História Rock me - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lily Collins, One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Exibições 177
Palavras 766
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 35 - Confissão


Fanfic / Fanfiction Rock me - Capítulo 35 - Confissão

   - Eles voltaram - me sentei na cama enrolada no lençol.
   - Mas...como? Eles, não iam vir daqui duas semanas? - Também sentou na cama.
   - Voltaram mais cedo - mexi os dedos nervosa.
Zayn levantou da cama, passando a mão pelos cabelos, caçou sua cueca e a vestiu. Ele começou a andar de um lado para o outro, daqui a pouco cavaria um buraco no chão. Ficamos em silêncio por alguns minutos até ouvir passos no corredor.
    - Filha? Esta acordada meu bem? - ouvi a voz de minha mãe, com algumas batidas na porta.
Arregalei os olhos e olhei pra Zayn que também me olhou tenso, levantei e comecei a me vestir assim como ele.
   - Respondo? - sussurrei pra ele, que assentiu.
   - O-oi mãe, não..eu, eu tô me trocando. A-acabei de tomar banho - passei a mão pelos cabelos.
   - Ah...Bom, você viu o Zayn? Preciso falar com ele - sua voz saiu abafada por conta da porta.
   - N-não, ele deve...deve ter saído - terminei de me vestir.
   - Tá bom, conversamos amanhã. Boa noite - falou se afastando.
    - Boa noite mãe - fiz um coque no cabelo.
Cruzei os braços encarando Zayn que vestia sua camiseta, logo nossos olhares se encontraram e um nó se formou em minha garganta.
   - Annelise eu...- tentou me tocar.
   - Só vai embora, por favor - virei o rosto, não querendo o ver.
Zayn bufou e foi até a porta abrindo-a, esperei ele sair mais ele não o fez. Simplesmente fechou a porta novamente e veio em minha direção me beijando. Eu idiota como sempre, não resisti e passei os braços ao redor de seu pescoço, enquanto ele segurava minha cintura. Separamos o beijo e ele beijou a ponta do meu nariz, mordi o lábio.
   - Isso não acaba aqui - me deu um selinho e se afastou, saindo pela porta do meu quarto.
                    ☆☆☆☆
Acordei sentindo uma dor de cabeça horrível, consequências de uma noite mal dormida, não consegui parar de pensar na frase de Zayn um segundo,  o que me levou a ficar rodando a noite toda pela cama.
Ainda sonolenta me levantei indo ao banheiro, fiz minha higiene matinal e vesti essa roupa(1), amarrei meu cabelo em um rabo de cavalo e desci.
Assim que pisei os pés na sala minha boca secou, minha visão ficou turva, fechei os olhos e respirei fundo. Não eu não vou chorar!
    - O que é isso? - minha voz saiu falha.
    - Minhas malas, é bom...Annelise isso é difícil. Me desculpe - coçou a nuca sem palavras.
Olhei pra Zayn buscando o refúgio que eu precisava mas não encontrei. Analisei suas coisas na sala e dei as costas indo até a cozinha, aonde encontrei um bilhete na geladeira.
    "Filha tivemos que ir até a cidade vizinha. Voltamos depois do jantar, não nos espere, te amo. xx Mamãe"
Bufei colocando o bilhete no balcão. Peguei um comprimido pra dor de cabeça e bebi. Respirei fundo me virando, dando de cara com o moreno. Abaixei a cabeça passando por ele que me segurou pelo braço, tentei me soltar, mas como sempre em vão.
    - Zayn...- minha voz falhou.
    - Por favor, não faz isso comigo - acariciou meu braço.
    - Eu não quero que você vá - sussurrei olhando pra baixo tentando me controlar com suas carícias.
    - Annelise, entenda eu...- o cortei.
    - Eu não quero intender, droga - falei nervosa.
    - O que quer que eu faça? Quer que eu more aqui, e perder minha privacidade? - berrou me chacoalhando.
    - Ótimo! Eu sei muito bem que tipo de privacidade que você quer Zayn - lágrimas desciam já de meu rosto - Quer saber eu sou uma idiota, vaza daqui. Some dessa casa! - gritei.
    - Você não intende eu...- o cortei novamente me soltando.
    - VOCÊ QUE NÃO INTENDE ZAYN, NÃO QUERO QUE VÁ EMBORA PORQUE EU TE AMO, EU TE AMO ZAYN, SATISFEITO? - gritei pondo tudo pra fora.
Ele parou e me olhou sem reação, enxuguei as lágrimas e o olhei. Ele estava paralisado, eu sabia! Ele não sente nada por mim, eu sou uma troxa em pensar que ele ao menos olhava pra mim. Ele era como todos os homens, só queria me usar e jogar fora, e a sonsa aqui caiu certinho. Ele abriu a boca pra falar mas não quis ouvir desculpas esfarrapadas, por isso sai de casa.
   
    
 


Notas Finais


(1)http://www.polyvore.com/m/set?.embedder=21115528&.svc=copypaste-and&id=209791461
Awnnnnnnnn ela se declarou que fofa. Eai? O que acharam?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...