História Reescrevendo a história - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter, The Beatles
Personagens George Harrison, Harry Potter, Hermione Granger, John Lennon, Paul McCartney, Ringo Starr, Ronald Weasley
Tags Harry Potter, The Beatles
Visualizações 26
Palavras 517
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 9 - Nada mudou


Hermione não saíra do quarto desde que atingira John e George com o feitiço. Ela estava preocupada demais com tudo que vinha acontecendo com Paul, mas mesmo assim, acabou dormindo.

*O sonho:

Ela estava parada próxima ao estúdio Abbey Road, quando viu, bem em frente, os quatro Beatles entrando ali. Inclusive Paul.

-Paul? Paul! Sou eu, Hermione!

Ele parecia não ouvir. Nenhum deles, na verdade.

-Ringo! Paul! John! George! Ei! Estou aqui!

Foi então que ela acordou, ainda de madrugada, por volta das 5 da manhã, sentindo um calor estranho em seu peito. Era o vira-tempo.

-Mas o que é isso? O vira tempo... Será que... Não...

Ela saiu do quarto e levou um tropeço na escada, quase quebrando o tornozelo.

-Ai!

-Hermione! Está bem?-perguntou Ringo.

-Estou... Mas... Isso é muito esquisito...

-O quê?-perguntou George.

-Não aconteceu nada! Não se lembram de anteontem? Quando acordamos, vocês estavam um ano mais velhos, embora tenha se passado apenas um dia... Mas hoje, nada aconteceu...

-Se pensarmos bem, nem dormimos direito, nem de anteontem para ontem, nem de ontem para hoje.-disse Ringo.

-Verdade. Bom, o papo está muito bom, mas tenho que ir. Vou procurar saber como o Paul está.-disse George.

Alguém bateu à porta.

-Vou ver quem é.-disse Ringo, abrindo a porta.

-Olá, rapazes.

-Oh! Brian! Entre, sente-se, fique à vontade.

-Olá... Puxa. Que caras são essas?

-Vejo que ainda não soube...-disse John.

-Do... Quê?

-O Paul sofreu um acidente ontem de madrugada, quando voltávamos do bar na Penny Lane.

-Sim. Atropelado.-disse George.

-Como é?? Mas... Ele está bem?

-Estava, até ontem à tarde. Ele teve uma convulsão e agora está em coma.

-Oh! Mal posso acreditar!

Realmente, era algo muito difícil de acreditar.

*Em 1996...

Harry estava na sala do diretor com a professora Minerva e Gina.

-Diretor, temos que dar um jeito de tirar a Hermione daquele lugar! Ela está lá há quatro dias!-disse Harry.

-Harry... Acalme-se. Por favor.

-Como querem que eu me acalme?? Meu padrinho morrer e a minha melhor amiga desaparece no tempo! Não há como eu me acalmar.

-Ela está bem, Harry. Está fazendo um trabalho excelente.

-Como assim?-Ele e Gina perguntaram.

-Ela não voltou 30 anos no tempo à toa. Não. Ela tem uma missão lá.

-Vejam! Ela... Está usando magia?-disse Gina.

-Isto é errado! Ela não pode...

-Na verdade, Harry, se pensarmos bem, a srta Granger ainda nem nasceu.-disse Minerva.

-Sim, eu sei, professora. Bom, vou arrumar minhas coisas pra voltar amanhã à Surrey. Por favor, me mantenham informado sobre a Hermione?

-Claro. Não se preocupe, ela está bem.

Harry saiu dali emburrado.

-Harry! Harry, espera!-gritou Gina, correndo atrás dele.

-Não!

Ela conseguiu segurar o braço dele.

-Me escuta, por favor. Olha... A Mione vai ficar bem. Vai dar tudo certo com ela, eu confio. E você?

Lágrimas escorriam pelos olhos de Harry.

-Tenho medo... Sabe que a Hermione é minha melhor amiga...

-Sim, eu sei... Fique calmo, vai dar tudo certo. Ela está bem, Harry.

Ele saiu dali até a sala comunal. Sentou-se no sofá que ficava próximo à lareira e se pôs a chorar com as mãos tampando seu rosto.

Ele faria o possível e o impossível para salvar sua melhor amiga.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...