História Relatos de um anjo caído:Felipe - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Anjo, Demônio, Drama
Exibições 1
Palavras 1.334
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Ascensão


  Quando li essa mensagem fiquei muito aflito, fiquei com medo que algo acontecesse mas ele enviou uma segunda mensagem dizendo que falaria comigo amanhã na escola, mas de qualquer forma continuei com medo, algo tinha que ser feito rapidamente, peguei meu celular liguei para todos do nosso grupo de amigos o Lucas, Diego, Pedro, Breno e Gabriel e combinamos de irmos ao cinema, eu daria um jeito de levar o Fabiano, ele nunca foi ao cinema, quero mostrar a ele que ainda dá tempo dele aproveitar, que ele ainda pode se divertir e que a felicidade não é algo que ele não pode sentir.

  No dia seguinte fomos normal para a escola e tivemos o dia normal, e novamente lá estávamos nós voltando juntos para casa, perguntei a ele “você vai se declarar um dia pro Diego ?” ele me olhou com uma cara de duvida, mas então disse “talvez, no final do ano provavelmente”, fiquei aliviado, pois significava implicitamente que ele não se mataria, então fiquei menos preocupado em perguntar “então não irá cometer suicídio ?”, ele sorrio e movimentou a cabeça mostrando que não se mataria, mas fiquei confuso “então qual o propósito da mensagem?”, ele disse com uma voz de choro “Eu quis dizer exatamente o que está escrito, minha vida está acabada, você não sabe qual é a sensação de que de repente perceber que desperdiço sua juventude, a sensação de perceber que tudo que você se dedicou foi pra nada, a sensação que não aproveitou momento que são únicos, que apenas tem uma chance, perceber que nunca vai encontrar um amor porque é muito tímido, porque sua mente a todo momento fala que é desnecessário, eu não controlam mais meus pensamentos, nesse momento vários pensamentos ruins estão vindo a minha cabeça, fico imaginando cenas e momentos felizes que poderiam ter acontecido caso eu tomasse atitude diferentes, eu me vejo sorrindo, alegre, realmente feliz, e quando chega o momento de tomar uma decisão que pode me deixar feliz e alegre começa a vim pensamentos e imagens dizendo que serei humilhado, que não dará certo, que serei excluído, você não sabe como é isso !”.

  Em minha mente apenas pensamentos vinham, eu nunca pensei que veria meu melhor amigo assim, Fabiano sempre foi visto como uma pessoa fria, sem ligar muito para as pessoas alheias, mas se fosse necessário ele sempre estava lá, ele sempre era visto conosco, sorrindo contando piadas dando gargalhadas, como alguém assim poderia ter os pensamentos tão obscuros que ele tinha, quando chegamos na esquina que geralmente nos separamos para ir para nossas casas decidimos sentar em um banquinho de cimento que havia ali. Ele olhou para mim e disse “Fortes são aqueles que todo dia conseguem sorrir, em meio a tantos motivos para chora”, essa frase ficaria ecoando pela minha cabeça, decidi dizer a ele sobre o cinema “vamos ao cinema, e não estou pedindo, nós vamos, se você for eu juro que nunca mais tentarei te dar sermões ou te forçar a nada !” ele me olhou com uma certa indignação e disse “muito bem, contanto que pague tudo, e venha me buscar e me traga de volta!” obviamente concordei, levantamos e cada um de nós foi para sua casa.

  Mais tarde tudo ocorreu como planejado, nunca nos divertimos tanto fomos ao cinema demos um passeio no shopping e compramos alguns milkshakes, decidimos dar uma volta na praça que ficava em frente, estava anoitecendo, o tempo estava nublado, as nuvens estavam muito escuras , um vento forte soprava, nós sete começamos a sentir frio, não um frio qualquer mas um frio que vinha de dentro de nós, de repente sentimos que nossos ossos estavam sendo esmagados, nós sentimos a pior sensação de nossas vidas, todos que passavam na rua vinham sete garotos no chão gritando e chorando, não conseguíamos mais grita, não importa o quanto forçássemos não saia nada, antes de fecharmos os olhos vimos uma figura branca, emanava uma luz branca muito forte dela, aparentemente só nos o víamos , ele pediu para que nós sete colocássemos nossas mão direita uma em cima da outra, juntamos nossas forçar e fizemos isso, quando nossas mão ficaram uma sobre a outra o ser de luz pôs a dele sobre elas e já não estávamos na calçada, não sentíamos dor, nem estávamos com nossas roupas, estávamos em um local que parecia como um museu, havia quadros na parede que datavam da época do renascimento ou até mesmo antes, havia estátuas greco-romanas e religiosas, o local poderia ser um prédio grande como um palácio, como aqueles antigos, nós estávamos apenas olhando assustados em volta, e nossa visão estava um pouco embaçada até que senti que alguém me bater, com algo macio, percebi que esbarrei em uma asa , olhamos todos nós assustados uns para os outros nós estávamos usando ternos chiques, e todos nós tínhamos asas brancas exceto Fabiano, suas asas eram negras, um preto extremamente escuro, o som do local era como de um órgão de igreja tocando, nessa local que estávamos haviam portais em volta onde não conseguíamos ver o que tinha neles pois estava escuro lá dentro, havia outro com um luz bem forte saindo, provavelmente dava para o lado de fora, e havia uma sacada onde o segundo andar poderia observar o primeiro, escutamos passos vindo lá de cima e vozes uma masculina e outra feminina, a mulher estava aparentemente brigando com o homem dizendo:

  -Você é um idiota ! Você trouxe apenas seis humanos normais era para trazer sete!

  Ele se defendendo respondeu:

  -O que tem ? Ninguém vai perceber.

  -Realmente quem vai reparar em um anjo de asas negras ? Você quebrou uma das regras mais importantes, não ascender nenhum humano com depressão !

  -Tarde de mais, serei punido severamente e toda aquela baboseira mais, vamos logo nos apresentar para eles.

  -Tem ideia de a quantos anos não aparece um anjo negro ? Eles são perigosos !

  -Continue gritando, acho que eles não escutaram!

  Eu e os outros ficaram parados olhando um para o outro, quando enfim os donos das vozes apareceram na sacada e se apresentaram começando pelo homem:

  -Sejam bem vindos, eu sou Miguel e ela é a Angela, sei que é confuso mas fiquem calmos, vamos explicar mas essa parte de decorar texto é com ela.

  -Bom, sou a Angela, nós somo anjos, de tempos em tempos vamos ao mundo humano para recrutar novos anjos, para mantemos o equilíbrio, e vocês sete foram escolhidos, ou quase isso...

  O Fabiano então perguntou ao ouvir isso:

  -Sou eu não é ? Por que minhas asas são negras ?

  Angela olhou de maneira irritada para Miguel depois voltou a atenção para nós e disse:

  -Isso não estava bem nos planos, poderíamos ter escolhido sete pessoas de sete lugares diferentes do mundo, mas vocês são grandes amigos e estavam se divertindo, estavam juntos, temos regras, inclusive daremos a vocês o livro de regras, e está escrito que não podemos fazer um humano com depressão ascender a anjo, e você ascendeu, quanto mais funda a depressão mais escuras são as asas, por isso que a de seus amigos estão totalmente brancas, você estava pensando em suicídio, e perdeu o controle de seus próprios pensamentos, você tinha um nível profundo de depressão.

  Miguel acenou que sim com a cabeça concordando com tudo e disse:

  -Você já não tem depressão, mas você ainda tem os pensamento, vocês perdem muitas memórias, exceto aquelas mais feliz e sentimentais e as ultimas memórias aquelas que antecederam a ascensão, mas um anjo que foi um humano com depressão tem seus piores e mais sombrios pensamentos e memórias permanecidos. Mais tarde iremos nos encontrar em um jantar, o livro de regras está atrás de vocês, podem andar por ai, esse palácio é de vocês, iremos explicar a função de vocês caso ainda tenham duvidas, mas os anjos tem poder de fácil compreensão , por isso que vocês aceitaram tudo isso de maneira tão fácil, mas se tiverem duvidas retiraremos no jantar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...