História Ride - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Capitão Killian "Gancho" Jones, Cora (Mills), Emma Swan, Henry Mills, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood, Sr. Gold (Rumplestiltskin), Tinker Bell, Xerife Graham Humbert (Caçador), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Swanqueen
Exibições 101
Palavras 1.840
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olha !!! Mais um capítulo quentíssimo , espero que gostem...

Capítulo 10 - Capítulo Dez


Fanfic / Fanfiction Ride - Capítulo 10 - Capítulo Dez

     A porta do escritório de Emma foi aberta rapidamente da mesma forma foi fechada. Antes mesmo de Regina tentar reagir foi prensada entre a mesma e a loira. Emma levou uma mão até o pescoço de Regina apertando de leve para depois subir até sua nuca e puxa-lá para um beijo feroz fazendo Regina gemer. A morena estava como uma presa que acabará de ser encurralada pelo seu predador. Não pensava em nada somente absorvia todas as sensações que Emma lhe causará, sentia as mãos de Emma passear sobre seu corpo apertando e apalpando. E instantaneamente excitar-se. O beijo a cada segundo se tornava mais faminto, as línguas travavam uma luta e seus corpos estavam colados como se fossem um só. Emma sessou o beijo e levou sua boca ate o pescoço da garota distribuindo chupadas que com certeza iriam deixar marcas em Regina. A cada chupada que Emma dava, Regina  em retribuição dava um gemido que só incentivavan a loira a prosseguir. Emma voltou sua atenção para a boca da morena tomando dela um beijo cheio de luxúria. Antes de finalizar o mesmo Regina chupou a língua de Emma como se quisesse a engolir, mordeu o lábio inferior de Emma sensualmente para depois colarem suas telas um pouco ofegantes devido ao beijo. Ambas se separaram com um sorriso no rosto. Emma levou a mão até o rosto de Regina à acariciando.

      - Você é simplismente linda!!!

    Disse se separando de Regina. Foi até o canto do escritório se serviu de uma dose de uísque caminhou até a sua mesa sentando em sua cadeira. Regina permancia encostada na porta da mesma forma que Emma lhe deixado. Conhecia tão pouco daquela mulher, mas seus toques,  seus beijos, seus gestos...Tudo era tão familiar para Regina . Ela estava totalmente atraída por Emma Swan, totalmente entregue e a mercê da loira. Estava seduzida pela postura, a elegância ... a forma como Emma andava, falava, seus trejeitos. Tudo nela exalava poder, segurança fazendo Regina se sentir cada vez mais atraída pela mais velha.

      A morena caminhou até a mesa onde Emma estava, sentou na mesa ao lado de Emma. Os olhos da loira cairão sobre o corpo da menina, o verde estava mais escuro...olhava para Regina como um predador que acabará de encontrar sua caça preste a dar o bote. Puxou Regina para seu colo, acomodando uma perna de cada lado do seu corpo, para depois levar as mãos até a bunda de Regina apalpando. A morena começou a distribuir beijos e lambidas por todo o pescoço de Swan subindo até sua orelha a mordendo com um pouco mais de vigor. Pois lembrará que era assim que Emma gostava depois desceu uma mão até o seio massageando com força. Emma levantou da cadeira com Regina em seu colo para depois senta-la na mesa se posicionando entre suas pernas. Tomando outro beijo da garota. As línguas travavam uma guerra por dominância e as mãos pareciam querer desbravar todos os lugares de seus corpos de uma só vez.

      Acho que deveríamos ir a um lugar mais confortável ? - disse Regina finalizando o beijo.

      Regina foi jogada na cama com uma certa robustez. Suas roupas foram rapidamente tiradas de seu corpo à deixando só de lingerie. A boca de Emma salivou com aquela visão, seios fartos, uma cintura fina e um bumbum avantajado. Emma não sabia mas já estava totalmente enfeitiçada pela menina.

     Vira - mandou.

     Assim Regina fez. A mais velha levou as mãos até a bunda da garota apertando. Subiu a mão até o fecho do sutiã que Regina usará liderando seus seios. Virou-a com violência, depois apertou seus seios massageando-os com urgência em seguida chupou o seio esquerdo. Arrancando um grito de Regina. Emma hora sugava,  hora lambia, hora dava leves mordidinhas em ambos os seios de Regina, que gemia a cada toque da loira. A loira já estava encharcada, Seu sexo latejava de desejo. Desceu até o sexo de Regina  ainda coberto pela minúscula calsinha. Mordeu a lateral da peça à arrancando  com os dentes do corpo de Regina, que sentiu sua vagina latejar com o que a loira acabará fazer. Lentamente Emma subiu dando leves beijos na parte interior das coxas de Regina sem quebrar contato visual. A morena estava ofegante aguardando o próximo passo de Emma.

     - Pare de me torturar por favor - disse Regina.

      - O que você quer ?

     - Você sabe o que eu quero!!!

      - Implore - sorriu malisiosa. Passou a língua por toda a extensão da buceta da menina, excitando ainda mais Regina.

     - Por favor Emma ...

      - Peça!

     - Me come Emma - sua fala saiu como um gemido que mais parecia uma súplica, mas Emma havia escutado e logo acatou o pedido de Regina.

     Abocanhou o sexo de Regina com vontade. A boca de Emma passeava por toda a vagina da garota a fazendo rebolar. Em seguida abriu os grandes lábios passando a ponta da língua no clitóris sobre o nervo pulsante de Regina sentindo o quão a menina estava excitada. Regina gemia sem pudor algum estava ofegante sentia que o orgasmo estava próximo.  Com uma mão  Regina apertava os seios e a outra agarrava o lençol da cama. Emma sentiu que o orgasmo de Regina estava próximo e intensificou as investidas fazendo a garota gozar e soltar um gemido alto que poderia ser ouvido por toda a mansão. Com a língua a loira limpou todo o gozo. Foi subindo até os seios dando uma leve mordida e subiu até boca de Regina enfiando dois dedos, a morena  os chupou. Desceu os dedos até a entrada da morena penetrando e tomando um beijo de Regina que gemia entre o beijo. As estocadas se intensificaram, Emma saía e entrava de Regina forte e duro fazendo-a gozar novamente.

  - Isso...isso foi maravilhoso - disse Regina ainda embaixo de Emma.

    - Ainda não acabamos delícia - chupou o pescoço de Regina - fica de quatro!!!

    - mas...

    - de quatro agora - mandou.

      Regina novamente obedeceu. Emma desceu a mão pela costa da morena parando em sua bunda apalpando, distribuiu beijos por toda sua coluna parando em sua nadega onde mordeu. Na intensão de marca-la fazendo Regina morder o lábio segurando o grito. Olhando para trás Regina viu Emma tirar o vestido que usará se posicionando atrás dela.

  - Olha pra frente - mandou e acariciou a bunda de Regina.

   Acariciou novamente a região para depois acerta um tapa na bunda de Regina fazendo gritar de susto e tesão. Em seguida veio o segundo tapa...terceiro...quarto. A pele de Regina estava vermelha mas ela não se importava. Nunca se sentiu tão excitada. Sentiu os dedos de Emma novamente em sua entrada em seguida lhe penetrando com dois dedos. Cada vez às estocadas iam mais fundo e forte dentro dela fazendo-a gozar pela terceira vez.

    - Eu já lhe disse o quanto é gostosa - puxou Regina para si a virando.

    - Acho que estou em dívida com você - distribuiu chupadas por todo o colo de Emma - eu acho que está muito vestida - mordeu o lóbulo da orelha da loira - eu também quero foder com você.

   Emma tirou seu sutiã jogando longe. A morena chupou o seio de Emma massageando o outro. Desceu em direção ao abdômen da mais velha deixando um rastro de saliva empurrou Emma a fazendo deitar subindo na loira.

  - Eu quero saber que gosto você tem.

     Rapidamente a morena tirou a minúscula calsinha de Emma se posicionando entre suas pernas aspirou o cheiro da vagina da loira e sugou seu clitóris com vigor fazendo Emma gemer alto. Começou a masturbar o nervo pulsante de Emma com os dedos, levando a língua até sua entrada penetrando. A mais velha segurou no cabelo da mais nova puxando levemente ditando a velocidade das estocadas.

  - os dedos Regina - disse ofegante - eu quero eles dentro de mim agora.

 
    Sem cerimônia Regina enfiou três dedos de uma só vez dentro de Emma em estocadas fortes e rápidas. Fazendo Emma gozar rapidamente. A noite estava apenas começando, transaram até suas forças se esgotarem.

   
                        xXx

    Emma abriu os olhos e viu Regina dormindo totalmente nua sem nada tapando sua nudez. Cabelo bagunçado, os braços sobre a cabeça e a pernas parcialmente abertas. A loira contemplou aquela visão. Regina era uma deusa, já havia saido com muitas mulheres mais nenhuma tão linda quanto a menina. De repente o celular vibrou tirando de sua transe. Mensagem de sua mãe, que fez questão de ignorar, Viu a hora. Eram exatas 14 horas e 30 minutos.

    Emma saiu do banheiro com sua higiene matinal feita e devidamente arrumada e impecável trajando uma saia lápis preta, blusa de ceda azul escuro, blazer e saltos também preto, maquiagem leve destacando seus olhos e cabelos presos num rabo de cavalo. Percebeu Regina despertar. A menina se contorcia na cama e esticando seu tronco e membros.

   - Dormiu bem criança ? - Regina abriu os olhos fitou Emma e umideceu os lábios.

   - maravilhosamente bem - sorriu para Emma que retribuiu o sorriso.

    - Faça sua higiene - andou até a porta - estarei lhe aguardando no andar de baixo - disse se retirando.

      Ao chegar no andar de baixo da mansão Regina viu Emma sentada no sofá de pernas cruzadas digitando algo no celular. Ela era uma verdadeira rainha. Sua postura ereta, olhar indecifrável Emma exalava poder.

    - Sua casa é enorme - disse sentando ao lado da loira - você mora aqui ? Com quem ?

    -Não para primeira pergunta,  e ninguém mora aqui.

   - então porque à tem?

    -Para ocasiões como a de ontem - guardo o celular na bolsa e encarou Regina - está com fome?

    - Sim.

   - Vamos ao restaurante depois a levo para casa.

   
     As 16 horas e 45 minutos o carro de Emma parou em frente ao prédio onde Regina dividia com Rose no subúrbio de Nova Iorque. Uma construção antiga porém charmosa tinha  cinco andares e não possuía elevador.

   - Eu fico por aqui - tirou o cinto.

   - Amanhã eu tenho um jantar de negócios para ir... e eu estou sem acompanhante - olhou para Regina - gostaria de me acompanhar ?

   - cla claro. ..- gagueijou - eu adoraria.

   - Preciso do seu número - Regina abriu sua bolsa tirou caneta e papel escreveu o número entregando a Emma - eu adorei nossa noite.

    - Eu também - sorriu tímida.

   - Preciso ir - se aproximou de Regina e selou seus lábios com um selinho - nos vemos amanhã !?

  - até amanhã - disse saindo do carro.

   Emma partiu deixando Regina com um sorriso bobo no rosto. E uma sensação de quero mais.


Notas Finais


Quero a opinião, sugestão, críticas de vocês ... espero que tenham gostado! ! ! Estou me esforçando
Beijos...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...