História Road and Path - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Jimin, Namjin, Vhope, Yoonkook
Exibições 43
Palavras 1.236
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oii! Boa leitura!

Capítulo 10 - Memories


Já era noite quando Yoongi e Jeon pararam e sentaram em um banco de praça, haviam passado a tarde conhecendo a cidade, ou melhor, Jeon mostrando a cidade para Yoongi. O quê de certa forma foi até engraçado porque sempre que uma oportunidade de importunar Jeon aparecia, Yoongi não deixava passar.

O único lugar que não haviam mesmo ido era o santuário xintoísta que descobriram enquanto andavam. Até Jeon ficou surpreso com aquele santuário ali, pois era mais comum no Japão e não na Coreia do sul.

De qualquer forma, já estava anoitecendo quando pararam no santuário e Jeon não quis entrar de jeito nenhum, mas Yoongi não arredou o pé, eles iam entrar naquele santuário.

- Só estou esperando você, Jeon, já se acalmou?

- "Já se acalmou" uma ova, por que você não vai sozinho?

- Porque não tem graça ir sozinho, e o guia turístico é você lembra?

- "Porque não tem graça ir sozinho". AISH! - Jeon se levantou de uma vez, andando em direção ao santuário e Yoongi foi atrás dele.

Subiram lado a lado as escadas do santuário, e haja escada, demoraram uns três minutos apenas nelas.

Quando enfim chegaram ao destino, Yoongi virou-se para trás vendo os lances de escada que subiram. Percebendo os detalhes dela. As pedras aos lados dos degraus, a mata densa logo após. E as lâmpadas avermelhadas que seguiam pelo caminho.

Jeon recuperou-se da subida e encarou o santuário, imaginando quem diabos cuidava daquele lugar, pois quando descobrisse iria trucidar essa pessoa. O santuário estava terrível. Havia papeis rasgados, paredes meio tortas e algumas caídas. Ele não entraria naquele lugar nem a pau.

- Essa... É minha primeira vez em um santuário - O ruivo disse, se aproximando das portas do santuário.

- Minha também. Mas não estou gostando disso Yoongi, vamos voltar.

- É claro que não, nós chegamos até aqui, vamos pelo menos entrar. - Voltou a andar, porém a mão de Jeon em seu pulso o impediu de continuar.

- É sério, eu não quero entrar aí, está escuro!

- Então fique aqui fora, eu vou usar a lanterna do meu celular.

- AISH! Mas eu não quero ficar aqui fora sozinho!

- ENTÃO VEM COMIGO, que saco. - Se soltou da mão do moreno e seguiu o caminho, ouvindo os passos do outro logo atrás de si.

O ranger das pontas ao serem abertas, fez Jeon ter mais certeza de que não deveria entrar ali, mas ele não ficaria sozinho do lado de fora, não mesmo. A luz do celular de Yoongi começou a iluminar o local, para um santuário aos pedaços era até grande.

Havia apenas um corredor lá dentro, provavelmente que levaria aos fundos do lugar, Yoongi pensou.

E foi começando a atravessa-lo que sentiu Jeon o segurar.

- Ouviu isso? - O moreno questionou baixinho.

- Não ouvi nada, Jeon.

- Eu estou ouvindo passos, Yoongi, por favor, vamos voltar!

- Deixa de paranoia, Jeongguk! - Foi só se soltar do moreno que ouviu o som de algo se arrastar.

- OUVIU AGORA? VAMOS VOLTAR, YOONGI! - Jeon procurou os braços do mais velho com as mãos e quando achou o arrastou para fora do santuário o mais rápido que pode, estava apavorado.

- Meu deus, Jeon, você tem que deixar de ser medroso!

- MEDROSO? Quem aqui é medroso?!

- Você é medroso! Muito medroso! Se não fosse não faria esse escândalo todo apenas por entrar de noite em um santuário!

- Eu não tenho medo! É que está escuro...

- Agora tem medo de escuro também? - Cruzou os braços o desafiando - Se não tivesse medo não teria problemas em entrar ali.

- MAS QUE DROGA! Eu entro sem problemas! - E na fúria de ser desafiado, Jeon entrou novamente do local.

No momento da raiva nem pensou no que estava fazendo, e quando viu já estava na metade do corredor escuro. 

- Yoongi? - Virou-se sem conseguir enxergar nada, percebendo que o ruivo não estava atrás de si como imaginou.

- Yoongi? - Seus dedos começaram a endurecer a medida que tateava a parede com medo de cair, até que lembrou-se do próprio celular no bolso para iluminar o caminho. Ligou a lanterna do celular com uma mão e com a outra continuou a tatear a parede. 

Um gemido sôfrego saiu por seus lábios assim que sentiu tocar algo melado, e a pior decisão que tomou naquela noite foi iluminar o lugar tocado.

No desespero de sair dali após ver o quê viu, correu com todas as forças para fora do santuário, desceu as escadas no embalo e parou apenas quando já se sentia sem fôlego para continuar, parando na praça de antes.

Yoongi nem mesmo tempo de chamar Jeon teve. Não entendendo nada desceu apressadas as escadas e rumou a praça mais próxima com esperança de encontrar o moreno lá, e ele estava sentado em um dos bancos olhando para as mãos.

- Que susto Jeongguk! Quer se matar? e se tivesse caído daquela escada?

- Y-Yoongi... - O moreno fungou e mostrou a mão suja.

- Você se machucou? Meu deus, Jeon, primeiro a sua orelha, agora isso? - Reclamou analisando a mão dele.

- E-eu não me machuquei... Não é meu sangue.

- Como não é s- Puta merda! - Tirou o celular do bolso e ligou para a polícia, explicou toda a situação para as autoridades e voltou-se para o moreno, a fim de pedir desculpas por obriga-lo a entrar no santuário. 

Não sabia o que ele havia visto lá dentro, mas mesmo assim já se sentia culpado por vê-lo daquele jeito, apavorado.

- Jeon, vamos conversar um pouco, me diz o que tinha lá dentro - sentou-se ao lado do garoto.

- Tinha sangue. 

- Sim, isso eu percebi. O que mais? - Acariciou os cabelos alheios, tentando acalmar o moreno, que estava pálido.

- Eu não sei, eu só saí correndo! A culpa é sua, era para ter entrado comigo!

- A culpa não é minha! - Disse, apesar de realmente achar que tinha culpa - Você que entrou correndo lá que nem um doido.

- Fiz isso por sua culpa! Se tivéssemos ido embora eu não estaria me sentindo assim! Não precisaria me sentir tão ruim...

Os dois garotos já estavam em pé por terem se exaltado. 

Mas Yoongi não queria mais discutir, ele nunca foi de ser orgulhoso como estava sendo agora, de todas as vezes que apanhou sem motivo, ele nunca revidou por orgulho, tanto verbalmente quanto fisicamente, então por que aquele moreno o fazia ter esse tipo de reação? Nem ele mesmo entendia.

- Eu quero ir embora... - Jeon disse, depois de livrar o rosto de algumas lágrimas e o nariz que insistia em escorrer.

Ele se sentia péssimo, a forma como viu aquele sangue foi do mesmo jeito que viu a alguns antes, em outra casa que morava. As lembranças daquele dia o invadiram e isso era o que menos queria, era horrível. Assim como a voz da maldita ex-enfermeira da escola que insistia em ecoar na sua cabeça "QUE EU saiba a sua família também tem um lindo histórico relacionado a abusos".

- Merda! - Yoongi se aproximou do moreno o suficiente para envolvê-lo com os braços - Por que você está chorando mesmo? - Perguntou encostando a cabeço de Jeon em seu ombro, afagando os cabelos dele.

- Me desculpa.


Notas Finais


Oii, estou tentando não demorar! Juro para vocês. Tenho uma prova do PAS dia 03/12 agora, eu tô desesperada tentando focar nos conteúdos da prova. Queria saber se não se importam do próximo capítulo sair depois dessa data!
Sobre esse capítulo, a ideia inicial era fazer o passeio ser engraçado, mas como a fic vai terminar perto do capítulo 18, eu vou focar daqui para frente na história principal, sem muitas enrolações, assim como tirar mais espaço para os outros couples <3

Ps: Não me batam adjhadf o Beijo vai sair!!

Obrigada pelos comentários no capítulo anterior <3 Eu fiquei muito feliz quando li, beijos na bochecha


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...