História Revenge { 2° Temporada } jjk + pjm - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Lisa, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 101
Palavras 903
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Fluffy, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - "07"


Fanfic / Fanfiction Revenge { 2° Temporada } jjk + pjm - Capítulo 7 - "07"

Jimin ainda fingia não ter um pai, mesmo com Jennie no seu pé dizendo o quanto era importante ele ouvir o mais velho, o acastanhado se recusava.

A Kim havia lhe contado sobre o dia que tinha encontrado Lisa no mercado e visto o pequeno "Ji" como ela disse ser chamado.

O Park tinha que admitir que era louco para ver Jungkook cuidando de uma criança, o homem frio e sério se deixando levar pela fofura de um bebê? Ele achava cômico.

Talvez Jeon desse uma arma para ele em seu décimo aniversário. Riu.

– Fico imaginando o que essa criança se tornará quando crescer... Sendo criada por Lisa e Jungkook. Talvez um mafioso, ou um deputado. - Jimin soltou de repente, fazendo Jennie o olhar confusa, depois de ouvir os dois nomes citados que percebeu que o mais velho falava do pequeno Ji.

– Talvez não. Lisa não parecia uma espécie de mãe maléfica quando a vi com ele. Aparentava estar mais preocupada e disposta a dar um futuro melhor ao filho. - respondeu, se lembrando do dia em que encontrou a loira no mercado, a mesma demonstrando muito cuidado com o bebê.

– Aparências enganam. - respondeu, soltando o ar pelo nariz, os lábios se cumprimindo. – Mas, realmente talvez Lisa não queira algo do tipo, ela não me parece ser esse tipo de gente. Porém Jungkook... - riu. – Esse ai, eu não posso garantir nada.

– É... - pensou. – Jungkook eu não sei. Afinal, eu não o vi. Mas... Não sei, talvez ele possa ter se tornado uma pessoa melhor depois do nascimento do bebê, é o filho dele não é?

– Pensando assim, talvez.

••••


– Você é a coisinha mais linda que eu já vi. - falou sincero, praticamente hipnotizado pelos olhos curiosos e brilhosos do pequeno.


– Jungkook... Para de babar no Jimin. - riu, vendo o moreno acariciar o rosto do filho. – É sério. - disse por fim, rindo ainda.


– Ele é lindo, não é? - o Jeon mais velho se virou apenas para olhar a loira e lhe fazer essa pergunta, antes de voltar a atenção para o menor deitadinho no sofá.


– É, ele é lindo sim. - sorriu, vendo o filho sorrir de uma maneira fofa para o mais velho. – Mas agora, 'tá na hora do banho. - ela disse estendendo os braços para pegá-lo e para facilitar Jungkook o pegou dando o nos braços da mais nova. – Que pesado. - ela resmungou assim que o segurou no braço.


– Eu disse. - deu risada vendo a loira sair do cômodo com o menor.


Caçou seu celular no bolso, vendo as horas e depois o guardando de volta.


Ficou aguardando Lisa terminar de dar banho em Ji, procurou algo de bom na televisão, algo pra jogar ou fazer, algo pra comer, mas na verdade não estava com fome.


Foi até o jardim de frente a casa e também a entrada dos fundos, procurou até algo pra limpar.


E depois de vinte minutos, por sinal, muito entediantes para Jeon, ele descobriu que sem o pequeno ali consigo ele ficava completamente entediado, Ji, fazia seu dia, era impressionante.


Novamente o telefone tocou na casa, ecoando por um bom tempo. Jungkook decidia se atenderia ou não. Quase ninguém ligava pra lá, então tinha uma boa chance de ser aquele idiota com a voz esquisita mandando ameaças.


Ele suspirou antes de andar a passos rápidos, e colocar o telefone sem fio na orelha e começar a andar pela casa.


– Alô.


Ora, estava aqui observando...

E para seu azar era realmente ele, com sua voz soando ainda mais grossa e indecifrável. Jungkook revirou os olhos já sabendo tudo o que ele iria falar.


Sua esposa fica muito bonita dando banho nele.


Ao ouvir o comentário seu corpo enrrigeceu, ele sabia exatamente de que esposa ele falava. Mas a pergunta era, como ele sabia que Lisa estava dando banho em Ji agora?


O que será que aconteceria... Hum... Se não apenas o pequeno Jimin saísse machucado nessa história. Sabe... Ela é muito bonita, daria um bom dinheiro não acha, Jeon?


Jungkook apenas estático, largou com força o telefone em qualqu lugar e subiu as escadas correndo, ele chamava em um tom moderado o nome da garota, esperando que a mesma respondesse, porém nada.


– Lisa! - ele escancarou a porta do banheiro, encontrando o mesmo vazio, e apenas o patinho de borracha que Ji tanto colocava na boca, boiando sob a água da pequena banheira. – LISA!


O desespero tomava seu corpo de uma forma intensa.


– O que é, Jungkook? Para de gritar! - Lisa apareceu atrás de si, segurando o pequeno nos braços enquanto secava os cabelos castanhos do mesmo com uma toalha.


Um suspiro mais que aliviado saiu pelos lábios avermelhados do moreno.


– Que droga! - exclamou, sentindo seu olhos ferverem enquanto encostava no batente da porta do banheiro atrás de si. – Aquele infeliz ligou de novo, dessa vez ele falou de você, e disse o que você estava fazendo. Eu pensei que... - puxou o ar com força. – Pensei que tinham levados vocês. - suspirou, o queixo franzido e as bochechas vermelhas.


– Calma. - a mais nova esfregou o grande peito largo do maior, vendo Ji esticar os bracinhos gordinhos tentando se aproximar de Jungkook, com um bico nos lábios. Parecia não gostar de ver o moreno choroso.


– Vem cá, bebê. - pegou o menor no colo, que como sempre fazia, deitou a cabecinha no ombro largo, ainda com o bico nos lábios.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...