História Redescobrindo o Amor - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Jason Grace, Percy Jackson
Tags Jason Grace, Percy Jackson
Exibições 102
Palavras 1.230
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ecchi, Escolar, Famí­lia, Festa, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hey!
Cap curto mas foi.o q consegui.

Capítulo 4 - Namorados?!


A noite, todos foram jantar. Martina estava calada e pensativa, brincando com a comida em seu prato. Jason não estava muito diferente em sua mesa. Ele não conseguia suportar a ideia de ter que conviver novamente com Martina, mas está tentando se manter firme. Ela também não gosta muito da ideia de conviver com ele, mas se mantém firme enquanto pode.
No dia seguinte, logo depois do café da manhã Percy foi para a arena treinar enquanto ninguém chega para a aula de esgrima. Nesses dias ele vem se mantendo ocupado com o treinamento para tentar esquecer Annabeth e seguir em frente. Mas a noite, ele não consegue aguentar e chora em silêncio se recordando de tudo que já viveu com a loira e a traição. Ele já cansou de sofrer. Hoje ele está decidido a não derramar mais nenhuma lágrima pelo que aconteceu. Mia entrou na arena.
- Oi Percy!
- Oi Mia! - a cumprimentou sorrindo gentilmente
- Está treinando?
- Estou.
- Posso treinar com você? Eu gosto muito de esgrima e faz tempo que não treino.
- Você gosta de esgrima?! E treinar?!
Mia colocou as mãos na cintura e o olhou indignada.
- Ei! Não é só porque minha avó é Vênus que eu sou igual minha mãe e minhas tias, que só se interessam em se arrumar e quase morrem por fazer um mínimo de esforço físico além de andar!
- Calma! Não quis ofender! 
Mia é bem diferente da maioria das filhas e legado de Vênus. E sempre se sentiu deslocada nas poucas vezes que foi ao acampamento Júpiter. Nunca se sentiu bem-vinda, era como se ela não pertencesse aos romanos (e talvez não pertença). 
- Posso treinar com você ou não?
- Pode.
Ela tirou o anel prateado de seu dedo e o fez virar uma espada de bronze celestial. Percy a olhou surpreso.
- Uma espada de bronze celestial? Não deveria ser de ouro imperial já que é romana?
- Bronze celestial? É disso que é feita a espada?
- Ouro imperial que não é. Onde conseguiu?
- Sempre tive comigo. Mas minha mãe não deixava eu usar na frente de outros romanos além dela, minhas duas tias e meus primos, Tini e Nando. O anel foi presente do meu pai quando eu nasci, pouco antes de ir embora e nunca mais voltar.
- Nunca o conheceu?
- Não.
- Parece história de semideus.
- Mas eu não sou uma semideusa...que eu saiba. Mas ainda sou um legado e sei duelar muito bem.- ela o atacou
Percy se defendeu rapidamente com contracorrente, quase perdendo o equilíbrio pela surpresa do ataque repentino. Ele se recuperou e contra-atacou. Como Percy conhece um pouco da esgrima romana, conseguia desviar dos ataques dela (da maioria) e atacá-la, sem ela ter muita defesa já que não sabe como é a esgrima grega e não conhece os golpes. Ele estava confiante por estar ganhando. Mas de repente ele sentiu um choque quando sua espada se encontrou com a dela, e ela o desarmou rapidamente.
- Como fez isso? - perguntou Percy tentando acalmar sua respiração
- Isso o quê?
- O choque.
- Que choque?
- ........Deixa pra lá.- disse - Luta bem hein?
- Valeu! - agradeceu sorrindo
Percy encarou seus olhos. Ela tinha um olhar familiar. Os olhos dela são de um intenso azul-elétrico. Ela o fazia se lembrar de alguém...só não lembrava quem.
- Finalmente te encontrei Mia! - disse Tini ao entrar na arena e encontrar a prima
- Oi Tini! - disse ela
- Oi Percy!
- Oi!
- Tava te procurando sumida! - disse Tini
- Pra quê? - perguntou Mia
- Pra fazer alguma coisa ué! Treinar, sei lá!
- Por que não fica com o Nando? A tia Dayanna pediu pra você ficar de olho nele pra ele não fazer nenhuma besteira.
- Eu não vou dar uma de babá do Nando! E ele está com o Jason, e quanto menos o vejo melhor eu fico.
Mia revirou os olhos.
- O que você e o Jason tem? Se odeiam? - perguntou Percy
- Basicamente.
- Outro dia mesmo vocês se amavam...
- Cala a boca, Mia!
- Só falo a verdade. E repito: vocês deviam se acertar.
Martina bufou e saiu antes que estrangulasse Mia. Percy a encarou.
- O que ela tem contra o Jason?
- Mágoa.- Mia suspirou - Antes ela era bem mais alegre, mas desde que eles brigaram e aconteceu umas coisas...ela não é mais a mesma. Parece igual, mas está muito triste e magoada por dentro, mesmo já tendo o esquecido.- ela se sentou na arquibancada
- Eles já se deram bem algum dia? - Percy perguntou se sentando ao lado dela
- Se eles já se deram bem? Ele eram namorados!
Percy arregalou os olhos.
- O Jason e a Tini?! Namorados?!
- É, mas faz quase dois anos que eles terminaram.
Mia se lembra da prima na época que namorava Jason. Ela era alegre, sonhadora, engraçada, tinha um brilho no olhar...agora, continua alegre, mas sem sonhos, magoada, desacreditada no amor (apesar de ser neta de Vênus), e sem aquele brilho feliz no olhar.
- Por que eles terminaram?
- Quem entende? É uma história doida dos dois, com desilusão e muito ciúme envolvido. Eles acabaram tendo uma briga feia e terminaram. Nunca vi minha prima chorar tanto como naquele dia.
- O dia que eles terminaram?
- É, e horas depois...ainda mais lágrimas e sofrimento. Jason não ficou muito diferente. Nando me contou, e eu vi Jason chorando um mar de lágrimas e sofrendo por ter terminado com a Martina.
- Quem terminou?
- Bom...de fato foi ele, mas ela também acabou concordando em tudo acabar e disse que nunca mais queria vê-lo e ele disse o mesmo, foi o que eles disseram. Deve ser difícil pra eles terem se reencontrado.
- Deve mesmo.
- Eles eram muito unidos. Viviam grudados, sempre sorrindo e se declarando. O Nando está de cabelo rosa por causa deles.
- Hã? - disse Percy sem entender
- Foi um juramento. O Jason e a Tini eram tão unidos que ninguém achou que um dia fossem se separar. Ele odeia rosa. Um dia, ele fez mais uma de suas loucuras, jurou pelo Rio Estige que se Jason e Tini terminassem ele pintaria o cabelo de rosa e não mudaria a cor até eles reatarem.
- Notei que ele tem um parafuso a menos.- eles riram
- E o que ele jurou aconteceu. Mas nem se importou com o cabelo rosa vendo o melhor amigo sofrendo.
- Então acho que eles sofreram muito mesmo. Imagino como deve ser difícil pro Jason rever ela.
- E pra Martina, é pior...pois ele é a lembrança de uma de suas grandes perdas daquele terrível dia.
- Do que está falando?
- A Tini teve duas grandes perdas naquele dia. O amor da sua vida e o...melhor não falar ou ela me mata.
Mia conhece bem a prima. E sabe que se contasse, ela ficaria uma fera.
- Fala! Eu quero saber mais sobre minha irmã...mesmo que não sejam coisas boas.
- Promete não contar pra ninguém?
- Prometo.
- Principalmente pro Jason. Ele que não deve saber mesmo sobre isso.
- Juro pelo Rio Estige que não conto pra ninguém, muito menos o Jason.
- Ta. Então vou te contar...

Notas Finais


Que perda será essa?
Comentem o que acharam!

Até mais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...