História Reviravoltas (Dramione) - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Dumbledore, Bellatrix Lestrange, Draco Malfoy, Fred Weasley, Gina Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Jorge Weasley, Lucius Malfoy, Minerva Mcgonagall, Molly Weasley, Narcissa Black Malfoy, Neville Longbottom, Remo Lupin, Ronald Weasley, Severo Snape, Sirius Black
Tags Amor, Dramione, Harry Potter
Exibições 123
Palavras 931
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Yaoi
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Babys estou de volta

Capítulo 29 - Blacks são teimosos.


~ Narrado por Sirius. ~ 

 Furioso adentrei o quarto, como assim meu filho estava mal e eu era o último a saber?


 - O que está acontecendo com o meu filhote? - perguntei olhando ao redor, vendo Hermione ser fuzilada pelos olhos negros do pai. - Qual o problema?


- Hermione tinha os pulsos voltados na direção do professor, cada um deles marcado por uma mordida, a garota estava marcada, por alfas, meu menino estava entrando em conflito com o lobo interior, fora sequestrado e quando voltou sua parceira havia sido marcada por outro, entendia a quase combustão em que estava o corpo desmaiado sobre a cama.


- Fred e Jorge, me desculpem, eu só achei que fosse uma boa ideia, por conta do sequestro, me manter em contato com alguém, então lembrei da aula sobre ligações de sangue, e pedi para que os gêmeos me marcassem, Draco vai ficar bem, não vai pai? - Hermione tinha o desespero estampado no rosto, Severo abraçou a garota e deixou que chorasse encostada a si.


- Quando Draco acordar o lobo dele pode tentar te marcar, ter de volta à companheira, você quer isso Hermione? - perguntei sentando ao lado de Narcisa, acariciando os cabelos loidos do meu garoto.


-Sim, podem me deixar sozinha com ele? - respondeu a morena mais nova, enquanto Bella tratava de trocar o pano úmido que estava sobre a testa de Draco.


~ Narrado por Hermione. ~


Quando todos saíram do quarto eu me deitei ao lado do meu noivo, era a segunda vez que Draco ficava inconsciente durante o noivado, e dessa vez era culpa minha.


- Minha. - eu me assustei ao ver o loiro sentar rapidamente, as mãos segurando meu pulso a altura de seu rosto, os olhos agora negros me fitavam, a língua avermelhada contornou as marcas de mordida, e elas sumiram logo em seguida, então eu senti os dentes afiados rasgarem minha pele seguidos de uma leve sucção, doloroso e prazeroso.


- Draco... - chamei baixinho vendo os olhos negros clarearem aos poucos até chegarem ao cinza habitual.


- Amo você Mione, muito mesmo, me desculpe por te machucar. - o loiro pediu beijando suavemente as marcas recém feitas.


- Amo você DrayDray, mas é a segunda vez que você dorme durante o noivado, vou começar a achar que é pessoal.


- Aish, maldosa. - o sonserino reclamou tomando minha boca em um beijo sedento, cheio de saudade e carinho.


- Atrapalhamos os noivos, é agora que a doninha nos mata. - separei o beijo para rir histericamente do comentário feito por Fred, os dois ruivos já adentravam o quarto e sentavam na beirada da cama.


- Cabeças de fósforos. - xingou o loiro apertando minha cintura, me mantendo perto de si.


- Não está chateado, né Dray? Somos seus padrinhos, não fique assim. - pediu Jorge acariciando a bochecha do sonserino.


- Não estou bravo baka. - ouvir Draco Malfoy falar japones fluentemente sempre acabou com os meus ovários.


- Então vamos sair para beber! - disseram os gêmeos juntos, para meu desgosto causando um sorriso no loiro.


- Você estava desmaiado a minutos Draco! - briguei mesmo querendo morder o bico contrariado que se formou nos lábios cheios do sonserino.


- É por isso que você tem que ir junto, cuidar de mim Hanayome. - derretida, era como eu estava.


- Okaasan, posso sair com os gêmeos e a Mione? - Draco perguntou para Narcisa que entrava no quarto naquele momento.


- Só se levarem Gina e Luna com vocês. - respondeu a loira abraçando o marido que entrava no quarto com Orion nos braços.


- Otousan, diga a Okaasan que eu não quero ser babá hojez é meu noivado.


- Gomen musuko, não vou contrariar Narcisa. - respondeu Sirius, e a risada de Bella ecoou pela casa.


~ Narrador. ~


Quando as duas meninas mais jovens se reuniram ali, e prometeram a Molly que chegariam antes das duas da manhã, o grupo partiu, aparatando à poucos metros de uma boate famosa e trouxa.


- Señor Thyotec? - Fraco pensou em desconversar, repreender o homem ou coisa parecida, mas não o fez, apenas concordou com a cabeça para que o interlocutor, que era recepcionista/segurança da boate o deixasse entrar com seus companheiros.


Lá dentro o som estava alto, o cheiro de bebida dominava o ambiente, e logo Hermione enlaçou sua mão a de Draco, sorrindo ao ver Fred enlaçar a irmã pela cintura, enquanto Jorge enlaçava a da loira.


- Vamos achar uma mesa. - o loiro afirmou guiando o grupo pelo meio da multidão, encontrando logo uma mesa ainda com garrafas de bebida largada em cima dela.


- Vou pegar algumas bebidas. - Fred avisou saindo em seguida, a ruiva e a loira sentadas lado a lado, próximas a Jorge e a certa distância do outro casal.


- Vamos Dançar Mione? - Draco perguntou acariciando os cabelos fartos, sabia que Hermione precisava se divertir.


- Vamos, vocês vêm? - a morena perguntou, sorrindo ao ver o restante do grupo negar afirmando que eaperariam Fred ali.


No meio da multidão o casal dançava, Hermione balançava os quadrios lentamente a frente do sonserino, quase roçando na intimidade do loiro, este tinha as mãos em sua cintura, e os olhos cravados em um observador irritante, eram alvos de um jovem alto e loiro sentado no bar. A morena se virou lentamente ficando cara a cara com o noivo, chamando sua atenção.


- Temos um observador DrayDray. - disse e o loiro concordou, as mãos descendo até as nádegas fartas da morena, apertando com suavidade.


- Quer dar a ele algo para pensar hoje à noite? - perguntou vendo a garota aceitar rindo, tomando a boca do noivo e enrolando os dedos nos cabelos sedosos do loiro.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...