História Reencontros (Imagine BaekHyun - EXO) - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, Red Velvet
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Irene, Joy, Kai, Lay, Lu Han, Sehun, Seulgi, Suho, Wendy, Xiumin, Yeri
Tags Abambam, Abyunpark, Baekhyun, Drama, Exo, Imagine, Romance
Visualizações 309
Palavras 3.143
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem e Boa leitura! >< ♡

Capítulo 17 - "Quem é você?!"


Fanfic / Fanfiction Reencontros (Imagine BaekHyun - EXO) - Capítulo 17 - "Quem é você?!"

~BaekHyun POV ON~

{Domingo}

Quando acordei já eram 12 horas e pouca, a ______ não estava mais ali. Depois que fui no banheiro escutei risadas no andar de baixo. Abri a porta do quarto e os meninos, menos ChanYeol, ainda dormiam no chão da sala. As risadas, então, vinham da cozinha.

Quando cheguei no final das escadas e olhei para a cozinha vi ______ e ChanYeol. Ele fazia cócegas nela e a mesma soltava a sua risada contagiante enquanto pedia para parar.

-Oh, BaekHyun!-disse ChanYeol quando me viu. Parou de fazer cócegas nela e ficou a abraçando por trás por estar fazendo cócegas na cintura dela antes. Ela ficou rindo um pouco ainda, mas deppis ficou séria.

-*suspiro* Bom dia.-disse ainda cansado e me sentei na mesa, a qual já tinha um grande almoço. Eu não queria demostrar meu ciúmes, mas é difícil isso quando vejo os dois juntos. Pensei que agora ele gostasse da Irene...

-Bom dia.-responderam juntos. Quando ChanYeol a soltou ela correu para fora da cozinha. Ele riu hesitando se ia atrás ou não, mas acabou sentando do meu lado.

-Ei!-o olhei ainda comendo.-Vocês conversaram sobre o que aconteceu no Estados Unidos ontem?-neguei confuso.

-Mal conversamos...-respondi baixo.

-Quando acordei ela era a única acordada e estava sentada na mesa com um semblante desanimado. Fizemos o almoço juntos e com palhaçadas, mas isso não pareceu a ajudar muito...

-Por isso estava fazendo cócegas nela agora pouco?-voltei a olhar para a comida.

-Sim, mas não é ai que quero chegar. *suspiro* Vocês brigaram? Ou ela chorou? Sei que ficou preocupado agora também. Ela mudou bastante e não quero que volte a ser aquela garota de antes. Sempre desanimada e cansada... Sei que me entende nisso e acha o mesmo. Só pensei que ela tivesse dito algo para você ontem a noite, todos precisamos saber o que houve lá.-o olhei e neguei.

-Não disse absolutamente nada. Não perguntei também.-dei de ombros e ele assentiu. Ouvi passos correndo na escada e ChanYeol se levantou para olhar da porta.

-Ya, volta aqui agora!-alguém gritou e franzi o cenho. Segundos depois _______ entrou correndo na cozinha e foi para trás do ChanYeol. Bufei de raiva. Ele riu alto olhando para a porta e quando vi os meninos que dormiram no quarto de hóspedes -SuHo e Sehun- estavam com pasta de dente em todo rosto, tinha um pouco no cabelo deles também. Sorri de lado.-Não proteja ela, ela iria fazer o mesmo com você se pudesse, hyung!-disse SeHun tentando puxar a ______ do ChanYeol, que ria deles e a "protegida".

-Não iria não!-respondeu ChanYeol e a ______ abraçou a cintura dele. Fechei a cara novamente fazendo bico.-Garanto que a culpa é de vocês dois! Sei que ela foi acordar vocês e não devem ter se acordado quando ela os chamou, então ela fez essa brincadeira. Estou certo?-os dois assentiram e ele sorriu de lado ainda rindo. Neguei com a cabeça.

-Vão se lavar e venham comer logo!-disse Wendy entrando na cozinha enquanto ria um pouco. Me cumprimentou e se sentou ao meu lado começando a comer também.

SuHo e SeHun bufaram e saíram da cozinha. Logo, Irene e Joy também entraram começando a comer com a gente. Mas ChanYeol e ______ foram acordar os meninos que ainda dormiam feito pedra na sala. Minutos depois ouvimos os gritos deles, passos correndo, devem ter feito o mesmo que a ______ fez no SuHo e no SeHun.


Estavam todos na cozinha comendo e conversando. Menos eu. Eu só observava a ______ e via o quanto ela estava diferente hoje, pelo menos depois das cócegas do ChanYeol a um tempo atrás... Ela mal me olhou e em nenhum minuto falou comigo.

Quando sai da cozinha e fui para a sala Irene veio comigo. Ficamos conversando sozinhos ali. Ela deve ter percebido o meu estado e o jeito da ______ comigo. Mas eu expliquei que não brigamos nem nada, falei da nossa "conversa" ontem também.

-E o ChanYeol? Eles parecem mais juntos hoje...-falou ela e fiz um grande bico. Falei tudo o que o mesmo me disse mais cedo na mesa e ela assentiu.-Então ele deve estar tentando anima-la.-deu de ombros.-Eles são melhores amigos, ChanYeol se preocupa bastante com ela e sempre vai ser assim! Sei que está com ciúmes, quando vi os dois também fiquei... Mas eles são só amigos, ok? Pode parar de ficar com essa cara fechada!-disse me fazendo rir fraco. Ela sorriu bagunçando meus cabelos.

-Noona, vocês não estão namorando ainda?-ela negou e fiz um bico novamente a fazendo rir.-Mas ele gosta de você, certo?

-Talvez...-pensou.-Aigoo, você é muito ciumento! Se ela quiser ficar com ele e ele querer isso também, não vamos atrapalhar...

-Não vou, é que... *suspiro* Eu a esperei por dois anos!-ela me olhou triste.-ChanYeol, pelo menos, conheceu você melhor e eu pensei até que tinham começado a namorar. Mas não!-bufei frustrado.

-Tudo tem seu tempo, ela gosta de você e sabe disso...-falou e se levantou.

-Onde vai?-a olhei confuso.

-Embora. Vou chamar as meninas para irem comigo. Tenho coisas para fazer em casa e sei que elas também tem.-assenti e ela sorriu fraco indo até a cozinha. Fechei os olhos e respirei fundo.

Irene já tem seu carro e vai levar Wendy e Joy se elas irem embora também. É provável que os meninos fiquem mais um tempo aqui ou alguns deles vá também. ChanYeol, talvez, até durma aqui de novo...


Depois que as meninas se despediram de todos foram embora e os meninos vieram para a sala. Mas a ______ subiu para o quarto dela. Ficou alguns minutos lá enquanto eu conversava com os meninos. Quando ela voltou se sentou no meio das pernas do Kai e ficou com um semblante extremamente fofo enquanto só nos observava.


-Tudo bem?-ouvi Kai perguntar para a ______ e ela suspirou antes de assentir.

Eu ainda conversava com os meninos, mas vi ela se levantar e ir para perto do ChanYeol sussurrando algo em seu ouvido. Ele a olhou um pouco surpreso e perguntou alguma coisa, a qual ela assentiu sorrindo fechado. Ele falou mais algumas palavras e ela sorriu largo. Logo, subiu para o seu quarto novamente. ChanYeol suspirou e se ajeitou no sofá, vi também ele pegar as suas chaves do carro no bolso e as segurar na mão. Franzi o cenho curioso. O ciúmes estava voltando.


-Onde vai, dongsaeng?-perguntou Kai tirando as palavras da minha boca quando viu a ______ descendo as escadas arrumada. Não estava toda maquiada e essas coisas, mas tirou seu pijama e suas pantufas. 

-Vamos sair e já voltamos!-sorriu fechado e beijou a bochecha do irmão.

-"Vamos"?-perguntou SeHun e só agora percebemos ChanYeol levantado.-Ah...

-Onde vão?-perguntei sério cruzando meus braços. Todos me olharam. Todos aqui sabem que gosto dela mesmo, não preciso esconder meu ciúmes, certo? Certo.

-Num lugar. Já voltamos senhor estresadinho!-brincou ChanYeol sorrindo de lado e saiu porta a fora com ______. Bufei de raiva e os outros riram me olhando.

-Sem ciúmes!-falaram todos juntos e voltaram a conversar. Liguei a TV e fiquei vendo qualquer coisa, só a liguei e fiquei a encarando pensando no que os dois foram fazer, aonde e porque sozinhos.

~BaekHyun POV OFF~

~ChanYeol POV ON~

Quando fomos no karaokê eu forcei minha voz para não mostrar como eu realmente canto. Mas a ______ percebeu e eu acabei dizendo que tinha feito aula de canto a uns anos atrás. E hoje na cozinha disse a ela que tinha um violão na minha casa também.

Estava entediante para ela só nos observar enquanto conversávamos na sala, então ela foi até mim e pediu para irmos na minha casa. Ela queria me ouvir cantar de qualquer jeito, mesmo eu dizendo que não sou nenhum profissional como ela quase é. Mas toco violão muito bem e ela quer ouvir isso também. Não achei uma boa idéia só nós dois irmos para a minha casa, mas é melhor que só ela me escute cantando. Aliás, preciso perguntar algo para ela sem ninguém.


-Essa é a sua casa?-assenti estacionando o carro em frente a garagem.-Quando eu ainda trabalhava no mercado eu já passei aqui na frente...-disse se lembrando.

-Mas não sabia que eu morava aqui sozinho, certo?-a olhei e ela negou. Sorri de lado.-Vamos!-saímos do carro e o tranquei.

Minha casa não era lá aquelas coisas como a dela é, mas era um pouco grande e bonita também. Quando entramos ela ficou olhando tudo atentamente. Fechei a porta e segurei sua mão para mostrar a casa.


-Agora já pode vir aqui em casa sozinha e andar pela casa sozinha também.-falei depois de mostrar a parte de trás da casa, ou seja, a piscina. Ela me olhou fazendo careta e negou. Ri fraco.-Por quê não? Eu não me importo.-falei colocando meu braço em seu pescoço e nos guiando para o meu quarto, a qual eu deixei por último para mostrar.

-Vocês vão bastante para a minha casa  ficar lá ou não e agora que estou "de férias" é capaz de todo dia ter alguém lá comigo. Principalmente você!-respondeu.

-Tem razão, eu vou mesmo!-sorri e ela riu baixo. Abri a porta e ela entrou primeiro.

-É bem a sua cara ter um quarto assim mesmo...-franzi o cenho.

-Assim...?-me olhou.

-A sua casa estava toda arrumada tirando o seu escritório cheio de papel para lá e para cá, mas o quarto está mais bagunçado ainda. Está cheio de jogos espalhados e essas coisas.-sorri de lado.

-Engraçadinha! Pelo menos não sou um Kai da vida!-falei e ela riu olhando em volta.

-E então? Onde está?-perguntou sentando na minha cama animada. Eu tinha dois guarda-roupas, mas um estava vazio só com o meu violão dentro. O peguei e quando a olhei acabei rindo da expressão dela.

-Um belo esconderijo, certo?-assentiu e me sentei ao seu lado. Tirei a capa do violão e peguei palheta, que estava dentro da parte da frente da capa do violão. Suspirei.

-Vamos, toque qualquer coisa logo!-disse animada e sorri.-Cante também!-lembrou e fiz bico fazendo careta. Ela riu.


Passamos 1 hora ou mais sozinhos aqui em casa. Ela cantou comigo também, a ensinei a tocar pelo menos um pouco de violão e comemos algumas besteiras. Paramos tudo agora pouco e estamos deitados descansando. Em todo esse tempo vi que ela recebeu algumas mensagens do BaekHyun, mas ela só atendeu a uma ligação do Kai e disse que estávamos bem.

-Se divertiu, não é?-perguntei a abraçando ainda deitado e ela assentiu sorrindo fechado.-Aigoo, que fofa!-apertei sua bochecha e ela fez careta. Sorri.

-Ya, eu nunca faço isso com você quando você faz bico e fica fofo!-reclamou e mordi meu lábio segurando o sorriso. Ri fraco.

-Então faça! Eu gosto quando você se solta comigo ou com todos nós, eu gostei da sua mudança.-fui sincero e ela ficou quieta.

-Isso foi uma promessa ao Kai... Ele também iria mudar um pouco. Foi nossa última promessa lá no Estados Unidos...

-Teve outras?-assentiu séria.

-Teve mais como "vamos nos divertir mais aqui" e essas coisas, pois eu só sabia de querer estudar e ficar em casa. Não eram grandes promessas, mas era importante para ele eu ficar bem lá... Fiz ele prometer coisas para mim também e cumprimos todas lá.-sorri fechado.-Só ficou duas, quer dizer, uma para cumprir aqui.-se enrolou e riu nervosa.

-Duas?-franzi o cenho.

-U-Uma, uma!-disse rápido.

-Ei, você sabe que pode me contar qualquer coisa...-fiz bico e ela sorriu de lado.

-Chan, eu digo tudo para você!-respondeu mudando de semblante.

-Eu sei que não conta, mas quero que saiba que pode!-respondi sério e ela fez um bico ficando com cara de choro.-Aish, meu amor, não precisa chorar!-a abracei e ela enterrou o rosto no meu peito chorando.


-Vai me contar agora, hum?-perguntei depois de um tempo em silêncio com ela. Estávamos deitados ainda, ela abraçando minha cintura com a cabeça no meu peito e eu acariciando seus cabelos.

-Eu não sei... Eu prometi a mim mesma que não contaria a vocês, vocês vão se preocupar comigo mais ainda. Kai disse que não contaria também, que deixaria isso para mim porque por ele, ele contava tudo a vocês. Ele não é tão inseguro como eu...

-Você não precisa me contar o que houve, só as promessas.-ela suspirou pesado.-Você sabe que vou estar aqui para você sempre, sabe que pode vir até mim para contar qualquer coisa e quando quiser, sabe que vai poder me chamar a qualquer hora e que vou estar lá... Sabe disso agora, não é?-assentiu rapidamente e sorri satisfeito.-Isso já está de bom! Eu só quero saiba que vou estar sempre aqui para essas coisas e que pode me contar qualquer coisa, mas só se quiser... Por isso, não vou te obrigar a me contar o que houve só as promessas!

-Você já sabe de uma... Mas a outra promessa era que, nós dois seriamos felizes. Nós dois e não só um de nós!

-Mas isso não precisa ser uma promessa, vocês vão ser felizes!-disse e senti que ela sorriu um pouco.-Você não está feliz?

-N-Não, eu estou feliz!-disse nervosa.-Mas antes de você, os meninos e as garotas aparecerem na minha vida e na do meu irmão, nós eramos infelizes... Ficamos só nós dois e o resto da família mora longe.-a apertei mais contra mim.-Nós somos felizes com vocês do nosso lado! Mas quando eu vi tais coisas lá no Estados Unidos e contei para o Kai acabei voltando a ficar infeliz... Quer dizer, eu estou feliz! Mas... *suspiro* Não como estava antes, entende? Aquelas coisas me deram lembranças e acabei ficando triste novamente. Kai é mais forte que eu e está bem. Mas eu não...-disse meio baixo a última parte.-Quando voltei eu ainda estava assim, mas Kai subiu para o meu quarto comigo e conversamos seriamente. Por isso, no resto da festa eu fiquei mais feliz e animada.

-Eu fico feliz com isso e muito! Mas por quê não me contou antes, hum? *suspiro* Não fique triste novamente, ouviu? O que você viu lá que fique lá! Não lembre dessas coisas e nem chore, certo?-assentiu.-Nunca mais!

-Você é um ótimo amigo...-riu baixo.

-Melhor amigo! E esse melhor amigo não quer a melhor amiga assim, ele ama ela muito e quer o bem dela... Entende isso, certo?-ela me olhou e sorriu fechado. Sorri largo e a puxei para cima de mim a abraçando fortemente.-Meu bebê!-ela me bateu e reclamei rindo.-Ya, é só um apelido!

-Que eu não gostei!-me olhou.

-Mas eu sim!-beijei sua bochecha e ela se sentou na cama. Fiz o mesmo e a encarei.

-Acho melhor irmos logo.-assenti.

-Está melhor?-sorriu fofamente.

-Muito!-sorri também.

-Obrigada, você é o best melhor amigo que eu poderia ter!-disse me fazendo rir.

-De nada, eu sei que sou!-baguncei seus cabelos e pisquei a fazendo rir.

Colocamos nossos tênis, guardei meu violão e pegamos nossas coisas. Antes de sair do quarto fiz ela subir nas minhas costas e ela pareceu animada com isso.

Fechei a casa ainda a segurando, abri o carro e quando chegamos em frente a sua porta eu a coloquei no chão. Entramos e logo dei partida. JongIn deve estar uma fera!

~ChanYeol POV OFF~

~BaekHyun POV ON~

-Aonde foram? Por quê demoraram tanto? O que estavam fazendo?-Kai perguntou sem nenhuma pausa logo após ver ChanYeol e ______ entrarem em casa.

Obrigado, Kim Jongin! Eu não podia perguntar isso, mas queria ter perguntado.

Por quê não? Bom... Primeiro, porque não somos namorados.

"Mas vocês são amigos e amigos se preocupam também!".

Segundo, porque não adianta sermos amigos e eu perguntar tudo isso sendo que, não nos falamos o dia inteiro.

Não sei porque ela está assim comigo hoje, mas se eu perguntasse sei que não receberia uma resposta boa ou educada. E isso é provável que aconteceria já que ela mal me olhou hoje também... *suspiro*

-Ya, calma!-disse ela rindo fraco e sentou no sofá ao meu lado, ChanYeol sentou do seu outro lado. A olhei surpreso.

-Calma? Dongsaeng, você só disse que estavam bem e desligou a chamada na minha cara quando te liguei aquela vez!-disse frustrado e ela sorriu forçado.

-Só fomos na minha casa, Kai...-disse ChanYeol calmo e o olhei com os olhos cerrados.-Ela me pediu uma coisa e para isso teríamos de ir lá. Demoramos porque acabamos fazendo outras coisas e conversamos sobre uma coisa séria também...-franzi o cenho curioso.

-Que coisa séria?-Kai tirou as palavras da minha boca novamente.

-Depois conversamos, Oppa, e eu te conto tudo!-disse a ______ se encostando no sofá. Olhei para Kai que assentiu. Bufei. Queria saber mais e ela não vai me contar!

-Onde estão os outros? Foram embora?-ChanYeol mudou de assunto notando que só Chen, XiuMin e eu ficamos. Kai assentiu.

-Que sem graças!-disse a ______ cruzando as pernas no sofá.

-Concordo...-falou XiuMin.-Mas deixa eles, todos nós trabalhamos e amanhã já é segunda-feira.-ela fez careta.

-Mas a recém são quase quatro horas da tarde!-bufou cruzando os braços.

-A gente sabe, mas sexta-feira resolvemos deixar nossas coisas do trabalho para hoje já que ontem seria a festa surpresa de vocês dois.-explicou Chen se referindo aos irmãos Kim e ela pareceu entender.

-E vocês não tem nada para fazer, mocinhos?-Kai riu. Chen e XiuMin negaram.

-Somos responsáveis!-falaram juntos.

-Nem você Chan?-o olhou e ele negou rindo fraco.-BaekHyun?-me arrepiei e ela me olhou. Engoli em seco e neguei também.

-Por que vocês não dormem aqui então?-sugeriu Kai.-Não estão dizendo para não irem trabalhar, até eu vou precisar ir, mas assim o dia inteiro vai ser divertido!-sorriu.

-Eu aceito!-todos responderam juntos, menos eu. Os meninos me olharam sorrindo de lado já sabendo o porque do meu silêncio. Mas a ______ me olhou confusa.

-Você vai ir embora?-me perguntou.

-E-Eu não sei ainda...-disse nervoso pelo seu olhar estranho em mim. Ela suspirou e ficou me encarando. Fiz o mesmo.

-Precisamos conversar!-segurou minha mão e me puxou atraindo o olhar dos outros. Mas logo eles começaram a conversar.

Fomos para o quarto dela e a mesma fechou a porta. Me virei para ela, que cruzou os braços se enconstando na porta.

-Eu sei porque está assim.

-Mesmo?-coloquei minhas mãos no bolso da calça e ela assentiu.

-Sei que ficou com ciúmes de mim e do Chan, mas somos só melhores amigos.

-Daqui a um tempo podem ser outra coisa e sabe disso...-sorri de lado.

-Não, não sei. Você mesmo me disse que ele estava quase namorando a Irene unnie, assim você me confunde.

-Eu disse, mas hoje pareceu que ele estava distante dela e mais perto de você. Pareceu também que você estava mais perto dele e totalmente longe de mim...

-Fiz isso por ontem, BaekHyun... Não estamos brigados ou algo assim!-a olhei curioso.-Eu te ouvi ontem a noite e eu só estava pensando, mas se eu ficasse perto de você isso não funcionaria direito e sabe disso. Então...-deu de ombros e suspirou.

-Pensando?-assentiu lentamente.

-Pensei sobre "eu aceitar meus sentimentos" e blábláblá...-passou por mim e se sentou na cama. Me virei e fiquei a olhando.-Eu disse que pensei e não que achei uma resposta!-fez careta e sorri fraco.

-Ficou brava?-negou rapidamente e me sentei ao seu lado ainda a encarando.

-Eu só...-desviou o olhar.-Eu já devo ter dito, mas... Não quero que aconteça o que aconteceu a anos atrás de novo.

-Eu não sou aquele idiota, ______... Você me conhece, eu nunca faria aquilo com você!-falei sério e me agachei a sua frente.-Eu não esperei dois anos para nada...-me olhou e segurei suas mãos determinado.-Eu realmente-fui interrompido pela porta se abrindo e respirei fundo fechando os olhos. Abri os olhos novamente e ela olhava para a porta com os olhos arregalados. Me virei e franzi o cenho.-Quem é você?!

-JongSuk. Lee JongSuk.

~BaekHyun POV OFF~


Notas Finais


Espero que tenham gostado e desculpem os erros 😢💙
Bjs e até a próxima! ♡😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...