História Reflection (Hiatos) - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Cameron Dallas, Daniel Sharman, Dylan O'Brien, Justin Bieber, Kendall Jenner, Kylie Jenner, Mahogany LOX, Nash Grier, Selena Gomez
Personagens Ariana Grande, Cameron Dallas, Daniel Sharman, Dylan O'Brien, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Justin Bieber, Kendall Jenner, Kylie Jenner, Mahogany LOX, Nash Grier, Selena Gomez
Tags Jelena, Justin Bieber, Selena Gomez
Exibições 51
Palavras 1.498
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hello Little...
Perdoem a demora, essa semana foi de provas, estava meio apertada, mas tudo bem...
Perdão o capítulo pequeno e prometo que o próximo será bem maior...
Beijinhos da Malu💗
Boa leitura🐼

Capítulo 10 - The True


Fanfic / Fanfiction Reflection (Hiatos) - Capítulo 10 - The True

P.O.V. Justin Bieber


A Emeraude e a Bárbara se encaravam e eu acabo que ficando no meio do conflito.


- Quem é essa garota? - a Bárbara pergunta me olhando e eu coço a nuca - Você mentiu pra mim?

- Não... - falo rapidamente e ela me olha com uma cara confusa - Essa é a Emeraude... Ex namorada de um amigo meu - falo pondo uma das mãos no bolso e a Emeraude da um sorriso forçado para a ruiva

- Justin... Preciso saber se a Skye vai ficar comigo ou com você - a Emeraude pergunta ignorando a Bárbara que obsevava atenta nossa conversa

- Ahm... Posso deixar ela com você essa semana? Tenho que arranjar um local apropriado para ela - falo tentando não mw constranger com aquele assunto e a Emeraude apenas concorda com a cabeça e se afasta

- Quem é Skye? - a Bárbara pergunta e eu a olho por alguns segundos

- Ahm... Acho melhor a gente ir para um local mais privado - falo e ela concorda


Subo as escadas com a garota ao meu lado e passo pelo corredor indo em direção ao meu quarto. Entro no mesmo fechando a porta assim que a Bárbara entra e ela para no centro do quarto olhando em volta, mas logo seu olhar encontra o meu.


- Pode me explicar o que está acontecendo? - ela pergunta cruzando os braços

- Bom... A Skye é minha filha - falo meio baixo e sinto o olhar da garota sobre mim

- Com a sua ex namorada? - ela pergunta algo meio óbvio e eu afirmo com a cabeça - Então vocês ainda tem contato um com o outro e uma ligação? - ela pergunta querendo não acreditar

- Não... - falo entrando em desespero, eu não sabia o motivo, mas não queria perder a Bárbara de maneira alguma - Ela morreu... - falo simples engolindo em seco e o olhar da Bárbara sobre mim de transforma para algo como pena

- Justin... - ela começa a falar e se aproxima de mim - Eu sinto muito... Eu não sabia... Mas... Por que você disse que a culpa era sua? - ela pergunta tocando meu braço

- Não quero falar sobre isso - respondo e ela parece ter entendido e se afasta afirmando com a cabeça

- Tudo bem... Eu tenho que ir, só passei pra dar um alô mesmo - ela fala ajeitando o cabelo

- Te vejo amanhã? - pergunto e ela sorri

- Quem sabe? - ela fala e sela nossos lábios saindo do quarto em seguida


Logo que ela sai pude ver o Chris na frente do meu quarto sem saber o que falar e até parecia que não estava acreditando no que estava vendo.


- Justin... Você ainda tem contatos com ela? - ele pergunta e eu o olho arqueando a sobrancelha

- Por que não teria? - pergunto e ele me olha confuso

- Por que teria? - ele rebate com outra pergunta e eu respiro fundo

- Eu estou bem como estou Chris... - começo a falar e ele me interrompe com um risinho

- Você acabou de saber que a Selena está viva... Você ao menos contou a essa garota a loucura que é sua vida? Justin... Ela não vai aguentar a pressão e você só vai colocar mais uma vida em perigo, caso tenha se esquecido... A Mahogany morreu e o Nash era super amigo dela e está trancado no quarto desde que chegou - ele fala me deixando pensativo e eu engulo em seco - Pois é meu amigo... Acho melhor conversar com o Nash e depois acabar de vez com seus contatos com essa tal de Bárbara - ele completa e segue seu caminho pelo corredor


Acontece que eu tinha muito medo. Não sabia se poderia me entregar para a Bárbara, mas também não tinha certeza se deveria me afastar dela, ela era uma garota feliz e que me deixava feliz. Eu me sentia muito bem ao lado dela, quase tão bem quanto estar ao lado da Selena.

Suspiro passando a mão no cabelo e me sento na cama logo percebendo um papel sobre o criado mudo. Fico meio apreensivo, mas logo pego o mesmo abrindo e sinto meu estômago revirar quando vejo a letra que havia no mesmo.


"Eu tentei...

Eu tentei não me apaixonar por você e tentei te esquecer, mas foi tudo em vão.

O destino nos queria juntos e foi o que aconteceu.

Só que antes de tudo você partiu meu coração, eu nunca tinha me dado conta do quão idiota eu tinha sido, mas depois de perceber certas atitudes, meu coração palpitou e eu senti que não pertencia mais a você.

Lhe entrego essa primeira e última carta para lhe dizer que siga sua vida. Eu não posso continuar me martirizando por algo que eu não tenho culpa, não posso ser masoquista, esse amor me machuca tanto psicologicamente quanto fisicamente.

Você foi a primeira pessoa que eu amei de verdade, a primeira pessoa que eu me afoguei em rios de amor, amores intensos e que menxiam com todo o meu ser.

Eu sinto muito por estar sendo uma covarde, mas eu preciso te libertar e me sentir livre.

Seja Feliz!

De sua pequena"


Um misto de emoções me invade naquele momento e eu não sabia o que fazer. Muitas dúvidas passam por minha mente e eu queria todas as respostas... Agora.

Amasso o papel em minhas mãos e fito a parede a minha frente tentando me manter calmo, mas acontece que eu não conseguia.

As lágrimas invadem meus olhos de uma só vez e eu tento as segurar a todo custo, mas elas insistiam em querer descer e foi isso que aconteceu, em alguns segundos eu já sentia meu rosto molhado e tomado pelas lágrimas e alguns soluços baixos saiam dos meus lábios.

Consigo ouvir a voz da Emeraude próxima a mim, mas não me dou o trabalho de abrir os olhos para ter a certeza e nem perco meu tempo com isso. Simplesmente sinto os braços dela me rodearem e tentarem me confortar a todo custo, mas nada naquele momento poderia me confortar, eu não sabia o que tinha feito de errado. Eu amava a Selena, eu ainda a amo.

Minutos se passaram e meu choro foi cessando aos poucos. Limpo o rosto com as costas da mão e a Emeraude me observava logo pega o papel de minha mão e começa a ler o mesmo.


- Justin... - ela começa a falar após terminar de ler - Eu sinto muito... A Selena me pediu para lhe entregar isso, mas eu não parei para ler, pensei que ela estivesse te contando algo para a tirar do presídio, mas... - ela para de falar suspirando

- Tudo bem... Amanhã vou entrar em contato com um advogado e nós vamos a tirar do presídio - falo simples e um tanto seco e ela permanece me olhando

- A Skye dormiu... Ela está feliz em ter o pai por perto - ela fala como se a garotinha pudesse perceber quem está ou não ao seu lado, ela só tinha 1 ano


Apenas concordo com a cabeça e ela parece entender. A Emeraude se levanta saindo do quarto e fecha a porta atrás de si mesma.

Quando penso que vou ficar sozinho, ouço alguém bater na janela do quarto e me levanto lentamente indo em direção a mesma, me aproximo tirando as cortinas e vejo a Bárbara em pé na varanda abraçando os próprios braços. Abro a janela e ela logo entra tentando se aquecer.


- Que demora - ela fala parecendo não se importar se vai ou não incomodar e eu tento me manter calmo naquele momento - Não consegui ir embora... Temos que bater um papo reto - ela fala se sentando na minha cama e eu fecho a janela suspirando baixo - Estava chorando? O que aconteceu? - ela pergunta após conseguir ver meu rosto

- Eu estou bem... - falo e ela me olha com cara de quem não acreditou e eu nego com a cabeça - Sobre o que quer falar? - pergunto começando a ficar curioso

- Tudo bem... - ela fala dando de ombros - Bom... Nós vinhemos passando algum tempo juntos e tudo mais, sei que está cedo, mas... Eu queria saber o que nós temos... Digo, se estamos namorando ou apenas ficando - ela fala parecendo ter levado toda sua coragem

- Ahm... Você quer namorar comigo? - pergunto meio que automático e ela pareceu surpresa

- Está me pedindo em namoro? - ela pergunta e eu balanço os ombros sorrindo de canto


Ela se levanta e pula em meus braços, sinto uma dor imensa no local que havia levado um tiro e solto um gemido baixo de dor fazendo ela se afastar assustada e me olhar preocupada.


- Tudo bem com você? - ela pergunta me fitando


Eu não poderia mais mentir para ela, se queria entrar em um relacionamento teria de contar toda a verdade.


- Já que vamos entrar em um relacionamento sério... Tenho que te contar a verdade... - falo suspirando e ela continuava a me fitar sem expressão aparente - A verdade sobre mim...


Notas Finais


Espero que tenham gostado babys...
Comentem o que acharam💗
Até a próxima...
Beijos❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...