História Refuge - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bleach
Personagens Byakuya Kuchiki, Grimmjow Jaegerjaquez, Hisana Kuchiki, Hiyori, Ikkaku, Isshin Kurosaki, Kaien Shiba, Karin Kurosaki, Kouga Kuchiki, Masaki Kurosaki, Nelliel Tu Odelschwanck, Orihime Inoue, Renji Abarai, Rukia Kuchiki, Sado Yasutora, Shuuhei Hisagi, Tatsuki Arisawa, Uryuu Ishida, Yuzu Kurosaki
Tags Ichiruki
Exibições 37
Palavras 961
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá, esse é um projetinho que eu tinha guardado aqui e decidi dar uma chance à ele. Fui dar uma olhada e acabei reescrevendo e mudando a história, to meio perdida com ela ainda, mas quis tentar. Enfim, tenho que arrumar muitas coisas ainda, espero que tenham paciência, hehehe.

Fiquem aí com o primeiro capítulo.

Capítulo 1 - Last friday night


Eu estava saindo do carro acompanhada por Renji, um amigo de infância. Estavamos indo para a festa de uma das minhas melhores amigas, a Tatsuke.

Havia acabado de voltar a minha cidade natal, Karakura. Fiquei alguns meses fora morando em Tokyo devido ao trabalho do meu pai. Tínhamos voltado há dois dias, meu pai, mamãe e eu. Tats esperava a minha presença, e eu estava com saudades não podia deixar de ir lá comemorar o seu aniversário.

-Vem Kia minha maquiagem vai derreter nesse calor daqui de fora, se minha fantasia ficar arruinada por sua causa você vai ver só.-Disse Renji.

Entrando lá só podia ouvir a música alta que tocava dentro da boate, e para minha minha alegria estava tocando Lana Del Rey a música Gods And Monsters, o que eu achei engraçado, pois minha fantasia era de Eva. Eu estava usando uma peruca de longos cabelos pretos, que eram quase iguais aos meus, apenas pela grande diferença de tamanho.

- Vamos ali, vou te apresentar um dos nossos amigos e aí procuramos aquela encrenqueira da Tatsuke.

----

Eu já estava quase gritando tentando falar com minha prima, a música era muito alta mas também não ajudava ela ficar aos amassos com o idiota do Ishida.

-Inoue! - Gritei mas ela apenas fez sinal com as mãos querendo dizer que falava comigo depois. - Tsc, saco vou ver se acho o otário do Renji.

Enquanto eu andava no meio das pessoas sentia os olhares de algas garotas da escola queimando sobre mim. Algumas bonitas até, porém não é como se eu me importasse, desse tipo de garotas que elas são eu quero distância. Avistei Renji e Hisagi conversando, estavam de risadinhas até demais, quando cheguei perto vi uma pessoa desconhecida junto deles, alguém que não fazia parte de nosso grupinho.

Ela era pequena devia ter um metro e meio mais ou menos, ela tinha longos cabelos pretos e lisos, que pareciam até serem maior que ela - Kkkkkkkkkk - Ao chegar mais perto reparo em sua fantasia, ela estava vestida de Eva eu acho, ela aparenta ter a idade das minha irmãs.

- Yo - eu disse chegando perto deles.

- Ah eae Ichigo, nossa e essa fantasia ai? - disse Hisagi. E então eu vi a anã rindo - O que, sou tão lindo assim? - perguntei.

- Morango - ela disse.

- O que? - perguntei novamente.

- Seu nome rs - ela deu uma risadinha - Podia ter vindo de morango.

- Pensando bem, seria um morango bem gostoso, devia ter pensado nisso.. - eu disse para provocar.

-Ah que isso você ta uma delícia assim ruivo, o melhor Boneco Chuck que eu já vi - disse Tats rindo.

- Se bem que até que ta bonitinho demais para ser o feioso do Chuck. - disse a baixinha até agora de nome desconhecido. Eu não espreva que ela me falasse alguma coisa desse tipo assim na cara.

- Ei, pode parar você tem dono, ta achando o que? - disse Renji para Tatsuke.

- Sou cachorra agora por acaso? Se liga em  depois não reclama quando eu não for boazinha com você.

- Oooooow- Hisagi e eu dissemos juntos. - cuidado ou vai acabar ficando de castigo Renji - disse o Hisagi.

- Ei Kia, vamos pegar uma bebida? - Tatsuke  pergunta para a baixinha que até agora não tinha se apresentado. Até Renji decidir abrir a boca

-É mesmo, Kurosaki essa é a Rukia, uma amiga de infância. E Kia, esse é o Ichigo o idiota do meu melhor amigo. - disse ele sorrindo.

-Prazer Kurosaki - disse ela.

-O prazer é todo meu Kia - disse dando um sorriso sincero.

----

Se ela soubesse que a noite acabaria daquele jeito.. Ela não imaginava que depois daquela festa sua vida mudaria tanto. Nunca foi o tipo de garota que acreditava e nem esperava o seu príncipe encantado, ou fantasiava a sua primeira vez com uma cama cheia de rosas e um quarto lotado de velas, todavia não esperava e nem queria que as coisas que aconteceram tivessem acontecido. Aliás, quem gostaria de passar por isso? Ninguém!


Kuchiki Byakuaya estava esperando a alta de sua filha no hospital, o homem estava mais frio do que o seu normal. Furioso, com nojo, raiva, ele queria matar o desgraçado e o faria com suas próprias mãos sem nem pensar duas vezes. Queria ter certeza que o filho da puta não chegaria perto de sua princesinha nunca mais. Porém isso ainda não era possível. O desgraçado que cometeu a atrocidade ainda não tinha nome ou identidade, ele havia usado camisinha, não deixou algum tipo de "rastro".

----

- Mãe?

- Oi meu amor, sou eu a mamãe.

- Mãe! - Ela já chorava e abraçava a mãe desesperadamente, procurando refúgio, estava  com medo. Lembranças daquela noite passavam em sua cabeça e ela apertava cada vez mais o abraço de sua mãe.

- Eu estou aqui meu amor. Está tudo bem, estou aqui meu amor!

Byakuaya assistia a cena pela parte de vidro da  parede do quarto, Hisana que jurou para si mesma não chorar quando encontrasse a filha já não conseguia mais segurar as lágrimas. Rukia havia acabado de acordar mas ele não conseguiria entrar lá, não agora.


- Ela acordou antes do esperado, os remédios são fortes esperava que ela dormisse por mais um tempinho.

- Arigatou, Isshin.

- Não me agradeça Byakuaya, sabe não precisa...- Silêncio - Os papéis de sua alta já estão prontos, você só precisa assinar para poder levá-la para casa. -Isshin tentava não tranparecer seu semblante abalado, ele é pai não queria nem imaginar como ele estaria se estivesse no lugar de seu amigo. -  Hoje como havia me pedido não vou interferir em nada, mas se precisar me ligue. Deixe que ela descance, seu psicológico está muito abalado, ela pode ter crises, não exite em me ligar caso algo aconteça.

- Não exitarei. Nos vemos amanhã.


Notas Finais


Vamos lá

Renji estava vestido de Frank Einstein, tadinho todo preocupado com a sua make da fantasia. A Tats estava com uma ótima fantasia baseada nas enfermeiras zumbis do filme Silent Hill . O Hisagi vestido de Bad Boy, da pra imaginar que dlçinha. Inoue e Ishida foram de Mortícia e Gomez Addams.

Alguém de vocês escuta Lana Del Rey? Nossa se não, eixcutem. E já aproveitem e assistam Tropico :v assim vcs já entendem a fantasia da Rukiruki. E bom sobre a do Ichi nem preciso falar, ceis conhecem o Chuck né?

*foi mal, parei de pregar a palavra de deus (quem conhecer Laninha vai entender)

Espero que vocês tenham gostado! Beijinhos seus hentais :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...