História RevengeTale - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Frisk, Mettaton, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel
Tags Au De Undertale, Loonie, Não Foca No Sans, Papyrus, Resetou Demais Deu Nisso, Undertale
Visualizações 104
Palavras 1.156
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


HEHEEE

Capítulo 36 - Reencontros emocionantes


Fanfic / Fanfiction RevengeTale - Capítulo 36 - Reencontros emocionantes

Eu ando por aquele corredor gelado de novo, as árvores continuavam como antes, eu estava feliz por ter recomeçado e voltado ao normal, e agora estou indo procurar meu amigo...

Eu paro naquele portão/barras de prisão e espero aquele esqueleto chegar, ouço passos atrás de mim é uma respiração bater na minha nuca, então ouço num sussurro:

SANS- Ok, não precisamos fazer isso de novo se não quiser...

FRISK *saltando para cima do Sans*- SAAAANSS!!

SANS *caindo na neve sentado*- Epa!! Hehehe

 

P.O.V. Frisk

 

Nós ficamos sentados enquanto nos abraçávamos, eu quase que começava a chorar, mas aí eu ri

SANS- Ei, não chora não, senão sua cara vai ficar congelada hehehehe

FRISK- Ai, Sans, só você mesmo para não me fazer chorar- eu disse em soluços, mas soluços de alegria.

Depois de uns longos minutos naquele abraço, Sans deu uns tapinhas na minha cabeça e se separou de mim, nós ficamos nos olhando, mas chegou uma hora que o sorriso dele desapareceu e suas órbitas ficaram escuras, mas não porque ele estava com raiva, e sim por tristeza

SANS *coçando a nuca*- Frisk, eu....me perdoe pelo o que eu fiz....não foi culpa sua a linha do tempo ter mudado....foi na hora do nervosismo, aquele meu ataque....mesmo eu não tendo sistema nervoso- ele deu uma risada forçada- heh, sério...fui muito injusto com você, caramba.

FRISK- Oh, Sans, não precisa se desculpar, quem precisa se desculpar sou eu...por ter feito muitos genocidios...-eu abaixei minha cabeça, mas Sans levantou ela de novo com sua mão no meu queixo.

SANS- Toc, toc- ele deu um sorriso maldoso, que piada ele estava preparando para aquele momento?

FRISK- Quem é?

SANS- Emo

FRISK- Emo quem?

SANS- "É mu"ito arrependimento vindo de um lugar só, vamos esquecer isso- ele me ajudou a levantar- e ir dar uma passadinha lá no Grillby's?- ele piscou um dos olhos.

FRISK- hahahah, boa, bora lá então!

Nós caminhamos por aquele corredor, eu e Sans ficamos contando piadas um para o outro e falando sobre a Loonie, e caramba, como ela lutava bem!

SANS- Mas será que o Papyrus vai se lembrar da Loonie?

FRISK- Ele garantiu a ela, certo?

SANS- Eu sei....mas é que para mim foi difícil me lembrar dos seus resets....espero que seja diferente para Papyrus.

FRISK- Falando nele- eu aponto para uma sombra alta vindo na nossa direção- não é ele vindo?

SANS- É sim, rápido, se esconde!!- ele apontou pro abajur

FRISK- Não, não, hoje eu fico aqui...quero receber ele!

SANS- Não vai ferrar com a linha do tempo de novo, né?

FRISK- Ai, Sans, um abraço não vai fazer mal a ninguém- eu olho de novo para a sombra- huh...é impressão minha ou ele esta correndo?

SANS- Ele está de braços abertos- então ele percebeu- Oh, não!

PAPYRUS- SAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAANNNSSSSSSS!!!!!!

Deu nem dois segundos, eu só vi um vulto bater contra o Sans, fazendo ele cair no chão enquanto era abraçado pelo maior.

 

P.O.V. SANS

 

O que acabou de acontecer aqui? Nem eu sei....Papyrus estava me abraçando como se ele tivesse me visto pela última vez faz 4 semanas!

PAPYRUS- EU ESTAVA COM TANTA SAUDADE! EU VI SUAS ROUPAS JOGADAS NO CHÃO COBERTAS DE POEIRA, SANS! VOCÊ ESTAVA MORTO! EU FIQUEI COM TANTO MEDO E TRISTE!! NYOHOHOHO....- ele me abraçou mais forte, dessa vez chorando.

SANS- Hey....bro....calma! Eu estou aqui....- eu tentei disfarçar- foi só um....pesadelo!

PAPYRUS- NÃO, SANS, NÃO FOI UM PESADELO!! ACONTECEU DE VERDADE! EU ESTIVE LUTANDO CONTRA O ASRIEL, VIRANDO POEIRA PARA DEPOIS DERRETER, EU ERA DA GUARDA REAL!! SANS, EU VI O SOL DA SUPERFÍCIE!- ele continuava me abraçando. Ele realmente se lembrava de tudo que aconteceu na última linha do tempo?

SANS- Tudo bem, Bro....já vi isso acontecer várias vezes....- eu olhei para Frisk, a mesma estava triste com a cena.

PAPYRUS- SANS EU...EU NÃO QUERO TE PERDER NUNCA MAIS! EU....EU TE AMO TANTO!- ele enterrou seu rosto no meu ombro, eu finalmente retribuí o abraço, tadinho, era muito inocente para entender essas coisas.

SANS- Eu também te amo, Paps- eu fechei os olhos naquele momento, fazia tempo que ele não me abraçava desse jeito, a penúltima linha do tempo foi genocida, e depois dela foi a corrompida.

A gente ficou assim durante um tempo, Papyrus não parava de chorar no meu ombro...uma cena completamente comovente.

Frisk apenas observava aquela cena  maravilhada.

SANS- Hey Frisk, vem aqui também- eu lhe estendi a mão, Frisk a pegou e se juntou ao abraço.

Depois de uns longos minutos, finalmente a gente se separou, Papyrus limpou suas lágrimas, cara,  ele estava realmente triste, assim como eu fiquei no primeiro reset.

PAPYRUS *terminando de limpar as lagrimas*- OH, OLÁ FRISK!- Frisk riu um pouco- OU SERÁ QUE DEVO CONTINUAR TE CHAMANDO DE HUMANA? NYEHEHEH.

FRISK- Heheh, tudo bem, Papyrus? Como foi ficar na guarda real?

PAPYRUS- FOI MUITO LEGAL! A UNDYNE ME TREINOU BASTANTE, AÍ EU PROTEGI OS MONSTROS! 

FRISK- Que legal!

A gente se levantou.

PAPYRUS- BOM, EM MOMENTOS ASSIM, DEVEMOS COMEMORAR! O QUE ACHA DE UM MARAVILHOSO SPAGUETTY, FRISK?- Frisk coçou a cabeça.

SANS-  Nah, acho que ela vai preferir ir no Grillby's- pisquei para ela, ela riu um pouco.

FRISK- Acho que ir no Grillby's é uma boa! Lá a comida sempre sai...deliciOSSA- Papyrus olhou para Frisk apertando os olhos.

PAPYRUS- FRISK, NÃO ENCORAJA O SANS!

SANS- Ah, qualé mano! Nem fomos pro Grillby's e já está ESQUENTADO?- Frisk riu.

PAPYRUS *batendo os pés*- OH MEU DEUS, SANS!

FRISK- Bom, vou indo, espero vocês!- ela correu até um ponto que tinha a estrelinha da Determinação.

SANS- Eai, Paps, Bora?

Mas quando me virei para ele, estava com um olhar distante, olhando para o portão das ruínas, como se esperasse alguém.

SANS- Er...Bro?

PAPYRUS- SANS, VOCÊ ACHA QUE ELA VAI VOLTAR?

SANS- Ela quem?- de repente me toquei- Oh....está falando da Loonie?

PAPYRUS *cabisbaixo*- É....

SANS- Papyrus, em nenhuma das linhas do tempo ela veio depois da Frisk, ela sempre esteve na superfície, na casa dela!

PAPYRUS- EU SEI...MAS É QUE ACHEI QUE ELA VIRIA DESSA VEZ!

SANS- Paps, Paps- dei uns tapinhas no ombro dele- ela está na superfície te esperando! Você vai ver! Quando formos libertados, reencontraremos com ela!

PAPYRUS- HM, OK, MAS O QUE IREI FAZER ENQUANTO ISSO?

SANS- Bom, ou você fica aqui desfrutando das minhas piadas ruins...- ele me olhou bravo- ...ou você ajuda a Frisk a ir para a superfície!

PAPYRUS- SIM!! EU IREI AJUDAR FRISK PARA ME ENCONTRAR COM A LOONIE! UM PLANO PERFEITO!

SANS- Se bem que isso é meio óbvio, WOW!- eu fui levantado pelo Papyrus e ele me colocou nas suas costas

PAPYRUS- VAMOS, CARO IRMÃO!! VOCÊ E EU, O GRANDE PAPYRUS, VAMOS LIBERTAR OS MONSTROS E VER A LOONIE!- então ele começou a correr

SANS- Heheh, cuidado para não ficar carregado de coisas!

PAPYRUS- SANS, ESSAS PIADAS RUINS JÁ ME ENCHERAM O SACO!

Nós fomos em direção ao Grillby's, onde Frisk aguardava a gente, saudade daquele ambiente....

 

 

 

 

 

CONTINUA.....


Notas Finais


PROXIMO CAPITULO : QUARTA FEIRA


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...