História Rin: Com o Senhor Sesshoumaru Para Sempre - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Inuyasha
Personagens Rin, Sesshoumaru
Tags Inuyasha, Novela Romance
Exibições 90
Palavras 538
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Magia, Romance e Novela, Saga, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Esse capitulo estar pequeno espero que gostem

Capítulo 10 - Deixada para trais novamente


.....No quarto de Rin....

Naomi: Senhorita Rin.

             Acorde!!!

Rin despertou preguiçosamente, lentamente abriu seus olhos para se acostumar com a luz.

Rin: Oque foi Naomi? “perguntou com voz manhosa”.

Naomi: Bom dia!!!!

Rin: Deixe-me.

        Dormi só mais um pouco.

Naomi: Sesshoumaru-Sama a guarda para o desejum.

Rin deu um pulo da cama, saindo correndo para o quarto de banho entrando direto no ofurô onde Naomi já havia preparado o banho mergulhando até a cabeça.

Rin: Vamos Naomi me ajude.

         Naomi a esfregou passando óleo em seu delicado corpo, ao ver o desespero da menina falou.

Naomi: Calma ainda há tempo ate o desejum.

Rin: Mais quero estar pronta logo.

        Mal posso espera para ver o meu senhor esta manhã.

Ao sair do ofurô se enrolou em uma espécie de tolha de ceda e caminhando até o quarto escolhei um kimono azul com detalhes em fio de ouro bordado, o obi era dourado com detalhes de flores azul escuro. Naomi escovou seus longos cabelos o deixando solto.

Rin: Como estou.  “falou dando voltas em frente ao espelho”.

Naomi: Linda senhorita

Rin: Pare de me chamar de senhorita, por favor.

Naomi: Não posso tenho medo do Lord.

Rin: Só quando estivermos sozinhas pelo menos

Naomi: Tudo bem Rin.

Rin: Vamos.

Naomi: sim.

....Ao cair da noite....

Na sala de negócios Sesshoumaru estava enfrente a uma enorme janela contemplando o belo jardim que mando prepara para sua pupila, sabia o quanto ela gostava de flores. Gostava de vê-la feliz e faria de tudo para que continuasse assim. Quando foi tirado de seus pensamentos por uma voz irritante que ele conhecia muito bem.

Jaken: Ssenhor Sessshoumaru.

Sesshoumaru não respondeu apenas olhou dando permissão para que continuasse.

Jaken: Estamos tendo problemas nos vilarejos da fronteira com o norte senhor.

            Muitos youkais estão invadindo e matando moradores.

Sesshoumaru: Avise o general Ryoga que partiremos imediatamente.

                          Mande o general Daishi até aqui, preciso dar-lhe instruções em minha ausência.

O youkai sapo fez uma reverencia e saiu para fazer oque foi ordenado. Retornando com o general Daishi, que ao entra o reverenciou.

Daishi: Sesshoumaru-Sama quais são suas ordens.

Sesshoumaru: Tenho que ir com o general Ryoga para a fronteira com o norte.

                         Não quero que Rin saia sozinha do castelo.

Daishi: Sim senhor Sesshoumaru. “Falou com um olhar irônico”.

Sesshoumaru: E só isso, pode-se retirar.

O daiyoukai ficou sozinho em sua sala pensando “Justo agora que a tenho aqui terei que me ausentar”. Saindo da sala e indo em direção das escadas, chegando ao andar superior foi ate o quarto de Rin. Ao entrar no quarto viu que Rin tinha acabado de tomar banho e vestia um kimono leve cor azul marinho cheio de flores de varias cores. Ao vê-la Sesshoumaru ficou encanto com a cena e começou a falar.

Sesshoumaru: Rin?

                         Terei que ficar fora por uns dias, não quero que saia do castelo sozinha.

                         Qualquer coisa fale com ele.

Rin: Senhor Sesshoumaru.

        Deixe-me ir com você, por favor. “Com os olhos cheios de lagrimas”.

Sesshoumaru: Rin!

                          Eu não posso arriscar sua vida. “Dito isto, ele saiu do quarto antes mesmo que ela pode-se falar algo”.

Rin correu em direção ao salão ainda a tempo de ver Sesshoumaru através dos grandes portões com sua tropa. 


Notas Finais


aguardo comentários.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...