História Remembering a Forgotten Love - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias ASTRO, Bangtan Boys (BTS), NCT Dream
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Sanha, Suga, V
Tags Bts Kpop Astro Nct Dream Romance Suspense Mistério Colegial
Exibições 11
Palavras 1.519
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Ficção, Mistério, Suspense
Avisos: Heterossexualidade, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - 07


Fanfic / Fanfiction Remembering a Forgotten Love - Capítulo 7 - 07

☁•••☁
Chegamos na escola e avistei Jungkook vindo em minha direção.

-Oi Kook. -dei um abraço nele.
-Oi Bin Bin. Como vai? -perguntou ele sorridente.
-Vou bem, e você?
-Bem também.
-A primeira aula é qual? -perguntou passando a mão em seu cabelo.
-Coreano. -respondi. Depois fomos procurar um lugar para ficarmos e por fim acabamos sentando no mesmo banco em que eu e os meninos nos sentamos da última vez.
-Oi Bin Bin. Oi Kook. -comprimentou Jeno se sentando ao nosso lado no banco.
-Olá. -respondi dando um sorriso.
-Oi. -respondeu Kook levantando uma das mãos.
-Vocês estudaram para a prova? -Jeno parecia apavorado.
-Espera...que prova? -agora eu estou apavorada.
-De matemática, ontem o professor nos falou que hoje ele iria aplicar uma prova. -Jungkook não parecia nervoso, claro ele só tira nota boa em matemática.
-Eu não estudei. -Jeno fazia som de choro.
-Eu também não! -comecei a passar minhas mãos sobre a minha cara puxando meus olhos para baixo. -Ai to ferrada.
-Vê se você consegue colar de mim. -Kook apoiou sua cabeça em meu ombro.
-Me ajuda vocês hein. -falei. O sinal bateu e entramos na sala, quando estávamos nos sentando vi Sanha chegando e nos cumprimentando.

Jimin entrou com pressa na sala e olhou para mim, e depois para Jungkook que sentava na mesma mesa que eu, Jimin escolheu a última carteira do outro lado da sala e ficou sentado lá sozinho, pois ninguém sentou com ele. A professora de coreano chegou e começamos a fazer lição.

-Então quando vocês virem EO lembrem-se de óleo para não... -explicava a nossa professora.
-Se eu for lembrar de óleo vou lembrar de comida. -comentou Jung. Comecei a rir.
-Jungkook e Suni! Querem comentar qual a graça? -ai Jung porque você foi falar?
-E...eu... -ele estava com medo da professora nos dar uma bronca.
-Eu comentei que se eu for lembrar de óleo iria pensar em comida... -ele olhou para mim e começou a rir, e eu não conseguia conter o riso, ai droga. A sala começou a rir junto até que a professora pediu silêncio, ela falou para que Jungkook não fizesse mais esse tipo de comentário.
O sinal tinha batido e lá se foram duas aulas de coreano com essa mulher, não aguentava mais.

-Bom dia. -nosso professor substituto de ciências entrara na sala e se sentou na cadeira, ficamos todos em silêncio na espera que ele passasse alguma lição para nós, mas ele não o fez, então a sala toda começou a bagunçar. Me levantei e fui até a carteira de Jimin, ele estava com a cabeça sob os braços, acho que estava dormindo.

-Oi Jimin. -me sentei ao seu lado. Ele rapidamente levantou a cabeça e virou minha cadeira para que eu pudesse vê-lo.
-E ai pequena. -ele apoiou a palma de sua mão em sua bochecha enquanto me olhava.
-Está bem? -perguntei dando uma rápida olhada em sua boca.
-Sim, porque?
-Estava com a cabeça baixa, pensei que estivesse dormindo.
-Estava te esperando.

Corei, ele estava me olhando ainda, parecia que nem piscava, comecei a sentir minhas bochechas ficarem quentes.

-Porque está vermelha? -perguntou aproximando sua cadeira da minha me lançando um olhar safado.
-N...nada. Me ajuda a estudar para a prova?
-Você não estudou?
-Não. -abaixei a cabeça na mesa.
-Ok. Vem aqui vou te explicar.

Com o jeito que ele explicava parecia fácil.

-Agora é só dividir 75 por 36. -percebi que quando comecei a fazer a conta ele olhava para a minha mão.
-Para de me olhar. -falei dando uma risada leve.
-Não estou te olhando. -olhei para ele e ele para mim.
-Esta sim, está olhando para as minhas mãos. -dei um tapinha nele.
-É que elas são bonitinhas. -ele dava risada da situação.
-Olha as suas! São tão pequenas e fofas... Da vontade de morder. -peguei as mãos dele e coloquei no meu rosto.
-Não as chame de pequenas...
-São tão kawaii! -comecei a estrangular as mãos deles ate que ele começou a rir.
-Não sei do que você está falando, você é baixinha e nervosa, mas fofa. -ele colocou sua mão em minha cabeça.
-Ah isso não é verdade! Não sou baixinhas, nem fofa... Só nervosa. -peguei minha lapiseira e continuei a fazer as contas.
-Tomara que eu consiga tirar uma nota boa... -falei.
-Faz a prova comigo, eu te passo as respostas. -Jimin estava sorrindo.
-Acho que consegui. -falei.
-Huuummm... Não. -Jimin analisava as minhas contas.
-Ai não! -fiz voz de choro. -eu estava entendendo mas não consegui fazer!
-Não fica assim, as outras que fizemos juntos você fez certo. Você vai conseguir.
-Tomara.
-O que você acha de marcamos um dia pra você estudar lá em casa? -Jimin estava de frente para mim e me olhava nos olhos.
-Claro. E hoje depois da escola ainda está de pé? -perguntei balançando meus pés.
-Sim, vou passar as 17:30 tudo bem?
-Claro. -o sinal bateu e agora era prova de matemática, iria ficar sentada lá mesmo só precisava pegar minhas coisas e colocar na mesa.
-Jung joga minhas coisas pra mim. -falei apontando para meus livros, caderno... Ele jogou e quase me acertou, era meu livro de coreano. Depois ele jogou outro, por pouco não consegui pegar e acabou acertando Jimin. Na hora que virei para ver Jimin tapei minha boca.
-Meu Deus, Jimin! -fui perto dele para ver se tinha machucado. -Está bem?
-Sim. -respondeu normalmente. Seu nariz começou a sangrar.
-Venha, vamos limpar isso ai, seu nariz está sangrando. -falei o puxando pela mão. Jungkook veio para saber se tinha machucado.
-Ai Jimin desculpa... Não era minha intenção... Perdão... -Jung estava com medo da reação de Jimin.
-Não foi nada Kook não machucou, fica tranquilo não estou bravo com você. -Jimin se levantou e sorriu para Kook.
-Obrigado. -o professor chegou e perguntei se eu poderia ir a enfermaria para cuidar de Jimin, e assim fizemos.

Chegamos na enfermaria mas não tinha ninguém então comecei a pegar umas coisas que achei que poderia ajudar.

-Deita ai. -falei.
-Não precisa Bin Bin. -ele pegou na minha mão e me olhou.
-Deita logo menino. -me virei e peguei as coisas que tinha escolhido. Peguei um soro e apliquei um pouco em seu nariz, em seguida peguei um pedaço de algodão e comecei e limpar devagar para não machucar pois não sabia se havia cortado ou algo assim. Quando fui guardar as coisas de volta me virei para Jimin e ele estava sentado.

-Vem aqui, preciso te contar algo. -disse sentado na maca enquanto me olhava.
-Pode falar.
-É segredo, vai que alguém vem aqui. -ele fez sinal com a mão para que eu me aproximasse. Eu me aproximei dele, e ele deitou na maca me levando em cima dele, ele segurava meus pulsos para que não escapasse.
-Ei! Você não disse que iria me contar um segredo? -falei. Será que ele ia me beijar?
-E se mudarmos o plano? -ele me puxava para si assim quase nossos lábios encostando um no outro, estávamos perto um do outro, eu podia sentir a sua respiração... Até que alguém tenta abrir a porta e nos assutarmos.
-Você trancou a porta? -perguntei me levantando e ele também e ficamos próximos novamente.
-Sim, fiquei desconfiado que algo assim iria acontecer.

Nos levantamos da maca e Jimin fingiu tentar abrir a porta para a pessoa que tentara abrir não desconfiasse que a trancamos.

-O que estão fazendo? -perguntou a enfermeira.
-Viemos aqui porque o nariz dele estava sangrando, mas não precisamos mais de ajuda eu já o ajudei. -saímos de lá deixando a enfermeira para trás.
-Vamos correr para não perdermos a prova. -falou Jimin.

Chegamos na sala e o professor nos deu nossa prova, eu e Jimin sentamos no mesmo lugar que estávamos. Eu não estava entendendo nada do que tinha na prova, Jimin percebeu que estava com dificuldades, joguei meu cabelo um pouco para frente e abaixei a cabeça disfarçando estar olhando para a prova, Jimin passava o lápis varias vezes na alternativa para eu conseguir ver qual era.
Terminamos a prova e Jimin passou praticamente quase todas as respostas para mim, só consegui fazer três de dez, se não fosse por Jimin teria tirado nota baixa. Entregamos nossa prova e fomos dispensados para o intervalo.

☁•••☁
Eu e Jimin estávamos sentados na grama do parque da escola, estávamos encostados em uma árvore grande e grossa observando a paisagem.

-Obrigada por me passar as respostas da prova de matemática. -me virei para ele sentando de pernas cruzadas.
-Não foi nada, não é a primeira vez que fazemos isso. -Jimin olhou para mim e sorriu, depois virou-se para mim.
-Antes do... -ele me interrompeu.
-Sim, mas isso não vem ao caso.

Então desde antes do acidente que Jimin me ajuda nas provas, e mais uma vez eu me sinto mal por não me lembrar dele, mesmo que nos damos bem eu queria pode me lembrar dele... Mas porque não consigo?

-Venha. Vamos entrar. -Jimin se levantou e estendeu a mão para que pudesse me levantar. O sinal tinha tocado e fomos para a sala, continuando com o nosso dia na escola.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...