História Redenção. - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Gaaino, Hinanaru, Hinata, Luta, Naruhina, Naruto, Romance, Sakura, Sasuke, Sasusaku
Exibições 655
Palavras 1.635
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 16 - Começos.


 

 

Naruto ainda a olhava com fascinação, Hinata permanecia com os olhos fechados enquanto o peito subia e descia em um ressonar calmo, o corpo ainda nu tinha apenas um pedaço de tecido passando por cima do corpo deixando a intimidade coberta, porém os seios pareciam uma pintura totalmente a mostra para os olhos famintos do loiro. Nunca se cansaria de toma-la para si, de possuí-la por noites seguidas ou de se derramar inteiro dentro daquele pequeno corpo que lhe pertencia, a Hyuuga inteira era sua.

O Uzumaki sabia que a amava, sabia disso antes mesmo de ela ter-se afastado após Shion e pelos deuses como aquilo o corroeu dia após dia, após descobrir que seria pai aquele amor pareceu maior do que qualquer coisa que já sentira até o momento, maior até mesmo que o ódio que tinha daquela vida, daqueles que tiraram seus pais de si o aprisionaram, talvez os deuses fossem realmente cruéis o bastante pra fazê-lo passar por tudo aquilo apenas para encontrar a morena de olhos claros, talvez fosse apenas uma piada do destino e ele nunca saberia a resposta pra aquilo. A morena enfim se moveu na cama, o quarto que os pertencia agora tinha uma caixa de madeira que servia para guardar as roupas e pertences do casal, uma cama de palha em uma estopa costurada que apesar de um pouco barulhenta, era de ótima textura e confortável, Naruto sorriu ao olhar novamente para o rosto da morena e deparar-se agora com os olhos semi abertos enquanto ela parecia espreguiçar-se.

- Dormi muito? – Perguntou sonolenta e Naruto negou com a cabeça antes de caminhar de volta para o lado da morena sem se importar com a própria nudez. – Sakura-chan falou que isso é normal.

Naruto sorriu assentindo e aninhou-se ao corpo da mulher que respirou fundo antes de se entregar ao sono novamente.

 

 

Gaara suspirou antes de voltar a caminhar em direção a fonte para se banhar, de fato queria mais que tudo retomar Suna, no começo era apenas pela memória de seu pai, pelo seu posto como rei, mas não agora. Hoje o Sabaku conhecia seu povo, havia partilhado o pão na casa de pessoas as quais nem sonhara existir, conhecera homens tão corajosos a ponto de dar a vida pelos seus, como Neji, que chegou ao acampamento a noite falando sobre homens e mulheres dispostos a lutar em seu nome, hoje Gaara queria retomar Suna para seu povo. Mesmo que perdesse o trono ou que as pessoas não gostassem dele como não gostavam quando ele era apenas o príncipe que vivia isolado em seu castelo cercado de areia, ainda assim daria aquela alegria ao povo que tanto sofreu com o golpe de Orochimaru.

- Alteza! – Ouviu a voz sobressaltada e levantou o olhar deparando-se com Ino ainda submergida na água. Talvez pelo choque ou por não saber o que fazer ficou ali parado a encarando. A loira por sua vez sentia tanta vergonha por ter sido flagrada no banho, de fato escolhera banhar-se durante a madrugada para evitar aquele tipo de situação. – Oras, vire-se para o outro lado. – Gritou fazendo com que o príncipe ruivo virasse tão depressa quanto a situação lhe permitia, apesar do rosto sereno e sério de sempre, Gaara realmente estava assustado.

- Desculpe não foi minha intenção. – Falou baixo mas esperava sinceramente que ela escutasse, porém ouviu apenas um grunhir baixo indicando que não seria perdoado daquela vez.

- Vocês pessoas da alta sociedade acham que podem ter tudo o que querem. – A voz continuava a falar. – Como se atreve a entrar? Se eu estivesse nua fora do poço como faria? – O barulho da água indicava que ela estava saindo pelas pedras que cercavam o poço naquela fonte. – Oras seus idiotas engom...

O barulho que se seguiu foi um baque surdo seguido pelo barulho da água que parecia ter sido atingida por algo, Gaara se virou por impulso a tempo de ver a cabeleira loira afundar na água, sem pensar se viu agindo por instinto e logo já estava dentro da água com roupa e tudo segurando a loira pelo tronco para que ficasse fora da água.

- Pelos deuses. – Praguejou baixo enquanto Ino ainda se debatia, logo a loira o encarou e sentiu o corpo todo formigar sendo que o formigamento se concentrava em suas bochechas. Obviamente ficaria vermelha, estava nua sendo segurada por um príncipe. Certo que já dormira com outros homens, mas isso não a fazia uma mulher da vida.

- Atrevido! – Falou com raiva antes de encaixar-lhe um murro muito mal mirado dado as circunstancias.

- Pensei que fosse se machucar. – Gaara se defendeu enquanto a loira pegava um pano ao lado das pedras para enrolar-se.

- Machucar-me em um metro de água? – A loira parecia ferver de raiva. – Aaah! Eu te odeio.

E assim Gaara ainda ficou observando a loira sair pelo caminho escuro que daria a uma ampla sala da caverna, completamente assustado e encharcado.

- Mulher louca. – Falou com raiva antes de começar a tirar as próprias peças molhadas.

 

 

 

 

- Isso pareceu o grito de alguém. – Temari falou erguendo a cabeça e ficando em silêncio.

- Foi Ino. – Shikamaru apenas comentou continuando a escrever em um papel já gasto, a loira o olhou com uma sobrancelha arqueada.

- Conhece até os gritos que ela solta em meio a um monte de tuneis subterrâneos?

- Ino é escandalosa. – Shikamaru riscou novamente o papel e a olhou. – Sou bom em prestar atenção as coisas.

Temari não soube dizer se foi a própria frase em si ou a maneira como ele falou enquanto a olhava tão profundamente que a deixaram sem graça, mas Sabaku no Temari não ficava sem graça com nenhum homem.

- Talvez não seja tão bom assim já que não conseguiu colocar esse alarme no alto da clareira principal. – Temari sorriu vitoriosa enquanto o Nara apenas sorriu negando com a cabeça.

- Você é problemática demais. – Shikamaru falou enquanto se aproximava e a loira se afastou cautelosa com o moreno a sua frente. – Os alarmes estão no lugar que deveriam.

- Você se acha muito, mas não passa de alguém que é apenas um pouco inteligente. – A loira falou com raiva.

Certo, Shikamaru era muito inteligente e ela sabia disso, tanto que sentia raiva pelo modo como ele sempre a atraía em todos os aspectos e algo que apenas se acentuou pelo tempo em que estavam naquela caverna, Temari era o braço direito de Gaara e Shikamaru havia se tornado o tronco que sustentava toda aquela luta, era ele que planejava todas as pilhagens e segurança do local e seria idiota se não admitisse que ele era realmente bom naquilo. Shikamaru era inteligente em vários aspectos e se orgulhava disso, mas ao olhar pra aquela mulher tudo caía por terra. Não entendia a raiva que ela tinha de si ou como ela falava qualquer coisa que fosse e isso lhe atraía a atenção e mesmo com a armadura masculina e o elmo, Shikamaru sabia o que acontecia apenas pelo modo como ela se mexia ou desviava a cabeça pra alguma outra direção e mesmo que algumas pessoas achassem que a princesa de Suna mais parecia um príncipe, o Nara via quem Temari realmente era e ela não era apenas uma princesa incrível, Sabaku no Temari era uma mulher espetacular.

- Você é um idiota. – A loira soltou ante o silêncio do moreno e ele sorrindo a segurou pelo pulso trazendo o corpo da loira contra o seu.

- E você é linda. – Disse simplesmente antes de tomar os lábios da loira para si.

Temari não era hipócrita e sabia dizer bem o que queria, correspondeu ao beijo com a mesma volúpia que Shikamaru a beijou e antes que se desse conta estava sentada sobre os projetos que antes debatia com o Nara, a mão do moreno lhe apertava a nuca puxando seu rosto contra o dele. A outra mão apertava a coxa grossa e torneada com desejo e ela se permitiu gemer quando ele a puxou apertando sua bunda com força, ele de pé entre suas pernas sentia o corpo todo queimar, sentia o corpo feminino contra o seu corresponder as carícias e passar os dedos firmes em suas costas o incentivando a continuar, mas ela tinha raiva também, mordeu o lábio do moreno antes de suga-lo e ele sorriu.

- Você é má. – Sussurrou com a voz rouca de desejo e Temari desceu a mão apertando levemente o volume que se formava sob as vestes de Shikamaru, o tecido caiu no chão enquanto a loira ergueu o quadril sendo puxada, não precisou tirar o vestido que usava, o tecido foi afastado com pressa para que ele pudesse entrar na mulher que já ofegava. Temari mordeu o ombro do moreno evitando gemer alto quando o sentiu todo dentro de si, o corpo preenchido pelo membro teso de Shikamaru a fez sentir uma onda de prazer que não achava ser capaz de sentir com ele.

Os movimentos foram rápidos chegando a serem brutos, os corpos se chocavam com força enquanto o moreno a preenchia seguidas vezes, Temari gemeu quando ele a puxou com mais força chegando ao ápice e sentiu o próprio corpo tremer com força descarregando um orgasmo que a fizera beijá-lo. Ainda ofegante o moreno não se atreveu a mexer-se saindo de dentro da loira, ficou quieto respirando fundo contra a curva do pescoço dela sentindo o cheiro cítrico misturar-se com o suor ela se mexeu devagar o empurrando levemente e quando ele saiu de dentro de si ela desceu de cima da mesa ofegante.

- Como eu disse. – Ela falou ajeitando o tecido para cobrir a nudez. – Apenas um pouco inteligente.

Shikamaru não evitou o sorriso ao vê-la se afastar pelo túnel que levava aos dormitórios.

- Problemática. – Murmurou para si mesmo ainda sorrindo.

 

 

 


Notas Finais


Como vocês estão?
Desculpem pela demora, estou muito cansada e na correria com as coisas da escola, falando nisso. Desejem-me feliz dia dos professores. parei.
O que estão achando da história?
Obrigada pelos comentários e favoritos. Vocês são os melhores sempre.

Tenshi.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...