História Remember? - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Ino Yamanaka, Karin, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, TenTen Mitsashi
Tags Drama, Naruto, Romance, Sasusaku
Visualizações 202
Palavras 1.328
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Romance e Novela, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Quem merece apanhar por ter sumido por tanto tempo?? Euuu o/ (/Apanha de chinelo)
Oi gente ;;; <33 Desculpem minha ausência ;__;

Espero que gostem do capitulo, não revisei ainda então por favor ignorem os erros :v

Ah, esqueci de avisar, o Sasuke está com o visual do Gaiden, por isso ele usa capa e tem franja, ok? :3 (Só avisa agora Saky??! /apanha de novo)

Boa leitura ♡

Capítulo 9 - Capítulo nove


Remember?

 

Meus olhos fitavam a luz alaranjada que emanava da fogueira quentinha, a brisa da noite gelada me fazia bater os dentes.

Meu vestido vermelho não me aquecia o suficiente, na verdade não posso nem dizer que esse trapo é um vestido. Meus pés descalços se esfregavam um no outro na tentativa falha de espantar o frio.

A floresta escura possuía um clima sinistro, me fazendo encolher de medo.

Eu e Sasuke já estávamos procurando Tarayma há dias, porém nossos resultados não foram satisfatórios. Sempre nos perdíamos, e pegando um caminho diferente.

Sasuke se aproximou com os braços cheios de lenha, ele jogou todas na fogueira e logo sentou-se ao meu lado.

– Falta muito para chegarmos em Tarayma? – Perguntei casualmente, ainda admirando fogo.

– De acordo com o mapa, estamos mais perto... Acho que chegaremos em três dias. – Respondeu tranquilo.

Suspirei cansada.

– Acha que conseguiremos chegar lá?

– Sim. – Se levantou rapidamente – Não desista, estamos cada vez mais perto.

– Por que será que acho o contrário? Parece que estamos cada vez mais longe!

– Vou pegar mais lenha. – Não se importou com a minha resposta e foi embora.

Observei o moreno sumir entre as árvores.

Cocei meu pescoço pela vigésima vez, preciso de um banho!

Ainda não consigo acreditar que estamos indo para Tarayma, precisamos ser mais cautelosos, as chances de sobreviver são mínimas...

Vale mesmo apena?

Vale ariscar minha vida pelo Sasuke, um homem que nem sabe quem realmente é?

– Está pensativa... – Sasuke apareceu de repente em meu ângulo de vista me assustando. – Algum problema? – Seu semblante estava sério.

–N-Não... Está tudo bem! – Constrangida, desviei meu olhar para a fogueira.

Despois de ajustar as lenhas no fogo, Sasuke ajuntou as folhas das árvores que estavam no chão para fazer uma cama improvisada.

Apenas o observava de longe, perdida em meus pensamentos.

– Não vai dormir agora? – O moreno perguntou.

– Não... Acho que vou ficar observando a fogueira. – Sasuke fez uma careta confusa, mas não disse nada. – Ei Sasuke... – Chamei hesitante.

– Hn?

Eu preciso perguntar, preciso me convencer disso.

– Você realmente não se lembra de nada, não é?

– Não. – Sua resposta foi firme, como se entendesse o meu olhar inseguro.

Balancei minha cabeça positivamente para ele.

– Era só isso? – Perguntou calmamente.

– S-Sim... – Desviei o olhar, envergonhada.

– Tudo bem então! – Ele se deitou nas folhas. – Boa noite!

– Boa noite Sasuke!

 

 

---

 

 

O som alto de um uivo ecoou por perto.

Abri meus olhos rapidamente, como se despertasse de um pesadelo. Eu acabei cochilando sem perceber, a fogueira já havia se apagado.

As folhas das árvores balançando era o único som que emanava do local. O luar iluminava pouco a floresta, deixando tudo assustador. Sasuke dormia tranquilamente perto da fogueira. Olhei ao redor, analisando a floresta, tudo parecia normal, até sentir que algo nos observava.

 

O sono já havia me abandonado, então curiosa, decidi caminhar. Meus pés descalços seguiram em direção à floresta assustadora. O ar parecia tenso, sobrecarregado. Caminhei por entre as árvores, procurando algo suspeito.

O som de passos sorrateiros me fez girar os calcanhares.

Sem pensar duas vezes corri na direção contrária, ouvindo as pisadas das patas que me seguiam.

Crispei os lábios, nervosa com a situação em que me meti.

A respiração alterada e o coração acelerado fez meu corpo se curvar, perdendo a velocidade notei que a estrada não tinha saída, uma enorme rocha em frente frechava o caminho. Virei-me e encostei minhas costas e as mãos na rocha, olhando desesperada para o caminho que tinha acabado de correr. Consegui ver apenas um vulto, o rosnar podia ser ouvido entre as árvores.

Assim que a luz da lua iluminou a área em que eu estava, confirmei o que tinha imaginado.

Era um lobo

A baba escorregava entre os dentes que rangiam, prontos para estraçalhar alguém.

Percebi que o lobo estava se preparando para atacar, em um ato de desespero peguei a primeira pedra que encontrei no chão e joguei no lobo sem pestanejar. O lobo se desviou rapidamente da pedra e estreitou os olhos perigosos para mim.

Meu corpo congelou, eu não tinha chances contra o ser perigoso à minha frente.

Com a última coragem que consegui reunir, corri para o caminho esquerdo, essa era a única opção que eu tinha, fugir.

Consegui correr bastante, até não escutar os passos atrás de mim. Parei para olhar para trás, tudo aparentava estar tranquilo, até um vulto grande pular em meu ombro fazendo-me cair no chão.

Os dentes afiados morderam minha canela com tanta brutalidade que sentia como se estivesse arrancando meu pé, o grito de dor que saiu de minha boca quebrou completamente o silêncio da floresta. Mesmo me debatendo não conseguia me livrar do lobo, ele era muito forte.

– SAKURA! – Ouvi meu nome ser chamado, a voz era distante.

O lobo começou a me arrastar pela terra, sua mordida ficava cada vez mais funda.

– AAAAH! – O grito histérico saiu de minha garganta.

 

Uma sombra se aproximou depressa, e chutou a fera, tirando-a de mim.

 

– Você está bem? – Fui levantada com cuidado.

– S-Sasuke...?! – Abracei o moreno – Está doendo...

– Vamos cuidar do seu pé! – Disse calmo – Mas primeiro... – Se levantou e caminho na direção do lobo – Vamos cuidar dele!

O lobo correu pra cima de Sasuke com agressividade. O moreno desviou da fera, levantou a capa preta e tirou a espada da bainha.

Fiquei completamente espantada com a velocidade de Sasuke, ele parecia saber muito bem o que fazer. Após desviar das investidas do lobo, Sasuke usou o cabo da espada para acertar o estomago do animal, fazendo-o cair no chão agonizante.

Sasuke guardou a espada na bainha e logo veio para perto de mim.

–Sakura – Se abaixou em minha frente – Está tudo bem mesmo?

– S-Sim... Desculpa... – Me desculpei constrangida e chorosa – Não devia ter saído de perto da fogueira!

É...

Tirei a conclusão que a curiosidade pode realmente matar as pessoas!

– Fiquei preocupado. – Os olhos de Sasuke brilhavam, e o brilho era diferente.

– Me desculpe... – Sussurrei, ainda me sentindo culpada.

– Tudo bem, vamos voltar! – Sasuke colocou meus braços ao redor de seus ombros, repousei meu rosto em seu pescoço envergonhadamente. Quando o moreno ia me levantar, vi pelos ombros dele o lobo se levantando.

– S-Sasuke... – O chamei em um sussurro. Confuso, ele me soltou para me ouvir melhor, mas eu estava tão assustada que não consegui dizer nada.

O lobo correu muito rápido, quando dei por mim ele já havia empurrado Sasuke com a cabeça. O moreno com o impacto voou em direção à árvore. Meu coração gelou com a pancada que o moreno levou na cabeça, o som do impacto foi forte, meu desespero só aumentou quando o vi cair desacordado no chão.

– SASUKEEEEEE!! – Descontrolada comecei a chorar e gritar. – Não... o Sasuke não, por favor... – O lobo rosnou para mim, me afastei até encostar minhas costas em outra árvore.

O maldito lobo voltou seu olhar para o moreno desacordado e o mordei na cintura, o som da mordida e o sangue escorrendo me causaram arrepios e raiva.

 Balancei a cabeça para afastar os pensamentos e o medo, precisava fazer alguma coisa!

Peguei o galho que encontrei no arbusto e caminhei sorrateira até o perigoso animal.

Assim que me aproximei, bati em suas costas com todas as minhas forças. Aproveitei que o animal tinha se afastado e tentei acordar Sasuke.

– Sasuke! – O balancei pelos ombros. – Por favor Sasuke, acorde! – Ele realmente estava desacordado.

A maldita fera se aproximou novamente.

Peguei a espada que estava na cintura do moreno e apunhalei o lobo, fazendo-o finalmente fugir de nós.

– Arh... – Suspirei aliviada.

Fitei assustada o moreno adormecido. Um medo estranho surgiu dentro de mim.

– Sasuke...?! – Tentei chamá-lo mais uma vez, porém não deu resultado.

 

O que faço agora?

 

– Acorde...Por favor... Sasuke, por favor...  – Implorei chorosa.

Não escondi minha felicidade quando os olhos ônix se abriram lentamente.

– Sasuke! – O abracei sem pensar duas vezes. – Está tudo bem né? Não se machucou?

Uma expressão confusa tomou o rosto bonito do moreno.

– O-O que foi Sasuke? – Perguntei preocupada. – Se machucou?

–... Quem é você?

 


Notas Finais


Uma pancada na cabeça? Vish, ferrou! D:

Beijos <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...