História Reviravolta - Capítulo 82


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cameron Dallas, Dylan O'Brien, Luan Santana, Lucas Lucco, Shawn Mendes, Tyler Posey
Personagens Cameron Dallas, Dylan O'Brien, Luan Santana, Lucas Lucco, Personagens Originais, Shawn Mendes, Tyler Posey
Exibições 175
Palavras 1.270
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Festa
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 82 - Capítulo - 82


Fanfic / Fanfiction Reviravolta - Capítulo 82 - Capítulo - 82

Reviravolta - 82

•• 2 MESES DEPOIS ••

Já estava tudo organizado, fiz minha oração para que tudo ocorresse do jeito que eu sempre sonhei. Há uma semana atrás Luan e eu fizemos o nosso book do casamento.

Camila estava do meu lado arrumando seu cabelo com a cabeleireira, e eu arrumando minhas unhas.

Me maquiaram, e arrumaram meu cabelo. Me vesti, calcei meu salto:

Camila estava linda, respirei fundo para as fotos que faziam no salão. Já estava atrasada 30 minutos.

Entramos no carro, assim que chegamos meu pai me esperava na porta da igreja junto com o pai de Camila

Eles vieram até nós sorridente. Os padrinhos já haviam entrado. Breno estava do lado de fora com as alianças.

Aparecido: Você está linda - sorri -
Eu: Obrigada pai - sai do carro com dificuldade -

Camila nos acompanhou. Respirei fundo com a música que Luan e eu escolhemos que foi a que ele me pediu em namoro.

A música tocava e com tudo isso as lembranças viam à tona.

•• Flash Back On ••

Eu: Cadê o Luan?
Aparecido: Tá no banheiro

Passou - se dois minutos e nada, resolvi ir atrás, encontrei ele perto de uma moça

Eu: Luan?

Luan estava com o violão espendurado no seu pescoço e ele tocava suavemente em minha direção, e todos nos olhavam, meu pai filmava tudo

Luan: Eu sei que já não tenho idade pra ficar tão dependente, mas eu mudei quando te olhei você me fez pensar pra frente, por mais que eu tente desviar tô sempre em sua direção, parece que eu soltei do mundo e segurei só na sua mão - ele segurou em minha mão me subindo em cima do palco - Tava pensando em te roubar fugir pra longe do país, morar num lugarzinho em Cancun, não é o que você sempre quis? Sem precisar me preocupar em te levar pra casa cedo, enquanto eu tiver do seu lado não precisa mais ter medo - ele pausou -
Eu: Meu amor
Luan: Porque se me perguntar quem eu respiro é você, você, você, se for pra escolher o céu ou a terra escolho você, se quiser saber minha alegria é te ver, te ver, te ver, quem sabe eu te quero tanto assim porque esqueci de te esquecer
Eu: - estava com lágrimas nos olhos sorrindo -

Luan largou o violão, e me desceu do palco, ele segurou em minha mão

Luan: Não sou bom de me expressar
Eu: A música já disse tudo - sorrimos -
Luan: Com a permissão de seus pais eu peço a sua mão para namorarmos - eu levei minhas mãos na boca contentando a alegria -
Aparecido: Ok, vai namorar só com a mão dela - riu -
Cristina: Aparecido é besta, claro que permitimos
Luan: Aceita? - me olhou e eu o beijei -

Ele me pegou no colo, e eu continuei o beijando, Luan me colocou no chão e envolvi meus braços no seu pescoço e ele fez o mesmo colocando os seus em minha cintura.

Luan: Eu te amo
Eu: Te amo - sorri -

A música começou a tocar, e fomos dando passos lentos de um lado pro outro, encostei minha testa na de Luan, e fomos dançando de olhos fechados e eu sorrindo feito boba.

•• Flash Back Off ••

Eu sorria para ele que estava com o sorriso mais verdadeiro do mundo. Os flashs vinham em minha direção, mas a única luz que eu podia enxergar era a luz dos seus olhos.

Luan em passos lentos veio até mim, meu pai e ele se abraçaram, e em seguida papai beijou minha testa e saiu.

Luan entrelaçou meu braço no seu, e sorri o olhando, ele estava lindo, mais que o normal, se é possível né.

Camila entrou em seguida, foi tudo tão lindo.

O padre começou a cerimônia.

Luan: Desculpe interromper - o olhei - Mas é que eu quero dizer umas coisinhas
Padre: Pode dizer filho
Eu: - o olhei assustada -
Luan: Relaxa amor, não vou desistir de casar - todos respiraram aliviados e eu sorri - Te amarei a cada pôr-do-sol, e em cada nascer do dia. Te amarei de Janeiro a Janeiro, e isso inclui também feriados e fins de semana. Te amarei nos dias chuvosos, tanto lá fora quando aqui dentro, mas te amarei ainda mais nas horas de alegria, quando a vontade de te ter ao meu lado para partilhar o sorriso me fizer ver o quão necessário você é para minha existência. Te amarei por tudo, ou apesar de tudo. Te amarei com seus defeitos, suas manias irremediáveis e seu jeito brincalhão de um garoto que ainda sonha em conquistar o mundo, mas nem imagina o poder que tem sobre mim. Te amarei enquanto houver esperanças, mas também na falta dela. Te amarei com o coração, a alma e a vida. Te amarei por horas, dias, meses, anos e em cada oportunidade que tiver direi aos céus o quanto preciso de um sorriso teu, para que de algum lugar do mundo, essa curva se forme em teus lábios, me fazendo te amar mais ainda. Te amo, te amo e te amo. Não tenho vergonha, medo ou qualquer outra coisa… apenas te amo, porque sempre foi você, sempre será você e todos os dias encontrarei razões para te amar ainda mais.

As lágrimas escorriam junto com as deles.

Eu: De todas as oportunidades que a vida me deu, a possibilidade de ter você do meu lado foi a que me deixou mais feliz. Quando você está por perto, meu amor, eu sei que estou protegida, que sou uma mulher amada. Quando você me abraça com todo o seu carinho, eu saio por uns momentos deste mundo e fico pensando como é bom ser feliz. Só alguém como você poderia me fazer sentir assim. Não há outro caminho, nem outro lugar onde eu quisesse estar. Eu te amo com todas as minhas forças e é com você que eu desejo ficar eternamente.

O padre nos olhava surpreendido, Luan enxugou minhas lágrimas e enxuguei a deles, ele me beijou devagar, como se fosse o nosso primeiro beijo.

Me abraçou enquanto nos beijávamos, não importei se o padre não havia dito "pode beijar a noiva"

Padre: Pode trazer as alianças - olhamos para a porta -

E o nosso menino entrou com as alianças, todo nervoso mas feliz, estava sorridente, e pisava com cuidado para que não tropeçasse.

Breno veio até mim.

Breno: Posso colocar? - afirmei -
Padre: Breno fale assim "eu os declaro marido e mulher" - Breno colocou nossas alianças -
Breno: Eu os declaro marido e mulher - disse com dificuldade -

Luan e eu o abraçamos, beijamos a sua bochecha.

Em seguida o padre fez a cerimônia da Camila e do Shawn. Não optamos por festa, só queríamos ir curtir nossa família, em Paris.

Já que desde o começo Luan eu combinávamos que quando fossemos casar iríamos pra Paris.

Quando encontramos alguém que vale a pena se arriscar, que vale a pena lutar, enfrentar teus medos já esquecemos da pessoa que éramos antes de conhecer esse alguém. Porque nossa personalidade se junta com a da outra pessoa, e se torna uma só pessoa, um só coração.

Juntos quebram barreiras, ultrapassam o limite, e transborda amor, e felicidade. Mesmo com todas as dificuldades, permanecem juntos, com uma ligação extremamente forte que vence qualquer coisa, qualquer problema, qualquer obstáculo.

Um amor que vem da alma, do espírito, do coração! E que agora é eternizado por um fruto dessa união, que é o filho do casal.

FIM!!


Notas Finais


ACAAABOOOU XUXUUS ❤❤
ATÉ A PRÓXIMA ✌😭😉


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...