História Rei e Rainha ou Príncipe e Princesa de illéa? - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Seleção
Tags Drama, Família, Mistério, Novela, Saga
Exibições 140
Palavras 1.170
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Mistério, Saga
Avisos: Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Boa Leitura!

Capítulo 18 - Fim?


Fanfic / Fanfiction Rei e Rainha ou Príncipe e Princesa de illéa? - Capítulo 18 - Fim?

Depois de um tempo eu e Maxon nos despedimos do médico e saímos do consultório eu ainda estavam em estado de choque, fomos direto para a sala de jantar onde já se encontrava lá a Rainha Amberly e o Rei Clarckson, eu e Maxon logo setamos nos nossos devidos lugares, enquanto eu ainda estava em estado de choque Maxon estava com um sorriso encantador no rosto.

Maxon: Posso contar a eles? – Disse empolgado e eu assenti- Família tenho algo a falar a vocês- Disse fazendo com que o rei e rainha o olhassem- America está grávida de Trigêmeos- Disse fazendo com que a rainha Amberly abrisse um sorriso parecido com o de Maxon

Amberly: America que bom, nossa três? Vou ser avó de três? Já sabem o sexo? – Perguntou curiosa

Meri: Não deu pra saber o sexo, só sabemos que são três até agora- Respondi

Clarckson: Parabéns- Disse me olhando, e naquele momento eu achei que ele tinha esquecido do “Nunca mais dirija uma palavra a mim”

Meri: Obrigada- Respondi o encarando

O jantar foi servido e comemos escutando a Rainha falar dos planos de como seriam os quartos, as festas...Mas enquanto ela falava eu esperava a sobremesa, quando chegou eu olhei em volta e tudo o que eu queria era brigadeiro! E não tinha, eu estava com saudades de comer brigadeiro, era o que eu mais comia, quando tínhamos dinheiro, na minha casa quando eu era da casta cinco.

Amberly: Está procurando algo America? –Perguntou parece que lendo os meus pensamentos

Meri: Eu estou com uma vontade muito grande de comer brigadeiro- Disse

Amberly: Nossa, você está tendo o mesmo desejo que eu tive quando estava grávida de Maxon- Disse sorrindo e eu sorrir

O Rei Clarckson para a minha supresa, alias para a surpresa de todos chamou uma criada e pediu para que mandasse o cozinheiro fazer brigadeiro pois eu estava com desejo e pediu para que levasse para mim no meu quarto, logo após fazer isso se levantou e juntamente com a rainha se retirou; logo depois eu e Maxon nos retiramos.

Maxon: Meri, três meu amor? Eu vou ter três filhos- Disse sorrindo e alisando minha barriga enquanto entravamos no quarto

Meri: é meu amor três- disse também sorrindo

Maxon me beijou e me levou em direção a cama, começou a descer os beijos pelo meu pescoço e eu estava gostando daquilo mais ele parou

Maxon: Meri não podemos mais, agora só depois da gravidez- Disse e infelizmente ele tinha razão.

 Logo chegou o brigadeiro e eu comi com a maior vontade do mundo e fomos dormir mas de madrugada eu senti um enjoo e corri para o banheiro vomitando todo o brigadeiro misturado com o jantar, senti Maxon segurar os meus cabelos.

Meri: Sai daqui você não tem que ver isso- Disse

Maxon; A esposa é minha, os filhos são meus, essa é minha obrigação- Disse e eu me levantei voltamos para cama e pegamos no sono.

                                             #2 Meses Depois#

Eu estava com quase sete meses, e ainda não sabia o sexo dos meus filhos e aquilo estava me deixando agoniada o médico disse que é pelo fato de ser três é mais difícil de ver o sexo; lá estávamos eu e Maxon de novo indo para o consultório Maxon estava sendo um amor toda ultrassom ele me acompanhava, chegamos e fizemos o mesmo processo e eu me deitei na cama, o médico passou o gel na minha barriga e começou a observar.

Richard: O que temos aqui- Disse

Maxon e Meri: O que temos ai –Falamos juntos e depois gargalhamos e eu senti um chute e abri um sorriso maior ainda

Meri: Um bebê chutou- Disse sorrindo

Richard: Parece que esse garotão vai gostar de jogar bola- Disse e eu vi os olhos de Maxon brilharem- São dois meninos e uma menina- Disse e eu e Maxon sorrimos

 Depois de um tempo saímos do consultório liguei para minha mãe para informar os sexos dos meus filhos e Maxon foi falar a seus pais e todos vibraram com a nóticia, eu estava no salão das mulheres, sentia falta de Marlee ela foi com Carter e Kile visitar os seus pais mas sempre mantia contato, enquanto esperava a rainha Amberly eu via algumas revistas quando o sinal soou; foi tudo tão rápido vários rebeldes invadindo o castelo eu mal conseguia correr por causa da barriga e me desesperei pois sabia que não iria conseguir chegar a tempo no esconderijo real, não tinha nenhum guarda eu tentei ao máximo correr, logo vi dois rebeldes vindo em minha direção e corri um pouco rápido, eu não iria conseguir mas precisava proteger meus filhos, logo senti alguém me puxar para dentro de um esconderijo e a porta se fechou pensei que fosse um rebelde mais quando acendeu uma das poucas luzes que tinha naquele local percebi que era o Rei Clarckson.

Clarckson: Você está bem? - Disse e eu assenti

Meri: Cadê Maxon? Ele estava com o senhor na sala de reuniões onde está ele? - Perguntei desesperada

Clarckson: Maxon está no esconderijo real, mandei ele ir pra lá, enquanto eu voltei para buscar você- Disse

Meri: Obrigada- Disse

Escutei o rei Clarckson gemer e quando percebi as suas costas estavam sangrando muito.

Meri: O que houve? - Perguntei

Clarckson: O rebelde atirou- falou com um pouco de falta de ar- ele atirou em você, por isso q te puxei bruscamente te puxei e meio que te agarrei para que a bala não pegasse em você- Disse

Meri: Deixe que eu te ajude- Falei e o ajudei- Por que faz isso? Por que me defende mas chicoteia o Maxon? - Perguntei

Clarckson: Como te falei, fui criado assim e infelizmente n consigo parar quando algo me revolta eu faço isso, mas eu vou parar, não quero q meus netos passem pelo que eu passei e pelo que Maxon para- Disse e eu sorri- acredite America, apesar de tudo eu amo incondicionalmente o meu filho, eu morreria por Maxon, por você e pelos meus netos- Disse e a partir dali começamos a conversar depois de um tempo as portas foram abertas porém, foram abertas por um rebelde, que entrou em luta corporal com Rei clarckson ele jogou o rei no chão pelo fato de ser novo e mais forte e veio pra cima de mim, ele puxou uma faca e veio em minha direção pensei que seria atingida mas para minha surpresa o rei se levantou e foi acertado no meu lugar, provavelmente dessa vez foi perto do coração escutei barulhos dos guardas vindo e o rebelde se desesperou.

Clarckson: Não se assuste eu faria isso quantas vezes fosse possível por você- Disse e desmaiou, pelo menos eu acho que ele apenas desmaiou.

 Mas antes que o rebelde saísse ele me deu uma pancada na cabeça com o cabo da faca me fazendo bater com a cabeça na parede e ver ficar tudo preto pensei que iria morrer ali, naquele momento sem nem ver meus filhos nascer, e simplesmente apaguei. 


Notas Finais


Bom está ai mais um capítulo, lembrando que podem me mandar as frases nos comentários ou por meio de mensagem, Comentem a fanfic!
_BeijoDaGeo_


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...