História Revenge - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Revenge
Exibições 17
Palavras 1.732
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 18 - Despedidas


Hello Peoples...
Se estiver gostando da História compartilhe com os amigos e faça essa autora feliz ^^

Para este capítulo ouçam a Música indicada.

Goodbye -Fifth Harmony

Enjoy

        CAMILA POINT OF VIEW

_ Me prometam que vocês vão se cuidar,vão me ligar sempre e vir me visitar também. 
Milika pediu após cessar o choro,ela abraçava a mim e a Dinah ao mesmo tempo e nós duas retribuiamos o abraço. 
_ Claro que nós vamos mamãe. 
Dinah disse  enquanto chorava   baixinho.
_ Nós prometemos Mika.
Eu disse secando as lágrimas que rolavam em meu rosto.
Nós permanecemos no abraço por mais alguns minutos. 
Era isto,nós estávamos de partida,nos mudariamos para o Usa para onde a SUN ENTERPRISE fora transferida.
Um mês havia se passado desde a reunião que  tivemos com meus sócios,onde eu aceitei a proposta de transferir minha empresa,durante esse mês tudo havia sido resolvido.
O novo prédio para a empresa havia sido comprado,a transferência de alguns funcionários que puderam mudar de país, a contratação de novos funcionários para substituir os que não puderam,compramos também um apartamento Maravilhoso onde eu,Dinah e Normani morariamos em Los Angeles.
Eu e Dinah desfizemos o abraço com Mika e a mulher foi em direção de Normani para abraçá-la também, Normani havia se tornado bem próxima da família Hansen's durante os últimos anos. 
_Eu vou sentir tanta saudades de vocês. 
Mika disse a ela e o choro da mulher se fez presente novamente. 
_ Nós também vamos tia Mika.
Normani respondeu em meio ao choro. 
_ Chega de despedidas,vocês precisam ir logo para não perderem o vôo. 
Gordon se pronunciou. 
_ Sim! É verdade. 
Mika disse e livrou Normani do Abraço apertado dela.
Nós pegamos nossas malas de mão,pois as maiores já haviam sido despachadas anteriormente, seguimos até o carro de Gordon que nos levaria até ao aeroporto e o adentramos. 
Gordon deu partida no carro saindo de dentro da mansão e a última coisa que eu pude ver era uma Mika parada na porta acenando para nós, a tristeza em seu olhar era verídica,mas não tínhamos escolhas,chega um momento da vida que temos que dizer adeus.
Dinah chorava baixinho ao meu lado, eu sabia o quanto a minha amiga sentiria Saudades da família,pois ela nunca havia ficado longe antes,seria uma nova experiência tanto para mim,quanto para ela,mas passaríamos por isto juntas, nós três pois Normani era nossa cúmplice também nessa nova jornada.
Gordon dirigiu com pressa até o aeroporto,não demorou muito e já estávamos estacionando em frente ao local,descemos do carro e Caminhamos até a plataforma de embarque.
_ Eu vou sentir saudades de vocês. 
Gordon disse após dar um último Abraço em cada uma de Nós. 
_Nós também vamos pai.
Dinah disse a ele. 
_Ok, se cuidem e nos ligue assim que chegarem lá, Eu amo vocês. 
Foi tudo que ele disse antes de acenar uma última vez e refazer o caminho até o carro para voltar para casa. 
_Vamos meninas!!
Eu disse a elas assim que nosso vôo foi anunciado. 
Nós embarcamos no Avião acomodando cada uma em sua poltrona, Dinah e Normani se sentaram uma perto da outra e eu me sentei próximo a um rapaz.
Passou - se alguns minutos e logo o avião levantou vôo, eu encostei minha cabeça na pequena janela do avião e me pus a observar a cidade ficando para trás, era dolorido deixar aquele lugar pois passei uma vida inteira ali, mas era hora de seguir meu caminho. 
Eu fechei meu olhos e reencostei minha cabeça na poltrona me lembrando da despedida dolorida que eu tive que fazer, mas a mais necessárias.

  Flashback ON

[Inicie a Música indicada ]

(Why do we say goodbye
When there's no good in it at all?)
Porque nós dizemos adeus Sendo que não tem nada de bom nisso

(My eyes just won't keep dry Every tear is a waterfall, I'm holding on)
Meus olhos não conseguem ficar secos Cada lágrima é uma cachoeira, Eu me apego

(To all the memories I can recall
Now I cherish every moment
Big or small)
Às memórias que eu lembro Agora eu aprecio cada momento Grande ou pequeno

(Now that you're gone I hold on)
Agora que você se foi Eu me apego

(To all the laughs we shared
And I'll never forget your smile)
A todas as risadas que dividimos E nunca vou esquecer seu sorriso

Eu caminhei tranquilamente por aquele lugar vazio,cada vez que eu chegava mais perto meu coração se apertava dentro do meu peito. 
Eu sempre ia até lá quando me sentia triste ou com saudades,mas dessa vez eu iria me despedir,não para sempre mas eu não poderia ir até lá toda vez que eu Precisasse e isso me doía só de imaginar. 
Eu caminhei mais um pouco até que alcancei o lugar desejado,meus olhos lacrimejaram assim que eu os coloquei sobre as duas lápides uma do lado da outra,foi assim que eu pedi que enterrasse os dois,um do lado do outro como eles sempre ficavam.
_ Oi vocês dois. 
Eu disse como sempre dizia quando ia lá,poderia parecer loucura ir até o cemitério e conversar sozinha ou com as lápides, mas para mim não era loucura eu me sentia bem e mais próxima dos dois,eu sentia que eles poderiam me ouvir. 
Eu me sentei em meio as duas lápides e limpei com as mãos as folhas secas de cima delas,quando as duas estava livre das folhas eu abracei os meus joelhos e comecei a dialogar com eles como eu sempre fiz durante todo os anos desde que eles partiram desse mundo para um outro lugar que eu não poderia estar com eles.
_ Eu estava com saudades de vir aqui falar com vocês, me desculpe por demorar vir é que eu estava muito ocupada com a empresa,sabe ela está um evento enorme e eu mal consigo lidar com isso as vezes. 
Eu disse e soltei um sorriso nasal mas logo cessei e a tristeza tomou conta de mim! A tristeza já não era mais um problema para mim,eu havia aprendido a lidar com ela com o passar do tempo. 
Eu fiquei em silêncio por um tempo observando a imensidão daquele lugar e quantas memórias foram esquecidas ali,até que me pronunciei novamente.
_ Eu vim me despedir,eu vou embora para o Usa.
Eu disse e as lágrimas desceram dos meus olhos como as águas descem de uma cachoeira.

(We've said hello a million times)
Nós dissemos "olá" milhões de vezes

(The hardest thing to do is say goodbye)
A coisa mais difícil de se fazer é dizer adeus

(Goodbye,goodbye,goodbye, goodbye)
  Adeus, adeus, adeus, adeus

(We've said hello a million time)
Nós dissemos "olá" milhões de vezes

(The hardest thing to do is say goodbye)
A coisa mais difícil de se fazer é dizer adeus

(It's so hard to say goodbye)
É tão difícil dizer adeus

..........

Eu fiquei ali por mais um tempo até que me levantei e decidir ir embora.
E assim eu fui,mas eu deixava ali um pedaço de mim.

Flashback off

O vôo foi tranquilo e depois de horas nós pousamos em Los Angeles. 
_ Eu estou com torcicolo no pescoço. 
Dinah reclamou assim que deixamos o avião. 
_ É claro que você está,dormiu com a cabeça no meu ombro e de mal jeito ainda por cima.
Normani protestou. 
_ Então a culpa é desse teu ombro magro e ossudo.
Dinah rebateu. 
_ Você é uma cretina mesmo Dinah, além de dormir no meu ombro ainda reclama. 
Elas iriam começar com a discussão mais que recíproca delas mas eu as interrompi.
_ Cala a boca vocês duas e vamos pegar um taxi.
_ Ihhhh falou a Rainha da ossada.
Dinah implicou. 
_ O que você disse Dinah? 
Eu questionei incrédula enquanto Normani ria feito louca desvairada. 
_ Eu disse que estou louca para chegar em casa.
Minha amiga disfarçou com a maior cara de Pau.
_ Sei!
Eu disse contragosto. 
_ Olha só um taxi! Hey moço está livre? 
Dinah chamou o taxista e caminhou até ele,obviamente para fugir da minha fúria. 
Nós adentramos o táxi e entregamos o endereço do nosso novo lar.
Não demorou muito e o táxi estacionou na porta do apartamento mais que luxuoso, eu tinha dinheiro de sobra e não iria poupar em gastar. 
Dinah pagou o taxista e nós descemos do veículo.
_ Meu Deus Camila isto deve ter custado o olho da cara.
Normani disse boquiaberta. 
_ E o que tem demais Mani? Dinheiro foi feito para gastar, agora vamos entrar que eu estou louca para tomar um banho. 
Dito isto nós adentramos o imóvel sendo recebidas pelo porteiro do local. 
Subimos o elevador e enfim chegamos de fato ao nosso novo lar. 
_ Tem um quarto para cada uma de Nós e um para os Hóspedes.
Eu disse assim que entramos,cada uma escolheu seu quarto e colocou suas devidas coisas nele.
Tomei um longo banho e depois fui para a cozinha onde Dinah e Normani estavam,elas também haviam tomado banho e colocado uma roupa mais fresca. 
_ E então vamos pedir comida ou vamos fazer? 
Dinah perguntou. 
_Eu estou morrendo de preguiça,não sou capaz de fazer nada. 
Eu disse. 
_ Nem eu.
Mani complementou. 
_ Então vamos pedir comida, temos que pegar uma lista telefônica por que não conheço nada por aqui. 
Dinah disse e eu e Mani concordamos.
Fomos para a sala e encontramos uma lista telefônica, fizemos um pedido de comida chinesa e decidimos assistir Tv enquanto aguardávamos o pedido chegar. 
_ E então, hoje ainda é sábado podemos descansar o restante do sábado e Domingo saímos para conhecer a cidade,o que acham? 
Eu perguntei. 
_ Acho uma ótima idéia,já que Segunda é o dia de começar os trabalhos na empresa. 
Dinah indagou. 
_ Para mim está ótimo!
Normani complementou. 
Nosso pedido chegou e nós jantamos,assistimos Tv por um tempo e depois fomos cada uma para seu quarto,estávamos exaustas da viagem.
......
O dia amanheceu e como o combinado nós fomos conhecer a cidade,passeamos por vários lugares,fomos até a cidade da família de Normani que era próxima de Los Angeles,almoçamos com a família dela e eles se mostraram super agradáveis. 
A noite nos arrumamos para jantar em um dos restaurantes mais conhecido da cidade.
A noite foi maravilhosa e eu estava mais que animada para começar com os trabalhos na segunda, a SUN ENTERPRISE estaria entrando em um novo patamar e eu sentia que seria dali para melhor.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...