes, de gostos variados, de opiniões fortes, de vários lugares do Brasil e até do mundo.

Apenas com um aparelho na mão eu viajei em meio a conversas que me levavam para outros mundos, eram apenas palavras, mas se é necessário mil palavras para equivaler a uma imagem, pode apostar que teve. Apenas teclando em letras e símbolos para formar pequenos ou ate mesmo gigantes textos, já senti variadas emoções. Eu ri, eu chorei, me emocionei, senti medo, preocupação, e é claro que amor. Amores daqueles que tento esquecer, mas sem eles, não seria a pessoa que sou hoje. Até os erros que apostar em algo errado, não posso desfaze-los, pois eles me ensinaram muita coisa.

As pessoas me diziam para sair do celular e aproveitar a vida. Eu penso no que ocorria com o mundo exterior enquanto eu estava de olho em uma tela ilumanada e, sinceramente, não me arrependo. Mesmo que eu tenha que usar óculos pelo "vício", mesmo tendo que aguentar inúmeras advertências e sermões sobre o uso exagerado do aparelho, não me arrependo de ter posto parte da minha vida num simples objeto de vida curta. Ele me conectou com pessoas, tais quais que compartilharam seus medos, raivas, opiniões, situações do dia-a-dia —desde as mais simples como cuidar de um irmão ate às complicadas por um parente doente— não sabia-se como aquela pessoa que estaba digitando "estou bem" realmente estava e depois de um tempo, eu comecei a sentir que esse termo estava sendo usado como uma mentira. Eram apenas caracteres enviados via internet, mas carregados de sentimentos. Para um leigo que chama isso de "vicio" seria aoenas "frescura", mas já presenciei vários casos de não frescura.

Redes sociais podem ligar as pessoas de uma forma muito surpreendente. Elas podem criar novos laços familiares, novas amizades e até novas paixões, apesar de atualmente se criar divisão de grupos e discussões. Refletindo sobre minha vida pessoal, acho que quem criou a Internet queria isso, um grupo de pessoas diferentes com vidas diferentes podendo socializar em paz, quase sem limites... A nao ser o do pacote de internet, o wifi limitado ou roubado.

Ficar sem internet para alguns é o fim, para mim foi não poder conversar com meus amigos, mas sempre que voltava, eu contava as novidades. É um vasto mundo, não dá para resumir o que nos proporciona de bom, pois a maioria das pessoas só vê o que há de ruim: Amigos falsos, sequestradores, estupradores, pedófilos, ladrões e blablabla além dos problemas de saúde.

Sempre falo aos meus amigos "da real" que minha virtual é mais emocionante que uma novela. Já vi causos de morte, quase morte, união e separação, brigas, intrigas, segredos, amizades feitas e desfeitas, reviravoltas, máscaras caindi, revelações. Ufa! Realmente acham que fico no tédio com celular?

Criar um grupo, nunca teve o mesmo significado. Ou era um mundo novo ou algo temporário para vários fins. Adicionar pessoas... Remover pessoas. Enviar textos, áudios, imagens, vídeos, gifs, não são "só" algo, teve sempre uma história por trás disso. E, nesses anos, sair do grupo também teve seu lado triste. Digo isso, pois muitos ja tiveram que encarar a dura realidade social e ter que desligarem seus aparelhos. Ja vi muitas despedidas, algumas longas, outras curtas. Bobeira pra quem ouve, mas muito importante pra quem as faz.

Via isso eu concluo que enviar emojis nunca foi a mesma coisa também. Benefícios com isso? Apenas digitar incrívelmente rápido e ter uma vastidão de amigos, que eu espero que sempre aumente, pois nós que vivemos todos os dias ou só alguns, somos isso, somos uma família talvez, um grupo, uma Rede Social.


Notas Finais


Espero que tenham gostado 0/
Quem se encaixou ae comenta 0/
E até a próxima 0/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...