História Relações Cruzadas - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Gay, Menage A Trois, Mistério, Relações, Relações Cruzadas, Sexo, Suspense
Exibições 148
Palavras 671
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, FemmeSlash, Mistério, Romance e Novela, Slash, Suspense
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Mais um capítulo fresquinho para atiçar seu lado sexual.

Capítulo 2 - Sexo no Banheiro


Eu quero tanto que você chupe meu pau, se lambuze com ele, encaixe ele perfeitamente nessa sua boquinha deliciosa... - pensou Filipe

Marcelo colocou o pau do amado em sua boca, era do tamanho do seu, mas era pardo, bem limpo e depilado. Sentiu o pau bem quentinho descendo à garganta profunda de Marcelo. Ele chupava e o som do chupo fazia Filipe delirar, engrossando o pau cada vez mais e mais, as veias saltavam e latejavam. Filipe colocou as mãos na nuca de Marcelo e o fez ficar com o pau por bastante tempo na boca enquanto Filipe ia para frente e para trás de olhos fechados. Marcelo se soltou. Olhou para cima e viu Filipe o olhando.

Por quê parou?

Marcelo abaixou o short de Filipe até os pés. Ficou cheio de tesão ao ver o pau de Filipe grande e duríssimo em sua frente. Marcelo se levantou e abaixou seu short também.

A porta da frente da casa bateu.

Marcelo puxou Filipe para si e encostaram seus musculosos corpos suados. Seus pênis se colaram também, pareciam duas salsichas juntas, mas grossas. Filipe pegou na nuca de Marcelo e começou a beijá-lo furiosamente, parecia querer engoli-lo. Marcelo abaixou a mão até a enorme bunda de Filipe e começou a apertá-la como se estivesse apertando uma pequena bola, a pele ficava mais branca por onde os dedos de Marcelo passavam e voltavam a cor normal logo depois.

Seu filho da puta gostoso.

Filipe e Marcelo começaram a se aproximar da grande banheira. Pararam de se beijar e entraram. O fogo os consumia como nunca. Fazia tempo que não transavam. Marcelo ficou de um lado e Filipe do outro, se abriram, os paus estavam duros. Marcelo se levantou um pouco e começou a se aproximar de Filipe agachado. Filipe e Marcelo estavam expressando o fogo na típica CARA DE SAFADO. Marcelo se sentou sobre Filipe, segurou o pau do amado e foi encaixando em seu ânus apertadinho. A medida que entrava começava a doer um pouco, ou a arder, não entendia. Mas tinha que alargar um pouco o negócio. Com o pau lá dentro, Filipe se atracou em Marcelo e Marcelo começou a beijá-lo furiosamente enquanto subia e descia em cima de Filipe. Os dois começaram a gemer como um filhote de cachorro quando acaba de chegar ao mundo.

Ai que delícia.

Filipe começou a mexer o quadril para que Marcelo não ficasse cansado. Filipe parou de beijá-lo, começou a masturbá-lo enquanto subia e descia em cima dele. Marcelo virou os olhos e olhou para cima de boca aberta. Filipe estava de olhos fechados mordendo deliciosamente os lábios.

Eu te amo.

Marcelo parou de kicar, começou a rebolar em cima de Filipe.

Ahhr.....

Filipe colocou as grossas mãos sobre os dois lados da bunda de Marcelo e começou a apertar... deu um tapa. Marcelo se aproximou do rosto do amado e começou a beijá-lo. As salivas saiam das bocas lambuzando as suas bochechas. Filipe começou a usar a língua, ficaram de boca aberta enquanto alisavam uma língua com a outra numa troca nojenta -deliciosa para eles. - de saliva.

Eu te amo.

Se abraçaram.

Continuaram a foder enquanto abraçados. Gemiam bem baixinho. O ânus de Marcelo já havia se adequado ao grande de Filipe. Filipe começou a gemer mais alto, sua voz era grave, fazendo um gemido assustadoramente delicioso. Marcelo aumentou a velocidade, ainda ardia, mas sentia o prazer da dor o saciar.

Eu te sacio melhor do que a VADIA.

Marcelo começou a gritar de dor e a gemer de prazer. Filipe aumentou seu grave gemido que levava Marcelo ao delírio. Pareciam chorar como uma criança prendendo o choro.

AI...

Marcelo gozou na cara de Filipe, parou de kikar até ai. A esperma banhou o rosto de Filipe, que engoliu algumas gotas. Marcelo começou a beijá-lo com a esperma entre eles. Filipe pegou na bunda de Marcelo e usou toda sua força a pressionando. Repetiu esse ato vinte vezes, e apertou a bunda de Marcelo como nunca.

Gozou dentro dele.


Notas Finais


Gostaram? Quem você acha que Marcelo mais gosta? Vem mais emoções e pegadas por aí!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...