História Relações Perigosas - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Laura Prepon, Orange Is the New Black, Taylor Schilling
Personagens Laura Prepon, Taylor Schilling
Tags Drama, Fic, Laura Prepon, Laylor, Lesbian, Orange Is The New Black, Story, Taylor Schilling
Visualizações 1.191
Palavras 2.570
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 9 - Confusão de sentimentos


Fanfic / Fanfiction Relações Perigosas - Capítulo 9 - Confusão de sentimentos

(Laura POV)

Essa noite eu custei a dormir pensando na Tay. O que essa mulher tem de tão especial que conseguiu me ganhar assim em tão pouco tempo? Eu não quero e nem posso me envolver com ela, a Jenji ficaria arrasada comigo se soubesse disso, sem contar o fato que ela namora, eu só vou atrapalhar a vida dela.
Como deu pra perceber eu acordei bem pensativa e no final das contas eu acabei chegando a nenhuma conclusão. O dia amanheceu bem bonito por aqui em NYC e logo cedo eu recebi uma ligação da Tasha pra saber de hoje à noite.

- E ai Prepon, tudo certo pra hoje?

- Claro, que horas você vem pra gente comprar algumas coisas?

- Depois do almoço pode ser?

- Ah não, vem almoçar comigo!

- Tá bom, daqui a pouco então eu já estou por ai.

- Ok, te espero!

- Ok.

Eu desci para o lado de fora e fiquei esperando a Tasha chegar, como é bom poder relaxar e acordar sem pressa de ir gravar. Depois de um tempo a Tasha chegou e veio direto para o lado de fora onde eu estava.

- Cheguei!

- Que bom, já era hora! - Disse cumprimentando ela com um beijo no rosto.

- Prepon, antes da gente começar a correr atrás das coisas, eu posso te perguntar uma coisa?

- Já até imagino o que seja, pergunta!

- O que está rolando entre você e a Tay?

- Nada Tasha!

- Como nada? Não é possível que não esteja rolando nada.

- Tasha rola uma atração eu assumo, eu me sinto atraída pela Tay e acredito que ela sente o mesmo por mim, mas as nossas condições nos impedem de ficarmos juntas.

- Isso é fato, imagina a confusão que seria vocês duas juntas, você ex-nora da Jenji assumindo um relacionamento com a própria parceira de cena.

- Tasha eu sei de tudo isso, mas qualquer decisão que eu tomar nesse momento vai ser precipitada seja ficar com a Tay ou me afastar de vez dela.

- Você sabe que há uma grande possibilidade de ser carência né?

- Claro que eu sei por isso eu vou aproveitar o momento, não vou exigir nada dela, até porque tá tudo muito confuso ainda pra mim e suponho que pra ela também.

- Ai gente, eu só tenho medo de alguém sair machucado dessa história, espero que vocês decidam logo o que vão fazer.

- Relaxa Tasha, uma hora tudo vai se ajeitar.

- Assim espero!

Nós mudamos de assunto e começamos a fazer uma lista do que comprar pra hoje à noite.

(Taylor POV)

Eu já acordei pensando no que rolou ontem com a Lau, se a Carrie não tivesse ligado certeza que eu não teria resistido e hoje eu estaria acordando com ela aqui do meu lado, mas pensando por outro lado foi até bom ela ter ligado talvez o sentimento de culpa fosse maior se eu tivesse acabado na cama com ela.
Eu estava com tanta preguiça que fiquei na cama até o horário do almoço e só me levantei porque o John disse que passaria aqui pra me ver, então eu tomei um banho rápido e fiquei esperando ele chegar, eu desci até a sala e um tempo depois ele chegou.

- Oi meu amorzinho, estava com saudade de você já! - Disse abraçando ele.

- Oi minha loirinha, eu também estava. Como você esta?

- Bem e você?

- Bem também. E as novidades?

- Eu até tenho uma novidade, mas não sei se é tão boa assim.

- Já estou preocupado, conta logo.

- Senta John, vou te contar o que eu fiz.

- Fala logo que eu já estou mega curioso. - Disse ele sentando.

- Eu fiz uma coisa muito feia, eu trai a Carrie!

- Como assim? Você gosta tanto dela e estavam tão bem aparentemente.

- Pois é, de uns dias pra cá alguma coisa aconteceu comigo, eu não sei bem explicar.

- Tá, vamos por partes, com quem você traiu a Carrie?

- Com a Laura!

- Prepon?

- Sim!

- Não acredito!

- Acredite!

- Mas como aconteceu isso?

- Não sei explicar, eu gosto de conversar com ela, gosta da companhia dela e sem contar que ela é linda. A Laura acabou de terminar o relacionamento dela e a gente acabou se aproximando mais e acabou rolando.

- Tay estou bem surpreso, mas e agora? O que vocês vão fazer?

- Nada, o tempo que vai resolver tudo isso, eu não sei o que eu faço.

- Bom, eu acho que você não deveria terminar com a Carrie apesar de achar a Laura muito melhor que ela, seria trocar o certo pelo duvidoso, como você mesmo disse a Laura acabou de terminar um relacionamento, a chance de ela estar apenas querendo esquecer a outra usando você é bem grande.

- Eu sei, mas ao mesmo tempo em que eu não quero terminar com a Carrie eu quero continuar ficando com a Laura.

- Então continua ficando com ela e tenta descobrir se vai dar em alguma coisa, eu sei que traição não é legal, mas nesse caso você não tem outra saída e sabe o que me mata? É essa sua cara de apaixonada!

- Não estou apaixonada!

- Repete!

- Não estou apaixonada!

- Tay não se engana, eu só tenho a te dizer que você está bem ferrada então trate de tentar resolver essa situação logo, não quero te ver sofrer!

- Pode deixar, farei de tudo pra resolver essa confusão o mais rápido possível.

Eu e o John decidimos sair para almoçar e continuar conversando.

(Laura POV)

Minhas empregadas foram ao mercado e trouxeram tudo que eu e a Tasha marcamos no apel. Assim que elas voltaram eu pedi que nos servissem o almoço. Eu e a Tasha almoçamos e ficamos papeando na mesa por um bom tempo. No meio da tarde a Tay ligou pra Tasha e eu fiz um sinal para ela pedir pra Tay vir aqui pra casa e ela chamou e a Tay disse que viria sim e que já estava perto. Ela chegou com o John seu amigo e assessor, ele me cumprimentou primeiro e em seguida ela veio e me deu um beijo no canto da boca. A Tasha puxou o John para cozinha para que ele a ajudasse a guardar as bebidas na geladeira. Eu me sentei no sofá e a Tay sentou do meu lado.

- E ai, tá tudo bem?

- Sim, tudo certo!

- Que bom. Você vem hoje né?

- Está me convidando?

- Você não precisa de convite!

- Isso é muito bom!

A Tay sorriu e levantou pra ir à cozinha, eu me levantei também e puxei-a e a beijei, essa história não vai dar certo, mas eu simplesmente não resisto quando eu a vejo. O John saiu de repente da cozinha e acabou vendo a gente se beijando, eu disfarcei e a Tay apenas abaixou a cabeça.

- Ele viu a gente!

- Relaxa Lau, eu contei pra ele já.

- E ele?

- Não disse nada, apenas disse pra eu resolver logo essa situação.

- E como seria resolver essa situação?

- Pra ser bem sincera Lau, eu não sei. Prefiro que o tempo decida pela gente.

- Eu também prefiro Tay!

Ela sorriu pra mim e fomos até a cozinha,  a Tasha já havia guardado tudo e estava tudo pronto, como já era final da tarde e o pessoal que ela chamou em breve já estaria chegando, eu decidi ir me arrumar, a Tasha trouxe roupa e tomaria banho por aqui, a Tay e o John foram para embora e voltariam em seguida.

(Taylor POV)

Eu fui pra casa me arrumar e o John ficou me esperando, eu tomei um banho, me troquei sem pressa e desci, enrolei um pouquinho com ele para não sermos os primeiros e voltamos para a casa da Lau, assim que chegamos lá algumas amigas da Tasha já tinham chegado e estavam em uma roda com ela e com a Lau, quando ela me viu ela já veio até mim e apresentou todo mundo. Um tempo depois algumas pessoas do elenco da série começaram a chegar então eu e a Lau fizemos outra roda e ficamos com a Lea, Samira, Lauren, Yael e Uzo. Entre um papo e outro, uma cerveja e outra eu percebi que a Lau saiu de repente e aparentemente tinha subido, eu então peguei meu celular e antes que eu mandasse mensagem pra ela eu vi que tinha uma mensagem dela falando pra eu subir até seu quarto, eu respondi dizendo que seria meio arriscado já que estava a maioria do elenco aqui e ela disse que ninguém ia desconfiar de nada, eu então sai disfarçadamente e subi até o quarto dela e bati na porta, ela falou pra eu entrar e eu entrei e tranquei a porta, ela estava deitada na cama.

- Vem cá!

- Não Lau, você tá doida?

- Calma, eu não vou fazer nada que você não queira.

- Sei!

- Vem logo.

Eu tirei meu sapato, me sentei na ponta da cama e disse que ali já estava bom pra mim, ela então se aproximou e sentou de frente e ficou me olhando.

- Se aqui tá bom pra você então aqui está bom pra mim também.

- Estou me sentindo uma adolescente fazendo coisa errada.

- Eu também, talvez seja por isso que esteja tão gostoso esse clima de "coisa proibida".

- Pois é. Lau você só tá ficando comigo pra esquecer a Kendall né?

- Esquecer? Mas eu nem se quer a amava,  eu não sentia mais nada por ela, não faz sentindo estar com você pra tentar esquecê-la.

- Então o que você viu em mim?

- Uma mulher linda, calma, paciente, inteligente, charmosa, o oposto da que eu tinha.

- Você tá começando a bagunça a minha vida sabia?

- Não era a intenção, mas se você quiser eu paro por aqui, eu não quero que você se sinta culpada nem nada.

- Não fala mais nada!

Eu me deitei e puxei-a pra cima de mim e começamos a nos beijar, um tempo depois a Tasha começou a bater na porta e a chamar pela Lau, nós nos assustamos e ela levantou para abrir a porta, a Tasha entrou e fechou.

- Corre pra descer porque a Carrie está saindo da porta da sua casa e está vindo pra cá.

- Como assim? Ela tá viajando!

- Não Tay. O voo dela foi cancelado por conta das más condições do tempo da cidade que ela ia tocar, então adiaram o evento. Ela veio direto pra sua casa, só que eu já tinha falado pra ela que faríamos uma festa aqui então ela foi deixar o carro em frente a sua casa e está descendo a pé pra cá.

- Eu não acredito! – Olhei para a Tasha assustada.

A Lau apenas ouviu tudo o que a Tasha disse de braços cruzados encostada na parede, eu coloquei meu sapato de volta sentada na cama e me levantei.

- Me desculpa?

- Tay, fica tranquila ok? Vai lá e recebe ela.

- Ok.

Foi o tempo certo, eu desci junto com a Tasha e encontrei-a na sala, ela veio até mim me deu um selinho e cumprimentou a Tasha que em seguida nos deixou a sós.

- Surpresa amor!

- A Tasha me contou o que aconteceu, que loucura né?

- Pois é, tentei te avisar, mas seu celular só chamou, olha ai quantas chamadas perdidas têm nele.

- Ele tava no meu bolso agora, devo ter esquecido em algum lugar. – Disse apalpando o meu bolso de trás.

- Esqueceu aonde amor?

- Não sei, a Lau estava mostrando a casa pra mim e pra Tasha, eu provavelmente devo ter deixado ele em algum lugar.

- Então vai procurar né?

- Tá amor.

Meu coração gelou quando ela disse isso, meu celular estava no bolso da minha calça e deve ter caído na cama da Lau quando estávamos nos beijando. Eu pedi pra Carrie esperar na sala enquanto eu ia procurar e ela ficou eu subi a escada bem rápido e encontrei a Lau no corredor já descendo.

- Eu acho que esqueci meu celular na sua cama.

- Vai lá e pega Tay!

Eu entrei rapidinho e peguei meu celular que realmente estava na cama dela e esperei a Lau descer pra eu descer em seguida.

- Achei amor, tinha deixado em um dos quartos sem querer.

- Sempre se esquecendo das coisas né amor?

- Pois é!

Eu levei a Carrie lá pra fora onde estava todo mundo e ficamos por lá jogando conversa fora.

(Laura POV)

Eu sei bem o que Tay está passando nesse momento, quando eu traia a Kendall era do mesmo jeito, eu tinha que estar sempre atenta em tudo, só que mesmo assim ela descobriu e não foi nada legal.
A noite precisava continuar pra mim, então eu peguei uma cerveja e fiquei bebendo e conversando com a Lea, meus olhos não saiam da Tay com a namorada, eu arrisco até dizer que estou sentindo um pouco de ciúmes.

- Prepon você não vai muito com a cara da namorada da TayTay?

- Eu? Por que Lea?

- Você está olhando pra ela já tem um tempo com uma cara nada boa.

- Impressão sua, sabe quando você acaba olhando fixo pra algum lugar? Então, é só isso.

- Ah tá!

Pelo visto está bem ruim pra disfarçar, mas eu vou tentar, continuei conversando com ela e quando a Carrie beijou a Tay eu troquei de posição com a Lea e fiquei de costas pra elas. A noite passou que nem percebemos, em um certo momento a Tay conseguiu se livrar um pouco da namorada grudenta e veio pra perto de mim.

- Acho que a presença dela me incomoda um pouco. Devo me preocupar?

- Deveria, você deve estar se apaixonando por mim.

- E isso é bom ou ruim?

- Você que tem que me dizer se é bom ou ruim!

Eu sorri disfarçadamente e abaixei a cabeça, a Tasha se aproximou com o John e a Carrie e ficamos conversando. Um tempo depois a Tay decidiu ir embora com a namorada e começou logo a se despedir de todo mundo. O restante do pessoal também aos poucos foram indo embora e quando todo mundo realmente foi eu subi para o meu quarto e tomei um banho, eu coloquei um pijama e me deitei na minha cama e fiquei pensando no que a Tay provavelmente estava fazendo nesse momento com a namorada, que coisa maluca é essa, nem da Kendall eu sentia ciúmes, por que eu estou sentindo ciúmes da Taylor? Eu realmente acho que estou começando a me apaixonar por ela e isso não é um bom sinal, ela já tem namorada e eu acabei de sair de um relacionamento, preciso dar um jeito de resolver essa situação enquanto é cedo, pois se eu deixar pra depois talvez seja tarde demais. De pensar que eu só queria me livrar da Kendall e ficar livre sem problema, mas acho que encontrei um tão grave quanto. O jeito é dormir agora e colocar a cabeça pra pensar amanhã. Eu me virei na cama e acabei dormindo.


Notas Finais


Tá tudo confuso! 😐


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...