História Remember Me - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dolan Twins, Dylan Sprouse, Magcon
Personagens Cameron Dallas, Ethan Dolan, Grayson Dolan, Personagens Originais
Tags Colegial, Comedia, Drama, Hentai, Romance, Suspense
Exibições 76
Palavras 1.588
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Desculpem a demora, a semana foi bastante corrida e esse capítulo também.
Boa leitura <3

Capítulo 2 - Cuidado


Cuidado

adjetivo

1. atenção especial.

2. substantivo masculino

inquietação, preocupação (mais us. no pl.).

3. substantivo masculino

p.ext. zelo, desvelo que se dedica a alguém ou algo (mais us. no pl.).

4. interjeição

exprime advertência, necessidade de atenção, de cautela.

 

[Amy P.O.V]

— O que será que essa garota quer? – Ethan me pergunta enquanto olha para o teto.

— Eu não sei, mas pelo que vi ela me parece perdida. – respondo me virando para ele.

— Espero que ela não nos faça nenhum mal. – ele também se vira para mim e me abraçando.

— Acho que não. – o encaro e logo me assusto vendo Grayson aparecer na sala.

— Bom dia. – sua voz soa um pouco rouca e arrastada.

— Bom dia. – Ethan e eu falamos em uníssono. – Como ela está? – pergunto curiosa.

— Bem eu acho, ainda dorme. – ele caminha até a cozinha pegando algo na geladeira. – Durante a noite teve alguns pesadelos e quase não dormi preocupado com ela.

— Eu imagino, e sei como é. – Ethan responde me fazendo lembrar de quando comecei a ter pesadelos assim que meu pai se foi.

Me levanto indo até a cozinha preparar o café da manhã, hoje o dia seria puxado e provavelmente Ethan e eu teríamos de fazer todo o trabalho. Grayson não poderia ir e deixar a garota sozinha aqui, afinal ainda nem a conhecemos.

Abro a geladeira pegando os ovos e o bacon, Ethan e Grayson sempre comem isso e não sei como não enjoam. Enquanto preparava os ovos vejo a garota vir até a sala, ela vestia uma camisa do Grayson e parecia muito envergonhada. Não sei porque, mas quando vi ela dessa forma eu senti um pouco de ciúmes, não pelo Grayson, mas sim por ela usar a camisa dele, ainda mais a que eu sempre costumava a usar e ainda uso.

— Bom dia. – ela fala baixo fazendo com que os meninos olhem para ela.

— Bom dia. – eles dizem juntos.

Grayson se levanta indo até ela e Ethan volta a olhar para a TV. Apenas sorrio de canto para ela e volto a atenção para o que estava fazendo.

— Está melhor? – ouço Grayson perguntar.

— Um pouco, ainda sinto dores, mas já vai passar. – ela responde. – Preciso ir embora.

— Fique para o café. – Grayson insiste.

Começo a cortar alguns pedaços de fruta e não sei porque acabo cortando o dedo sem querer.

— Droga! – murmuro para mim mesma e coloco meu dedo de imediato embaixo d’água.

Todos me olham sem entender e Ethan vem até mim logo vendo o que havia acontecido.

— Bro. – ele se volta para o Grayson que vem rápido segurando minha mão.

— Não precisa. – puxo minha mão de volta e saio da cozinha.

Entro no banheiro a procura de um band-aid para por no dedo e me assusto quando Ethan entra logo em seguida.

— Você está bem? – sua voz soa calma me acalmando de certa forma.

— Estou, foi só um devaneio que tive me distraindo. – balanço a cabeça colocando o curativo no dedo.

Ethan me abraça beijando o topo da minha cabeça e me sinto aliviada. Não sei o porquê de ter ficado dessa forma ao ver o Grayson tratando ela dessa forma. É apenas uma coisa boba da minha cabeça.

>><< 

Dou a volta nesse bosque já pela terceira vez e, sei que estou andando em círculos, mas é como se em todas as voltas algo mudasse. Eu estava me cansando cada vez mais e o pior, eu estava sozinha. Ethan estava em outro lugar um pouco mais longe de mim, outro lugar onde Yuna também foi vista, é como se houvesse várias dela apenas para dificultar nossa busca. Grayson não veio pois ficou com a garota, e espero que ela vá embora e não atrapalhe nossa missão.

Agacho escorando em minhas pernas retomando o ar que me faltou de repente e me vejo desesperada, não consigo respirar. Pego meu celular com pressa e ligo para Ethan, mas ele não atende. Disco o número do Grayson que atende no segundo toque, eu preciso de ajuda, estou sufocando. Não consigo dizer nada ao Grayson e na última tentativa eu desmaio.

— Amy, Amy você está bem? -  ouço Grayson perguntar enquanto analiso onde estou.

Estou em casa. Me levanto a procura de Ethan, mas só encontro a garota na minha frente. Porque diabos ela ainda está aqui?

— Estou bem. Onde Ethan está? – pergunto um pouco nervosa.

— Eu não sei, ele não atendeu o telefone e não fez nenhum tipo de comunicação.

Dou um soco na parede com raiva e vou em direção a porta, quando estou pronta para abri-la Ethan entra rápido e cai no chão fraco. Abaixo olhando para ele que está todo machucado, seu lábio sangra assim como sua sobrancelha, ele tosse e um pouco de sangue sai de sua boca. Me vejo desesperada. Grayson corre até nós se abaixando e segurando nele o curando rapidamente, Ethan respira fundo tentando se levantar e em meio a isso o abraço forte.

— Me conta o que aconteceu? – peço e ele concorda.

— Aquela desgraçada não estava sozinha. – ele responde com raiva e se levanta. – Pra minha sorte eu consegui escapar.

— Como que ela sabe que estamos seguindo ela? Mas que droga. – Grayson reclama.

Vejo a garota se aproximar com cautela e logo sinto meu sangue ferver, as coisas vem dado errado desde ela até então.

— Porque está aqui ainda? – pergunto por impulso e vejo os meninos me olharem sem entender.

— Grayson pediu para que eu ficasse aqui até vocês chegarem, mas se quiser eu vou embora. – ela diz envergonhada.

— Pode ir. – respondo rápido.

Ela olha assustada, me levanto indo até o quarto e bato a porta com tudo nervosa.

Vejo Ethan entrar no quarto e sentar ao meu lado na cama, ele me abraça e me beija de leve tentando me acalmar, mas dessa vez não funciona.

— O que está acontecendo com você? – ele pergunta com cautela.

— Eu não sei, eu sinto como se essa garota fosse causar algum mal para nós. – escoro a cabeça em seu ombro.

— Você é a única que sente, então eu acredito em você. – o encaro confusa.

— Eu sinto, mas você consegue ler os pensamentos, não seria o mais confiável? – pergunto e ele nega.

— Não consegui ler nada. – ele responde frustrado.

— Ué. – olho ainda confusa. – Tem alguma coisa muito errada, ela não sabe que você é telepata, não tem como criar bloqueio. Eu sabia.

— Amor calma, ok? Vamos descansar, daqui a pouco temos que ir ao CT. – ele pede e eu concordo.

>><< 

Passando novamente pelo longo corredor totalmente branco impecável até chegar na grande sala onde tudo acontece. Era de madrugada, como sempre Evanna nos chama a esse horário que para ela é o mais confiável, mas para mim não faz sentido algum. Adentro a sala sempre olhando ao redor e, para minha surpresa a pessoa que vejo sentada também esperando Evanna é a garota que passou o dia todo na minha casa.

— O que faz aqui? – pergunto um pouco nervosa.

— Evanna me chamou, estou esperando ela. – ela me olha assustada, já pela milésima vez.

— Era só o que faltava. – reviro os olhos sentando na outra ponta da mesa bem afastada dela.

— O que eu fiz para você me tratar dessa forma? – ouço sua voz se embargar e sinto vontade de rir, não sei porque ela quer chorar.

Ignoro sua pergunta e vejo ela se retrair na cadeira, Grayson senta-se ao meu lado e Ethan do outro, e agora me sinto aliviada por Grayson estar ao meu lado e não ao dela.

Evanna aparece já com um sorriso no rosto, me pergunto o porque disso, mas tentar entende-la sempre é em vão.

— Olá meus queridos. – ela diz jogando para nós novamente outras pastas. – Mais pessoas desaparecidas.

— Ela sabe que nós estamos seguindo ela. – Falo jogando a pasta na mesa.

— Sabe porque vocês não tiveram cuidado. – ela rebate. – E vocês quase que morrem.

Ela aponta para Ethan, Jayne e eu. Bufo nervosa, ela age como se a culpa fosse nossa.

— Porque você não fez a sua parte hoje Grayson? – ela pergunta a ele que para de olhar a pasta e encara sem responde-la.

— Estava me certificando de que Jayne estava bem. – ele diz sem graça.

— Isso não é um motivo bom. – ela parece nervosa. – Vocês irão trabalhar duro agora, Yuna trabalha mais durante o dia, quando tem mais pessoas nas ruas. Ela trabalha com a mente, ela confundiu Amy hoje, quase matou o Ethan, também a Jayne. Vocês precisam ficar espertos ou irão morrer antes de completar a missão.

— Tá bom. – Grayson responde e ela o encara furiosa.

— E você Grayson, jamais abandone sua equipe por causa de uma garota. – seguro o riso e ele me encara com raiva. – E também tenho mais um anuncio a fazer.

— Nada do que você diga irá me surpreender mais. – Ethan faz pouco caso.

— Jayne está na equipe Orion. – nós três encaramos ambas surpresos, enquanto a mim com raiva. – Bem-vinda Jayne. – ela diz empolgada.

— Se lidar com esses dois já era difícil, agora vem mais uma pra piorar a situação. – digo revirando os olhos.

— Não vou me juntar a eles, olha o jeito que Amy me trata. – ela rebate e Evanna manda ela ficar quieta.

— Você não tem escolhas aqui meu bem, Amy terá que lidar com isso. Mas você também terá que obedecer às ordens. – ela responde e quando me vejo pronta para comemorar Evanna continua. – As ordens do Ethan.

— O que? Merda. – encaro o Ethan e ele desvia o olhar.

— Vejo vocês amanhã. – Evanna diz e some da sala nos deixando sozinhos.

Prevejo que tudo agora vai ser difícil.


Notas Finais


Twitter: @sprousethings


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...