História Remembering - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ashley Benson, Fifth Harmony, Lucy Hale, Sasha Pieterse, Shay Mitchell, Troian Bellisario
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Ally, Brooke, Cabello, Camila, Camren, Dinah, Jane, Jauregui, Kordei, Lauren, Mitchell, Normani, Pieterse, Sasha, Shay
Exibições 36
Palavras 885
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Fanfic nova, comentem e digam se gostaram.

Capítulo 1 - Prólogo


Lauren estava deitada em sua cama como em todos os outros dias, e, provavelmente, pelo resto de sua vida. Lauren se praguejava todos os dias e desejava sua própria morte.

- Me deixa sozinha...

- Você não se alimenta a dias Lauren! - Sasha disse junto de sua namorada, Shay, do outro lado da porta. - Deixa a gente entrar...

- A porta tá aberta....

Lauren disse antes de se virar sobre a cama e observar o quadro sobre sua escrivaninha, ela o pegou na mão e o analisou por alguns segundos antes de o arremessar para outro lado de seu quarto.

Assim que se dera conta da merda que havia feito ela se levantou correndo e pegou, o que antes era um quadro, e o analisou logo começando a chorar sentada em volta de vários cacos de vidros.

- Lauren...! - Shay murmurou se sentando ao lado da morena. - Sasha, pega outro quadro na segunda gaveta.

Como Lauren já havia quebrado vários outros quadros antes deste suas amigas haviam comprado vários deles para reserva.

Enquanto Sasha arrumava a sujeira do quarto Shay puxou Lauren para seus braços lhe acariciando os cabelos compridos e de cor preta. A fotografia agora estava em um quadro novo e a de olhos verdes acariciava a foto de olhos fechados se relembrando daquele dia.

- Você precisa esquecer o que aconteceu e tentar seguir a vida, Lern. Ela continua. - Sasha se sentou ao lado da namorada.

- É tudo minha culpa! - Lauren quase berrou. - Todas nós sabemos disto. - Completou.

Sasha e Shay se entreolharam e suspiraram profundamente. Elas vinham a mais de três anos tentando ajudar Lauren, mas a morena nunca se permitia ser ajudada. Lauren voltou a chorar e quando iria jogar o quadro novamente contra a parece seu braço foi segurado.

- Você precisa prestar mais atenção no que você vai jogar na parede. - Shay disse voltando a acariciar os cabelos negros.

- Eu quero ficar sozinha... - Lauren começou a sussurrar.

- Não antes de você se alimentar. - Sasha disse firme. - Eu vou ao super mercado e já volto.

Sasha se levantou e se retirou do local com o intuito de ir até o lugar citado.

- Eu conheço uma pessoa que pode te ajudar, Lauren. Você só precisa querer ser ajudada, você precisa esquecer.

Lauren encarou os olhos castanhos chocolates, mas não por muito tempo, ela odiava olhar para os olhos de Shay ela se sentia fraca de mais.

- Eu não quero esquecer... - Sussurrou baixinho voltando a chorar. - E eu também não posso...

- Por que não pode?

- Poque não se pode esquecer o amor de sua vida.

- Ao menos se desapegue dela. Você precisa lidar com o fato de que ela se foi, que ela não está aqui e nem irá voltar... - Shay murmurou carinhosa.

- EU NÃO QUERO TER DE LIDAR COM A MORTE DELA! - Lauren berrou. - ELA NÃO MORREU!

Lauren se levantou e correu para o closet do seu quarto e se trancou lá dentro. A vida de Shasha, Shay e a garota de olhos verdes e cabelos pretos, todos os dias eram a mesma coisa: O casal iria sempre visitá-la e Shay tentava convencer Lauren a se ajudar e ela sempre se trancava no closet.

A morena dentro do closet se arrastou até o canto da parede interna e seu choro apenas piorou, agora haviam soluços e entre rios de lágrimas sua amiga do outro lado do closet podia ouvir seus gritos estridentes.

Sasha assim que voltara do mercado e ouvira os gritos do andar de cima correu pela escadaria até alcançar o quarto de Lauren e viu sua namorada quase chorando. A loira suspirou e caminhou até a de olhos castanhos e a abraçou carinhosamente tentando passar a ela todo carinho e conforto que lhe fosse possível.

- Ela vai ficar bem... - Sasha murmurou baixinho e respirou fundo assim que sua pequena garota bondosa começasse a chorar apertando a cintura da loira entre as gigantes unhas.

Passaram-se mais de uma hora o casal já havia almoçado e voltaram para o quarto, mas agora estranhando pois Lauren não fazia um barulhinho se quer.

Como a chave do closet era a única que as garotas não tinham elas começavam a se assustar por a garota presa estar quieta de mais. Então enquanto Sasha tentava falar com Lauren Shay ligava para o chaveiro.

Após mais vinte minutos o chaveiro tocava a campainha da grande casa amarela de dois andares com um enorme gramado morte e o jardim quase que todo sem vida, a loira correu o andar abaixo e atendeu ao senhor de meia idade o conduzindo até onde ele precisaria trabalhar.

Após ele abrir a grande porta cinza do closet elas pagaram o senhor e ele se retirou do local. O casal adentrou o lugar com cheiro de mofo e ao fim do lugar elas encontraram o corpo magro de Lauren adormecido. A loira, como era a maior, pegou a de olhos verdes e a levou até a cama de colchão fofinho e a deitou ali.

Elas estavam preocupadas com o estado de Lauren, e, para não mentir, parecia que o caso dela viria a piorar ainda mais. Mas o casal estava disposto a ajudar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...