História Relações perigosas - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae
Visualizações 32
Palavras 1.237
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Jogadas perigosas






   –oi– soudou Jaebum exibindo nos lábios aquele sorriso que só ele tem

–o que faz aqui? Em que língua eu tenho de falar que a gente não pode se ver?– falou Youngjae cruzando os braços parado na porta de seu ap.

–já não precimos disso, o Mark foi prezo– disse o Im segurado na cintura do maior e adentrou o local fechando a porta com o pé.

–e dai? Você continua sendo menor– disse o Choi tentando se soltar dos braços de Jaebum.

–Youngjae para de fujir, a gente se ama, e eu juro que não deixarei nada nem ninguém me separar de ti–

–jaebum nos...espera, você teve algo a ver com a prisão de Mark?–

–eu disse que nada vai se meter entre a gente, e ele se meteu–

–mas Jaebum!– Youngjae exclamou e se afastou do menor –como você pode fazer isso? Porque?–

–para ficar perto de ti Youngjae, eu te amo e não posso viver longe de ti, do teu cheiro, sua pele, seus lábios, seu corpo– Jaebum se aproximou de Youngjae e tentou lhe beijar mas o mais velho se afastou novamente.

–você não deveria ter feito isso, colocar um inocente na prisão Jaebum?–

–inocente? Ele não é inocente coisa nenhuma–

–ae? Então oque ele fez? Que crime ele cometeu para estar na prisão–

–tentou separar a gente–

–aish Jaebum, isso é sério, você não pode colocar um inocente na prisão simplesmente porque esta apaixonado por mim, você ainda é um adolescentes, nem sabe direito oque quer–

–eu sei sim, sei que quero você, e oque sinto por você não é paixão, mas sim amor, do mais puro e verdadeiro– falou voltando a se aproximar de Youngjae.

–não Jaebum! Isso não esta certo– disse baixando a cabeça

–o que não esta certo? Nos amarmos? Só Porque temos uma pequena diferença de idade? Youngjae você sabe que isso que sentimos um pelo outro é intenso e lindo de mais, eu sei que você sente o mesmo Porque aquele amor que fizemos na sua cama... Aquilo foi lindo, ficou marcado nas nossas mentes, você não pode negar, eu te amo, e você me ama– Jaebum segurou no queixo de Youngjae o fazendo lhe olhar –não pode negar que me ama Youngjae, pois isso esta nos seus olhos– Jaebum tomou a boca de Youngjae que automaticamente o correspondeu pois sentia falta daquela boca grudada na sua, sentia falta do calor daquele corpo, aquele cheiro...ele sentia falta de Jaebum e por mais que negasse, seu corpo sempre falaria mais alto.

Youngjae retirou a jacketa de Jaebum as preças sem parar o beijo e logo a camisa do mesmo que caminhou ate o sofá deixando Youngjae ali deitado e não tardou para ficar por cima do mais velho e lhe acariciar por todo o corpo arancando gemidos de desejo do maior que já estava se entregando ao prazer mas...

A campainha tocou e logo Youngjae empurrou Jaebum se levantando.

–esta a espera de alguém?– perguntou o menor

–não, mas se veste logo!– disse e viu o Im se vestir as presas –quem é?– gritou Youngjae

–é o Kunpimook– respondeu uma voz fina e chorosa

–vai se esconder!– sussurrou Youngjae

–o que?–

–ele não pode te ver aqui, anda, sai!– Jaebum correu para qualquer lugar e logo Youngjae abriu a porta.

–por que esta chorando Mookie?– perguntou levando o amigo até o sofá onde se sentaram e Youngjae o ajudou a secar as lágrimas

–é-é o Mark Jae–

–o Mark?–

–é hyung, eu vi a tal gravação e...não é um aluno quem esta ali com ele, sou eu– disse aumentando o choro

–o que? C-como assim Mookie?–

–o cara que eu te falei que tinha um caso com ele, é o Mark, e agora ele esta preso sendo acusado de algo que não fez–

–nossa– Youngjae se levantou pensando em como aquele Mark era um sem vergonha mesmo, se calhar merecia estar mesmo na prisão –e oque você pretende fazer?–

–o único jeito é...é eu contar a verdade hyung, que quem esta ali no video com ele sou eu–

–o que? Não! Você não pode fazer isso Bamie, você pode perder o emprego e sua reputação–

–mas eu não posso deixar ele lá hyung, eu amo ele, estou apaixonado por ele, não posso ficar de braços cruzados–

–ai Mookie– Youngjae ficou andando de um lado para o outro pensando em algo.

–me de um tempo ok? Eu prometo que dou um jeito de resolver isso–

–mas como? Você não tem Nada haver com isso–

–eu sei mas...você é meu Saeng e não posso deixar você destruir sua vida, apenas me de um tempo ok?– Kunpimook fez que sim com a cabeça

–mas não demore hyung, o julgamento dele é daqui a uma semana–

–ta, apenas confie em mim, eu não vou deixar você sujar sua reputação– Bambam sorriu e foi abraçar o hyung.



00000




–cara que encrenca– comentou Jackson que estava sentado na cama do amigo que andava de um lado para o outro.

–e eu não faço a minima ideia de como sair dela aff que merda! Porque o professor Kunpimook tinha de ser amigo do Youngjae? Agora ele me pediu para dar um jeito de retirar a acusação que fiz ao Mark–

–e como você vai fazer? Você pode ser expulso da escola porque o que você disse é bem grave–

–ai merda eu estou ferrado, e o pior é que se o Mark ficar livre ele vai querer se vingar de mim ou seja, vai mandar o Youngjae para prisão–

–eu sei de um jeito de te safar– disse Jungkook entrando ali –sua mãe me deixou subir e eu meio que acabei escutando a conversa– falou fechando a porta.

–ótimo, agora mais gente sabe sobre mim e o Youngjae–

–hey calma, eu sou seu amigo ok? E estou disposto a te ajudar–

–ajudar como? Esse ai esta mais ferrado que carne de churrasco– falou Jackson ganhando um olhar de Jaebum

–e Porque você me ajudaria?–

–por que você não é o único se apaixonando pelos professores–

–como assim?– perguntou Jackson

–isso não interessa, mas eu posso te ajudar do mesmo jeito que fiz para me livrar dos encomodos–

–e como você fez?–

–é simples, eu tenho vários contatos na prisão, e é só você quiser que o Professor Mark, desaparece do mapa para sempre, então, vai querer?–

Jaebum olhou para Jackson e depois para Jungkook, não era um assassino, Mas Por Youngjae...




00000




–você veio– sorriu Mark ao ver Kunpimook ali na sala de visitas

–eu não consigo ficar sem ver você– sorriu fraco o menor

–e nem eu, mas então? Pensou no que eu te disse?–

–pensei sim e...eu estou vendo outras formas de te tirar daqui–

–aff, Kunpimook não tem outra forma, o jeito é você contar que é você quem esta comigo naquele video–

–Mark me entenda, minha carreira mal começou e não posso acabar com ela assim–

–aff, se você quer me ver pegando anos na prisão Por algo que eu não fiz ok, mas não deixe um verdadeiro criminoso impune–

–c-como assim?–

–o Youngjae, ele é o verdadeiro assediador da cervantes, e eu tenho provas verdadeiras disso–

–o Jae hyung?–

–é ele mesmo, eu sei que ele é seu amigo mas também sei como você é contra crimes e injustiças, por isso eu preciso que você me prometa que se eu for condenado, você leve essas provas a justiça, faz isso por mim?–



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...