História Devaneios de uma mente perturbada - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Drama
Visualizações 12
Palavras 365
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Bissexualidade, Mutilação
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Agora isso é uma história... Será que haverá superação um dia?

Capítulo 4 - Tell me... how should I feel


Fanfic / Fanfiction Devaneios de uma mente perturbada - Capítulo 4 - Tell me... how should I feel

        Todos dizem que eu deveria me amar, que eu deveria procurar alguém para me fazer feliz, ninguém da atenção quando quero falar de meus problemas " já tentou... Se amar mais?" É o que sempre escuto, mas.... Como eu faço isso? Como eu faço para me amar.

        EU gostaria de ter alguém para amar, mas eu não sei amar. Quando se passa por diversas desilusões, por diversas pessoas dizendo me amar e no final acham alguém melhor. Se eu soubesse amar, eu gostaria de ter alguém à meu lado, não importando ser homem ou mulher, apenas gostaria de amar

        Quem eu sou? Vocês devem estar se perguntando. Meu nome é Matheus, aquele que já não sabe mais amar, mas que gostaria de fazer tal coisa, agora conheceremos meu cotidiano 

     Visão do narrador 

  Acordando cedo após uma noite em prantos, ele já se acostumará com isso.  Se levanta e vai tomar um banho, lava primeiramente a única parte de seu corpo que lhe agrada, seus cabelos que eram logos,  batendo nas costas, com tom lilás. Após isso banha o resto de seu corpo e se seca, como de praxe começa a secar seus cabelos com o secador, dando muita atenção à eles. Assim que termina, se arruma para ir para a escola, local onde várias de suas desilusões ocorreram. 

     Mais um dia chegando ao colégio e encontrando a única pessoa que lhe dá felicidade ver, seu melhor amigo Ângelo, garoto de olhos azuis encontrando cabelos anelados cor de mel. Esse era seu amigo desde pequenos, a coisa mais próxima que Matheus sentia do amor era por esse garoto, que parecia gostar dele também 

   - Bom dia meu pequeno Matheus - diz ele sorrindo encontrando e acarícia do os cabelos do garoto, que sorri de leve e diz: 

    - não sou tão menor que você,  vamos para a aula Ângelo - diz sorrindo e vão andando. ..

  Enquanto isso...

   - Ele vai ver, ele se diz mais inteligente, mas veremos quem é mais forte. vamos surrar aquela bixinha de cabelo lilás- diz rindo e os outros riem também. Matheus possuia diversas inimizades por causa de suas notas excelentes e os professores sempre o usar de exemplo positivo.

  


Notas Finais


Até o próxima capítulo, meum amados leitores


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...