História Rivalry and love (imagina bigbang) - Capítulo 50


Escrita por: ~ e ~Kim-Sora

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang
Personagens D-Lite (Daesung), G-Dragon, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Seungri, Suga, T.O.P, Taeyang
Visualizações 31
Palavras 1.332
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Fluffy, Harem, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Visual Novel
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 50 - Pai e filho


Fanfic / Fanfiction Rivalry and love (imagina bigbang) - Capítulo 50 - Pai e filho


{...}



 -Jinsei nao corra para longe.-Falou um pouco alto.

 Pequeno corria tão alegre enquanto brincava com as flores de sakura, via seu sorriso de longe e isto deixa meu coração tão alegre. 


 -Nao vejo a hora de seung ver seu filho.-Minha sogra diz com os olhos marejados.

-Ele sera um otimo pai.-ele me olha. -Acredito que sera o melhor pai...-abaixo meu olhar.-O oppa pretende acabar com sua carreira. 


 Minha sogra arregala os olhos e sua boca forma um grande "O".

 -co..como ele ama sua carreira. 

 -foi o que ele me disse...-suspiro.-ele quer focar mais na vida de seu filho ainda mais por ter o negligenciado por tanto tempo.

 -Ele não teve culpa.-Hee suspira.- Então vamos apóia-lo, se essa for sua decisão darei total apoio- Diz ela e a mesma sorri ...

 -Tenta por isto naquele cabeça dura...-olho o pequeno que agora estava na caixa de área do mini parquinho jogando tudo para cima.-Hey mocinho... 

Vou até ele eo pegando meu colo eo jogando para cima o mesmo ria alto, faço cócegas em sua barriga e tudo que ele tinha direito. 

-To com fome.-ele diz inflando suas bochecha as deixando vermelhinha. 

 -O que você gosta de comer-digo voltando onde minha sogra estava e a mesma nos abraça sinto minha blusa ser molhada. 

 -Tudo...-ele pensa mais um pouco- Torta de morango... 

 -Humm...torta-Hee resmunga.-Que tal irmos em um café que eu conheço, la tem as melhores tortas. 

 Ela se afasta e limpa as lagrimas que estavam em sua bochechas


 {Kim Sora}


 -Você ira morrer.-Lee grita para William e depois solta uma risada maquiavélica.- Todos você irão morrer...

 -Se ponha em seu lugar Min Ho.-o homem de máscara grita e tira a máscara.-Você acabou com a vida de minha irmã o unico que merece morrer é você. 


 "Eu conheço aquele cara"... Willinnie


 -O unico que teve a vida acabada foi eu....-Min Ho começa a chorar?"como assim".-Eu a amo sempre a amei mas ela me trocou por um....cantorzinho de merda. 


 Ouvir aquelas palavras vindo dele,cortou meu coração ,ele sempre disse a mim que me amava e que ela era apenas um passe fácil para mais dinheiro para ele.."Então este tempo todo fui enganada e usada por ele" 


 -Seu doente.-O homem que estava com mascara fala.-Você merece ter a pior morte possível... 


Ele pega uma faca e enfia na perna de Min ho...

 -Arghh....-ele grita de dor.-Cadê a vadia da Sora... 

 -Eu nao irei te salvar.-saio de onde estou escondida me sento a um feno cruzando as pernas.-Ele arregala os olhos ao me ver. 

 -Sora meu...amor nã...

 -Quem é você...- diz o william. 

 -Apenas alguem que quer ver este homem morto.-    Sorrio de canto para o homem sentado a cadeira com o seu olhar em pânico .

 -Sora sua vadia, você não ira sair em pune desta saiba que eu mando em tudo que você tem..

 -Morto não fala.-debocho de sua cara.-Pense antes de fazer alguém de seu capacho...mais chega de enrolação.-tiro minha arma e dou um tiro na cabeça de lee            


{William}


-Você esta louca garota eu que iria o matar-Jimin grita com ele que aponta para ele.

-Hey hey... muita calma vocês dois.-respiro fundo.- agora ja foi Jimin ele esta morto agora sua vingança esta acabada 

-Arggg.. Que merda


Ele sai pisando fundo e depois bate a porta do balcão e a garota rir da situação e eu a olho.


-E você quem és... e oque era dele.

-Surpreendente que você não se lembre de mim willinnie...-Ela faz um bico.-estou chateada


"Willinnie?..."

-Me responda quem é você?

-Sou Kim Sora ou Fairy como você me chamava anos atras...


{Flashback infancia}

{Estados Unidos}


Eu estava atrasado para a aula de Piano e ja sabia que Sora a menina que sou apaixonado.-e minha melhor amiga

Ela tão linda com seus cabelos sempre preços com xuquinhas e seus olhos puxados muitos a zuavam ja que ela é "diferente" das garotas daqui...



 Quando chego perto da sala de piano escuto downpour(musica do grupo I.o.l) e a suave voz e doce de Fairy cantando e tocando o piano, fico na porta escutando ela terminar, passou dois minutos e ela acabou a música e adentro na sala e abraço por trás


-AnnyeongHaseyo Fairy-Digo algumas palavras que ela me ensinou em coreano e a mesma me abraça e escuto soluços-Ya! Por que está chorando? .-Digo e ela me olha.-Aqueles merdas voltaram a te zoar?-ela nega com a cabeça.

-E-Eu vou me mudar Willinnie.-ela me abraça e chora mais, meus olhos começam a se encher de lagrimas.

-Para onde -digo e a mesma me olha.

-Aniyo... Não sei - Diz ela se desfazendo do abraço em seguida sai correndo da sala vou atrás dela mas ja era tarde ela ja tinha saido da escola e entrado no carro de seus pais.

 

Vejos suas pequenas mãozinhas ao vidro do carro meu coração estava partido.-Eu nunca mais irei a ver.


Se passaram dias meses e anos...Parei de fazers aulas de pianos, sofri bulliyng, me isolei,foquei em estudos até minha irmã me apresentar a ____ e Jimin que por conhecidencia era da Coréia do Sul do mesmo lugar onde meu grande amor era...


{Feedback off}


-Fairy.-digo e ela sorri.

-Finalmente se lembrou de mim.....



{tempos depois}

{você}



-Jinsei sente-se.-Falo sem tirar meu foco da estrada e o mesmo se senta ao banco.

-Omma não vejo a hora de conhecer o Appa.-ele sorri.

"é tão bom ouvir ele me chamando de omma"


Depois de muito tempe finalmente o oppa será solto todos estavam muito ansioso principalmente os jornalistas, que com certeza devem estarem em uma imensa multidão em frente a prisão.

Resolvemos nos encontrar em um restaurante um pouco afastado de Seul. Choi queria um tempo de privacidade ao encontrar sua família Resolvemos que seria melhor nos encontrar longe de Seul




-Seu appa tambem nao ve a hora de te conhecer

-Omma por que a harmeoni nao veio.

-Ela foi primeiro se encontra o appa...Chegamos


Vejo o restaurante pequeno.-bem bonito por sinal.- o restaurante esta rodeado por seguranças, antes de entra um dos seguranças nos param.



-Nao podem entra senhora.-o homem fala sério e rigido.

-Sou Park ___ e este é Choi Un Jinsei filho e mulher de Choi .

-Ooh...Me desculpe senhorita Park-ele fica sem jeito.

-Tudo bem senhor você estava apenas fazendo seu trabalho.-sorrio amigável.

-Liberem o caminho-ele fala para os outros seguranças.



{...}


Ja se passara uma hora e nada de Choi chegar eu estava ja ficando preocupada e Jinsei não parava de me perguntar se seu appa viria mesmo.

Eu tentava ligar para minha sogra mas so caia em caixa postal eu estava tão preocupada e com o coração na mão.


Começo a brincar com Jinsei para destrair ficamos assim por um tempo até o garoto parar o que estava fazendo e ficar olha para tras de mim, faço o mesmo.


Vejo Choi acompanhado de Hee ele olhava fixamente ao garoto.-Que agora se escondia atras de mim.- Vejo que seus olhos estavam com vestígios de lagrimas, saio do caminho e ponho Jinsei a minha frente. Choi se aproxima ficando a alturo do garoto.


-Oi garotão eu sou seu appa.-ele sorri com lagrimas ja descendo sobre suas bochechas.


Eles se abraçam e Choi levanta o garoto o deixando ao seu colo.



-Voce não sabe o quanto eu queria o abraçar.-ele soluça.


 Choi abre os olho e ao me ver ele sorri e susura um "Eu te amo".


-Eu tambem te amo.-Os abraço.


ficamos um bom tempo assim até ouvir minha sogra rir alto e falar.



-Que família linda, mas vamos comer que estou com fome.


Desfazemos o abraço mais Jinsei continuava abraçado a Choi e assim foi o jantar todo ele nao saia do colo de seu pai.

E quando desfazia do abroço era apenas para comer o que seu pai o dava na boca.


eu não consigo tirar oz olhos dos dois é uma cena tão linda, ver o oppa sorrindo tao grande e brincando com seu filho. Eu queria tanto poder gravar este momento mais Choi nao queria nem um aparelho no local.


-É tão lindo-Hee diz.- Pena que Seung nao quer nem um aparelho aqui.

-Eu pensei o mesmo.-susurro para ela.- Tão cabeça dura.

-Ele puxou seu pai-Hee ri.

-Voces duas parem de cochicar ai eu tambem quero saber.-Seung faz um imenso bico.

-Eu to falando que você é um cabeça dura-Hee diz em um tom de brincalhona...



Notas Finais


hay pessoal... sorry pela demora mais eu tava com um pequeno bloqueio hahaha mais espero que este episódio tenha compensado pela demora

e muito obrigada Gaby❤~nari-san❤

até mais babys


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...