História Ressler and Keen. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Blacklist
Personagens Aram Mojtabai, Donald Ressler, Elizabeth Keen, Harold Cooper, Personagens Originais
Tags Donalds, Elizabeth, Keenler
Exibições 25
Palavras 1.250
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Famí­lia, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OLHA EU AQUI!!!!! kkkk realmente pensei que ninguém fosse gostar dessa fic, mas olha recebi tantos comentários fadastico e então resolvi continuar 😍😘

Capítulo 2 - Então?


Fanfic / Fanfiction Ressler and Keen. - Capítulo 2 - Então?

- Red? - sim sou eu. 

 - Onde esteve esse tempo todo?!

 - Negócios minha cara Elizabeth, tive que falar com uma matadora de aluguel... No final eu acabei sendo“sequestrado” por ela... Mulher dominadora... - falava tranquilamente.

 - me poupe. - Liz revira os olhos. 



 - Soube que você foi baleada em uma troca de tiros, Lizzie está tudo bem?

 - Ah, sim. Não acertaram em mim, Ressler que foi, ele estava sem colete à prova de balas. 

 - Ainda bem que não aconteceu nada com você, pois tenho uma missão.  

- Qual? E melhor que seja importante porque o FBI não vai ficar te vingando.


 - desde quando eu faço isso? Enfim... O sorveteiro. 

 - Quem?

 - Amanhã conversamos, nos encontramos na praça perto do FBI, descanse bem Liz. - e ele desliga na cara de Lizzie. Isso sempre acontece e ela fica furiosa quando ele desliga na cara dela, mas estava cansada de mais pra isso decide ir para a cama, precisava descansar. 


 Xxxxxxxx xxxxxx


- Lizzie! 


 - Ressler! - ela o repreendeu. - O que você está fazendo aqui?


 - bem, eu trabalho aqui.

 - Não se finja de desentendido, Ressler você levou um tiro ontem.


 - Sim.

 - E isso... Ah! Deixa pra lá é impossível fazer você mudar de ideia.


 - Ainda bem que você nem tenta. Lizz revira os olhos. 


 - Tchau tenho que ir. - Pra onde? Quer que eu acompanhe?


 - ah, não, vou ver o Red.


 - Okay.


 Elizabeth sai da base do FBI e seguiu ao lugar indicado pelo Raymond. E lá estava ele; com seu típico chapéu com as pernas cruzadas e tomando um café enquanto lia o jornal.


 - É melhor que seja importante. - disse ela se sentando na frente dele.


 - Ah, bom dia agente Keen. Tenho que te dizer que essa manhã está agradável... Olhe só comprei um café para você. - falou assim que a garçonete deixou uma bandeira com café. 


 - Não  enrolando Red. - disse lizz séria pegando o copo de café.

 - Por que tanta impaciência agente? - disse com sua voz pacífica. 

 - Vai direto ao ponto Red.


 - O sovrveteiro. Um homem que atraí crianças e depois às sequestra. Lizzie te pergunto o que você acha que ele faz? 


 - Não sei. - Essas crianças simplesmente são tratadas como ratos de laboratório, viram cobaias humanas em testes... Para uma máfia chinesa... Elizabeth escutava tudo assustada com tamanha crueldade.


 - Meu Deus, Red, como ninguém percebeu isso?! 

 - Como já disse: são os especialistas... Ou as vezes só um idiota mesmo, que o FBI nem imagina ser.... Enfim, o nome dele é yag lin. Não sei muito ao seu respeito mas sei que agora ele quer fazer algo muito mais terrível. 


 - Obrigado Red, vou prender esse desgraçado o mais rápido possível. - disse ela se levantando com preça indo em direção ao seu carro. 


 Raymond a observava se distanciado, ele deu de ombros. - Então ela é a famosa Elizabeth Keen? Uma mulher se senta provocante a sua frente. 


 - Ah! Como você me achou querida? 


 - Sou matadora de aluguel meu bem. - disse sarcástica. 


 - ah... Hoje vai ser um longo dia. - falou bebendo um pouco de seu cafezinho. 


 Enquanto isso Elizabeth dava as informações para Aram que checava nos bancos de dados. 


 - Hey você viu o Ressler? - Lizzie pergunta para Navabi que a olha estranha. 


 - Ele está com Harold. - disse seguindo para perto de Aram. 


 Lizzie iria para sala de Harold mas acabou se esbarrando em Ressler no meio do caminho e era ele que ela procurava. 


 - Vamos preciso de você. - ela disse rápida.


 - wow, pra que exatamente? - ele deu um sorriso.


 - não seja idiota vamos! - disse o chamando para se juntar com os outros. Aram que estava concentrados nos computadores exclama algo falando que achou o tal Yag lin. 


 - Yag lin contrabandista da China, já cumpriu pena por experiências proibidas e já foi solto, mora atualmente em um bairro chinês aqui, e... - ele digitava algo nos computadores enquanto todos prestavam atenção. - alugou um... Galpão no nome de sua irmã. 


 - Ótimo me passe as coordenadas Aram.


 - Sim agente Keen. Está aqui. - Vamos Ressler. - disse ela andando apressada sendo seguida por ele. - O que você estava falando com Harold? - perguntou andando com passos firmes.


 - Sobre em que base deveria  trabalhar. Lizzie se entristeceu, mas isso era assunto para mais tarde, eles chegam na garagem e pegam um carro do FBI.


 - Certo. Gosto de comida chinesa. - disse ela ligando o carro. Depois de algumas horas chegaram na frente do grande galpão aparentemente abandonado. 


 - É aqui. - disse ela tirando a arma do seu coldre. A porta estava trancada mas Ressler consegui abri-la dando um chute, e eles entram no lugar que era bastante escuro e empoeirado.


 - Fique por perto. - disse ela apontando a arma.


 - Sempre. - disse ele rodando em seu próprio eixo.

 * Tictrinnn* 


 Escutaram algo caindo no chão e logo ficaram em alerta. Lizz faz sinal para ele checar a parte de cima e ela iria ver o fez o barulho. Ressler sobe uma escadaria que dava ao segundo andar do galpão, e arrombou uma porta e se surpreender ao ver duas crianças acorrentadas com roupas sujas e maltrapilhas. Ele abaixa a arma e vai ajudar as crianças. 


 Enquanto isso Lizzie continuava procurando a origem do ruído que escutou. Ela segurava sua arma firmemente até escutar alguém atirando em sua direção e ela logo se esconde atrás de algumas caixas de madeira. E ela começou uma troca de tiros com o chinês. As munições dele acabaram e ele correu.


 - Ressler! Preciso de reforços! - ela disse no seu comunicador e correu atrás do Yag lin. Ela conseguiu o alcançar e agora ela estava frente a frente do Sorveteiro. 


 - Parado! - ela apontando a arma para ele. Ele pega algo do seu bolso.


 - Me deixe ir! Ou eu vou explodir tudo!! - ameaçou.


 Lizzie estava receosa até Ressler aparecer atrás do chinês e fez sinal para mante-lo distraído.


 - Por que fez isso com essas crianças? - ela perguntou ainda com a arma apontada para ele.


 - por quê? Porque ELAS são perfeitos ratos! São criaturinhas nojentas e repugnantes!! 


 Ressler foi tão rápido que Yag nem percebeu, ele conseguiu tirar o aparelho da mão do chinês e joga-la para longe o imobilizando enquanto Keen o algemava. Não demorou muito para os reforços chegarem e levarem esse psicopata enquanto outros cuidavam das crianças encontradas no local.


 - Então... Gosta de comida chinesa? - perguntou Donald se aproximando de Elizabeth que estava encostada no carro.


 - Hã, sim, gosto. - disse sorrindo. 


 - E... Você, sei lá .... Tem um ótimo restaurante aqui perto. - ele aponta para trás.


 - Sim tem. - disse ela balançando a cabeça vendo que ele estava se atrapalhando nos palavras e de certa forma era engraçado. 


 - Eu também gosto de comida chinesa. - ele coça a nunca. 


 - Meu Deus não consegue convidar uma mulher para um encontro. - Navabi falou tranqüilamente enquanto passava do lado deles. Liz segura o riso enquanto Ressler ficava constrangido.


 - Não é um encontro, só dois amigos indo jantar. Então você quer? - finalmente perguntou ainda com constrangimento. 


 - Claro. - ela sorri. - E você precisa me falar sobre essa história de trabalhar em outra base.   


Notas Finais


Todo esse capítulo só para chama-la para sair kkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...