História Relações Perigosas - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Laura Prepon, Orange Is the New Black, Taylor Schilling
Personagens Laura Prepon, Taylor Schilling
Tags Drama, Fic, Laura Prepon, Laylor, Lesbian, Orange Is The New Black, Story, Taylor Schilling
Exibições 508
Palavras 2.133
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Conclusão Precipitada


Fanfic / Fanfiction Relações Perigosas - Capítulo 10 - Conclusão Precipitada

(Taylor POV)

A minha noite foi um inferno, a Carrie tentou as maneiras forçar uma situação, mas não adiantou, pois nada aconteceu e acabamos dormindo até brigadas, quando eu acordei ela já estava se trocando.

- Vai pra onde?

- Embora.

- Mas Já?

- Sim Taylor!

- Me chamou de Taylor é por que tá nervosa. Será que eu posso saber o que eu fiz?

- Não fez nada Taylor literalmente. Acho melhor eu ir embora, tchau!

- Se você estiver irritada pelo o que eu estou imaginando realmente é melhor você ir embora. Tchau Carrie, e fecha a porta, por favor, porque eu vou voltar a dormir!

Ela bateu a porta com força e foi embora,  já que era extremamente cedo e eu havia dormido bem tarde eu simplesmente me virei para o outro lado e continuei a dormir.

(Laura POV)

Eu dormi até não aguentar mais, quando acordei peguei meu celular para dar uma olhada e logo me deparei com mensagens da Kendall dizendo têm dois dias que não dorme e que só chora, eu passei a mão no rosto e respirei fundo, fiquei sem saber se deveria responder ou não, mas acabei respondendo e fui bem educada, disse pra ela se cuidar e ficar bem pois se ela continuasse assim ela ficaria doente. Eu me levantei e tomei um bom banho pra acordar, quando eu sai minha irmã Dani ligou no meu celular e disse que viria aqui pra casa com meus sobrinhos para passar o dia comigo e eu adorei a ideia. Assim que eles chegaram eu mandei preparar uma mesa de café da manhã com tudo o que o Caleb, meu sobrinho maior gosta de comer e fui fazer a mamadeira do meu sobrinho menor, o Gobie. A Dani foi comigo pra cozinha e enquanto eu fazia a mamadeira do Gobie com ele no colo nós ficamos conversando.

- E ai Lau, me conta tudo, como foi o termino com aquele encosto?

- Não foi fácil Dani, ela tá sofrendo bastante. Quando ela não liga ou manda mensagem ela me procura, essa madrugada mesmo ela mandou mensagem dizendo que está sem dormir duas noites seguidas e que só chora. Está bem difícil ter paz com ela me cercando por todos os lados.

- Isso é charme Lau, você não vai cair nessa outra vez né? Essa mulher é atraso de vida!

- Pior que eu acredito que seja verdade mesmo apesar da Kendall adorar um drama. Se tem uma coisa que eu não posso negar é que apesar das loucuras dela ela me ama muito e sempre sofre bastante quando eu termino com ela.

- Pode até amar Lau só que ela não é mulher pra você, ela não te deixa respirar direito. Vocês já terminaram várias vezes e ela sempre promete que vai mudar e nunca muda, muito pelo contrário, parece que volta sempre pior.

- Eu sei, se não fosse tudo isso ela seria a mulher perfeita, já que linda pelo menos ela já é. Eu não vou voltar dessa vez, ela vai ter que aprender a viver sem mim.

- Pois é, espero que você mantenha essa sua decisão até o fim porque ainda falta muito pra ela ser a mulher perfeita pra você.

- Faz parte né? E como se não bastasse esse problema tem outra coisa que me preocupa.

- O que?

- Eu estou começando a me envolver com outra pessoa.

- Isso é bom, pelo menos você não vai ter coragem de voltar pra Kendall. Por que isso seria um problema?

- Não é tão bom assim, primeiro porque eu queria ficar um tempo sozinha pra poder dar uma respirada, cuidar de mim e segundo que não é qualquer pessoa.

- É normal minha irmã sair de um relacionamento e entrar em outro, seria ótimo ter um tempo só pra você, mas já que aconteceu deixa rolar e vai ser feliz, mas me conta quem é essa pessoa?

- Taylor Schilling, ela interpreta a Piper ex-namorada da Alex.

- Não acredito, justo com ela? Como assim? Vocês estão saindo?

- Entendeu agora o porquê do meu desespero? Ela acabou se aproximando de mim e nós engatamos uma amizade bacana, só que nos descuidamos um pouco e acabamos nos envolvendo e isso está me preocupando bastante.

- Nossa Lau, que confusão! Não tinha uma outra pessoa mais fácil pra se envolver? Tua ex-sogra já tá sabendo de alguma coisa?

- Não Dani, nem ela e nem a Kendall podem sonhar com isso. Eu tenho uma amizade muito grande com a Jenji e acho que se ela descobrir isso ela nunca mais olha na minha cara.

- Com certeza, mas o que vocês vão fazer? Vão ficar se encontrando as escondidas?

- Talvez sim, talvez não, a Tay tem namorada também, esse nosso “romance” pode ser que não dê em nada.

- Ai ai Lau, quando eu penso que a situação não pode piorar você vem e joga outra bomba dessa, vocês mais do que depressa tem que resolver essa situação!

- Eu sei, o problema é que eu não faço ideia do que fazer!

Eu terminei de fazer a mamadeira do Gobie e fomos pra mesa, ele ficou no meu colo mamando enquanto eu continuava falando com a Dani.

(Taylor POV)

Eu acordei e já era horário de almoço, o John e a Tasha também já haviam acordado e eu pedi para que ambos viessem me fazer companhia. Quando eles chegaram, eu ainda estava deitada, então eles vieram e deitaram comigo.

- Acordou agora Tay?

- Quase agora Tasha!

- Cadê a Carrie Tay? Ela não dormiu aqui?

- Dormiu John, mas já foi embora bem cedo e irritadíssima por sinal.

- O que aconteceu Chaylito?

- Digamos que a bonitona estava cheia de amor pra dar essa noite, mas eu dispensei porque não estava a fim.

- Ah mentira, sério que ela ficou brava e foi embora cedo por isso?

- Sim Tasha, acredite, veja se eu posso com isso.

- Ai caramba, mas assim Tay isso geralmente acontece quando existe uma outra pessoa no meio. Você deixou de comparecer por causa da Laura?

- Não Tasha, não tem nada a ver com a Laura.

- Certeza mocinha?

- Certeza John, ai gente vocês estão começando a me deixar sem graça, podem parar!

Eles riram e nós mudamos de assunto, eu me levantei tomei um banho e eles desceram pra sala para me esperar.

(Laura POV)

Eu, minha irmã e meus sobrinhos praticamente emendamos  o café da manhã com o almoço e nem nos levantamos da mesa, após almoçarmos sentamos no sofá e continuamos o papo por lá, a hora passou e no final da tarde eles foram embora, eu abri um vinho e fiquei sentada de frente para a minha piscina no lado de fora da casa, eu pensei milhares de vezes em ligar pra Tay e até desbloqueei o celular diversas vezes pra poder ligar, mas não tive coragem, vou esperar pra ver se ela liga ou manda alguma mensagem. Entre um gole e outro de vinho, meu celular começou a tocar só que era a Kendall, eu não atendi de primeira, mas ela insistiu e eu acabei atendendo.

- Oi Ken!

- Sai do lado de fora da sua casa.

- Ken eu não acredito que você veio até aqui. O que você quer?

- Sai aqui, por favor!

- Ok, estou saindo.

Eu me levantei um pouco irritada, ela não deveria ter vindo até aqui e eu nem se quer me lembrei de proibir a entrada dela no condomínio, mas enfim já foi. Assim que eu abri a porta eu vi que ela estava do lado de fora do carro encostada na porta, eu então me aproximei dela e cruzei os braços.

- O que você veio fazer aqui?

- Eu precisava te ver, eu não aguento mais ficar sem você. Eu não estou nada bem, eu não durmo, não como e não tenho vontade de fazer nada. - Disse ela começando a chorar.

- Ken, fica bem, para de sofrer, você vai acabar ficando doente, é isso que você quer?

- Não, mas eu não estou conseguindo ficar sem você. Volta pra mim, eu juro que tudo vai ser diferente.

- Ken, presta atenção. Nosso relacionamento tinha tudo pra dar certo, no começo era maravilhoso, só que você surtou com o passar do tempo, passou a ter ciúmes bestas e a discutir comigo por nada, você jogou nosso relacionamento aos poucos no lixo, não há mais o que fazer, ele não tem mais conserto. Você quer que eu continue com você só por sexo?

- Eu quero você por inteira, quero que você me ame como eu te amo, eu posso mudar, mas pra isso eu preciso que você me dê mais uma chance.

Eu fiquei em silêncio, mas não por não saber o que dizer e sim porque eu já não  tinha mais o que falar, ela é insistente e veio disposta a tentar a qualquer custo que eu volte pra ela. Eu estou extremamente com pena dela porque ela realmente está bem abatida, mas eu não posso voltar pra ela por dó, sem contar que a Taylor não me sai da cabeça. A Kendall me puxou e me abraçou, eu nem me mexi e fiquei com ela abraçada pra ver se ela se acalmava um pouco.

(Taylor POV)

Já era noite e nós decidimos sair para jantar, eu subi troquei de roupa e optamos por ir em um caro só, no caso o do John. Eu entrei no carro pensando na Laura que nem se quer mandou uma mensagem pra mim hoje, eu até pensei em chamar ela para sair com a gente mas acabei não chamando, assim que o John deu partida no carro ele começou a fazer uma pressão.

- Vou passar em frente a casa dela, tem certeza que não quer chamar?

- Tenho, ela não me mandou mensagem o dia inteiro, talvez ela esteja ocupada.

- Talvez ela estivesse esperando alguma mensagem sua, não acha?

- Espera ai, vai mais devagar John.

O John desacelerou o carro e começou a andar bem devagar quando estávamos passando em frente a casa dela, eu vi ela abraçada com a Kendall dando um beijo na testa dela e não vou mentir, naquele momento que eu vi esse cena eu fiquei muito brava e enlouquecida de ciúmes, mas eu tive que respirar fundo e fingir que nada aconteceu. A Tasha mais do que depressa começou tentar arrancar de mim o que eu achava daquela cena.

- E ai Tay, descobriu porque ela não te mandou mensagem?

- Faz parte Tasha, uma pena que ela tenha voltado pra ela.

- Como você pode ter certeza que elas voltaram?

- Acho que ficou meio obvio ver as duas abraçadas e ela beijando a testa da Kendall.

- E você não vai fazer nada? Não te incomodou ver as duas juntas?

 - Eu acho que eu namoro né Tasha? Não há o que se fazer.

- Mais ou menos né Tay, tá na sua cara que você não gostou do que viu.

Eu não respondi a Tasha e só pedi para o John acelerar. Quando chegamos ao restaurante eu disfarcei o máximo que eu pude pra não dar tanto na cara que eu estava muito irritada por ter visto a Laura com aquela mulher, eu tive que pedir até algo bem leve pra comer pois até o apetite eu tinha perdido. Assim que terminamos de comer voltamos para a minha casa e o John foi embora primeiro, a Tasha acabou ficando, pois queria falar comigo.

- Chaylito não fica brava comigo, mas eu acho que é hora de você se resolver com a Prepon e com a Carrie.

- Tasha ela estava com a Kendall, isso ficou bem claro pra mim, elas voltaram!

- Tá, vamos supor que elas voltaram, o que você pretende fazer?

- Nada, deixar tudo como está.

- Vão continuar saindo às escondidas?

- Não sei!

- Então tá na hora de descobrir, reage minha filha, pois só você não vê que você tá louca pela Prepon. Só que presta atenção, quem muito quer nada tem, então trate de se decidir e correr atrás de quem você realmente quer ficar.

Eu fiquei sem saber o que dizer e apenas balancei a cabeça, a Tasha se despediu com um beijo no rosto e foi embora. Eu fui para o meu quarto e me deitei. Se eu tinha alguma dúvida sobre estar ou não apaixonada pela Laura agora eu não tenho mais, eu realmente estou e agora mais do que nunca preciso esquecê-la já que ela resolveu voltar com a ex. Puxei o edredom e acabei dormindo com a roupa que eu estava mesmo.


Notas Finais


😐


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...