História Relações Perigosas - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Laura Prepon, Orange Is the New Black, Taylor Schilling
Personagens Laura Prepon, Taylor Schilling
Tags Drama, Fic, Laura Prepon, Laylor, Lesbian, Orange Is The New Black, Story, Taylor Schilling
Exibições 301
Palavras 2.817
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 39 - Provocações


Fanfic / Fanfiction Relações Perigosas - Capítulo 39 - Provocações

(Laura POV)

A noite estava agradabilíssima, a Lexa inclusive conhecia a Lauren e as duas ficaram conversando por muito tempo e depois que elas conversaram eu passei o braço na cadeira da Lexa e ela se deitou no meu ombro e eu aproveitei pra falar com ela.

- Ainda vamos sair pra jantar?

- Pelo visto não né? A senhora já beliscou algumas coisas.

- A senhora também, mas vamos sim. Vou começar a me despedir de todo mundo!

- Tá bom.

Eu comecei com aquele discurso de que o papo estava ótimo, mas que eu precisava ir, porém nem me deixaram continuar e foram logo falando que nós não iríamos a lugar nenhum, eu tentei explicar que a gente ia sair pra jantar, mas foi em vão. Eu olhei pra Lexa que sorriu pra mim e disse que tudo bem e como não tivemos escolha continuamos ali. Eu pedi uma outra dose de uísque pra mim e a Lexa um outro suco já que ela não gosta muito de beber na semana. Ela e a Lauren retomaram a conversa e eu me levantei e fiquei conversando com a Lea, mas a minha vontade mesmo era conversar com aquele suposto namorado da Tay e eu nem precisei me esforçar muito, pois quando eu terminei de falar com a Lea e ele com a Yael, ele olhou pra mim.

- Deixaram esse uísque aqui, mas acho que é seu, eu vi você pedindo.

- Acho que se enganaram. É meu mesmo. Você é o? - Disse pegando o uísque da mão dele

- Desculpa não ter me apresentado. Eu me chamo Robert, mas pode me chamar de Rob. - Disse ele se levantando.

- Prazer Rob. Eu sou a Laura! - Disse estendendo a mão pra ele o cumprimentando.

- Você dispensa apresentação!

- Imagina. O John não trabalha mais com a Tay, agora é você? - Disse dando um gole no meu uísque

- Não, ele trabalha com ela sim. O John é um grande amigo meu e foi por ele que eu acabei conhecendo ela, eu estou pegando umas dicas de assessoria com ele, mas a Tay não tem nada a ver com isso. Digamos que nós estamos apenas nos curtindo.

- Entendi. Eu realmente vi vocês algumas vezes juntos por isso a pergunta. Desculpa à intromissão, você realmente não tem cara de quem trabalha pra ela, tem cara de namorado mesmo, vocês formam um belo casal.

- Ah que isso, obrigado! Essa mulher é encantadora, acho que aos poucos estou conquistando ela.

- Vai fundo, ela é uma pessoa incrível e apaixonante.

- Eu sei, mas eu preciso ir com calma.

- Calma?

- Sim. Suponho que vocês sejam amigas até porque vocês formam um casal na ficção. Você deve saber que ela terminou um relacionamento e ainda sofre bastante.

- Sim, nos conhecemos bem e eu também sei desse término, mas ela anda tão durona que nem parece que ela anda pra baixo ainda.

- Isso é o que ela jura pra todo mundo e até pra mim, mas eu e o John sabemos que ela não está bem ainda. Mas enfim, eu faço o que eu posso pra tentar deixar ela bem.

- Então cuida dela porque ela merece todo o carinho e amor desse mundo.

- Eu sei!

Eu percebi que a Taylor entrou com a Tasha e eu disfarcei, pedi licença e voltei a me sentar do lado da Lexa, mas acho que ela nem percebeu, pois ela passou direto pra dentro do bar com a Tasha e só voltou a se sentar do lado dele depois de um bom tempo. Eu passei novamente o braço na cadeira da Lexa e ela se encostou outra vez em mim colocando uma mão na minha coxa.

- Você é fogo né? Eu vi você interrogando o cara. O que você descobriu?

- Nada além do que eu já sabia.

- Nem te falo nada, parece que você gostado se machucar.

- Foi tranquilo Lê, dessa vez foi menos doloroso, lógico que eu senti um desconforto ao saber que eles realmente estão saindo, mas enfim é normal. Mudando de assunto como você conhece a Lauren?

- Você sabe que esse mundo é pequeno. Eu como produtora de elenco montei um cast inteiro de uma série que ela escrevia junto com outros roteiristas um tempinho atrás.

- Entendi. Que mundo pequeno mesmo!

- Pois é. Agora mudando de assunto também, eu achei um milagre a Kendall não estar aqui.

- Eu também, mas ainda bem que ela não veio, olha a paz que está esse lugar sem ela.

- Isso é verdade. - Disse ela rindo

Meu uísque outra vez tinha acabado, então eu pedi mais uma dose e continuei curtindo a noite.

(Taylor POV)

Eu tive que passar direto pro banheiro pra lavar o rosto, eu não quero que ninguém visse que eu chorei, seria desconcertante ter que explicar o motivo e mesmo lavando o rosto e esperando a vermelhidão passar, assim que eu sentei de volta o Rob me perguntou.

- Tudo bem Tay?

- Sim!

- Você estava chorando?

- Eu não. Por quê?

- Parece que você chorou, seus olhos estão um pouco vermelhos.

- Besteira meu amor. Eu tenho renite e fui bater papo com a Tasha enquanto ela fumava ai acabou atacando.

- Faz sentindo. Você quer beber alguma coisa?

- Não. Daqui a pouco eu vou embora já!

- Tá bom então.

Eu comecei a conversar com as outras pessoas na mesa e entre um papo e outro os olhares meu e da Laura se cruzavam e toda vez que isso acontecia ela fazia carinho na mulher que estava com ela. Eu não deveria estar assim, mas está sendo incontrolável e além da tristeza que eu assumo estar sentindo eu sinto uma raiva muito grande e eu preciso desabafar e falar com ela, mas com o Rob aqui e aquela mulher do lado dela vai ser impossível, a não ser que eu a obrigue a se levantar pra ir ao banheiro. Eu esperei um bom tempo pra ver se a namorada dela se levantava e pra minha alegria ela foi atender o celular do lado de fora do bar, então eu aproveitei que ela saiu, dei um selinho no Rob e me levantei com o copo que eu estava bebendo e nele ainda tinha um pouco de suco, então eu passei do lado dela e derrubei na calça jeans branca dela e ela ficou bravíssima e passou um guardanapo, mas teve que ir ao banheiro, pois sujou muito. Ela levantou e foi e eu fui atrás e antes dela fechar a porta eu entrei junto com ela e eu mesma tranquei.

- O que foi isso? Tá tendo aula com a Kendall de como ser ridícula? - Disse ela molhando um guardanapo de pano que ela trouxe da mesa e passando na calça

- É assim que você está sofrendo por mim? Com outra?

- Não estou entendendo o porquê de você estar tão incomodada.

- Por que é ridículo você ficar se declarando pra mim, implorando o meu perdão, pedindo pra voltar e de repente aparecer bem acompanhada.

- Você tem razão quando diz que eu estou bem acompanhada. A Lexa é uma mulher e tanto, eu namorei com ela na adolescência e de uns dias pra cá a gente se aproximou outra vez por um acaso e decidimos ficar juntas e tentar de novo.

- Ela deve ser o verdadeiro amor da sua vida então? Fico feliz por você Laura. Finalmente você me esqueceu, estava realmente mais do que na hora.

- E você vai me esquecer quando?

- Eu já esqueci você Laura. Eu estou muito feliz com o Rob ele é um homem e tanto.

- Um moleque você quis dizer né? Ele deve ter uns cinco anos menos do que você e quanto ao fato de você me esquecer, só essa sua atitude infantil demonstrou que você ainda está longe de conseguir isso.

- Que pretensão a sua não? Não importa a idade dele, o que interessa é que ele é um homem maravilhoso.

- Que bom pra você. Dá até pra duvidar se você gosta de mulher mesmo, parece que você curte na verdade a "coisa" entrar mesmo.

- Ah me poupe Laura, olha quem fala.

- Taylor, eu não vou ficar aqui discutindo com você porque senão vamos acabar nos ofendendo e eu não quero que isso aconteça, porque eu ainda te amo e muito.

- Me esquece Laura que eu não sinto mais nada por você.

- Vamos ver!

A Laura largou o guardanapo que ela estava limpando a calça, me empurrou pra parede e me beijou. Eu correspondi o beijo, mas logo a afastei de mim.

- Não faça isso outra vez!

- Escuta o que eu vou te dizer Taylor, presta bastante atenção. Eu não vou desistir de você e você ainda vai voltar pra mim.

- Nem morta!

- Veremos!

Ela saiu do banheiro e eu esperei um bom tempo pra voltar também pra não dar a impressão que estava com ela. Quando eu voltei pra mesa a Lexa ainda estava do lado de fora e quando voltou a Lau mostrou o que houve, mas eu duvido que ela tenha falado que fui eu. Depois de todo esse momento tenso eu voltei a conversar normalmente com as pessoas como se nada tivesse acontecido.

(Laura POV)

Eu estou de boca aberta com o que a Taylor foi capaz de fazer, ela agiu igual a Kendall querendo chamar atenção e apesar dessa cena toda eu fiquei esperançosa, porque ficou estampado na cara dela que ela ainda sente alguma coisa por mim e só não quer dar o braço a torcer.
Quando eu voltei pra mesa a Lexa ainda estava no celular do lado de fora e quando entrou me ajudou a limpar minha calça ali sentada na mesa mesmo. Depois de um tempo eu decidi ir embora com ela e nos levantamos e fomos para o lado de fora do bar pedir o carro. Do lado de fora fazia um pouco de frio, então eu tirei minha jaqueta e apoiei nos ombros dela.

- Mas meu amor quem vai sentir frio é você agora!

- Pode ficar porque quem toma uísque não sente frio.

- Faz sentido! - Disse ela rindo

- Pois é!

Nós chegamos em casa, ela subiu e se deitou comigo na minha cama.

- Bom eu só vim te deixar na sua cama e vou embora.

- Ah mentira fica aqui comigo?

- Não dá meu amor!

- Ah dá sim!

Eu a puxei pra cima de mim e começamos a nos beijar. Em seguida eu a joguei na cama e fui por cima dela. Quando eu comecei a beijar o pescoço dela ela me jogou pro lado.

- Pode parar!

- Tem certeza que você não quer ficar?

- Certeza eu não tenho, mas eu preciso ir, amanhã eu trabalho, não vou ficar em casa igual à senhora.

- Ok chata. Eu só vou ficar em casa amanhã, acabaram as gravações, mas vai começar as promos e eu tenho certeza que eu serei chamada pra fazer.

- Entendi. Então eu vou indo. Dorme bem mocinha e obrigada pela noite.

- Eu que agradeço. Vamos que eu vou te levar lá embaixo.

- Tá bom. Vamos.

Eu desci com ela, me despedi com um beijo e subi de volta para o meu quarto. Eu me troquei, me deitei e depois de muito pensar no que a Taylor fez eu acabei dormindo.

(Taylor POV)

Ainda bem que o Rob veio no carro dele, porque hoje eu não estou nada a fim de tentar alguma intimidade com ele. Assim que a Laura foi embora eu fui com ele pra saída e pedimos nossos carros. Assim que cheguei em casa eu tomei um banho e me deitei e fiquei conversando com a Tasha por mensagem, mas como eu estava com preguiça de digitar eu logo liguei pra ela que já estava em casa também.

- Eu sabia que você ia acabar ligando, me conta logo por que você derrubou suco na Prepon e pra onde vocês foram depois. Eu percebi viu!

- Eu fiz de propósito. Nós fomos para o banheiro.

- Não acredito. Vocês ficaram? - Disse ela me interrompendo

- Ela me deu um beijo não vou mentir, mas eu fui mesmo pra saber da nova namorada dela e agradecer, pois só assim ela vai me deixar em paz.

- Tá louca de ciúmes né?

- Claro que não.

- Tá bom viu. O garotão tá ai com você?

- Não. Ele foi embora.

- Tay falando sério agora. Por que vocês não param com essa patifaria e voltam de uma vez? Você e esse cara não estão com nada e ela com aquela mulher também.

- Não posso. Que bom que ela está com alguém. A Prepon é o amor da minha vida, mas não volto pra ela.

- Ai que preguiça Tay de você!

- Vou dormir Tasho, me deu sono.

- Tá bom. Beijo

Eu me virei para o outro lado e dormi.

(Laura POV)

Eu acordei com meu celular tocando e era a Jenji.

- Oi Laurinha. Te acordei?

- Acordou meu amor, mas como é você eu não vou me importar. O que manda?

- Você e a Taylor irão para a Suécia pra uma promo da série.

- Eu e ela? Só nós duas?

- Do elenco sim, vou deixar dois seguranças a disposição de vocês. Eu sei que vocês não estão num momento bom, mas as pessoas por lá querem vocês, não teve jeito.

- Tudo bem, esse é o nosso trabalho. Quando teremos que ir?

- Não me mata por ter te avisado em cima da hora, mas é amanhã!

- Relaxa Jen, me passa os detalhes de voo e hotel por mensagem.

- Vou passar Laurinha. Agora deixa eu desligar que eu preciso falar com a Taylor também. Um beijo!

- Beijo!

Eu fiquei bem animada com essa viagem, não vou mentir, já a Taylor eu imagino que vai odiar, mas enfim. Que dê tudo certo!

(Taylor POV)

Assim que acordei eu tomei um banho e enquanto tomava café da manhã meu celular tocou e era a Jenji.

- Oi Jenji!

- Oi Tay!

- Tudo bem?

- Sim. Queria te dar um recadinho!

- Pode falar!

- Você e a Laura irão pra Suécia fazer uma promo por lá tudo bem?

- Eu e ela? Alguém mais vai?

- Ela me fez a mesma pergunta. Ninguém mais vai, apenas vocês e dois seguranças particulares.

- Ok.

- Vocês viajam amanhã. Me perdoa por avisar assim totalmente em cima, mas você sabe como é a burocracia.

- Sei sim, mas tudo bem.

- Te mando mais informações por mensagem.

- Ok Jen!

- Beijo!

- Outro!

Era só o que me faltava agora ter que viajar com a Laura, eu sabia que isso uma hora iria acontecer e aconteceu.

Eu continuei comendo e quem ligou dessa vez foi o John.

- Oi meu amor.

- Estou com saudade loirinha!

- Eu também. Vem me ver!

- Você está em casa?

- Sim e não vou sair.

- Ok. Eu estou por perto!

- Ok.

Em questão de minutos ele chegou, me abraçou e nos sentamos.

- Que carinha é essa?

- Tantas coisas. - Respirei fundo

- Desabafa.

- Ontem a Laura apareceu com uma mulher no bar e eu senti que eu perdi o chão, foi muito ruim. Pode me xingar!

- Xingar por que? É óbvio que você ia se sentir mal, você ainda a ama mais que tudo nesse mundo e está ai fazendo a "Hetéro forte".

- E a gente ainda meio que discutiu. Eu derrubei um suco na calça dela e quando ela foi pro banheiro eu fui junto e nós trocamos algumas farpas e até nos beijamos.

- Prevejo uma reconciliação pintando em breve, muito breve eu diria.

- Lógico que não. E você não sabe da pior!

- Não sei mesmo. Conta!

- A Jenji acabou de me ligar pra dizer que eu e ela vamos pra Suécia amanhã fazer uma promo da série.

- Jura? Só vocês?

- Só!

- Ai que tudo. Você duas na Suécia, ai que romântico.

- Pode parar com essas ideias menino, não viaja!

- Admite que você gostou.

- John, para!

- Tá bom, parei!

Nós continuamos ali na sala conversando e um tempo depois a gente subiu para o meu quarto e começamos a arrumar a minha mala. Eu não faço ideia do que vai ser dessa viagem e só espero que dê tudo certo, já passou da hora de esquecer a Laura e a agir com naturalidade na frente dela. Essa viagem vai ser sem dúvida uma ótima oportunidade pra isso.


Notas Finais


✈️ 💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...