História Rejeição - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Chouji Akimichi, Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hizashi Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kabuto, Kakashi Hatake, Kiba Inuzuka, Kurenai Yuuhi, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Orochimaru, Personagens Originais, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shino Aburame, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju, Yamato
Tags Sakura, Sasuke, Sasusaku
Visualizações 133
Palavras 3.334
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá pessoal, finalmente escrevi este capitulo que eu estava muito ansiosa. Espero que gostem !
Sintam-se livres para dar suas opiniões e sugestões.
Beijinhos e boa leitura a todos <3

Capítulo 7 - Eu te amo


Sasuke POV’s ON :

 

 Finalmente eu havia conseguido me livrar de Naruto. Quando eu parecia estar dando um passo a frente com Sakura, ele aparece e estraga tudo. Mas eu não deixaria essa oportunidade passar. Essa garota havia bagunçado minha vida e mexido com meu coração. De uma hora para outra, tudo o que eu queria era estar ao lado dela e nesse momento estávamos a sós. Eu a olhava e não conseguia imaginar nada tão lindo.

  Eu não aguentava mais um segundo me conter perto dela. Eu a desejava com todas as minhas forças, e eu não falava apenas de desejos carnais, era desejo de tê-la sempre ao me lado, seja nos momentos bons ou ruins. Ela é a única mulher digna de ficar ao meu lado depois de tudo o que ela fez por mim. Mesmo eu fazendo mal a ela no passado, seus sentimentos por mim ainda se mantinham.

 Depois de tanto tempo longe, eu queria que Sakura fosse minha aquela noite e a vida inteira.

 Quando Naruto foi embora, me senti aliviado, eu precisava daquele momento com Sakura, era tudo o que eu tinha desejado depois que lhe roubei um beijo. Eu sentia que ela me desejava também. Eu poderia dizer que estava amando essa mulher !

 Ela com toda sua ingenuidade me olhou e disse que não sabia sobre o jutsu que Jiraya desenvolveu para Naruto.

- Ele não desenvolveu jutsu nenhum, só disse isso para nos livrarmos dele. – Eu disse com bastante sinceridade. 

 Seus lindos olhos verdes ficaram arregalados para mim. Sakura era tão inocente, isso me encantava nela.

- Por que Sasuke-kun ? – Ela me perguntou fazendo um biquinho que me deixou louco.

 Puxei ela, colando-a em meu corpo, eu queria sentir o calor do encontro de nossos corpos.

- Para continuar o que começamos sem sermos interrompidos.

Sakura ficou corada de vergonha. O que me fez soltar um sorriso carinhoso para ela.

- Fique tranquila, não farei nada do que você não ... – Fui interrompido por um beijo, o que me deixou surpreso.

 Não pensei muito e retribui seu beijo. Ela agarrava em meus cabelos, me fazendo arrepiar inteiro. Eu não me contive e peguei ela no colo levando-a para meu quarto.

 O quarto estava com a luz apagada, somente a luz do corredor iluminava lá dentro, fazendo o ambiente ficar agradável.

 Depositei Sakura devagar na cama e fiquei por cima dela. Beijei seu pescoço que estava a mostra, como se fosse  um convite para mim devora-lo. Beijei ele devagar para que Sakura sentisse seu corpo se arrepiar inteiro. Parecia estar dando certo pois ela soltava gemidos abafados e se agarrava a minha camisa. Meu membro estava latejando dentro da calça, então o pressionei contra Sakura para ela saber o quanto eu a desejava.

 Minhas mãos que estavam apoiadas na cama agarraram os peitos rígidos dela. Eles faziam um encaixe perfeito em minhas mãos. Eu não aguentava mais de ansiedade para ver aquele corpo que eu tanto desejava. Sai de cima de Sakura invertendo as posições. Agora ela estava sentada em cima de meu membro duro, enquanto eu estava com as costas apoiadas na cabeceira da cama, facilitando com que eu tirasse sua blusa. Desabotoei sem delicadeza nenhuma a parte da frente de sua camisa. Quando ela foi aberta, seus seios médios pularam para fora, eles era tão durinhos e rígidos, seu mamilo era rosado, o que me deixou louco. Sakura tapou seus seios com as mãos, tapando a maravilhosa visão. Ela parecia estar com vergonha, pois seu rosto estava totalmente rosado.

 Segurei seus pulso e afastei seus braços de seus peitos.

 - Sakura você é linda. Não sinta vergonha de mim ! – Eu disse a fim de acalma-la.

 Sakura sorriu e me deu outro beijo. Nosso beijo era intenso e forte, o que me deixava cada vez mais excitado. Agarrei com delicadeza seus lindos seios nus. Sakura gemia bem baixinho e fazia alguns movimentos se movendo em cima do meu pau. Aquilo estava me fazendo perder o juízo. Levei minha língua molhada para os seus mamilos rosados e o chupei em movimentos leves. Sakura agarrava minha blusa com força, quase rasgando-a. Eu não suportava mais vê-la com aqueles shorts tampando sua nudez, eu a queria ver em sua forma pura. Empurrei ela na cama, fazendo com que ela se deitasse, puxei com força seus shorts, me deparando com aquela imagem maravilhosa. Suas coxas estavam totalmente a mostra, ela estava muito atraente naquela calcinha preta rendada fazendo contraste com sua pele clara.

 - Ah Sakura, você me faz perder o juízo ! – Eu disse com uma voz instigante.

- Ahh Sasuke-kun ! – Ela dizia gemendo.

 Ouvir ela falar meu nome com tanto desejo fazia meu membro latejar. Tive que aperta-lo com força para conter minha vontade de enfia-lo de uma vez em Sakura.

 Voltei novamente a beijar seu pescoço. Eu queria chupar aquele corpo inteirinho. Desci para seus seios e os chupei com muita vontade. Segui com a língua por todas as curvas de seu corpo.

Me ajoelhei para fora da cama e deixei as pernas de Sakura arreganhadas de frente para mim. Me aproximei de sua intimidade e a acariciei por cima do fino tecido de sua calcinha. Ela estava encharcada, o que significava que ela estava muito excitada, isso me deixava totalmente satisfeito e cheio de desejo por ela.

 Minhas caricias em sua intimidade fazia com que suas pernas tremessem. Seus gemidos ficavam cada vez mais intensos e difíceis para ela conter.

  Aproximei minha cabeça para perto de sua calcinha e passei a língua por cima dela, umedecendo ainda mais ali.  Eu movia minha língua como num vai e vem, fazendo com que Sakura puxasse meus cabelos enquanto eu a lambia.

- Isso é tão b-bom ! – Ela dizia morrendo de prazer.

 Sorri maliciosamente após seu comentário e comecei a retirar sua calcinha rendada bem devagar. Eu fazia isso olhando para Sakura, que desviava seu olhar para mim. Ela estava tão envergonhada que não conseguia me encarar.

Retirei totalmente sua roupa intima e a joguei no chão. Sakura agora estava totalmente nua, ela era absurdamente bonita. Sua intimidade rosada estava totalmente molhada. Não me contive e arranquei minha roupa, ficando apenas com a cueca.

 - Você é muito gostosa Sakura !

 Voltei novamente a minha posição, chupando suas coxas grossas e virilha. Sakura era totalmente apetitosa não me contive e  abocanhei sua a intimidade. Passei minha língua devagar ao redor dela, fazendo com que  Sakura se contorcesse e soltasse gemidos um pouco mais altos. Dei mordiscadas leves na região e por fim, levei minha língua até seu ponto de prazer, fazendo com que ela tivesse uma sensação prazerosa.

- Ahh Sasuke-kun !

Ouvir ela gemendo meu nome me deixava louco. Aumentei o movimento de minha língua, e passei a chupa-la mais rápido. Eu podia sentir suas pernas totalmente tremulas com minha ação e ela não parava de se contorcer.

 Peguei meu dedo indicador  e penetrei bem devagar em sua intimidade. Eu sabia que Sakura era virgem e queria que ela se acostumasse com a sensação para ser menos doloroso para ela.

  Ao penetrar meu dedo em sua intimidade, pude sentir que ela era bem apertada. Fiz movimentos leves lá dentro enquanto eu mantinha minha língua dando prazer a Sakura. Meus movimentos ficavam cada vez mais intensos, o que fazia Sakura gemer deliciosamente para mim. Ela parecia estar ficando cada vez mais relaxada, até que senti meu dedo ser contraído la dentro.  Ela havia chegado em seu ápice gozando em meu dedo.

- Ahhhh. – Ela gemia revirando os olhos.

 Olhei satisfeito retirando meu indicador de dentro dela, ele estava muito molhado e o levei para minha boca. Eu queria sentir o gosto dela.

   Levantei tirando minha cueca, ficando totalmente nu e liberando minha ereção. Sakura sentou-se na cama e fixava seus olhos arregalados para meu membro rígido.

- É tão grande e grosso acho que não vai ... – Antes que ela terminasse empurrei ela fazendo com que se deitasse.

     Fiquei por cima dela e tomei sua boca carnuda para um beijo. Nossas línguas se encontravam e se entrelaçavam em um ritmo acelerado. Sakura passava as mãos em minhas costas, dando leves arranhões, causando uma sensação gostosa. Meu coração estava muito acelerado, eu definitivamente estava tão nervoso quanto ela. 

  Agarrei meu membro e passei devagar sobre a intimidade de Sakura. Eu queria deixa-la louca a ponto de suplicar para que eu a adentrasse.

 Ela beijava intensamente minha boca, soltando pequenos gemidos enquanto nossos lábios estava colados. Ela movia os quadris fazendo com que meu pau ficasse bem na entrada de sua intimidade totalmente excitada. Mas eu só a penetraria quando ela suplicasse.

 Ela movia cada vez mais seu quadril para que eu a adentrasse e eu simplesmente continuava beijando-a.

 - Sasuke por f-favor !!! – Ela dizia inquieta.

- O que você quer que eu faça ? – Perguntei num tom provocativo.

- Eu quero que você me faça sua !

- E como eu poderei te fazer minha ? – Eu disse mordendo devagar sua orelha.  Eu estava adorando ver Sakura louca por mim.

- Ahh Sasuke-kun, por favor me foda ! – Ela disse se contorcendo.

 Ela estava tão enlouquecida que dizia até palavras que jamais seria capaz de dizer.

- Ahh Sakuraa ! – Eu disse excitado com suas palavras.

 Segurei meu membro com força e penetrei devagar, colocando apenas metade dentro de sua intimidade.

Sakura cravou suas unhas em minhas costas e soltou um gemido alto. Ela era muito apertada, eu devia ir devagar até que  se acostumasse com a sensação.

 Sentir ela me dava muito prazer, minha vontade era de meter bem rápido e fundo, mas eu devia ser cuidadoso por enquanto.

 Eu segurava forte em sua cintura enquanto ainda mantinha metade de meu membro dentro dela. Ela gemia sem parar, me apertando e mordendo seu lábio.

- Vou enfiar tudo. – Eu disse avisando.

Ela nada respondeu, apenas continuou com seus baixos gemidos.

 Finalmente meu membro estava totalmente dentro de Sakura. Ela se contorcia revirando os olhos, totalmente inquieta.

 Eu dava leves estocadas para que ela não machucasse. Entrava e saia bem devagar com meu pau. Enquanto fazia meus movimentos, beijava fortemente Sakura, para acalma-la. Nossas respirações estavam ofegantes. Era tão boa a sensação de tê-la para mim, que eu já não continha meus gemidos, fazendo com que meus lábios se separassem dos dela por um instante. Enquanto eu a penetrava, esfregava meu dedos em seu clitóris, proporcionando mais prazer ainda para ela.

- Sasuuukeee – Ela gemia meu nome.

Sakura que antes aparentava estar com dor, agora aparentava estar sentindo prazer.

Não conseguia mais me segurar e comecei a penetra-la mais rápido e fundo. Aquela sensação era muito prazerosa. Eu não podia acreditar que Sakura era totalmente minha naquele momento, ela havia se entregado a mim e eu também estava totalmente entregue.

 Eu não aguentava mais sentir tanto prazer.

 - Ahhh Sakura. – Eu dizia sussurrando em seu ouvido.

Agarrei com força seus seios fartos e meti bem fundo, levando minha cabeça para traz. A sensação de prazer era cada vez mais forte.

 Enquanto eu metia forte em Sakura, senti sua intimidade quente se contrair, fazendo com que ficasse mais apertado e me trazendo prazer em dobro.

 Sakura gemia alto enquanto chegava ao seu ápice. Eu não consegui me conter ao vê-la gozar e acabei chegando ao meu ápice também, depositando todo meu gozo dentro dela. Aquilo tinha sido a melhor sensação que eu havia sentido na minha vida. Eu podia sentir meu membro se contrair dentro dela, até que retirei ele dali e me joguei na cama, trazendo ela para se deitar em meu peito.

 

Sasuke POV’s OFF.

 

Sakura POV’s ON.

 

Eu não podia acreditar no que acabara de acontecer.  Me entreguei totalmente para Sasuke, e não estava nem um pouco arrependida por isso.

 Depois de sofrer tanto com sua partida, aquilo estava sendo maravilhoso. Eu nunca senti sensação tão boa em toda minha vida. E o melhor era que tinha sido Sasuke que me proporcionou isso. Eu amava esse homem demais, e saber que chegamos em um momento tão intimo, me fazia feliz.

 Por um momento eu me senti amada por ele, e isso era tão bom que parecia que eu estava flutuando.

 Ele havia me puxado para ficar sobre seu peito. Sasuke era tão lindo. Ele estava totalmente nu assim como eu, seu peitoral era totalmente definido, ele tinha um corpo que me fazia pensar em besteiras. Eu era totalmente sortuda por tê-lo comigo.

 Sua respiração estava descompassada, e enquanto eu estava sob seu peito, ele acariciava meu cabelo. Minha mão passava devagar pelo seu peitoral.

- Eu te amo Sasuke. – Eu disse selando meus lábios nos dele.

 Ele sorria pra mim, coisa que era muito difícil de se ver.

- Sakura, não se afaste de mim nunca. – Ele disse segurando meu queixo, fazendo com que eu o encarasse.

- Eu nunca vou me afastar de você. – Eu disse montando em cima dele.

Ele se sentou encostando as costas na cabeceira de sua cama e me ajeitou em seu colo. 

 Ele segurava em minha cintura e me encarava com aqueles lindos olhos. Seu rosto era tão lindo, ele parecia ser um anjo.

 - Durma aqui comigo hoje ! – Ele ordenou.

- Hmm, mas eu não trouxe roupas nem nada. – Eu disse pensativa.

- Você pode usar alguma roupa minha para dormir, e quando você for embora, você veste as suas novamente.

- Hmmm, não sei não.

- Por favor ! – Ele disse como uma vozinha de criança mimada. 

 Eu fiz sinal de negativo com meus dedos brincando, até que ele me encheu de cosquinhas.

 - Ahhh Sasuke isso não tem graça ! – Eu dizia morrendo de rir.

- Eu não tenho escolha senhorita Haruno. – Ele dizia se divertindo.

- Está bem, eu me rendo, eu durmo com você ! – Eu disse me livrando das cócegas.

- Eu sabia que você não negaria !

- Seu trapaceiro. – Eu disse mostrando a língua.

 Ele me agarrou, fazendo com que eu ficasse por baixo dele, enquanto ele distribuía vários beijos em meu rosto.  Eu estava muito feliz por ele estar me tratando de forma tão carinhosa.

- O que você acha de tomarmos um banho ? – Ele perguntou mordendo meu lábio inferior.

- Juntos ? – Perguntei surpresa.

- Qual o problema ? – Ele perguntou triste.

- Nenhum, eu só ...

- Não seja tímida Sakura, você está completamente nua na minha frente.

Eu já até tinha me esquecido que estava despida, e me cobri rapidamente com a coberta.

 - Não seja boba Sakura ! – Ele disse rindo.

Mesmo que ele tenha me visto completamente nua, eu ainda sentia vergonha. Já ele parecia não se importar muito, pois ele andava pelo quarto indo para o banheiro tranquilamente sem roupa alguma.

 Ele era maravilhoso despido, parecia uma figura divina. Seu membro era tão grande e grosso que fiquei surpresa dele ter cabido dentro de mim. Mas em consequência, eu podia sentir minha intimidade arder um pouco.

 - Nosso banho está pronto ! – Ele disse sem sair do banheiro.

Levantei da cama e senti minhas pernas bambas enquanto andava,  a dificuldade em andar era tanta que parecia que eu iria cair.

 Cheguei no banheiro que ficava dentro de seu quarto e o vi ele deitado na banheira, a água quente formava vapor dentro do banheiro.

 - Entre aqui comigo ! – Ele disse estendendo a mão enquanto me encarava.

 Dei um sorriso concordando com a cabeça. Segurei em sua mão e sentei no meio de suas pernas, encostando a cabeça em seu peito. 

 Sasuke segurou meu cabelo que ainda estava preso e o soltou, deixando que as pontas molhassem na banheira.

 - Você é a mulher mais linda que eu já vi em toda minha vida. – Ele disse beijando meu pescoço.

 Eu me arrepiava toda com essa sensação, fazendo com que minha intimidade ficasse molhada novamente.

  Sasuke pegou uma pequena bucha depositando sabonete liquido nela, e passava pelas minhas costas formando espumas.

 Ele ensaboava meu corpo inteiro de forma carinhosa. Agora ele havia se livrado da bucha e havia substituído ela por suas mãos. Suas mãos passavam em meu corpo inteiro delicadamente. Eu sentia minhas coxas serem acariciadas e apertadas delicadamente. Sasuke  beijava o lóbulo da minha orelha, me fazendo soltar pequenos gemidos.

 Suas mãos agora estavam acariciando meus seios, seus dedos esfregavam meus mamilos em movimentos circulares, fazendo com que eles ficassem duros com seu toque. Aquela sensação fazia com que acendesse um chama em mim.

- Ahhh. – Eu gemi não conseguindo conter meu prazer.

- Ahhh Sakura, você me enlouquece. – Ele dizia sussurrando em meu ouvido.

 Sasuke desceu uma das mãos para minha intimidade e a outra ficava mantida em meu seio.

 Ele passava o dedo delicadamente pelo meu clitóris, me masturbando de maneira deliciosa.

 Eu me contorcia sentindo seu membro duro pressionado em minhas costas, o que parecia proporcionar prazer para ele também, pois soltava alguns gemidos.

  Seus hábeis dedos faziam movimentos variados, fazendo minha barriga contrair de prazer.

 Suas mãos haviam soltado meus seios, e agora ele enfiava dois de seus dedos em minha boca, e eu os chupava deliciosamente simulando um sexo oral.

 - Ahhhh. – Ele gemia  arqueando a sua cabeça.

Sasuke retirou seus dedos de minha boca e segurou em minha mandíbula enquanto aumentava o movimento de seus dedos em minha intimidade totalmente excitada.

- Goze para mim Sakura ! – Sua voz era sedutora.

Aquilo estava sendo totalmente prazeroso. Eu era tomada por múltiplas sensações. Eu sentia nossos corpos quentes colados, nossas respirações ofegantes, sentia a água quente em meu corpo. Sentia tudo isso enquanto estava sendo deliciosamente tocada pelo homem que eu mais desejava. Isso me fez ter um orgasmo intenso, eu gemia alto sentindo minha intimidade tremer. Sasuke cessou assim que joguei minha cabeça para trás, encostando em seu peito.

- Você vai acabar me matando assim ! – Eu disse ofegante.

- Você tem sorte que eu sou bonzinho e apenas te masturbei por conta da sua dor.

Eu olhei para cima, encarando sua linda face, seus olhos estavam fechados e sua cabeça apoiada na banheira.

 Ficamos alguns minutos ali abraçados. Aquela banheira era totalmente relaxante, tão relaxante que me fez sentir um pouco de sono.

- Vamos dormir Sasuke-kun? Estou exausta.

- Claro ! – Ele disse abrindo os olhos.

 Eu levantei da banheira devagar me enrolando na toalha que estava pendurada. Em seguida Sasuke-kun levantou também, se secando e colocando a toalha na cintura, deixando seu corpo definido a mostra. Eu fiquei encarando sua barriga definida, até que fui pega.

- O que você está olhando ? – Ele perguntou dando uma risadinha.

- Nada ! – Eu disse nervosa.

- Vou buscar alguma camisa minha para você. O problema é que sua calcinha esta toda molhada, você terá que ficar sem. Você se importa ? – Ele perguntou serio.

- Hm, tudo bem.

Na verdade eu me importava, mas eu queria passar a noite com ele sem problemas.

 Ele voltou para o banheiro vestido somente com uma calça preta. Em sua mão tinha uma camiseta branca que tinha o símbolo do clã Uchiha atrás.

- Vista isso. – Ele mandou.

   Peguei a camisa de sua mão e me vesti. Ela parecia um vestido, batia no meio de minhas coxas.  Eu me sentia bastante confortável com ela.

- Vamos dormir ? – Ele perguntou.

- Vamos ! – Eu disse abraçando-o.

 Ele me pegou no colo sorridente e me carregou até seu quarto. Sasuke me depositou em sua enorme cama de casal e se deitou do meu lado.

 - Sasuke-kun ?

- Hm ?

- Eu queria conversar com você sobre o que aconteceu durante sua partida.

- Vamos descansar agora. Quando eu me sentir a vontade com isso, eu lhe conto tudo !

Concordei com a cabeça. Achei melhor deixar para lá, eu estava morrendo de sono.

Sasuke me puxou para perto dele, fazendo com que minha cabeça apoiasse em seu ombro.

 Selei um beijo em seus lábios para dar boa noite.

- Durma bem Sasuke-kun. Eu te amo !

- Eu também te amo Sakura ! 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...