História Relatos de um anjo caído:Felipe - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Anjo, Demônio, Drama
Exibições 1
Palavras 1.233
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Juventude eterna


  Era mais um dia como qualquer outro, eu estava indo me encontrar com meu melhor amigo Fabiano, o reconheci de longe ele tem um cabelo comprido castanho claro, magro, olhos de cor castanho escuro, unhas compridas, e suas blusa de frio preta combinando com sua calça jeans preta, e claro o uniforme escolar por baixo da blusa de frio, por mais calor que estivesse ele usava sempre calça e blusas de manga comprida, ele dizia que tinha vergonha de seu corpo e dizia que a beleza deve ser mostrada e a feiúra deve ser escondia, ele dizia que eu era bonito e que eu não precisava me preocupar. O estranho era que nós nos encontramos e conversamos como se estivéssemos nos visto a pouco, sendo que eu havia voltado de uma viagem, eu fui para o NR, um acampamento de cinco dias, que sinceramente foi os cinco dias mais felizes da minha vida, tivemos várias brincadeiras, festas e entre outros, lá não tem sinal de celular nem nada, fiquei isolado do mundo com mais sessenta adolescentes de várias outras escolas, isso durante cinco dias, e o Fabiano parece que mal ligou, como se não sentisse minha falta, mas eu o conheço, ele esconde seus sentimentos, a maioria das pessoas acha que ele não tem sexo e que ele não tem sentimentos, mas a verdade é que ele é apenas um gênio, sim, ele é um gênio, ele também é muito anti-social, ele não gosta muito de contato físico, ele nunca beijou uma boca e não foi por falta de oportunidade, mas o que a maioria não sabe é que ele está perdidamente apaixonado, ele está apaixonado por Diego um garoto de nossa classe que é bem tímido também mas tem amizade com todos do nosso grupo de amigos menos o Fabiano.

  Eu durante todo o percurso fui contando o que fiz no acampamento falei o que o Lucas que é irmão gêmeo do Diego fez pois ele foi junto comigo, apenas eu e ele fomos da nossa classe, o Fabiano apenas ouvia quieto o que eu falava, até que ele disse “eu tenho todas as fotos de vocês no acampamento salvas no meu celular”, eu perguntei a ele o motivo de ter as fotos ele sorriu para mim com um olhar triste e disse “para me torturar”, eu não entendi bem o que ele quis dizem com isso. Quando chegamos na escola e estávamos no corredor se aproximando de nossa classe ele disse”se prepare, todo mundo vai te rodear e perguntar com quantas garotas você ficou lá”, então dei uma risada porque gostei do palpite dele, mas ele estava certo foi exatamente isso que aconteceu.

  Durante as aulas eu e o Lucas ficamos contando para os nossos colegas e amigos em volta sobre o que fizemos no acampamento e sobre as garotas que ficamos exceto o Fabiano, ele parecia estar tentando escutar o menos possível sobre o que falávamos, depois no intervalo fui até ele que estava sentado no chão escutando música com fones de ouvido, sentei ao lado dele e fiquei olhando para o rosto dele, percebi que o mesmo olhava a mesa que estava a nossa frente onde o resto do nosso grupo de amigos estavam jogando truco em especial ele olhava para o Diego que estava dando risada, “ele é tão lindo, o sorriso dele é tão lindo” disse Fabiano quando percebeu que eu o estava olhando, ele podia ser uma pessoa aparentemente fria mas ele era muito sensível e carinhoso. Quando bateu o sinal da saída e estávamos indo para casa ele disse “eu me arrependo de tudo da minha vida, eu quero morrer, minha vida não faz sentido, eu a joguei no lixo”, quando essas palavras foram ditas eu fiquei pasmo, ele nunca disse isso, não nego que ele já sugeriu algumas coisas parecidas, mas ele jogou tudo de uma vez, como se tivesse chegado a essa conclusão e como se fosse verdade absoluta, “por que você diz um absurdo desse ?”, disse eu indignado , ele simplesmente respirou fundo e disse “quando eu chegar em casa te mando uma mensagem falando tudo”, chegamos em uma esquina onde nos separamos parar irmos para nossas casa cheguei em casa e liguei o celular, afinal sou uma pessoa curiosa, e queria muito saber porque ele havia dito aquilo e o que poderia significar, pois quando se trata do Fabiano muita coisa pode acontecer.

  Algumas horas mais tarde escutei meu celular vibrar e continha o seguinte texto:

  “Você sabe que a meses eu tenho tido problemas, eu estou nessa minha vida a seis anos, me isolei do mundo, perdi minha vida social, eu não consigo ir na lanchonete e pedir um lanche normal, eu passei esses seis ano trancado em meu quarto estudando filosofia, sociologia, religião, política, história, geografia e entre outras matérias simplesmente por prazer, eu nunca fui ao cinema eu nunca beijei ninguém, desde o final do ano passado eu comecei a me questionar e depois que me apaixonei pelo Diego isso só me fez pensar mais, eu não sou feliz, eu fico sozinho em casa o dia todo, não vejo meus pais praticamente o dia todo e agora que você foi para o acampamento, eu fiquei olhando as fotos e vi a felicidade de vocês, vi os vídeos gravados e as cenas de felicidade misturado com a música que falava sobre aproveitar a vida como se  o mundo fosse acabar, eu comecei a chorar, mesmo com essa tortura que minha mente tem passado desde o fim do ano passado até agora que está praticamente no final do ano, está muito ruim, todos os meus pensamentos explodiram de uma vez, eu não me abro com ninguém, não me desabafo com ninguém, ou seja isso deixou tudo muito acumulado, eu perdi minha juventude, não aproveitei minha vida, o NR acampamentos é um local que eu poderia ter ido, mas eu não fui, não por falta de dinheiro, mas por opção. E agora para que eu tenha chance de ir novamente só no terceiro colegial só que o lugar será muito diferente, além de ter bebidas alcoólicas sabe que esses adolescentes descontrolados fazem, obviamente não estou falando só de encher a cara, estou falando de sexo, além que não terá monitor, sei que você irá para esse lugar, onde tem tudo que eu repudio, mas respeito, mas quando esse dia chegar já não seremos tão jovens, estou falando de agora, eu sinto que durante esses últimos seis anos eu fui o responsável por destruir minha vida, joguei minha juventude no lixo, eu estou chorando enquanto escrevo isso, eu tenho chorado todos os dias, mas desde o dia cinco que foi quando você foi para o acampamento e eu via as fotos, vocês sorrindo, eu vendo vocês com as garotas, eu sendo bissexual nunca fiquei nem com uma garota ou um garoto, eu comecei a fumar cigarro, e não consigo parar estou tomando calmantes e antidepressivos um atrás do outro, minha paixão pelo Diego foi o estopim para isso e a explosão aconteceu quando eu vi o vídeo do NR com aquela música, o nome da musica é celebrar estou escutando ela agora e estou chorando, os jovens se divertindo e tudo mais, eu prefiro morrer agora e todos se lembrarem de mim com meu rosto jovem, o garoto que era quieto e amigo de todos, mas que ninguém sabia muito sobre.”



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...