História Right One. - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Gigi Hadid, Jack & Jack, Magcon, Matthew Daddario
Personagens Cameron Dallas, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Matthew Daddario, Nash Grier, Nate Maloley, Personagens Originais, Sammy Wilkinson
Exibições 53
Palavras 1.097
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 17 - The Proposal.


11:30 AM, Segunda-feira-05/12/2020, Los Angeles, CA. 

Estava sozinha no aeroporto. Peguei pouquíssimas malas e as e equilibrava em um carrinho enquanto falava com meu pai. Ele dizia que estaria me esperando quando voltasse e que as portas de sua casa em Los Angeles estariam sempre abertas para mim. Agradeci e falei que precisava desligar. Fiz tudo que eu precisava fazer ali no aeroporto e me sentei em um cadeira dura. Esperei meu voo ser chamado. Passou uma hora até que eu ouvi apenas o último chamado do voo. Estava perdida em meus pensamentos. Entreguei minha passagem e meu passaporte a moça e ela checou tudo, me devolvendo o que precisava e me deixou entrar. Entrei no avião e peguei meu lugar ao lado de uma senhora, que mexia em seu celular. Sentei e coloquei meu cinto. Fechei os olhos e esperei o avião decolar. 
Estava indo para um lugar diferente, sem conhecer ninguém e sem saber o que fazer. Era um fardo e tanto que teria que carregar. Era um emprego muito mais difícil pra mim e eu sairia da clínica para trabalhar em uma empresa, coisa que eu não cogitava fazer. Mais uma vez eu estava fugindo dos meus problemas e indo para outro lugar. 

...
 
15:40 PM, Terça-feira-06/12/2020, Nova York, NY. 

Finalmente havia chegado em Nova York. Demorou tanto que achei que nunca chegaria. Tive uma parada, mas cheguei. Estava cansada demais, porém procurei pelo senhor que me levaria até meu novo apartamento. Comecei a xingar baixinho aquele maldito carrinho que estava torto e minhas malas quase caiam no chão. Olhei todos achando algum familiar, namorado ou indo até o ponto de táxi, ligando para alguém, enquanto eu procurava a minha carona. Disquei o número do meu chefe e ele demorou para atender. Quando olhei de novo para a muvuca de pessoas, encontrei Jack, segurando uma plaquinha com meu nome. Minhas pernas quase vacilaram enquanto eu desligava a ligação e deixava minha coisas para trás e ia até ele. Algumas pessoas começaram a reconhecer ele, mas ele nem ligou e veio em minha direção. Não conseguia mais respirar e eu, de repente, travei. 

-Surpresa!-falou assim que chegou perto de mim. 

-O que faz aqui?-soltei minha respiração. 

-Não podia deixar você escapar de novo. Seu pai me ligou na sexta-feira e eu vim pra cá pra te esperar. -se aproximou e pousou sua mão em meu rosto. -Liguei para o seu chefe e pedi para vir te buscar aqui. Ele compreendeu e aqui estou eu. -colocou uma mecha do meu cabelo atras da minha orelha. 

Não conseguia falar nada, então apenas selei nossos lábios. O beijo foi calmo e bem devagar. Sentia tudo que ele me transmitia pelo beijo: amor, saudade e alívio. 

-Eu amo você. -falei assim que separei o beijo. 

-Também te amo. -me deu um selinho. 

Ele solto minha cintura e começou a procurar algo em seu bolso. Assim que ele achou, eu não consegui ver direito o que era. Mas assim que ele se abaixou em minha frente, consegui ver a caixinha com uma aliança delicada dentro. Comecei a chorar antes mesmo dele falar. 

-Mallory, você quer se casar comigo?-perguntou pegando minha mão. 

-Claro que sim. -respondi e ele colocou a aliança em meu dedo antes de se levantar. 

Selei nossos lábios por alguns segundos e depois lhe abracei forte, enquanto algumas pessoas batiam palma por nós dois. Tinham algumas que até tiravam foto. 

-Vamos sair daqui. -falou e segurou minha mão. 

Jack foi empurrando meu carrinho até lá fora. O ajudei a colocar as malas no porta-malas e entramos no seu carro. 

-O que quer fazer?-perguntou dando partida. 

-Deitar em uma cama e dormir. -fui sincera. 

-Quer comer algo? 

-Estava morrendo de vontade de parar em um Starbucks ou algo do tipo. -falei olhando a a cidade passando pela janela. 

-Ok. 

Jack segurou minha mão e a levou até seus lábios, depositando um leve beijo nas costas da minha mão. Sorri e acariciei a sua com meu dedão. 

Jack Johnson. 

16:03 PM, Terça-feira-06/12/2020, Nova York, NY. 

Abri a porta do carro e encontrei Mallory adormecida no banco passageiro. Sorri e entrei. Coloquei as coisas no banco de trás e fui até a casa nova dela. Estacionei em frente e procurei sua chave que o seu chefe havia me entregado. Abri a porta da casa e deixei o café e o muffin da Mallory em cima do balcão e voltei para o carro. 

-Mall... -tirei seu cabelo do rosto. -Acorda, chegamos. -inclinei minha cabeça e beijei sua testa. 

Ela resmungou algumas coisas e abriu seus olhos devagar. 

-Você tá toda amassada. -falei e ela me empurrou de leve. 

Ajudei ela a sair do carro e fechei a porta. Mall entrou e começou a explorar a casa. 

-Aqui é lindo. -falou apaixonada. 

Me aproximei dela e lhe abracei por trás. Subimos as escadas de madeira e demos de cara com um quarto grande e tinha uma cama enorme no meio. 
Descemos e ela foi comer e tomar seu café. Me sentei no sofá ao seu lado e ela jogou suas pernas em cima das minhas. Entrei em meu twitter e todos falavam do meu pedido no aeroporto. Decidi postar uma foto nossa para oficializar. 

-Vem aqui tirar uma foto comigo. -falei. 

-Estou toda acabada, Jack, não quero. -resmungou de boca cheia. 

-Engole isso. -ela engoliu e se aconchegou ao meu lado. 

Mallory escondeu seu rosto em meu pescoço e eu sorri fraco para a foto. 

-Deixa eu ver. -pediu pegando o celular da minha mão. -Ficou tão fofa. -sorriu. 

Fui nas notas e expliquei toda nossa história em um resumo e postei um print junto com nossa foto em meu twitter. 

-Não sei se vou conseguir planejar outro casamento. -falou abraçando minha cintura. 

-Eu te ajudo, aliás o casamento também é meu, então eu tenho que te ajudar com tudo. 

-Aonde quer passar a nossa lua de mel?

-Esse você escolhe. -ri fraco. 

-Sempre tive vontade de visitar Curaçao. -deu de ombros. 

-Ok, então está escolhido. 

-Aonde você quer se casar?

-Em Los Angeles. 

-Na praia?-fez uma careta. 

-Não, muito clichê. -rimos. 

Ficamos em silêncio por um tempo, até que Mallory disse:

-Quem diria que depois de dezessete anos se conhecendo a gente iria se casar. -sorriu me olhando. 

-E apenas dois anos e meio de namoro. 

-Nossa amizade sempre ficou em primeiro lugar na nossa relação. -entrelaçou sua mão com a minha. 

-Não sei como minha vida seria sem você. -confessei. 

-Nem eu. -riu. -Acho que estaria perdida agora. 

Beijei sua testa. 

-Eu te amo. -sussurrei. 

Mallory assentiu e selou nossos lábios. 


Notas Finais


ficou pequeno mas tá aí


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...