História Right arm of Justin Bieber- 2 Temporada - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber
Tags Justin Bieber
Exibições 624
Palavras 639
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ai meu Deus. As máscaras estão sendo relevadas.

Capítulo 22 - Depressão. Part 2.



     Eu NÃO queria aquilo...mas eu não a repreendi, eu não a impedir de tal ato. Eu não parei oque ela começou..........até agora!

     - Sai!.- empurrei a mesma no chão. Ela né olhou e com certeza ficou furiosa com meu ato.
     - Mas Justin.- falou ainda não chão.
     - Eu amo... Sabe o significado de AMOR?!.- peguei no braço dela com tanta força que com certeza iria fica marcado.
     - Eu sei sim. Pois eu te AMO!.- começou a chora.
     - Não importa mas o seu "amor" por mim.- fiz aspas no amor.- sai daqui. Agora!
     - Você acha mesmo que a Tifanny foi sequestrada? Não parou pra pensar que ela engravidou de você e caiu fora com o outro homem?
     - Você tá metida nisso, não é?.- perguntei balançando ela.
     - Você tá me machucando!.
     - Cala a boca. Para de grita! Fala! Você que armou tudo isso, não foi.
     - E se foi realmente eu. Oque vai fazer? Vai me matar?. Porque o seu bebê está cada vez maior na barriga da mãe dele. Mas sabe eu não gosto de crianças. E principalmente se tratando do filho daquela...Eu vou matar aquele bebê.- quando ela terminou de fala eu a joguei no chão com tudo, a mesma gemeu de dor com o impacto com o chão. Eu fui pra cima dela e iria vira um tapa em seu rosto, mas o Chaz chegou.
    - Cara você tá louco.- falou me tirando de cima dela.- vai embora.- ele levantou a Beatrice e colocou ela pra fora. Eu estava explodindo de raiva e dei um soco na parede, dei um jeito na mão.
    - Essa vagabunda me paga.- falou indo pega gelo.- ela falou que a Tifanny fugiu com outro cara.- falei é o Chaz começou a ri.
     - Acha mesmo? Apesar que as mulheres são traiçoeiras as vezes. Mas a Tifanny não iria fazer isso com a família dela.- o mesmo tentou me acalmar.
     - Se eu pudesse eu matava essa vadia. Sério. Ela só sabe atrapalhar meu namoro.
     - É mas você não pode.

        Tifanny on.

     - Quando eu tiver a oportunidade, vamos fugir daqui ok?.- Luan perguntou me olhando.
     - Pode ser arriscado. Você pode se dá mal.
      - Não se preocupe.- o mesmo falou rindo.

        3 dias depois.

     - Hoje iremos receber alguém pra trabalhar com agente.- Beatrice falou toda feliz.-Sabe Fanny. Ele veio do Brasil.- Cadu?. Foi a primeira pessoa que se passou na minha cabeça.
     - Quem é?.- perguntei curiosa.
     - Pedro Augusto. Ele vai ficar no lugar do Luan por dois dias. Não se preocupe ele não vai te bater muito. Agora tenho que ir.
     - Quando que eu vou sair desse pesadelo?.- perguntei chorando. O Luan de aproximou de mim e levantou meu rosto.
     - Logo mais.- sorriu de lado.

      1 mês depois.

    Daqui a pouco é ano novo e eu continuo aqui. Eu estava sozinha até o Pedro chegar.

     - Então. Qual é o sexo?.- ele perguntou e eu estranhei, não provocamos muitas palavras.
     - Não sei.- falei baixo..
     - Ah. Não sei como ainda está viva, pelo que a Beatrice me contou, ela está com um ódio mortal.
     - Eu também não entendo.
     - Sabe... Vocês foram muito burros em deixa ela entra em suas vidas naquele dia.- como ele sabe?
    - Por qual motivo?
    - Beatrice não é uma garota qualquer. Ela foi passar um tempo no Brasil. Lá ela conheceu um cara muito rico e poderoso. A mesma aprendeu várias coisas com ele, mas depois de 1 ano, ela tentou mata-ló, já que falhou fugiu de lá. E aqui estou eu.- Beatrice era mas perigosa do que eu pensar.- vir em busca do sangue dela.- falou rindo.- eu sei que o Luan que te ajudar. O Luan também trabalha pra nós.- tudo isso me deixou assustada. Em quem confiar?....
   
   


Notas Finais


Ai gente. Quanta coisa está acontecendo na vida da Fanny né...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...