História Rin: Com o Senhor Sesshoumaru Para Sempre - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Inuyasha
Personagens Rin, Sesshoumaru
Tags Inuyasha, Novela Romance
Exibições 81
Palavras 811
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Magia, Romance e Novela, Saga, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


me esforcei bastante para achar o ideal espero que goste

Capítulo 12 - Uma Visita Inesperada


...Na fronteira com o norte...

Sesshoumaru estava ficando cada vez mais irritado por não consegui resolver logo, este conflito. Queria voltar logo para Rin, a sua Rin, somente ela conseguia trazer a paz para seus pensamentos. “Este Sesshoumaru, não pode mais viver longe de você minha Hime”. Deixando o acampamento indo ver a lua, os dias de batalhas intermináveis, o estava o deixando-o muito irritado. Voltou aos seus pensamentos. “Minha família deve ser amaldiçoada, pois amamos fêmeas humanas”. “Tao poderosos e tão fracos perante elas”. “ Pensava ele olhando a lua”.

Ryoga: Sesshoumaru-Sama.

             Localizei,  de onde parece  esta vindo o comando.

Sesshoumaru: Mostre-me, Onde fica? “Falou com o olhar Frio de sempre”.

Ryoga: O general Masato, foi se certificar que é o lugar certo.

Sesshoumaru: Maldição.

Quando vou poder volta para minha Hime. “Falou num tom bem baixo, somente ele pode ouvir”.

....De volta ao castelo....

Daishi e Naomi estavam-se encarando, pois sabiam que aquela visita traria problemas, e ele não sabia se deveria avisar ou não ao príncipe. Rin vinha descendo as escadas quando se deu conta de quem estava ali.

Sátori: Ora! Ora! Vejo que ainda segue meu querido filho. “ Falou em um tom       sarcástico, olhando para suas unhas”.

Rin: Senhora Sátori. “Falou fazendo uma reverencia”.

Sátori: Vim para visitar meu filhote.

            E encontro você aqui sozinha. “Vai ser divertido pensou ela com um olhar frio”.

Rin: Sesshoumaru-Sama não se encontra.

        Já faz 5 meses que saiu para uma batalha.

Sátori: E deixou você novamente menina?

             Creio que meu filhote presa muito sua vida criança. “Falou ironicamente”.

Rin nada respondeu a baixou a cabeça, pedindo permissão para se retira do recinto.

Sátori: Criança eu ficarei aqui.

           Pode se retira.

Rin: sim.

        Senhora Sátori.

Sátori:  Ainda não sei oque meu filho quer com você.

             Mais ele tem o mesmo gosto estranho que o pai dele. “falou ironicamente”.

             E nos vemos no jantar.

Rin: sim senhora.

 Rin nada falou apenas a baixou a cabeça meio sem jeito retirando- se do local, pois  a caminhar pelo jardim admirando as flores  que já não estava tão bonitas pois já era  o fim  do outono.

...Então na fronteira Norte .....

Sesshoumaru havia acabado de vencer seu inimigo  e começava sua viajem de volta para seu shiro. Seus pensamentos  durante todo o período  que esteve na guerra eram voltado para sua pequena Rin. “Tinho saudades  daquele olhar doce, que acalmava meu coração, somente você minha Rin tem este pode levar paz ao coração frio deste Sesshoumaru. Preciso vê-la, beija-la, sentir seu cheiro, seu corpo junto ao meu. Torna-la minha somente. Em sua mente vinha a visão do belo corpo da  menina nua se banhando no rio, aquela pele tão branca seu cheiro tão excitante, logo sente seu membro reagiu não permitirei que seja de outro pois você pertence a este Sesshoumaru”.

.....No castelo.....

Já com a chegada da noite Rin se arrumava para o jantar com Sátori, não tinha vontade nenhuma de ir, falar com ela sobre nada. Mas teria que ir.

Rin: Não quero ir.

Naomi: A senhora Sátori faz questão da sua presença.

Rin: Tenho muito medo dela.

         Não sei oque ela pretende.

Naomi: Ela quase não vem aqui.

      Quando vem pelo que sei senhor Sesshoumaru a deixa sozinha e some.

Rin: Eu me lembro, muito pouco dela.

         Só a vi uma vez quando criança.

Naomi: Todos a teme.

             Vamos logo ela não gosta de atraso.

Rin: Ok, vamos.

         Quando chegou no salão de jantar, Sátori já se encontrava-la.

Sátori: Até que fim menina.

             Não gosto de atrasos.

Rin: desculpe senhora.

Sátori: Bem vamos come logo. “falou fazendo sinal para que a refeição fosse servida”.

       Após tudo ter sido servida Sátori se pronúncia.

Sátori: Quero que nos deixe a sós. “ Se dirigindo aos servos”.

       Diga-me menina você sabe o que Sesshoumaru pretende fazer com você?

            E por que a trouce até aqui?

Rin: O senhor Sesshoumaru, só cumpriu a promessa que me fez.

         Quando eu era criança.

         De me levar novamente com ele.

Sátori: Ora! Ora! Vejo que você não sabe o verdadeiro motivo.

Rin: Que motivos?

         É somente o que me prometeu

       Falou que quando eu tivesse idade para decidir

         Voltaria a segui-lo se assim o deseja-se.

Sátori: Ou seria torna-la sua concubina? “falou em tom de deboche”.

          Embora eu ainda sinta seu cheiro de pureza.

         Pergunto-me por que ele ainda não a tomou para si ainda.

Rin: A senhora estar enganada meu Lord nunca faria isto.

         Levantou saindo da mesa. “caminhando em direção ao jardim com o semblante triste”.

Sátori: Isto vai ser divertido. “falou enquanto analisava suas unhas com um sorriso maligno no rosto”.

Rin caminho entre as árvores do jardim, chegando próximo a uma enorme  sentou-se em baixo dela colocando o joelho dobrado começou a chora . “Será verdade tudo oque ela disse, não, ele não faria isto’”. Chorou ate que adormeceu em baixo da enorme árvore.


Notas Finais


aguardo comentários positvos e negativos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...