História Reino Meran; Namjin - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jin, Namjin, Namjoon, Rap Monster, Yaoi
Exibições 53
Palavras 672
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Demorei muito eu sei!
Mas prometo tentar atualizar mais rápido :'D
Boa leitura!

Capítulo 3 - Who are you?


Fechei os olhos já esperando o pior, mas não senti nada. Apenas um solavanco e depois um vento forte no rosto. Alguém havia me pegado no colo e estava supostamente voando, bom ao menos era o que parecia. Abri os olhos lentamente e com dificuldade devido ao vento e vi alguém com orelhinhas pontudas me carregando como uma noiva. Corria rápido o bastante para fazer o vento balançar meus cabelos, por instinto acabei me segurando no homem que me carregava. Logo já estávamos em um lugar que me parecia mais uma floresta do que qualquer outra coisa, e definitivamente era uma floresta. Havia tantas árvores que era escura mesmo estando de manhã. 
Ainda assim o garoto continuou correndo, até que começou a diminuir a velocidade quando chegou em uma casinha de madeira perto a um rio no fundo da floresta. Ali havia mais iluminação que no resto e talvez tenha me deixado aliviado.

Me colocou dentro da casa e então fechou a porta, em seguida ficou me encarando como se estivesse pensando no que falar. Eu o olhava meio assustado sem entender absolutamente nada e tudo que ele fazia era deitar a cabeça em seus ombros, me olhando de alguns ângulos diversos, parecia me inspeccionar.

—Você ficar aqui. Não sair. —Falou com algumas palavras embaralhadas e eu fiz cara de desentendido.

—Eu tenho que ficar preso aqui? —Perguntei tentando entender a situação. 

O garoto que aparentava ter em médio 1,80 de altura e tinha os cabelos rosa pastel assentiu com a cabeça. —Você não sair. Ficar aqui. Em troca eu proteger você. —Falou e eu, por mais que achasse engraçado o modo dele falar, concordei com a cabeça, acenando em positivo.

—Por que não posso sair? —Ousei em perguntar, queria entender o que estava acontecendo e até mesmo onde eu estava e porque todos usavam fantasias.

Me olhou meio bravo. —Querem raptar principe. Você ficar para o bem. Eu ajudar. —Falou novamente estranho e eu realmente queria rir.

—O que o príncipe tem a ver comigo? —Interroguei e ele apenas ignorou. —Por que você fala assim? Onde eu estou afinal de contas e quem é você? —Fiz todas as perguntas, queria respostas. Aquilo tudo era completamente estranho.

Não é todo dia que você acorda em um lugar totalmente desconhecido com pessoas estranhas que tentam te matar. Aquilo era bizarro.

—Principe ser você. Eu não saber sua língua. Aqui ser Reino Meran. Sou Namjoon. —Falou pausadamente como se pensasse muito nas palavras que usava. Logo estendeu a mão esperando que o cumprimentasse, então assim fiz.

Reino. Principe. Pessoas estranhas com orelhas pontudas.

Claro! Aquilo era um sonho! E se é um sonho, talvez eu deva aproveitar, certo?

—Ah entendi! Isto é um sonho. —Falei rindo e dando um tapinha no ombro do garoto de cabelos rosa pastel.

O mesmo me olhou sem entender e arqueou a sobrancelha. —Não. —Disse apenas aquela única palavra e eu fiquei sério.

Como assim não era um sonho? Só podia ser, essas coisas não existem… certo? Além de que eu sequer me lembro como cheguei aqui. Era tudo devidamente mais estranho que minha vida normal —que já era estranha o suficiente— então como eu poderia acreditar que não era um sonho? Mas antes que eu pudesse enchê-lo novamente com perguntas sobre “por que estou aqui?” ou “como cheguei aqui?” ele saiu da casinha de madeira e mesmo que eu tentasse abrir a porta ela simplesmente não abria. Eu estava trancado, isso é sério?

Tentei abrir diversas vezes, eu não ia ficar preso ali igual um passarinho, queria sair e saber o que estava acontecendo, mas a porta não abria de modo algum. Me afastei suspirando derrotado e quando eu ia sentar na cadeira de madeira que havia ali a porta se abriu na velocidade da luz, com uma força brutal, fazendo eu me assustar e consequentemente cair no chão.

—Seokjin não sair! —O garoto de cabelos rosa pastel ordenou bravo e então retornou a bater a porta, sumindo da minha visão novamente.

Ok. Como ele sabia meu nome?


Notas Finais


E tadam! Nam apareceu ~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...