História Revelations - Stalia - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais, Teen Wolf
Personagens Allison Argent, Derek Hale, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Personagens Originais, Scott McCall, Stiles Stilinski
Tags Coração Partido, Drama, Magoas, Passado, Romance, Tragedia
Exibições 46
Palavras 1.791
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


OIE, CHEGAY CEDO DESSA VEZ <3

Capítulo 5 - Just Kidding Teaser


Fanfic / Fanfiction Revelations - Stalia - Capítulo 5 - Just Kidding Teaser

P.O.V STILES

Bufo de frustração ao me encontrar sentado dentro do carro com os cotovelos apoiados no volante e as mãos cobrindo meu rosto em frente à casa de Kira.
Não sei exatamente o que acontece, mas quando estou com Malia é como se eu perdesse a cabeça e não tivesse mais controle sob meus atos, falo sem pensar, faço coisas sem pensar... Essa mulher me deixa louco! 
E além disso, encontrá-la com aquele Guilherme foi a gota d'água! Não, óbvio que não é ciúmes, claro que não, ela ferrou com a minha vida e... A quem eu estou tentando enganar? Arg! Eu morri de ciúmes, minha vontade era esmurrar a cara dele.
Suspiro e ligo o carro dando partida, logo paro em minha empresa e estaciono, saindo e adentrando-a.
- Bom dia, chefe! - falo ao entrar em seu escritório.
- Bom dia, Stilinski, como vai? - pergunta sem me olhar, focado em seu computador.
- Mais ou menos, minha ex-noiva voltou. - me sento no sofá em frente à sua mesa bagunçada.
- Clara? - ajeita seu óculos enquanto separa alguns papéis em sua gaveta.
- Não, Malia, a que escondeu a filha de mim. - coço a nuca.
- Por que está tão tenso? - desvia seu olhar para mim.
- Tenso? Ah, a presença dela me deixa nervoso.
- Ainda gosta dela né? - retira seus óculos me encarando.
- É.. É claro que não, está louco, Marshall? Nunca! - digo afobado, o mesmo dá uma risada.
- Pode mentir pra mim, garoto, mas para o coração ninguém mente, coração não se engana. - dá uma piscadela e se levanta indo até a porta.
- Rayane, me traga dois copos de whisky por favor.
Pede do mesmo lugar e escuto uma voz feminina de longe.
- Claro, senhor.
Enfim, Marshall Guibbison, meu chefe de 58 anos, com cabelos grisalhos, olhos azuis acinzentados e a disposição de uma pessoa de 30 anos. Ele é dono da empresa há exatos 36 anos, começou cedo por conta da morte de seu pai, Haike Guibbison. Trabalhamos com automóveis.
Rayane Falcon, secretária de Guibbison, 34 anos, cabelos longos e extremamente lisos, meio platinados, olhos cor-de-mel e um corpo bem escultural. Inteligente e meio oferecida, mas confesso que já QUASE, eu disse QUASE fiquei com ela.
Rapidamente Ray entra na sala com uma bandeja que apresentava dois copos com gelo e uma garrafa de whisky.
- Agradecido, Falcon. Pode ir.
- Não foi nada, chefe. Olá, Stilinski. - me cumprimenta com uma voz estranha (acho que tentou ser sedutora = fail.)
- Oi, Ray. - aceno com um sorriso forçado.
Quando a mesma sai, Marshall se senta novamente.
- Mudando de assunto, você me arrumou uma secretária? - indago olhando-o.
- Me arranjaram, pela descrição era bem competente. Apresento-a hoje à noite na festa de 39 anos da empresa. Você virá, né? 
- Com toda certeza! - sorrio.
- Fico feliz. - diz com a mão em meu ombro. - Você é o melhor funcionário que já tive, e queria dar-lhe uma notícia.
- O que? - arqueio as sobrancelhas.
- Você foi promovido a subchefe. - fico boquiaberto com o anúncio.- Parabéns! - estende sua mão.
Dou uma risada de euforia.
- Muito, muito obrigado! - aperto sua mão contente.
- Eu que agradeço. - sorri, retribuo.

P.O.V MALIA

[[4 pm - mesmo dia]]

Toco a campainha da casa de Stiles abraçada a Bella e Isaac.
Kira havia me obrigado a trazê-los, porém depois me recompensaria.
A porta se abre revelando um Stiles sem camisa, me arrancando um suspiro espontâneo, desvio o olhar.
- Tchau, Isaac. - dou-lhe um beijo na testa.
- Tchau, mamãe. - beija minha bochecha, sorrio.
- Tchau, Bella. - faço o mesmo ato com ela.
- Beijo, mãe. - me abraça e entra.
Fico observando-o falar com os filhos e sem querer deixo um sorriso sair, ouço uma risada de sua parte.
- Do que está rindo? - saio de meus devaneios.
- Da maneira que você estava me olhando. - sorri malicioso, estreito os olhos. - Quase babando. - viro o rosto meio corada. - Não precisa ficar com vergonha, apesar de que você fica muito bonita assim, mas nem todas resistem. - estranho seu comportamento, mas eu gostava, me fazia lembrar os tempos antigos, onde tudo era bom.
- Eu não estava babando, seu convencido. - falo ainda sem olhá-lo.
- Pode assumir. - se aproxima, me deixando nervosa.
- O que está fazendo? - pergunto encarando o chão.
- Eu não sei, eu não sei de nada quando estou perto de ti. - segura meu rosto com a palma, erguendo-o, fazendo seu olhar se encontrar com o meu.
- Stiles... - sou interrompida com um beijo lento, mas que é logo cortado pelo mesmo.
- Não deveria ter feito isso! Isso nunca aconteceu, tá Malia? Você estragou minha vida. Eu te odeio. - dito isso fecha a porta na minha cara, e fico sem ação.
Respiro fundo ainda processando o que acabou de ocorrer.
Soco a porta.
- Isso, foge, seu covarde! - grito com fúria.
Reviro os olhos e entro no carro dando partida na velocidade máxima, meus dedos ficavam esbranquiçados por conta da força com que eu segurava o volante.
- Nem saia do carro. - diz a Flango ao aparecer na porta da sua residência, em seguida entrando na Land Rover. - Vá para o shopping. Precisamos de uma roupa para ti.
Abro a boca para opinar, porém a mesma me impede.
- Sem perguntas, pisa fundo. - ergui os braços em forma de rendição e fui rumo ao shopping.
Ao parar em um sinal vermelho esfrego meu rosto com as mãos.
"Eu não sei, eu não sei de nada quando estou perto de ti."
Aquela frase flutuava pela minha cabeça.
- Stiles me beijou. - resmungo derrotada pra Kira.
- O QUE? - berra com os olhos arregalados.
- Ele me beijou. E não quero falar sobre... Agora. - suspiro e acelero quando o semáforo abre.
- Você vai me contar. - disse com a boca aberta.

[[...]]

- Ainda não entendi pra que essas roupas.
Falo para a coreana ao entrar em casa cheia de sacolas.
- Vou levá-la para conhecer meu chefe, ele está precisando de uma secretária e eu falei sobre ti. Já está praticamente contratada o mesmo te adorou. - dei de ombros. - Seria legal você ir acompanhada de alguém já que é um evento social e eu vou com o Scott. - assenti.
- Posso acompanhá-la se quiser. - falou Guilherme surgindo de Nárnia.
- Pode ser. - sorrio fraco.
- O que houve? - o loiro semicerra os olhos.
- Nada. - engulo em seco. - Vou me arrumar.
Subo as escadas e tomo um banho relaxante e demorado. 
Coloco uma toalha na cabeça e outra enrolada no corpo.
Pego o traje, que era um cropped preto de mangas curtas, saia cintura alta colada no corpo que ia até um pouco abaixo no joelho também na cor preta, um max-colar de ouro, um bracelete e um salto-alto na mesma cor da saia e da cropped.
Fiz uma maquiagem básica, base, corretivo, pó, sombra clara com um delineado de gatinho para destacar juntamente com a máscara de cílios e um batom vinho mate que combinava com a cor das minhas unhas. Tirei a toalha do meu cabelo e o penteei, deixei-o meio bagunçado dando um toque meio despojado já que agora ele estava curtinho.
Desci as escadas encontrando todos prontos e elegantes.
- Então, estou bem? - pergunto girando quando paro na ponta da escada.
- Está maravilhosa. - solta Gui me analisando profundamente.
- Eu sei, era só pra ver quem não queria morrer hoje. - brinco rindo e entrelaço meu braço no seu enquanto caminhávamos até a sua BMW preta.

[[...]]

A entrada estava cheia de luzes, seguranças e paparazzis com câmeras que faziam flashes super fortes.
Caminhamos pelo tapete vermelho que nos guiava até a porta.
Ao adentrar me maravilhei com o quão grande e chique ali era. 
Piso branco e tão bem encerado que brilhava. Mesas espalhadas pelo salão com um pano branco de seda sob elas e taças de cristal além de uma florzinha de centro.
Mais à esquerda se encontrava um palco montado com instrumentos e algumas pessoas se arrumando, suponho que é uma banda. Ao lado tinha um bar com todos os tipos das melhores bebidas que você pode imaginar. Á direita estava o "toilete".
- Gente, preciso ir ao banheiro, não demoro.
Me pronuncio e vou até o local. 
Retoco minha maquiagem após fazer minha higiene e saio, ando meio distraída até esbarrar bruscamente com alguém, me fazendo cambalear e quase cair, se não fossem por mãos firmes que me seguraram.
- Opa, cuidado. Olha por onde anda. - diz uma voz masculina familiar.
- Perdão, estava distraída. - digo levantando o olhar e dando de cara com Stil.
- Malia? O que faz aqui? - questiona meio envergonhado.
- Hãm... - me interrompem.
- Vejo que já se conheceram. - diz um homem de cabelos grisalhos ao se aproximar com Kira ao seu lado.
- Ér... - sussurro sem graça.
- Prazer, Marshall Guibbson, chefe da empresa. - estende a mão e eu que até agora estava nos braços do moreno me afastei o cumprimentando.
- Stilinski, essa é Malia Hale. Malia, esse é Stiles Stilinski. Ela será sua secretária. - me engasgo com a saliva.
- E-eu? Secretária dele? - fuzilo Yukimura, a própria segura o riso.
- Já nos conhecíamos. - diz o meu ex.
- Sério, da ond... - para seu diálgo pondo as mãos na boca. - É essa Malia? - Stiles assente. 
Apenas os observo.
- Enfim, seja bem-vida. Está contratada. - o homem sorri, eu retribuo falsamente.
O mesmo sai apressado.
Dou um passo para frente para segurar a baixinha de cabelos negros, mas ela é mais rápida.
- Então, chefe... - ironizo.
- O que, secretária? - ironiza rindo.
- Você é um babaca. - reviro os olhos sentando em um banco no bar.
- Não fale assim com seu chefe. - bufo.
- Crianção. - peço uma dose de Tequila.
- Me perdoa por hoje cedo, foi sem pensar...
- Chega de perdões, pelo amor de deus. - viro a bebida que desce rasgando pela minha garganta.
- Oi, Stilinski, está tão bonito. - fala uma mulher loira passando a mão descaradamente pela coxa dele, levanto as sobrancelhas.
- Oi, Rayane. - fala meio nervoso, mas quando olha minha face relaxa e pega na mão da vadia.
Ele estava tentando me provocar. Se é brincadeirinha de provocação que ele queria, era brincadeirinha de provocação que ele teria.


Notas Finais


GENTEN, EU TO CM HORA P ENTRAR NO PC POR DIA (3 H)
ent, se eu demorar provavelmente é por isso, juro!
Esse capítulo não ficou muito comprido, mas ficou maravis <3

Elenco: http://imgur.com/a/JbWmt
Traje Malia : http://www.polyvore.com/sem_t%C3%ADtulo_51/set?id=208530234
Traje Kira : http://www.polyvore.com/sem_t%C3%ADtulo_52/set?id=208593610


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...