História Prova de fogo - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Agents of S.H.I.E.L.D., Garota conhece o Mundo (Girl Meets World), Originais, Resident Evil, The Maze Runner, The Walking Dead
Personagens Aaron, Abraham Ford, Andrea, Beth Greene, Carl Grimes, Carol Peletier, Daryl Dixon, Enid, Eugene Porter, Gabriel Stokes, Glenn Rhee, Hershel Greene, Lizzie Samuels, Maggie Greene, Maya Hart, Merle Dixon, Michonne, Morgan Jones, Negan, O Governador, Paul "Jesus" Monroe, Personagens Originais, Rick Grimes, Riley Matthews, Rosita Espinosa, Sasha, Sophia Peletier, Tara Chambler, Tyreese
Exibições 63
Palavras 1.045
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Canibalismo, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Even Many


Fanfic / Fanfiction Prova de fogo - Capítulo 5 - Even Many

Ja estava anoitecendo e estava preocupada ja que Dale havia saido desde cedo. Carl parecia me queimar do tanto que me olhava e isso estava ficando irritante. Por alguma motivo Daryl me lembrava alguém sentia sua presença me fazia enxergar sua figura paterna, principalmente nos dias atrás ele parecia ser meu pai mandava e desmandava como se tivesse autoridade sobre mim. Todos me perguntavam se não me incomodava ficar com uma mexa em cima do meu olho direito, eu apenas ria e saia, apenas meus familiares sabem o motivo.
-Tem alguém na porta!-Digo. Todos me olham mais permanecem parados. Bufei, me levanto e abro a porta dando de cara com Dale ensanguentado, não pude evitar o grito e o desconforto de cair de bunda no chão.
-Ah meu Deus !-Andrea fala
-Sasha me ajude a traze lo pra dentro!-Tyresse diz
-O que...houve com a perna dele?-Perguntei. Mais Daryl me puxou e me deixou no quarto
-Não veja isso!-Disse antes de sair.
-Que saco, aqui sô tem adultos careta.
-Careta?-Alguém riu -Talvez minha jovem só querem te proteger! - Gabriel falou
-Esse excesso de proteção é sufocante!-Digo emburrada.
-Talvez algum dia quando crescer, você ira entender! - O olhei e vi que estava segurando Judith.
-Se...!
-Nunca diga "se" !
-Talvez?
-Talvez!-Afirmou.

(Um dia depois)

Infelizmente Dale morreu pois estava mordido, Rick foi tomar satisfação com os caçadores. Então ficamos: Gabriel, Riley, Carl, Sophia, Carol, Sasha, Eugene, Abraham, Judith, e Maggie. Eu era a unica sentada perto da porta quando ouvi alguém conversando.
-Não precisa fazer isso cara!-Concerteza era Daryl
- A coisa é, eu quero deixar isso bem claro, nós não fazemos isso porque queremos. É importante para mim que você saiba disso. Não há vários de nós, se houvesse qualquer outra coisa que pudéssemos fazer para não fazermos isso, fazeriamos. Mas não tem. O alimento é escasso... Se não estivéssemos fazendo isso, nós morreriamos de fome.
-A outra forma de sacear a fome sem matar pessoas!
-Não! não há -Ouvi armas. Minha reação foi pegar minha arma e abri a porta da igreja vendo um cara apontando sua arma pra Rick, o cara virou para mim e mirar em minha direção disparando. Rick deu um chute em sua barriga, senti mãos me puxarem. Abraham sai e fecha a porta. Maggie passava a mão em meu rosto, a olhei estranha.
-O que foi?-Perguntei vendo sua expressão preocupada
-Na..nada!-Mentiu
-Como assim nada...-Olhei pro meu braço e vi sangue saindo,olhei pra trás e vi que Carl me segurava.-Me solta !-Ordeno
-Calma Maya ele só quer ajudar!-Diz Maggie, Sasha veio com um pano trazendo um pano molhado. Tiraram meu colete e abaixaram minha manga colocando o pano no meu braço.
A porta se abriu rapidamente, adentrando Rick que bailava seu olhar até me encontrar
-Você esta bem? - Perguntou
-Eu tô, só não sei se Maggie e Sasha estão! -Riram
-Rick melhor...-Daryl entrou na igreja me olhando -O que aconteceu com ela?
-Nada!-Digo
-Ela levou um tiro!-Rick responde
-De raspão!-Digo
-Rick é melhor ver o que esta acontecendo la fora!-Daryl falou
-Eu estou bem Maggie!-Digo tirando o pano com cuidado, arranquei minha manga e amarrei o pano no braço colocando o colete em seguida Carl e Sasha sairam. Ela sorriu e acarinciou meu rosto
-Você me lembra minha irmã mais velha!-A olhei -A unica diferença era seus olhos verdes, seu nome era Lydia (Lydia nesse caso fará o papel de Alpha,não na parte do Carl, claro!) Ela era tão bonita
-O que aconteceu com ela?
-Quando eu tinha onze anos ela sumiu. Sem deixar explicação, eu até estranhei meu pai não avisar a polícia. Então anos depois teve uma noticia que ela havia sido presa e levada pra outra cidade, nunca mais a vi!-Seus olhos marejaram. Ela passou a mão pelo meu cabelo o colocando atrás da orelha-Seus olhos...
-São diferentes -Completei sua fala.
-Um diferente bom!-Ele sorriu e me abraçou com vontade.
-Precisamos tracar tudo!-Abraham fechou a porta quando Rick e Daryl entraram. Me levantei e sentei encostada na parede.
-Ei você está bem?-Carl se senta ao meu lado
-Sim e você?
-Além de você tentar me jogar um pedra eu vou indo! -Ri
-Se não fosse Moly!
-Então você queria mesmo me acertar?-O olhei e mordi o lábio. -Não acredito! -Cobriu seu rosto com o chapéu.
-Mais é porque você é muito chato !-Movi o chapéu descobrindo um olho, dei um beijo em sua bochecha e virei pro outro lado pra dormir. Não pude evitar de ouvir uma risada nasalada dele. Mais começou a chover então não conseguia dormir, escutei várias batidas na porta.
-Precisamos sair daqui! - Ouvi Rick dizendo baixo para talvez não assustar o grupo, me virei e Carl continuava lá. Me levantei e fui em direção ao padre Gabriel que ainda estava com Judith em seu colo.
-Por que mesmo no fim do mundo, você continua a demostrar amor por Jesus.
-Bom... essa pergunta me pegou de surpresa... mais é porque o amor de Deus nos motiva a amar, Eu devo toda gratidão a Jesus por nos manter vivos, até ele voltar
-Deus nos amam. Então por que Deus nos pôs no fim do mundo mesmo com seu amor?
-É verdade. Mas considere o seguinte: Deus em Seu amor não revelou exatamente quando seria o fim do mundo.
-Ele falou que vinha cedo mais nunca vem !-Riley veio e se sentou ao meu lado comentando.
-E isso tem uma boa razão de ser. Muitos deixariam de acreditar se soubessem que Ele ia demorar pra voltar.
-Gabriel, tem algum jeito de dairmos da qui sem ser pela porta principal? -Perguntei
-Tem sim, mais por....
-Aonde !- O interrompi.
-Sinto muinto, mais a não ser se for por emergência não posso lhe dizer, ainda mais por ser uma criança.
-É uma emergência!-Rick apareceu do nada na nossa frente
-Senhor Rick ouvir conversa é feio!-Digo fechando a cara e ele abre um sorriso
-Claro!
-Por aqui senhor Rick!-Peguei Judith. Enquanto Gabriel mostrava onde era.

No proximo capítulo

  -Precisamos ir por aqui! -Diz -Daryl você poderia ir primeiro!- Comentou
------------
Vimos os errantes entrando na igreja.
------------
-Como assim!-Rick brotou do chão a nossa frente
-Como assim o que?-Perguntei
-Você sabia que não existe cura? -Enteguei Judith para Carl
----------
-Você confia na gente?-Suspirei
-Confio!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...