História Right Moment; jikook - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Lu Han
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Lu Han, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jikook, Namjin, Vhope, Vkook, Yoonmin
Exibições 94
Palavras 3.190
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Desculpe qualquer erro

Capítulo 12 - Quer namorar comigo?


Fanfic / Fanfiction Right Moment; jikook - Capítulo 12 - Quer namorar comigo?

Você sabe que eu te amo desde que nós eramos pequenos, e agora que estamos juntos de novo nossos desejos podem se tornar realidade, eu te amo, te amo muito e não vou deixar que ninguém tire você de mim, sei que meu pai nunca aprovaria, mas sabe oque mas? dane-se e você que eu quero, não me vejo ao lado de outra pessoa a não ser você, você me completa de todas as formas, então, park jimin, você quer namorar comigo?

- sim, sim!- falou jimin me abraçando forte e deixando lagrimas escorrerem pelo seu rosto

- eu te amo tá, prometo que não vou deixar ninguém nos separar

- eu também te amo

- ta bom agora para de chorar se não eu vou chorar também

- eu não estou chorando, foi um cisco que caiu no meu olho

- ah! Sim nos dois olhos num foi, sabe nem mentir jiminie chorão, agora vamos que estar escurecendo

- ta vamos

Nos arrumamos as nossas coisas e vestimos a nossas roupas e eu não conseguia parar de dizer para o jimin que eu o amava

- eu te amo sabia

- pela milésima vez criatura de deus divina, EU SEI QUE VOCÊ ME AMA, AQUIETA O CU AI!!!

- *risada* ei amor

- oi

- eu te amo sabia?

- olha vamos logo antes que eu te jogue no rio

- ta vamos *risada*

- eita porra a matagal ta escuro não consigo enxergar nada

Nos começamos a andar e o matagal tava escuro para caralho eu aproveitei para trolar o jimin, fui me afastando dele aos poucos, peguei um pedaço de folha e passei pelo seu pescoço devagar

- aaaaaaaaaaaaah caralho, alguma coisa me tocou

- tem certeza?

- tenho porra

- deve ser imaginação sua

Parei de andar e deixei ele andar sozinho, quando ele ja estava mas na frente eu fui para o lado direito dele

- jimin!! *voz rouca*

-aaaaaaaaaaaaaah

- ta assustado é?

- palhaço, coelho dos infernos, deixa a gente sair daqui para você ver, e porque você esta segurando o gidon da minha bicicleta?

- para me certificar que o bicho papão não te leve

-awnn que lindo

- lindo e você

Depois de eu da mas 3 susto no jimin nos saímos do matagal

- vamos apostar uma corrida de bike amor?

- ta falando sério mesmo? Olha, minha perna ta melhor agora, e eu não vou mas deixar você ganhar mozão

- olha que coelho convencido

- você ta e com medo

- também então, a aposta e a mesma quem ganha pede uma coisa para o outro e ele não pode recusar

- aceito

Nós começamos a pedalar, o jimin pode ser mas rápido a pé mas com bike eu com certeza vou vencer, nos pedalamos que nem loucos eu quase bati em um poste duas vezes, eu estava a frente do jimin, faltava pouco para chegamos na casa dele eu já podia sentir o cheiro maravilhoso da vitória, curvamos a rua da casa dele, eu já estava comemorando quando a corrente da minha bike caiu e eu perdi a velocidade e o jimin me ultrapassou e acabou vencendo

- *risada* chupa essa- falou jimin andando em circulo em minha volta

- você venceu na cagada, minha corrente caiu eu não aceito

- eu não trabalho com desculpas amor eu trabalho com apostas, e como eu ganhei você não me escapa

-fala logo o seu pedido

-logo logo você saberá

- to ansioso, agora vem cá- puxei o jimin para perto e o encarei, mordi o lábio e passei o dedo na boca dele e lê dei um beijo leve em seguida de uma mordida

- eu te amo *sussurou*

- eu também te amo jiminie chorão, agora eu tenho que ir ta se não o Appa vai ficar com as desconfianças dele

- ah! Vai não - falou o jimin fazendo biquinho

- ah! Amor para se não eu vou acabar ficando, se eu chegar tarde meu pai vai tirar o meu sossego, faz assim de 20:00 você me liga

- ta, vai então

- amor?

- oi

- alguém já te disse que você tem uma bunda linda?

- não *riu*

- ainda bem que meu quarto tem espaço para cabe essa audácia toda

- a cala boca você não ia embora?

- slá a gi ficou com mas saudade de você agora

- quem é gi?

- a gigantesca cabeça do meu pau *risada*

- diz para ela aguarda mais um pouquinho que eu vou matar essa saudade

- uí delicia adoroooo, to indo agora tá, vem cá

- pra que?

- para eu te da um beijo mozão- o jimin se aproximou de mim eu o puxei pela cintura  e lê dei um beijo colado

- tenha uma boa noite jiminie - dei uma tapa na bunda dele e sai pedalando olhando para ele com um sorriso malicioso, comecei a pedala mas rápido porque pelo jeito o Appa ia falar alguma coisa, depois de alguns minutos eu cheguei em casa, deixei a bicicleta no terraço e entrei, assim que entro na sala o Appa me olha com um olhar indecifrável, e o Tae me olha de lado com uma expressão seria

- ficou esse tempo todo na casa do seu amigo?

- nos saímos com umas amigas dele para um shopping ai chegamos agora a pouco

- amém jesus, finalmente você saiu com uma garota, ficou com alguma?

- fiquei, dei até uma sarradas no ar perigosas nela

- *risada* esse e meu garoto

- acho que essa menina eu conheço- falou o Tae revirando os olhos

- fica na sua Tae, você ta e com inveja, você só pega gripe

- *risada* isso e verdade filho, você tinha que fazer que nem seu irmão sair com umas garotas

- aff mereço, olha kook não se esquece da promessa você tem que jogar videogame comigo por uma semana

- ta ta eu sei

- ah! Filho você chegou, vai jantar agora?

- mas tarde eu janto omma

- e melhor você come agora para depois não dormi sem comer, você propio disse que não ia exagerar mas

- estar bem, calma, oque a senhora fez para a janta?

- lasanha

- opa, por que não disse logo?

A omma colocou a lasanha no meu prato e eu comi lentamente esperando o Tae e o Appa subi para eu desabafar meu dia com o jimin com a omma, o Tae estava mexendo no celular e subiu para o seu quarto sem dizer nada, menos mal só falta o Appa agora, ele ficou um bom tempo assistindo tv mas depois ele se levantou do sofá e foi em direção a escada

- vai vim agora querida?

- vou terminar de arrumar as coisas aqui já já eu vou

- e você filho vai ficar ai sentado a noite toda?

- não, daqui a pouco eu vou

-hum, estar bem- o Appa subiu para o seu quarto, mas eu ainda aguardei uns minutos para me certificar que eu e a omma estávamos sozinhos

- eai filho, como foi o seu dia com o jimin

- foi maravilhoso Omma, ele me levou para o velho galpão

- aquele lugar que vocês chamavam de "esconderijo secreto"?

- sim, eu tinha me esquecido desse galpão, doi depois que eu me lembrei, omma o lugar tava intacto, tinha ainda umas coisas minhas e do jimin lá no galpão, até meu carrinho de bombeiro que eu pensei te perdido tava lá, nos encontramos um monte de coisas e uma delas foi o mapa da caixinha de desejos

- caixinha de desejo? Eu não sabia dessa

- foi uma caixa que eu e o jimin fizemos, nos escrevemos nossos maiores desejos e botamos lá na caixa e enterramos, a gente desenterroou a caixa e advinha só, o meu desejo e o do jimin era praticamente iguais, era para que eu e ele ficássemos juntos, eu fiquei tão feliz quando eu li, inclusive eu ainda estou com o papel do desejo dele aqui

- cadê? Lê logo

-"o meu maior desejo e que o rabbit me ame assim como eu amo ele, e que nós fiquemos juntos para sempre"

- estou sem palavras- falou a omma  deixando varias lagrimas escaparem

- então como eu já fui determinado a fazer uma coisa, aproveitei esse momento e declarei o meu amor por ele e o pedi em namoro

- vocês estão namorando agora?

-sim omma nos estamos!!

- que ótimo filho, isso pede uma comemoração - disse a omma indo até a geladeira e pegando vinho, colocou em duas taça, e me deu uma

- um brinde a minha felicidade com o jimin

Nos bebemos, e eu fiquei pensativo por um instante

- eai filho a mãe dele já sabe?

- ainda não, você nem sabe oque aconteceu quando eu tava na casa do jimin, naquele dia que eu voltei tarde

- oque aconteceu?

- eu to com um pouco de vergonha para falar

- fala filho eu estou curiosa agora

- eu estava com ele e ele perguntou se eu queria assistir dorama e eu aceitei, ele foi fazer brigadeiro e eu fui fazer pipoca, mas ai eu fui perguntar se ele gostava de pipoca doce ou salgada e quando eu olhei para trás ele tava encostando a lata de leite condensado na boca e uma gota escorreu por sua boca e eu nem percebi que tinha ficado de pau duro então ele veio em minha direção e.. A senhora ja deve saber oque aconteceu depois

- meus deus vocês transaram!?

- Omma fala baixo, foi a gente transou

- meu deus agora eu estou tendo vários pensamentos impuros *riu*

- cruz credo Omma *rimos*

- e depois oque aconteceu

- osh depois que terminamos a mãe dele chegou, o jimin deu um pulo da cama e disse para eu me esconder no banheiro, minhas roupas tinham ficado na cozinha, então eu peguei qualquer roupa dele e vestir, a mãe dele ficava chamando ele, ele trocou de roupa nas pressas

- como assim trocou? Ele transou de roupa foi?

- e que ele se vestiu de colegial ficou de saia e tudo até algemas ele trouxe

- jesus *risada* que safadinho

- né *risada* nas ele ficou muito sex de saia, mas voltando, ele trocou de roupa nas pressas e desceu ele deu uma desculpa qualquer lá e subiu, ai eu perguntei como eu iria sair, e ele sugeriu que eu pulasse pela janela, não era muito alta mas como eu tenho medo de altura eu não quis, ele foi abri a porta da janela para me mostrar que nem era tão alto assim e eu estava com a mão atrás, ai a janela prendeu no meu dedo e eu dei um grito muito alto *risada*

- *risada*

- ela perguntou quem estava ali, e o jimin ficou gritando que não tinha ninguém, mas ela subiu mesmo assim, eu não queria pular mas quando eu ouvir o barulho da maçaneta eu pulei sem pensa duas vezes e fudi minha perna

- *risada* então foi por isso que você chegou mancando *risada* ai filho essa foi boa, estilo ninja pulo do coelho voador!!!

- mas oque? *risada*

Olhei no relógio e ja eram 19:40

- eita poxa, boa noite omma, agora eu vou ter que subi porque eu disse para o jimin me ligar de 20:00, e eu ainda vou tomar banho

- estar bem filho, vai logo- falou ela me dando um beijo na testa

Subi nas pressas entrei no quarto, eu fui tomar banho


*jimin*

Oque será que o rabbit estar fazendo agora? Agora que eu e ele estamos juntos ja esta na hora de eu falar para a omma que eu sou gay, desde que o reencontrei até agora ainda não falei para ela que eu o vi de novo, ja estar na hora de eu colocar as cartas na mesa e esclarece tudo, não quero esconder meu namoro com o kook até da minha mãe, ja basta que eu e ele não podemos nem conversar em paz que ja vemos pessoa nos olhando e cochichando, muito menos na rua que alguém conhecido pode ver e ai ja era, mas aqui em casa não, sai do quarto e fui até o quarto da omma

Toc toc

- oque foi filho, aconteceu alguma coisa!?

- não e que eu queria falar com a senhora

- ta bom querido - falou a omma abrindo a porta eu entrei e sentei na cama dela

- e então filho oque quer me falar?

- e-eh como eu posso dizer, desde que eu era pequeno eu nunca me interessei por garotas sabe e eu me apaixonei por um garoto, você se lembra do junkook né?

- como não lembrar do menino que você era carne e unha

- pois então, quando eu voltei para cá eu o reencontrei e o amor que eu sentia por ele voltou a tona, a uns 3 dias atrás eu acabei confessando para ele que eu o amava des de pequeno, e fiquei feliz por saber que ele também era apaixonado por mim quando eramos pequenos, sabe as roupas que estavam na cozinha?

- eram dele? Eu sabia que não eram suas, se você pensa que eu cair naquela desculpa esfarrapara saíba que não mocinho

- mas oque, aquela foi a melhor desculpa que eu ja dei na minha vida

- então vai ter que treinar mas

- *risada*

- vocês transaram?

- sim *corei*

- então aquela "coisas de homem" na sua cama foi ele que deixou

- foi kkk

- mas como foi que ele saiu em

- eu dei a ideia de ele pular a janela mas ele não quis pular então eu fui abrir a janela para mostrar a ele que nem era tão alto assim, e não percebi que o dedo dele tava atrás e ele deu um berro bem alto, eu tava tão nervoso que eu nem percebi que ele tinha pulado

- *risada* coitado, deve ter doído

- ele ficou mancando

- tadinho

- mas continuando, hoje eu e ele fomos no velho galpão, aquele lugar que eu falava direto o tal " esconderijo secreto" nos se divertimos muito e achamos muitas coisas nossas lá, inclusive a caixinha de desejos que nos enterramos a um tempão lá, nos lemos os desejos uns dos outros e advinha só o meu desejo e o dele era praticamente iguais, era que eu e ele ficássemos juntos, então foi quando ele me pediu em namoro e eu aceitei

- que lindo filho, te dou todo apoio, oque eu mas quero e sua felicidade não importa com quem seja ou como seja, o mas importante e que vocês dois se gostão, e eu nunca ficaria contra, se e ele que te faz feliz, se e ele que você ama, então e com ele que você tem que ficar, parabéns pelo seu namoro, você merece filho

Fiquei muito emocionado ao ouvir a omma falando aquilo e aliviado ao mesmo tempo eu dei uma abraço forte nela e deixei varias lagrimas escaparem

- obrigado omma, não sabe como eu fico feliz por isso

- que nada meu anjo, trás ele aqui para eu vê ele de novo, por que não tras ele amanhã?- disse ela enxugando minhas lagrimas

- amanhã não da, eu e ele vamos para uma pizzaria com uns amigos nossos

- então trás ele segunda que eu estou de folga

- ta, ele me disse para eu o ligar de 20:00 então eu falo para ele

- filho já e 20:25

- oque!? Meu deus omma, eu tenho que ir boa noite

- boa, filho diz para ele que eu mandei um beijo

- pode deixa

Voltei para o meu quarto correndo, peguei meu celular e liguei para ele

- alô

- ah! Oi amor desculpa o atraso e que eu estava falando com minha mãe

- ufa, fiquei preocupado docinho pensei que tinha acontecido algo

- ownnt que lindo, sabe oque eu estava falando com ela?

- não

- sobre nós dois, eu falei para ele que eu era gay e que eu e você estávamos namorando agora, e ela aprovou, disse que queria me ver feliz isso não e o máximo

- que conhecidencia amor ontem eu também falei para minha mãe sobre nos dois e que eu te amava e vise versa, e ela também me apoio disse que queria a minha felicidade, e hoje eu falei oque aconteceu no galpão e sobre o flagra que sua mãe quase deu na gente, ela riu litros quando eu falei que pulei da janela, ela até me zuou, quando eu disse ela falou " estilo ninja pulo do coelho voador"

- *risada* pulo do coelho voado *risada* sua mãe e demais

- nos até fizemos um brinde pela minha felicidade com você

- não tem coisa melhor que isso, pelo menos agora temos alguém que podemos confiar, que podemos desabafar e principalmente alguém que nos da apoio

- verdade

- olha amor minha mãe esta de folga segunda e ela chamou você para vim para cá, ela quer te vê

- tudo bem se eu levar minha mãe junto?

- Osh melhor ainda

- então tá eu vou falar com ela, amanhã você vai para pizzaria?

- eu so vou se você ir, você vai?

- se você for eu vou *risada*

- então nós vamos *risada*

- depois da pizzaria vamos passar no galpão para limpar ele?

- acho melhor não moh, meu pai ja estar cheios de desconfianças, e se ele cismar eu estou ferrado

- tem nada não amor, eu passo lá para limpar

- não! Você vai limpar sozinho? Eu não vou deixar, outro dias nós vamos, ta?

- ta, agora estou sem assunto

- eu também, eu estou com muito sono to quase dormindo

- eu também, vamos dormi amor, amanhã  a gente se fala, ah! E sua perna estar melhor?

- ta, ela só estar latejando um pouco e meu corpo ja estar melhor

- que ótimo meu bem, boa noite, sonhe comigo

- com certeza eu vou sonhar anjinho, te amo muito beijos na bunda

- eu também te amo ninja da aldeia dos rabbits *risada*

- ata cala boca, cadê a branca de neve? Chama seus 6 amigos anões para pizzaria amanhã também

- a te ferra Pernalonga

- ficou com raiva foi pequeno polega

- eu não dentuço

- ata sei, banco de anão

- olha eu vou dormi ta e melhor que eu faço do que discutir com um coelho devorador de cenouras

- *risada* a para se sabe que eu te amo né

- sei amor da minha vida

- agora vai, boa noite amorzinho tenha bons sonhos

- boa noite também amor, e se não sonhar comigo eu vou falar com os meninos para não comprar pizza de cenoura

- nem existe esse sabor seu bocó *risada*

- mas você bem que queria né *risada* ta bom parei beijos

- beijos *risada*

Desliguei o celular e fui dormi


Notas Finais


Espero que tenha gostado, obrigada por lê


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...