História RevengeTale (2 Temporada) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Error Sans, Frisk, Ink Sans, Mettaton, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel, Undyne
Tags Error!sans, Henry, Horrortale, Ink!sans, Lily, Loonie, Lucas, Papnie, Papyrus, Storyshift, Underswap, Undertale, Universo Alternativo
Visualizações 17
Palavras 903
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Luta, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Essa parte do capítulo se passa ainda 3 meses atrás

Isso vai ser meio que um prólogo, os capítulos normais vão começar a partir do 3 MESES DEPOIS

Capítulo 3 - Aquele morro (de novo)


Fanfic / Fanfiction RevengeTale (2 Temporada) - Capítulo 3 - Aquele morro (de novo)

P.O.V. LOONIE

 

A noite anterior havia sido uma grande mistura de sentimentos: raiva do Asriel antigo, aquele que tinha me matado um monte de vezes fazendo minha determinação quase terminar, tristeza por ver a quase morte do meu amigo Papyrus, aquele com quem me acompanhou por toda a jornada para encontrar minha irmã (que infelizmente tinha terminado, pois acabei descobrindo que ela estava morta), conforto ao sentir os braços do esqueleto me envolver durante aquele reset, enquanto o mesmo se transformava em códigos e desaparecia assim como o resto do mundo....

Todos aqueles sentimentos haviam sido apagados quando finalmente abracei Papyrus no nosso reencontro, o problema de ter a alma de determinação é que você pode se lembrar perfeitamente da última linha do tempo, ou seja, desde criança que eu queria ver o maior de novo.

Eu já não sentia mais raiva do Asriel, tudo o que ele queria era provas de que Chara realmente se importava com ele, o que era verdade. Mas agora ele parecia muito feliz em ter uma alma, ou melhor, uma meia alma junto com ele, a meia alma que tinha sido dado pela minha irmã. A família Dreemur estava realmente reunida.

Nesse momento, eu, Papyrus e Sans estávamos andando até o pé da colina atrás do grupo, Frisk pulava, saltitava e corria ao redor da gente e da família Dreemur, esta estava na frente conversando alegremente. Tudo estava perfeito naquele momento.

 

FRISK- Mal posso esperar para chegar na festa, yepeee!!!- ela deu um salto grande e chegou perto do Sans

SANS- Bom, deve ser legal, sabe? Você ser embaixadora dos monstros... Vai poder falar com o prefeito, fazer um discurso na frente de monstros e humanos, se eu fosse você, eu estaria bem nervoso- ele sorriu sarcasticamente enquanto tirava um ketchup do bolso e bebia.

FRISK- A-ai... N-não me deixa nervosa não... – enquanto ela falava, ela agarrava minha cintura com um pouco de receio.

LOONIE *afagando o cabelo de Frisk*- Hahahah, relaxa!! Eu já passei por isso, você consegue, miga!

PAPYRUS- JÁ PASSOU POR ISSO, LOONIE?- eu tinha que me acostumar com Papyrus falando alto desse jeito, heh

LOONIE- Vish, na escola passam tantos trabalhos...

SANS- Eu também já passei por isso nas primeiras vezes que estive no Grillby’s, foi horrível, o pessoal não parava de rir de mim!!

FRISK- Deve ser porque você só conta piadas, né, senhor Sans?

PAPYRUS- PIADAS HORRÍVEIS, VOCÊ QUER DIZER!

SANS- Tinha gente que dormia nas minhas apresentações também...

FRISK- Era um espelho, Sans, e você estava nele...

SANS- Ih, verdade!- ele deu um tapa na testa, fazendo todos rirem, menos Papyrus, que arregalava os olhos com desgosto.

 

Enquanto o grupo falava sobre outras coisas, não pude parar de reparar em duas coisas, a primeira era que Papyrus não largava a mão do meu ombro esquerdo, que por alguma razão eu acabei gostando daquilo, a segunda era que enquanto Frisk saltitava alegre na direção do Asriel, este acabava se afastando por conta da vergonha e nervosismo...enquanto sussurrava umas coisas para a Toriel, esta o.... encorajava? E Asriel ficava ainda mais corado, enquanto Asgore soltava umas risadinhas.

Acho que já sei o que estava ocorrendo ali, huh?

 

LOONIE- COÉ ASRIEL? VAI CONFESSAR PARA FRISK OU O QUÊ??

 

Nesse momento todo mundo parou e olhou na minha direção, Asriel começou a tremer e Frisk ficou meio confusa. Sans e Papyrus entenderam o que estava acontecendo ali e olharam pro Asriel sorrindo meio pervertidos. Toriel e Asgore empurraram Asriel para um pouco perto da Frisk.

 

ASRIEL *mega corado*- H-huh??? C-Como a-assim???

TORIEL- Vai lá, filho!

FRISK- Que está acontecendo?- ela olhou pro Asriel, esse começou a tremer um pouco.

 

Asriel chegou um pouco mais perto de Frisk com as mãos juntas, ele aparentava estar bem nervoso.

 

ASRIEL- B-Bom, Huh... Antes de certas pessoas acharem... - ele olha para mim- ...eu não vou pedir Frisk em namoro!

 

Todos riram, mas não por causa dele, e sim por causa da fofura que tinha que não fazia ele parecer bravo ou perigoso

 

ASRIEL- O-Ok... Frisk, eu estive conversando um pouco com a mãe... E de repente me veio uma ideia meio doida, mas que pode ser que você concorde- ele coçou atrás da cabeça 

FRISK- Pode falar, Asriel- ela sorriu meio ansiosa, não podia esperar o que Asriel queria dizer

 

Asriel olhou para todo mundo e parou quando fitou os olhos do Asgore e da Toriel, os dois assentiram com a cabeça. Asriel respirou fundo e depois voltou para Frisk.

 

ASRIEL- Euqueriasabersevocêqueriaserminhairmã- ele falou rápido, quase ninguém conseguiu entender, apenas Toriel, Asgore...e Frisk

 

Frisk colocou as duas mãos na boca  e fez uma expressão de quem iria se emocionar a qualquer momento, até que uma lágrima acabou saindo do olho direito.

 

ASRIEL- AAAH, DESCULPA! EU NÃO QUERIA FAZER VOCÊ C---

 

Não deu tempo de terminar a frase, Frisk logo apertou Asriel num abraço, o que o deixou ainda mais corado do que já estava.

 

FRISK- É claro que quero... Sempre quis ter uma família assim!!!

ASRIEL- Ah, Heh...

 

Os dois ficaram abraçados enquanto todo mundo batia palmas, pelo que entendi, Frisk acaba de virar uma Dreemur. A cena era muito bonita, e Toriel parecia que ia chorar de novo a qualquer momento.

Depois de um tempo os dois finalmente se separaram, então continuamos a descer a colina na direção daquela festa, que parecia já ter começado faz tempo, mas parecia que ia durar até a madrugada.

 

 

 

 

[CONTINUA...]

 

 

 

 

 


Notas Finais


>w<


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...