História Revenge - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Colegial, Romance
Visualizações 12
Palavras 525
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Mistério, Policial, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem.
A historia é inteiramente de minha autoria.
Os personagens, o contexto.
Se gostarem comente para me incentivar.

Capítulo 1 - Prologo.


Fanfic / Fanfiction Revenge - Capítulo 1 - Prologo.

Meu coração fora quebrado naquele exato estante. Ian estava aos beijos com a líder de torcida, Aslyn Ficht. E pela primeira vez depois de muito tempo. Ian Maia me fez chorar. Quando ambos se deram conta da minha presença, eles se separaram e Ian arregalou os olhos e correu ate mim.

_Clary, eu posso me explicar.  _Ele parecia atordoado.

_Não quero saber. _Gritei , as lagrimas rolavam livres pela minha face.

_Não é o que parece, eu posso explicar. _ Ele tentou segurar o meu braço, porém eu corri antes que ele tivesse êxito.

Eu corri como se minha vida depende-se disso. Os corredores da escola pareciam maiores agora, e logo fiquei sem folego.  Entrei no banheiro feminino e me deparei com meu reflexo no espelho. Meus óculos, fundo de garrafa me deixavam estranha e meus cabelos longos e pretos estavam presos em um rabo de cavalo bem feito.   Ao todo eu era apresentável, porém nunca fui bonita o suficiente para Ian Maia. Porém acreditei nele, achei que ele tinha se apaixonado pelo meu jeito, e vi naquele momento o quanto estava enganada.  Os dois meses do nosso relacionamento haviam sido incríveis.  Eu achei que ele fosse o meu amor épico. Achei que ele me amava. Suspiro e enxugo minhas lagrimas. Saio daquele banheiro de cabeça erguida. O sinal tocas, e os corredores  se enchem de alunos.  Saio daquela escola e a minha mãe estava me esperando.  Melisa Baker minha mãe, é uma mulher com o estilo bem jovial.  Veste roupas coladas e pinta o cabelo de loiro constantemente.

_Como foi o seu dia, meu amor? –Pergunta abrindo a porta da sua picape para mim. Sempre achei a picape de mamãe bem charmosa, aperar dos comentários maldosos das pessoas dessa maldita cidade afirmarem o contrario.


_Eu vou morar com o papai. –Disse seria olhando para a minha mãe.  A mesma quase bate de frente com um caminhão, depois dessa minha confissão.

_Como assim, morar com o seu pai, Clary?- Ela parecia magoada.

_O Ian me traiu. –Com esse anuncio minha mãe, aperta os dedos ao volante e assente. Uma das maiores qualidades de mamãe é que ela sabe respeita a sua dor, e, sobretudo respeita as minhas escolhas.

Chegamos a casa e minha mãe estaciona na garagem. A casa era velha e parecia mal assombrada, porém o aluguel é baratinho e cabia no orçamento de mamãe. Entramos e a porta faz um ruído altíssimo. A casa era bem modesta, uma TV media, um sofá amarelo horroroso e uma escada de madeira que da para os quartos.  Corro para meu quarto e pego a minha mala roxa. Ponho roupas indispensáveis e os meus melhores sapatos.  Pego o meu diário rosa que tinha um ‘’C’’ estampado na capa.  Deixo cair uma foto e volto a chorar na hora. Na foto eu me encontrava ao lado de Ian, foi tirada no dia do seu grande jogo.  Eu estava sorrindo e ele fazia uma careta engraçada para mim. Não! Afasto aquela lembrança. Eu vou embora e um dia vou voltar. E vou me vingar dele. Vou acabar com o seu coração, como ele fez com o meu.

Eu juro. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...