História Relationship contract - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hailee Steinfeld, Magcon, Shawn Mendes
Exibições 199
Palavras 1.831
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Uhhhh
voltei
oi
tudo bem
boa leitura

Capítulo 13 - Música lançada


Clara POV

—Aprendeu a cozinhar do dia pra noite? –Perguntei sorrindo ao ver que Shawn fazia nosso café.

—Sei fazer algumas coisas. –Sorriu ao se virar, selei nossos lábios e me sentei no balcão. Shawn nos serviu e sentou-se ao meu lado.

—Irei almoçar com uma amiga minha. –Avisei.

—Vou almoçar com Andrew, temos que resolver algumas coisas na cidade. –Assinto e começo a comer.

—Minha música vai ser lançada hoje. –Digo animada e ele sorri.

Acabamos de comer e ficamos jogando conversa fora. Tomo um banho rápido e me visto com um short, cropped e tênis preto, acompanhados de um casaco das adidas branco, as listras pretas. Acabo de me arrumar e pego minha bolsa, desço e Shawn estava sentado no sofá.

—Vai sair que horas? –Perguntei.

—Onde vai encontrar com sua amiga? –Perguntou.

—No restaurante do centro. –Respondi.

—Eu te deixo lá e depois vou encontrar Andrew. –Desligou a tv e eu assenti.

Descemos e Shawn me deixou no restaurante. Não trocamos muitas palavras, eu estava resolvendo muitas coisas pelo celular.

—Sophie! –Falei animada ao vê-la na mesa. Ela sorriu e se levantou. Abraçamo-nos forte e eu me sentei em sua frente.

—A cada dia que se passa você fica mais linda! –Sophie diz e eu ri.

—Digo o mesmo para você! –Rimos.

 —Vejo que Shawn está fazendo bem para você. –Sorriu.

—Está sim. –Sorri fraco e fizemos nossos pedidos.

—Como foi a gravação do clipe? –Perguntou.

—Ótimo, uma pena você não conseguir ir. –Sorri de lado.

—Uma pena mesmo. Só consegui dia livre hoje. –Suspirou. –Soube que vai ser capa da revista.

—Vou. –Sorri. –Irei amanhã tirar as fotos.

—Que bom! Fico feliz por você. –Falou animada e eu sorri mais ainda. Nossos pedidos chegaram e nós começamos a comer.

—E os namorados, senhorita Turner? –Pergunto para a ruiva.

—Esqueceram-se de nascer. –Resmungou e eu ri. –Agora só porque está namorando, vai ficar jogando na cara.

—Claro que não! –Ri. –Namoro tem suas partes ruins também...

—Tipo quais? –Perguntou. –Sério qual a parte ruim de namorar um cantor maravilhoso? –Rimos.

—Outra cantora famosa afim dele. –Pisquei e ela riu. –Não que eu me garante, mas do mesmo jeito é ruim.

—Isso é fácil, usa o que você aprendeu no nosso filme. –Falou e eu ri.

—Eu vou matar a menina. –Gargalhamos. –Mas eu converso bastante com Shawn, nos entendemos bem.

Nossa tarde foi agradável, não tocamos muito no nome do Shawn, tiramos fotos com muitas fãs e nos divertimos pela cidade. Entro em casa e percebo que Shawn não estava lá. Subo, tomo um banho, coloco uma lingerie e procuro por meu celular.

194 mensagens.

7 chamadas no facetime.

 4 ligações perdidas.

Passar o final de semana na Itália, que tal? –Swift.

Irei falar com Rose e logo te respondo. –Respondo.

 

Que saudade eu estou! –Hailey.

Saudadeeee! –Respondo.

 

Senhorita Clara, acho bom responder nosso convite logo. –Joe.

Oras, vocês ainda perguntam?! –Respondo.

 

Clara (emoji triste) –Jay.

Ah, oi Jay. –Respondo.

 

Minha linda, esqueceu-se de mim? Vou me matar, eu odeio você.–Bailee.

Dramática. –Respondo.

 

Por onde está? Saudade de você, Santiago. –Michael.

Agora estou em casa. Saudade também, Clifford. –Respondo.

 

Eu desisto da vidaaaaa. –Will.

Céus!!! Eu só tenho amigo dramático. Diga-me o que aconteceu dessa vez, querido Wil. –Respondo.

 

Paro de responder um pouco e desço para beber um pouco de água.

Em três horas meu single Love Myself será lançada! –Posto no twitter.

Ligo para Rose no facetime, que demora um pouco, mas atende.

—Achei que não iria me atender hoje! –Resmungo.

—Estou resolvendo algumas coisas. –Falou e pude ver seu notebook em sua mesa e seus óculos no rosto. –O que quer?

—Passar o final de semana na Itália com a Taylor. –Digo me jogando no sofá.

—Tudo bem. –Suspirou.

—AAaah eu amo você. –Desligo, mas logo ela me liga de volta.

—Você é tão apressada que não me deixou falar sua agenda da semana que vem. –Revirou os olhos.

—Pode falar. –Me ajeitei no sofá.

—Oras Clara, não sou obrigada a te ver de peças intimas pelo facetime.

Muitos queriam ter sua sorte. –Sorri sapeca.

—Enfim... –Balançou a cabeça, me fazendo rir. –Não esqueça que amanhã passarei ás nove horas da manhã pra te buscar. –Assenti e fui anotando tudo em um papel. –Na terça você terá um show aqui em Los Angeles. Quinta temos reunião e na sexta tem People’s Choice Awards. Então, depois da reunião da quinta você vai passar o dia ensaiando, já que irá se apresentar no PCA.

—Pelo menos quando eu voltar de viagem não preciso viajar. –Dou de ombros. –Temos que ver uma roupa para eu usar. –Suspiro.

—Como você quer?

—Algo bem cheguei. –Rose ri.

—Vou ver e logo te falo.

—Tá bom.

Desligo e ouço a porta sendo aberta.

—Como foi seu dia? –Shawn perguntou dando um beijo em minha testa e se sentando ao meu lado.

—Maravilhoso, e o seu? –Pergunto me ajeitando.

—Cansativo. –Suspirou tirando seus sapatos. –Vou pra San Francisco no final de semana.

—Vou pra Itália com a Taylor. –Falei e ele tirou sua camisa, me levanto e ligo o ar condicionado da sala. –Achei que você estivesse livre disso tudo por um tempo.

—Foi de ultima hora. –Passou as mãos no cabelo. –E seu irmão? Já se desculpou?

—Não e nem vou! –Me emburrei.

—Clara para de agir como uma criança de nove anos. –Revirou os olhos. –A criança não tem culpa de ser filha de uma pessoa que você não gosta, querendo ou não, o feto é seu sobrinho ou sobrinha.

—E você acha que eu vou ligar pro meu irmão e dizer: Ah, oi Jay, só queria me desculpar por ter falado com você, seu filho não tem culpa da mãe horrorosa, babaca, sem noção, magrela, desnaturada, desidratada, implicante, invejosa, entre todas as coisas ruins. Estou super de boa agora, e blá blá blá. –Reviro os olhos.

—É. –Shawn fala como se fosse obvio. –Menos as partes que você xinga a mãe do filho dele, mas fora isso, sim!

—Não Shawn. –Bufo e me deito, apoiando minha cabeça em suas pernas.

—Você vai sim. –Insistiu.

—Não vou não. –Sorri e ele bufou.

—Para de agir como se você tivesse dez anos. –Revirou os olhos.

—Não era nove? –Perguntei irônica e ele me olhou feio. –Você que falou. –Levantei minhas mãos em forma de rendimento.

—Vou tomar meu banho, enquanto isso vai procurar algum desenho pra assistir. –Falou se levantando e eu ri.

Procurei uma série para assistir, optei por Pure Genuis, a nova série.

—O que está assistindo? –Shawn pergunta depois de meia hora.

—Pure Genius. –Respondo enquanto ele se sentava e eu apoiava novamente minha cabeça em suas pernas.

—Eu já assistir, é irado. –Comentou.

—Se começar a contar o que vai acontecer, eu vou socar sua cara. –Falo e ele ri pelo nariz.

—Tá valente, forte... –Gargalhamos.

—Agora cala a boca que eu quero ouvir. –Dou um tapa em sua perna e ele fica quieto. Assim que o primeiro ep acaba, suspiro e pego meu celular.

 

E então? – Swift.

Irei. –Respondo.

Amanhã á noite iremos! –Swift.

 

Podemos conversar? –Jay.

Não sei... –Respondo.

 

—Vocês tem que conversar, Clara! –Shawn diz.

—É feio ler a conversa dos outros, Mendes. –Retruco e ele revira os olhos. –Depois eu converso com ele. –Jogo o celular na mesa e me sento. Shawn suspirou e olhou para minha lingerie roxa.

—Céus, Clara! –Falou fechando seus olhos e jogando sua cabeça para trás.

—O que foi? –Pergunto inocente.

Quando ele ia responder, meu celular toca indicando uma chamada no facetime.

—Oi Michael! –Digo animada e Shawn puxa o celular da minha mão.

—Oi Michael, Clara só irá poder falar quando colocar uma blusa. –Sorriu e ouvi a gargalhada do Michael. Bufei e subi para colocar uma blusa. Quando vou sair do quarto, Shawn aparece no corredor. –Vamos encontrar com Michael e Luke daqui uma hora e meia, se arruma. –Selou nossos lábios e foi para o quarto do meu irmão, onde estava suas roupas.

Coloquei uma blusa que ia até no meio das minhas coxas escrito ‘’Black is my happy color’’, um short preto e uma bota também preta, que ia até meus joelhos. Faço uma maquiagem básica e passo um batom nude. Ajeito meu cabelo e não deixo a franja.

—Sem franja? –Shawn diz ao me ver no closet.

—Eu fico parecendo criança. –Digo o encarando pelo espelho.

—Você é uma criança. –Cruzou os braços e eu revirei os olhos. Shawn se aproximou, tirou meu cabelo de perto do pescoço, onde depositou um beijo, me fazendo ficar arrepiada. –Vamos.

Suspirei e saímos do closet. Assim que entramos no carro eu mandei mensagem para Michael, avisando que estamos indo.

—Uma hora e meia. –Falei sorrindo e Shawn também sorriu.

—Sempre rola um frio na barriga. –Shawn comenta e eu concordo com a cabeça. Chegamos ao local primeiro, escolhemos uma mesa redonda e nos sentamos no ‘’sofá’’, esperando por Luke e Michael.

—Você não vai beber. –Aviso para Shawn, que bufa ao se lembrar de que ainda vai dirigir hoje.

—Casal! –Clifford diz ao nos ver. Levantamo-nos e cumprimentamos os dois, logo voltando a se sentar.

—Já pediram algo? –Luke perguntou ao meu lado.

—Eu ia pedir uma cerveja, mas estou dirigindo. –Shawn diz.

—Também. –Luke revira os olhos.

—Então vou pedir refrigerante para todos! –Clifford diz parecendo criança, nos fazendo rir.

—Nunca pensei que os veria juntos. –Luke diz sorrindo.

—Não sei como ainda a aguento. –Shawn diz se referindo a mim.

—Eu vou pegar uma garrafa e quebrar na sua cabeça, Mendes. –Semicerrei meus olhos para o mesmo e os meninos riram.

—Eu admiro o amor de vocês. –Michael brincou nos fazendo rir.

—Daqui a pouco minha música será lançada. –Digo animada.

—Podíamos comemorar bebendo, mas... –Shawn diz bufando.

—E vamos. –Digo.

—Com refrigerante. –Michael diz e eu ri.

Nossos pedidos chegaram e eu logo bebi um pouco. Ficamos conversando e brincando, minha música foi lançada e eu postei em meu twitter, até mesmo os meninos postaram. Tiramos algumas fotos e no meu snap só dava os meninos. Despedimo-nos e fomos embora.

—Eu viajo amanhã à noite. –Aviso.

—Eu também. –Shawn diz suspirando e entramos em casa. Subi para o meu quarto e tirei minhas roupas e meu sapato, ficando apenas de roupas intimas. Minutos depois Shawn adentra no quarto do mesmo jeito. Ligou o ar condicionado e se deitou ao meu lado.

—Vou sentir sua falta no final de semana. –Sussurrou e me puxou para um abraço.

—Eu também vou sentir sua falta. –Sussurrei de volta e me aconcheguei em seus braços. –Mas logo voltamos para ficar juntos.

—Você volta quando? –Perguntou.

—Segunda à tarde. –Respondo.

—À noite chego por aqui. –Falou e eu assenti. –Eu acho bom você não dar bola pra nenhum francês. –Gargalhei.

—Não irei. –Demos um beijo longo e cheio de desejo.  

—Quem é Johnny? –Perguntou e eu engoli seco.

—Por quê?

—Ouvi seus amigos conversando sobre vocês dois. –Falou. –Quem é ele?

—Meu ex namorado. –Respondo desconfortável.


Notas Finais


Me perdoem se ficou pequeno
beijo
comentem, por favor, nem se for apenas um ''continue''
obrigada


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...