História Relatos de um anjo caído:Felipe - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Anjo, Demônio, Drama
Exibições 1
Palavras 808
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 5 - Amigo


  Depois de tudo isso estávamos tão ansiosos para começarmos, então voltamos para o hall de entrada o local onde aparecemos quando nos transformamos em anjos, sentamos no chão e Fabiano sugeriu que colocássemos como prioridade a juventude, afinal éramos jovens, poderíamos cada um de nós escolher um tema e focar nossos poderes nele para que tenhamos mais habilidade e resolvamos cada vez mais fácil as situações, as prioridades foram escolhidas de acordo com os problemas da maioria dos jovens, eu escolhi o amor jovem aquele amor que parece que se não ter ele não tens nada, Pedro a amizade, quando você tem tantos amigos mas se sente sozinho, ou quando não consegue fazer amigos e não tem em quem confiar, Breno escolheu a não aceitação, pessoas que não se aceitam do jeito que são sejam gordos, magros, homossexual, tem alguma cicatriz, não importa, Lucas escolheu a infelicidade, pessoas que são infelizes por não terem conseguido o que queriam, infelizes por se isolarem do mundo, infelizes por algum motivo que nem elas mesmas sabem, Gabriel escolheu a rebeldia, a rebeldia é um problema para a pessoa e as que estão a sua volta, você se rebela contra seus pais, a escola seus amigos, acredita que só você tem razão e que pode fazer tudo o que quer, já o Diego e o Fabiano escolheram suas prioridades para servir como reforço, Diego escolheu sonhos, ajudar os jovens a realizar seus sonhos, assim ele pode se unir  a mim ou a qualquer outro e ajudar, caso o jovem sonhe com um amor eu e ele podemos nos unir, isso irá facilitar muito, Fabiano escolheu a depressão, todas as nossas prioridades se não cuidadas podem se tornar um depressão sendo assim Fabiano pode nos auxiliar junto com o Diego, e Fabiano tem uma facilidade e controle maior sobre isso por ser um anjo negro, nossas escolhas foram estratégicas.

  Quando tudo estava decidido todos foram para seus aposentos exceto Diego que decidiu ficar e admirar uma pintura que lá havia, decidi então ficar também, Diego olhava fixamente o quadro na parede, decidi fazer o mesmo, o quadro representava a guerra dos anjos e a expulsão desses anjos que se rebelaram, Diego olhava o quadro com uma concentração incrível, percebeu que eu o olhava e disse:

  -Esse quadro me faz lembrar o Fabiano.

  -Por que diz isso ?- Perguntei curioso

  -Não sei, mas sinto uma forte presença dele quando vejo esse quadro.

  De fato eu também sentia uma sensação estranha ligada ao Fabiano quando via o quadro, nós temos o poder de premonições, contudo temos dificuldade em distinguir elas, então tentei livrar esses pensamentos da cabeça:

  -Não deve ser nada, coisa da nossa cabeça.

  -E se for uma premonição ?- Perguntou Diego com um tom de preocupação

  -Por que diz isso ? Só porque ele é um anjo negro não significa que ele é ruim.

  -Não é só isso, claro que esse fato dele ser um anjo negro é uma base para a teoria, mas ele sempre foi estranho, sempre tentou ser superior a todos, sempre tentando ser o líder, ele é extremamente inteligente e esperto, além de um excelente mentiroso e manipulador, tudo isso junto pode ser catastrófico, e eu sempre tive um jeito estranho perto dele, pois já vi várias vezes ele me observando.-Disse Diego.

  Eu não podia contar a Diego o motivo de Fabiano o olhar tão fixamente, não podia contar que Fabiano estava apenas admirando sua beleza como o próprio Fabiano havia descrito o que fazia, então apenas disse:

  -Não se preocupe, vamos trabalhar todos juntos, será incrível, o Fabiano deu a idéia de colocarmos os jovens como prioridade devido a sua depressão, o Fabiano sempre disse que os humanos só pensam quando estão sofrendo e o Fabiano sofreu em seus pensamentos, ele não quer que outras pessoas passem pelo que ele passou, isso é um excelente gesto e pode rebater o preconceito de outros anjos em cima dele por conta dele ser um anjo negro.

  -Tem razão, sabe, deveríamos conversar mais vezes Felipe- Disse Diego.

  Fabiano sempre quis se aproximar mais de Diego, ser mais amigo, eu poderia fazer isso acontecer:

  -Sabe, poderíamos fazer isso agora, nós não sentimos sono, dormir é opcional, me conte tudo sobre você, todas as memórias que você ainda tem me conte elas, além do que gosta de fazer, gostos e etc.

  Diego me olhou confuso mas logo sorriu e disse:

  - Tudo bem, sempre quis ser um amigo mais próximo de você, acho que essa é a chance, obrigado.

  Eu e Diego passamos a noite e a madrugada toda conversando, Fabiano sempre fez tudo por mim, e aproximar ele do Diego é o mínimo que posso fazer para agradecer, o Diego pelo que sei não é gay, mas  se eu conseguisse apenas uma amizade entre ele e o Fabiano deixaria ele muito feliz.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...