História Redescobrindo o Amor - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, Ian Somerhalder, Justin Bieber
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren, Drama, Romance
Visualizações 113
Palavras 1.672
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 34 - Contrato


Pov Camila

Depois de Lauren acordar para baixo e começar a relembrar coisas ruins do passado, ficamos alguns minutos apenas curtindo uma a outra na cama, tanto que esqueci a fome que estava sentindo.

Depois de um bom banho e já devidamente vestidas para sair e da uma volta pela cidade, quero que Lauren relaxe bem para o dia de amanha.

- Você tem preferência de comer alguma coisa? – perguntei e ela negou com a cabeça. – Tem certeza? – confirmou. – Então podemos procurar um lugar que tenha butifarra, faz muito tempos que não comemos. E podemos ir comer bomba de la barceloneta.

- Faz muito tempo que não vamos lá comer isso. – ela pareceu se interessar.

- Então vamos. – sorri e ela assentiu pegando a bolsa.

As ruas de Barcelona estavam tranquilas e o clima bastante ameno, nos permitindo usar short e uma blusa larginha, era bom poder andar mais relaxa com minha esposa. Bem perto da Barceloneta encontramos o restaurante que teria nosso primeiro prato da noite.

Lauren parecia uma criança, havia alguns jogos que ficavam disponíveis na parte do bar e ela fez questão de pegar e levar para nossa mesa. Para como ela disse, nós distrairmos enquanto estamos esperando.

- Por que você pegou esse jogo mesmo Lo? – Perguntei depois de uns cinco minutos que ela apenas olhava aquilo.

- É um jogo sobre detetives e eu tive uma ideia então como não estou com meu celular estou tentando memorizar tudo. – Desde que nós reatamos nosso relacionamento combinamos que sempre que saíssemos não levaríamos telefone. Lauren está bastante aplicada a isso.

- Que tal dar um pouco de atenção para sua esposinha ao invés de ficar olhando esse joguinho ai? – Perguntei com quem não quer nada e ela me olhou.

- Estou penso babaca? – Assenti um tanto quanto receosa. – Me desculpe, eu também não vou trabalhar no tempo que temos juntas. – Fechou o tabuleiro. – Está vendo? Todinha sua. Do que você quer conversar. – Ela estava leve e me deixava leve também.

- Eu quero ter mais filhos que tal? – falei na lata e ela me olhou confusa antes de rir.

- Que direta. Eu gosto de você assim. – se ajeitou na cadeira. – eu também quero mais filhos, mas você já pensou em quem vai engravidar?

- Você, eu não quero ser egoísta nem estou falando para fazermos o procedimento hoje mas eu quero te ver novamente gravida e você tem uma agenda mais maleável que eu. Estou tentando voltar a trabalhar e não seria saudável para um bebe tantos compromissos.

- Eu posso engravidar quantas vezes quiser. Eu logo logo preciso de férias.

A comida não demorou muito chegar, comemos em um clima agradável e melhor que nunca, parece que nossa relação está sendo reconstruída.

Depois de comer igual duas porcas decidimos ir andando até a praia, Barcelona é uma cidade um tanto segura para a comunidade LGBT. Por isso não nos preocupamos em ir andando de mãos dadas até ouvir um click.

- Eu não acredito que vão ter paparazzis até aqui. Eles brotam até de bueiros. – Lauren falou bufando, tentando não mostrar toda sua raiva.

- Eu não ligo para eles. Você deve fazer o mesmo meu amor. – Roubei um selinho e ouvimos vários outros clicks. – Vamos curtir nossos dias de folga. Amanhã você tem uma defesa de campanha para ganhar. – Dei um tapa leve na sua bunda e ela me olhou incrédula. – Não resisti. – gargalhei e ela bufou.

A praia estava cheia, ainda estava em horário de pico quando chegamos, sentamos em um quiosque e pedimos uma bomba grande para dividir.

Em menos de dez minutos aquela delicia chegou e eu não consigo descrever como sentia falta. Para falar a verdade eu não sabia qual sabor era aquele, mas nem precisava, ele era divino.

(...)

Acordei relativamente cedo e estranhei Lauren não estar no quarto. Ela deixou apenas um bilhete  avisando que foi até o centro da cidade comprar alguns presentes para nossos filhos, estranho ela não me chamar para ir, mas deixei por sua conta os presentes, como não tinha absolutamente nada para fazer.

Fui tomar um banho para acordar bem. Depois de um longo banho relaxante. Peguei meu celular, um caderno e uma caneta, e já devidamente vestida sentei no chão do banheiro, comecei a buscar em minhas notas algumas músicas que já havia começado a escrever e tentei continuar alguma delas.

 Lauren chegou apenas seis horas depois e meu humor já não era dos melhores depois da grande demora que ela me fez ter dentro desse quarto.

(...)

- Você está linda minha rainha. – Falei sorrindo e ela me ofereceu um sorriso sem graça. – Estou falando a verdade, você é linda quando acorda e até quando está com bafo. – Completei rindo antes de lhe roubar um selinho.

- Você é linda de qualquer jeito minha majestade. – devolveu colocando os braços em volta do meu corpo. – Está pronta? – assenti e ela me soltou. – Então vamos, sinto que vou me estressar bastante hoje.

- Não esqueça dos papeis. – Alertei. – Você vai fechar esse contrato.

Saímos do hotel e Lauren cantarolava uma música bem baixo, deixei ela relaxar enquanto fazia um carinho em sua mão dentro do taxi. O restaurante escolhido para o jantar parecia novo, já que nunca havia ouvido falar seu nome antes, haviam poucas pessoas ali. Acredito que todas tem alguma ligação com a adidas.

Lauren estava mais simpática que nunca, ela realmente parecia ter esquecido todo o acontecido de hoje mais cedo, me apresentou para todas as pessoas que ainda não conhecia como sua esposa, recebemos alguns olhares atravessados e outros surpresos mas a maioria que me conhecia sorria para mim, e isso me tranquilizava.

Vez ou outra algum engraçadinho fazia uma piada ou deixava olhares significativos para meu lado, fazendo o sangue de Lauren ferver e eu imagina ela voando no pescoço de alguém ali.

- Podemos nos sentar Senhora Jauregui. – Alan, um dos coordenadores da sede espanhola chamou Lauren indicando os lugares. Vi de longe Francesco indicar com a cabeça e eu entendi do que ele falava. É melhor Lauren se sentar logo.

Lauren começou abrir a pasta e colocar alguns papeis em cima da mesa enquanto as pessoas iam chegando, olhei para entrada do restaurante é messi estava entrando acompanhado do seu pai que também é seu empresário.

- Buenas Noches. – Lauren levantou o olhar e me foquei em seu rosto de completa surpresa. – Vou optar por falar inglês por que eu preciso praticar. – Falou rindo antes de puxar uma cadeira para sentar.

- Boa noite. – Minha esposa falou depois de mais ou menos um minuto. Sorri internamente. – É uma surpresa incrível você participar da reunião Leo. – Leo? A Lauren vai mesmo fazer a fã intima? Meu deus.

- Lauren, pode nos mostrar suas ideias para a nova campanha? Precisamos fazer tudo e gravar, queremos disponibilizar ela mundialmente. – Ela sussurrou um ok, antes de começar a organizar os papeis. Já falei que tenho um tesão enorme na Lauren seria trabalhando? Acho que minha calcinha está mais que molhada.

- Essa é a chuteira do Messi que vai ser lançada? – eles assentiram. – Acredito que vão querer lançar junto. Todo mundo sabe quem é Adidas, a marca está tendo um desempenho incrível, quando estava em Miami, Dylan me mandou o crescimento nos países, mas existem alguns que ainda não dominamos, e esses são de renda menores, pensei que podemos lançar alguns produtos com um valor de aquisição menor para atender esse público, temos um oceano azul para explorar, mas precisamos ser inteligentes. Além de lançar novos produtos precisamos ter mais presença social. Acredito que podemos conquistar bastante coisas nessa campanha. – observei Lauren explicar e todos estavam atentos, Messi parecia entender do que ela estava falando e ri. – Leo, você usou mais de uma chuteira no Clássico certo? – Perguntou e o homem assentiu. – Pensei que assim que o chuteira for lançada podemos fazer um sorteio da chuteira que o Messi usou e uma nova da coleção. Para participar a pessoa teria que fazer uma doação para alguma instituição de caridade. O comercial seria o Messi treinando nas canteiras com a chuteira nova por no máximo 30 segundos, o resto seria ele autografando a chuteira do jogo e mandando uma para a pessoa usar, podemos fazer algumas gravações no local escolhido além de provas sociais estaríamos ajudando pessoas que realmente precisam, não íamos apenas entrar em mercados não explorados. O que acham?

- Incrível Lauren. Algumas coisas ficaram um pouco vagas mas pode nós mandar tudo explicado para sede americana.

- O que você acha Leo? Se não puder disponibilizar uma das chuteiras que usou tudo bem. – Eu não aguento mais segurar o riso, a carinha de fã idiota da Lauren. Essa mulher realmente é uma mulher bem sucedida?

- Estou adorando a ideia. Acredito que seria genial dar a oportunidade de um fã conseguir.

O resto da noite Lauren parecia que queria explodir de tanta felicidade mas decidiu que não iria beber. Bebi alguns drinks mas nada demais, não queria ficar bêbada na frente de clientes tão importantes para minha mulher.

Já passava das uma da manhã quando saímos do restaurante. Eu estava começando a ficar alegre e Lauren estava radiante pelo contrato fechado.

- Você viu como o Messi adorou minha ideia? Estou tão feliz Camz. – Ela falou segurando meus ombros. Já no carro que a companhia disponibilizou para irmos de volta ao hotel.

- Vi sim, seu sorriso bobo a noite inteira entregou o quanto estava feliz. Merece até um presentinho. – Sorri de canto e ela depositou um beijo no meu pescoço fazer uma corrente elétrica percorrer meu corpo.

- Vamos fazer amor a noite inteira. Eu vou marcar cada cantinho do teu corpo com minhas mãos. Eu ainda não me esqueci do chupao na minha costela.

Eu não fui capaz de responder nada, apenas capturei seus lábios em um beijo apresado e cheio de desejo, eu queria chegar no hotel o mais rápido possível, meu ventre está formigando e eu sei que essa madrugada vai render mais do que ontem.


Notas Finais


como estamos?
um passarinho verde me falou que o sumiço da lauren de manhã pode ter haver com um baby


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...