História Riddle me Love - Capítulo 1


Escrita por: ~

Visualizações 16
Palavras 366
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Prólogo


     "Como pode o amor transformar as pessoas? Como tudo na vida, há uma linha tênue entre amor e loucura, quase tão imperceptível que chega a ser esquecida por demasiado. Por causa dele, o mundo já se viu em paz e guerra, tendo seus altos e baixos declamados pelo sentimento mesquinho e alheio que paira sobre cada um, como uma nuvem em um dia de chuva e sol. 

     Cada pessoa no mundo possui o desejo de amar e ser amado incondicionalmente, tanto que se permitem expor o sentimento sagrado para os outros, correndo o risco de despedaçar-se de tamanha forma que jamais poderia ser reconstruído. Como um floco de neve, cada sentimento é único, a maneira como cada um sente é única. Então porque correr o risco de se perder para alguém que nem se sabe ao certo se retribuirá? 

     Qual a real diferença entre amar e ser são? A sociedade impõe a todos quem é ou não normal, mas sentir não seria ser anormal? Louco? Não saudável mentalmente? 

     Amor. Palavra com 4 letras, capaz de curar mais que 4 médicos e matar mais do que 4 bombas atômicas. Que poder teria esse sentimento tão simples formado por apenas vogais e consoantes sobre uma mente brilhante? Seria o amor capaz de despertar dentro de alguém um anjo e um demônio?"

     Charlize fechou o livro abruptamente. Aquela reportagem mexera com a garota após tudo o que passou em Washington. Detestava aquele lugar mais que qualquer outro no mundo, e iria de uma vez por todas voltar para sua casa em Gotham, o lugar onde havia passado considerável parte da sua infância. 

     Terminou de arrumar as malas e ver suas credenciais do Laboratório de Biomedicina da cidade, onde começaria a trabalhar. O caminhão já havia levado todas as suas coisas para um depósito, já que não tinha tido tempo de ver uma residência fixa, teria que ficar um bom tempo em algum hotel. 

     Ao deitar-se, resolveu sincronizar sua TV com o canal de Gotham, e como sempre, más notícias, algo sobre um Doutor que era mantido refém em um prédio e diversos cidadãos tentaram invadi-lo. Chega! Isso iria piorar seus pensamentos. Afinal, Gotham não poderia estar assim tão ruim... 

 


Notas Finais


Hi Babes \o/

Depois de atualizar Gotham fiquei simplesmente chocada com essa última temporada (e mais apaixonada hahaha)!
Quem não ama um vilão? Ainda mais um tão tão né ;) espero poder passar pra vocês uma nova história, se como seria vida e o convívio de Gotham se uma outra peça fosse colocada no xadrez! Espero que gostem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...