História Resumption - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Austin Mahone, Fifth Harmony, Justin Bieber, One Direction, Shawn Mendes
Personagens Ally Brooke, Austin Mahone, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Harry Styles, Justin Bieber, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Shawn Mendes
Tags Camren Dinally Vercy
Exibições 79
Palavras 2.000
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Artes Marciais, Colegial, Comédia, Crossover, Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura..

Capítulo 15 - Pega leve sogrão..


A manhã já tinha passado, vou confessar a Vero a Dinah e o Harry ficaram a manhã inteira no colégio sem falar comigo, ta eu peguei um pouquinho pesado nas patadas mais também quem mandou eles mexerem com quem tava quieto, na verdade nem a Camila tinha falado comigo direito, isso é até um pouco estranho, só falta essa menina fingir que não significou nada a noite de ontem igual ela fazia com nossos beijos, bom mais vou saber disso hoje, já estou a caminho da academia e lá vou poder ver ela e conversar.

 

                                                                ---------------------------------------

 

Assim que entrei na academia não tinha chegado ninguém ainda, que milagre é esse eu sempre chego atrasada e tenho que ficar ouvindo as broncas do mestre, falando nele, agora ele ta vindo na minha direção.

-Boa tarde Lauren *ele diz me cumprimentando*

-Boa tarde mestre *olho pela academia e logo a Camila passa pela gente com alguns papeis, ela olha pra mim e sorri, retribuo, olho por cima do ombro do Alejandro vejo ela caminhando, na verdade vocês sabem bem pra onde eu estava olhando, e é lógico que aquilo não passou despercebido do mestre né, ele se vira e vê que estou olhando pra ela e logo volta o olhar pra mim e cruza os braços.*

-Perdeu alguma coisa ali Lauren?  *paro de olhar na hora*

-Hã.. na.. não.. quer dizer.. eu só.. *começo a gaguejar e ele logo fala*

-Pro Ringue *é hoje que eu levo um cacete*

-Como assim? *pergunto me fazendo de desentendida*

-Ta vendo aquilo ali *ele diz se virando e apontando pro ringue* -Então deixa eu te explicar, aquilo ali é um ringue e eu to falando pra você ir lá que nós vamos treinar *ele explica de um jeito meio lento, como seu eu fosse retardada, engulo em seco*

-Mais mestre daqui a pouco vai chegar o resto do pessoal.. *sou cortada quando ele continua*

-Não tem problema, quando eles chegarem a gente para, vamos *ele diz muito calmo pro meu gosto, coloca uma luva e a caneleira e  sobe no ringue me olha* -Vamos Lauren, sem enrolar, quero ver o que tem ai pra me mostrar *ele da um sorriso*

Assim que ele diz, coloco minha luva e a caneleira subo um pouco receosa no ringue, o meu pai eu não quero fica sem meus dentes não. Percebo que a Camila sai da sala do pai dela e pergunta olhando estranho pra gente.

-O que vocês tão fazendo ai?

-Vamos treinar *o pai dela diz* -Né Lauren..

-É.. *digo*

Ele toca sua luva na minha, e eu juro que minha vontade era correr dali, maldita hora que a Camila foi passa pela gente e meu instinto foi falar mais alto, fico com as mãos levantadas na guarda e logo ele ataca uma enxurrada de soco, jab, direto, cruzado, fazendo eu ir caminhando pra trás indo pro canto do ringue, apenas com os braços levantados naquele momento eu não sabia nem o que era se defender no muay thai, ele se afastou e falou.

-Vamos lá Lauren.. eu sei que você pode fazer melhor que isso.. *posso, posso mesmo, posso sair correndo daqui isso é literalmente o melhor que posso fazer*

Okay, vamos lá Lauren você sempre foi a melhor aqui da academia, pelo menos uma porrada você vai consegui dar nele, mais na verdade o problema era esse e se eu acertasse um soco nele e deixasse ele com mais raiva, nesse meu momento de conversa comigo mesma levei um direito na cara me fazendo tontear pra trás, chacoalho a cabeça e logo ouço a voz da Camila, fazendo nos dois olhar pro lado.

-Pai.. *ela diz olhando pro pai dela o repreendendo e depois olha pra mim, meio preocupada, antes do Alejandro falar eu falo*

-Ta tudo bem Camz, a gente só ta treinando..*não camz não caramba é Camila o meu Deus eu pioro as coisa pro meu próprio lado*

-É filha, a gente só ta treinando *ele diz e da um sorriso pra mim no final*

Okay vamo nessa então sogrão, já que é pra luta então vamos fazer direito, paro de prestar atenção na Camila e vou me aproximando dele, ele sempre com a guarda levantada, ele tenta me acertar um cruzado, mais consigo desviar e, assim no seu deslize dou uma sequência de jab e cruzado nele o fazendo cambalear pra trás, logo ele se recompõe.

-Agora sim você ta falando minha língua *meu deus como faz pra desfazer os socos*

Levanto a guarda, quando ele vem me dar uma seção de jab e isso era apenas pra me distrair, pois me descuidei das partes inferiores do corpo assim levando um chute na minha perna, okay essa doeu, piso meio mancando no chão e ele logo me da um direto seguido de um chute na coxa na mesma perna de antes me fazendo cair, faço cara de dor.

Lauren.. *a Camila diz, e ia subir no ringue, mais o pai dela faz sinal pra ela parar*

-Nós ainda não acabamos *esse velho quer me matar só pode* -Vamos Lauren, você esta fazendo corpo mole que eu sei *se ele der mais um chute na minha perna eu vou ter que lutar igual o menino lá do karate kid slc*

Levanto, olho pra Camila ela tava me olhando meio preocupada.

Avanço sem pensar duas vezes dando uma seção de jab e direto sem parar, ele tava com a guarda levantada defendendo tudo, como não tava dando em nada, me afasto e fico na guarda ele também, vamos se aproximando, ele da um jab mais consigo me desviar e dou uma cotovelada no rosto dele de cima para baixo ele se afasta, a cotovelada que dei na parte de cima dos seus olhos, começou a sangrar e ele percebeu isso, agora eu to fodida.

Assim que ele se recuperou ele me deu um chute frontal no meu estomago me fazendo dar uns passos pra trás seguido  do chute giratório, acertando bem o meu rosto, dessa vez eu cai e preferi não levantar mais, a Camila subiu rápido no ringue já reclamando com o pai dela, ele tirou a luva e se abaixou do meu lado.*

-Ta bem? *o que você acha, da uma vontade de falar isso, mais só chacoalho a cabeça e forma de sim, ele estende a mão pra mim* -Foi mal, peguei um pouquinho pesado *será? Acho que não. Retiro a luva e coloco a mão no meu rosto e também estava sangrando, olha só estamos quites, ele pega a luva minha e a dele* -Bom, por hoje você ta dispensada. *ele diz e desce do ringue indo falar com os outros alunos que já tinham chegado.

A Camila estava em pé do meu lado, ela passa a mão no meu rosto. E eu digo olhando pra onde o mestre estava, sorte que ele não estava olhando pra nós.

-Camila acho bom você não ficar tão perto assim, eu tenho sorte de ainda esta com meus dentes aqui *digo e tento sorrir, mais na verdade estava toda dolorida*

-Por que diz isso? *ela pergunta me olhando*

-O seu pai me arrebentou só por que eu fiquei olhando pra sua bunda quando você passou só por causa disso imagina se ele descobre que a gente vem ficando a um mês ou pior se ele descobre o que aconteceu ontem *faço uma cara de assustada* -Meu Deus quero nem imaginar.

Ela faz uma cara engraçada eu não sei se ela queria rir do meu medo ou da surra que eu levei.

-Para de ser medrosa..

-Medrosa? Diz isso por que não ta sentindo a dor que eu to *digo*

-Ta bom, já que você apanhou por causa de mim, então eu vou cuidar de você *ela diz*

-Cuidar? Mais cuidar tipo como.. *tava sorrindo e antes de terminar de falar levo um tapa no braço, ai faz isso não pelo amor de Deus*

-Não é nada disso, eu vou cuidar dos seus machucados *ela desce do ringue e eu também, desço devagar por que minha perna estava doendo* -Vamos eu já terminei o que tinha que fazer na academia.

-Vamos *pego minhas coisas e espero ela na porta enquanto ela vai falar com o mestre ele olha na minha direção e faz uma cara estranha, é acho que hoje não vai ser o único dia que vou apanhar*

                                       

                                                                 --------------------------------

 

Tinhamos acabado de chegar em casa. Falamos com as pestes e depois fui até a cozinha e fiz uma compressa de gelo e subi com a Camila pro meu quarto, assim que cheguei lá me joguei na cama, segurando o negocio no local onde tinha feito um pequeno cortezinho. A Camila tinha pegado uma caixinha com a Tay e logo se sentou na cama e colocou minha cabeça no seu colo, pegou um remédio na caixinha e passou num algodão.

-Olha eu vou passar isso no machucado, vai arder um pouquinho ta. *ela diz calma e nem espera eu concordar e leva o negocio até o machucado*

-Ai.. ai.. ai.. *SÓ VAI ARDER UM POUQUINHO O CARAMBA, tento me erguer mais ela me segura* -Ta doendo Camila. *fecho os olhos*

-Calma já vai passar *ela diz e começa a assoprar o local, vou relaxando um pouco assim que o ardume vai passando*

-Ta melhor? *ela pergunta e passa a mão no meu rosto, abro os olhos, ela estava me olhando*

-To.. mais eu sei uma coisa que me deixaria ainda melhor *sorrio e ela pergunta*

-O que?

-Um beijo.. sabe minha mãe sempre dizia que um beijinho é o melhor remédio *digo ela sorri, se aproxima e beija o canto da minha boca onde estava machucado*

-E agora ta melhor?

*Sorrio*

-Só mais um *peço e faço uma carinha*

-Você ta muito abusada *ela diz, sorrio levanto e fico sentada na cama do seu lado e finjo uma cara triste*

-Você vai negar um beijo, pra uma pobre garota machucada?

-Ai meu Deus *ela da risada e segura o meu rosto mais dessa vez o beijo não é no machucado e sim direto na minha boca, um selinho rápido.*

Suspiro quando ela se afasta de mim, ficamos quietas por um tempo. Até que tomo coragem.

-Quer sair comigo? *ela me olha surpresa*

-Sair?

-É.. *digo*

-Tipo um encontro? *ela pergunta*

-Sim.. tipo um encontro *digo e a olho* -, mai sem as pestes dessa vez *sorrio e ela da risada*

-Quando? *ela pergunta*

-Hoje...

-Quero.. *ela sorri* -Mais então eu tenho que ir pra casa, por que já ta ficando tarde e eu preciso me arrumar *ela diz e levanta*

-Tudo bem eu te levo *levanto também*

-Não precisa Lauren, melhor você ficar ai descansando *ela diz me olhando*

-Camila ta tudo bem, tipo não vou negar que to um pouco dolorida sim, mais era mais uma ceninha pra você cuidar de mim *digo e abro um sorriso mais logo o fecho quando recebo outro  tapa seu no meu braço* -Ai.. to brincando.

-Vamos logo antes que eu desista. *ela diz e sai do quarto, passamos pela sala, pego a chave do carro e aviso meus irmãos que iria levar a Camila na casa dela, ela se despede deles e saímos de casa.

 

                                                                 ----------------------------------------

 

-Até as oito então *digo assim que paro o carro em frente sua casa*

-Sim*ela se vira pra mim, me aproximo mais e a beijo, coloco a mão entre seus cabelos, ficando naquele beijo por um tempo, até que me afasto um pouco dela pra poder a olhar*

-Só assim pra consta será que da pra você não falar pro seu pai que vai sair comigo *digo meio apreensiva acho que estava estampado na minha cara por que ela começa a rir* -Sabe é que eu gostaria de continuar viva.

-Ta medrosa...*ela diz sorrindo me da um selinho rápido, desce do carro se despede e fecha a porta, fico olhando ela caminhar pra dentro da casa, assim que ela entra, ligo o carro e suspiro, que Deus me proteja.*


Notas Finais


Tadinha da Lauren kkkkkk. E quando sera que essas duas vão começar a namorar em...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...