História Resident Evil 4 - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Resident Evil
Tags Drama, Leon, Resident Evil, Revelaçoes, Suspense
Exibições 5
Palavras 547
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Saga, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência, Visual Novel
Avisos: Canibalismo, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem, se gostar sinta-sr avontade para deixar sua mais sincera opinião, disculpe pelos possiveis erros pois escrevi pelo celular.

Capítulo 1 - Prólogo


1998...
Eu nunca esquecerei aquele dia.
Foi o ano em que aqueles horriveis assasinatos ocorreram nas montanhas arklay.
Pouco depois, a noticia se espalhou por todo o mundo revelando que a culpa foi de um experimento secreto conduzido pela Umbrella.
O virus se espalhou perto de uma cidade nas montanhas, raccoon city, e dizimou a pequena cidade com uma onda distruidora que abalou a sua fundação. Sem chance alguma, o presidente dos estados unidos ordenou um plano de contenção para esterilazar raccoon city, e com todo o caso vindo a publico, o governo dos estados unidos decretou a suspensao indefinida dos negocios da Umbrella, decretou assim seu fim. pouco tempo depois as ações da empresa cairam drasticamente, o que resultou em sua total dissolução.
Seis anos se passaram desde aqueles horriveis acontecimentos. Eu recebi um treinamento especial de uma organizacão secreta que trabalha sobre o controle direto do presidente. Eu tinha o dever de proteger a nova familia presidencial, mas....
- Por que eu sempre fico com a pior parte? - quebrou o silencio o motorista, um policial local.
Aproveitando a deixa o seu companheiro me perguntou curioso:
- quem realmente é você? - ele se esticou todo para olhar o banco de tras, e tomando meu silencio como resposta continuou - você esta muito lonje de casa caubói, você tem minha simpatia.
Eis um fato: eu não posso mais ignorar esse caras, e foi assim que retruquei sem muito interrese:
- acho que essa é a maneira local de quebrar o gelo. De qualquer modo, você sabe do que tudo issi se trata. Minha misão é procurar pela filha desaparecida do presidente. Apenas isso. - informei voltando minha atenção para estrada.
O cara no banco do carona se mexeu encomodado, parecia discrente enquanto questionava-me:
- o que? Voce sozinho?.- ele já estava me incomodando, e não disfarcei um tom ironico quando retruquei.
- Tenho certeza que voces vieram apenas para cantar ao redor de alguma fogueira, não? - enquanto eu assisto quem sabe? - finalizei vendo o mesmo da um sorrizinho debochado. Ele logo me respondeu:
Oh, você é louco americano. Foi dado uma ordem direto do chefe em pessoa, entao nos o levaremos a onde quiser...e eu vou ti dizer, não sera um piquenique.
Eu simplesmente acenei com uma mao e disse:
- eu conto com vocês!
Ambos se olharam e deram de ombros.
Pouco tempo depois enquanto eu olhava pela janela traseira e refletia o quão longe da civilização eu vim parar percebi o carro lentamente parar. Aparentimente um dos meus "guias." Precisava aliviar a bexiga.
Ah cara, não tenho sorte mesmo, por que esse tipo de coisa so acontece comigo...em pensar que justo quando eu ia me encarregar da segurança da filha do presidente ela foi sequestrada..tenho que dizer: essa é a unica razão de eu estar parte rural e desertica da europa. De acordo com nossa inteligencia, ha uma informação confiavel de que foi avistada uma garota que muito de asemelha com a filha do presidente. O motorista me ofereceu um cigarro, mais imerso em meus pensamentos simplesmente fiz sinal de negativo com a cabeça. Continuando...
Aparentimente a garota foi sequestrada por um grupo não identificado de pessoas. Quem diria que minha primeira misão seria de resgate? Não que eu esteja reclamando

Notas Finais


Gostou?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...