História RockStory - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Bisca Connell, Cana Alberona, Charlie, Erza Scarlet, Evergreen, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Happy, Igneel, Jellal Fernandes, Juvia Lockser, Laki Olietta, Laxus Dreyar, Layla Heartfilia, Lector, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Loki, Lucy Heartfilia, Lyon Vastia, Mavis Vermilion, Minerva Orland, Natsu Dragneel, Rogue Cheney, Sting Eucliffe, Virgo, Wendy Marvell, Zeref
Tags Gavy, Graylu, Gruvia, Jerza, Musical, Nalu, Stincy
Exibições 290
Palavras 2.953
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Esporte, Festa, Harem, Hentai, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oeeeeeee

MINHA GENTE QUÊ QUÉ ISSO

Vcs n sabem como eu to feliz pela felicidade que a fic cresceu, sério vcs n sabem como fico feliz a cada favorito q eu recebo de alguém q gostou de minha história. ...mdssss
E desculpe a demora a postar gente, tava saindo da semana de provas na escola
Mas enfima vamos aos agradecimentos...

Muito obrigada pelos favoritos:

~Misza-chan
~Lililiany
~lu-dragneel
~Nalu-dragne
~Miku_sama
~Kekes-sama
~Candy_Hime
~Luamelizza
~VickyDragneel
~Lucy_hyuga
~Cicero33
~PurpleWitch
~naluforever48
~Pr1ncessJujub4
~Lucy_wolf_-
~-Ahura-Mazda
~thatathayyna
~daia88
~natsubolada0
~Hinaa_Uchiha
~GrabrielyHD
~LuxyHeartphilia
~SweetBlossom
~DragneelDeyar
~Kathy-Herondale
~AmayMiliet
~StingLucyNatsu
~Misterius_Magic

boa leitura e espero que gostem'3'

Capítulo 3 - Aquela voz...


Fanfic / Fanfiction RockStory - Capítulo 3 - Aquela voz...

Natsu.pVs



Someone's turning the handle to the faucet in your eyes

(Alguém está abrindo a torneira de seus olhos)


They're pouring out where everyone can see it

( Eles estão derramando lágrimas onde todos podem ver)


Your heart's too big for your body

( Seu coração é grande demais para o seu corpo)


It's why you won't fit inside

( É onde seus sentimentos se escondem)


They're pouring out where anyone can see

( Eles estão derramando lágrimas onde todos podem ver)


...apenas oque me lembro...


não lembro de mas nada de sua voz...


essa música está me atordoando desde que a ouvi. ..ela envadio minha mente e não quer sair...


primeiro em meu sonho e até ai não foi nada demais...mais...eu a ouvi...eu juro...que a ouvi...


~toc toc~


- entre... -digo me deitando de lado e puchando o cobertor mais para cima.


escuto a porta ser aberta lentamente e o som de passos lentos e calmos ecoarem por todo quarto, e não demora muito para a voz de quem eu já imaginava que seria se pronunciar.


- Natsu. ..ainda aí?!... -escuto mas alguns passos e então sinto o peso de algo se sentando na borda da cama- desse geito vai ficar doente, esqueca aquilo...não tinha música nenhuma lá. 


respiro fundo e lentamente me sento na cama, ele me fitava sem expressões, ao menos eu não conseguia as ifentificar.


- Natsu, se você ouviu mesmo a música, alguma hora irá a ouvir novamente...mas se trancar no quarto e perder um dia lindo como hoje não ajuda em nada -fala ainda com a expressão neutra.


- mas a voz não sai de minha cabeça. ..eu não consigo entender -falo apreensivo.


- olha, não vim para atordoar você ,nem contradizer suas palavras, vim para te avisar que irei sair, e a casa vai ficar vazia pois Laki e Sherry já foram para casa -fala se levantando da cama e ageitando sua roupa. 


- a onde vai? -pergunto curioso.


e também não quero ficar sozinho nesse casebre. ..


- irá ter uma pequena festa, para os moradores da região e marquei com alguns amigos de ir -fala andando um pouco até a porta mas para na metade do percurso- e se você quiser, está convidado a se juntar a nós.


a frase ficou no ar, como um convite, me deichando pensativo.


é isso ou ficar sozinho...


- bem, eu acho que será melhor para se destrair do que ficar numa casa enorme sozinho -diz sorrindo de canto, como se soubesse que com essas palavras me convenceria a ir.


e convenceu...


- me da cinco minutos e eu desco -falo levantando as pressas da cama e ele ri, saindo do quarto em seguida.


corro para o banheiro e tomo um banho, fasso minhas higienes e vou escolher minha roupa, optei por uma blusa social sem muitos detalhes e um casaco GAP preto por cima, visto uma calça preta em mesmo tom do casaco e uma basqueteira nas misturas preto e branco,me olho no espelho confiro os caninos e saio do quarto direto para sala onde Lyon me esperava com a expressão serena e agradável de sempre, ele sorri ao me ver e paro a sua frente.


- vamos? -fala e eu acenti.


vamos para sua garagem onde haviam três carros de tipos e modelos diferentes, entre os quais ele escolheu um Mustang acinzentado escuro, entramos no carro e saímos dalí. 


eu observava a janela do carro, vendo aquela estrada calma e Sol que quando estava dentro do quarto nem percebia que estava para se por,o caminho segue em um silêncio confortável, mas logo Lyon o quebra me fazendo o fitar.


- aonde vamos, é possível que haja uma ou outra pessoa que saiba quem é você, mas isso não será um problema -diz sem em nenhum momento tirar o foco da estrada.


- sem problemas, de qualquer forma estou acostumado -dou de ombros e ele ri.


- vai ser legal estar ao lado do centro das atenções -fala com um sutil sorriso nos lábios. 


eu ri e voltei fitar a janela, novamente o silêncio reina no carro, mas não demora muito para mim ouvir um"chegamos", saio do carro e me espreguiço sentindo meu corpo relaxar, e uma brisa gelada balançar os fios arrepiados de meus cabelos.


- é aqui? -pergunto analisando o local.


- sim -diz trancando o carro e eu dou a volta no mesmo parando ao lado de seu proprietário.


o lugar parecia um chalé, era uma casa grande construída a madeira rústica,porém com um toque ainda um pouco moderno, uma mistura do tradicional e do atual que raramente da certo.


haviam alguns carros e algumas motos parados em frente ao local, mas não possuía casas muito próximas dalí.


- vamos entrar -Lyon fala me fazendo parar de analisar o local e passar a segui-lo.


coloco minhas mãos nos bolsos de meu casaco e continuo a segui-lo pela trilha até a entrada, ele da algumas batidas na porta que logo se abre dando a visão de um homem alto, forte, de pele morena e cabelos neve, ele abre um grande sorriso ao nos ver.


- haha homem, quanto tempo -ele puxa Lyon o abraçando- e você homem, vamos entrando -ele diz passando a me encarar e então da batidas em minhas costas, fortes suficiente para me convencer a entrar antes dele continuar.


- não fique acanhado, aqui são todos amigos -diz Lyon perto de meu ouvido.


- Lyyyyyoooooon querido -uma mulher de aparência mais madura se aproxima,ela possuia os cabelos azuis e pele branca chegando a ser quase pálida e usava um vestido um tanto chamativo.


- Aquarius querida, maravilhosa como sempre -diz a cumprimentando com dois beijos nas bochechas.


se o Lyon fosse hetero ia ter uma fila de mulheres para ele...


ela ternina de o comprimentar e passa a me olhar, ela me olhou de baixo para cima de uma forma nada descreta e sorriu.


- você deve ser o famoso Natsu -famoso?.


- famoso? -arqueio a sombrancelha.


- sim...o hóspede de Lyon -ela fala e sinto certo alívio. 


- ah sim -ri- prazer em conhecer, senhora Aquarius -digo estendendo a mão a mesma.


- senhorita porfavor -ela segura minha mão e eleva junto a sua a minha boca, me forçando a beija-la.


ela se afasta e vai falar com outras pessoas.


- ela é assim mesmo -diz Lyon que ria internamente da cena.


continuamos andando até uma mesa onde haviam dois homens rindo, conversando e bebendo, um deles não me era estranho.


- ora ora veja quem chegou -diz um cara que parecia ter mais ou menos minha idade, tinha cabelos castanho claro.


ao seu lado estava sentado o mesmo rapaz de hoje cedo...loki...luke...acho que era esse seu nome.


- olá hibiki -diz Lyon sorridente e se senta ao lado do mesmo.


o rapaz de cabelos alaranjados percebe minha presença e me encara nos olhos por alguns segundos, era como se me analisasse, mas logo Lyon me chama me fazendo rapidamente quebrar o contato visual e o fitar.


- sente-se aqui natsu -ele fala apontando para uma cadeira próxima a sua.


eu apenas vou até a cadeira rapidamente me sentando sem fazer comentários. 


- seu amigo é meio calado né Lyon? -diz o rapaz de cabelos castanhos...acho que Hibiki era seu nome.


lyon ri.


- Natsu, este é Hibiki,Hibiki, este é Natsu , Natsu você e loke Já se conhecem de hoje cedo Então creio que não será necessário apresenta-los -diz Lyon nos fitando.


- prazer em conhecer, Natsu -Hibiki me estende a mão. 


- o prazer é meu -falo apertando a mão do mesmo.


- então loke -Lyon chama atenção do mesmo, que só então percebo que ainda me encarava- como foi lá com a Lucy? -pergunta tentando puchar assunto.


- Ela não estava na casa da Ervergreen quando fui lá. ..mas novamente aquela baranga tentou empurrar a filha dela pra cima de mim -diz rindo abafado e toma mais um gole de sua cerveja.(baranga=Evergreen)


- a green não tem geito mesmo -Lyon ri.


- sem falar que a filha dela nem é lá essas coisas todas -Hibiki zomba.


- mas até que a Ultear da pra tirar um caldo -diz Loke.


- eu prefiro o Elfman...isso sim é um homem -diz Lyon passando a olhar de longe o ser de cabelos grisalhos que conversava com Aquários em um canto da festa- pena que não sou o tipo dele...


Hibiki a Loke evitam fazer comentários e continuam a beber suas cervejas.


eu tava ali, boiando no assunto, mas também nem me importava...


- vou pegar uma bebida para mim -digo me levantando e eles nada dizem.


ando até o bar e dou duas batidas no balcão esperando alguém vir até mim mas não tinha ninguém lá, então tomo a liberdade de eu mesmo pegar uma caneca e encher de cerveja, volto para mesa e o assunto parecia novamente voltar, mas dessa vez sobre a tal Lucy. 


- mas Loke, você não ta levando esse lance com a Lucy a sério está? -Hibiki fala o fitando enquanto sento na cadeira.


- sinceramente não sei...ela é linda...tem um corpo lindo...mas...-ele hesita- você sabe que eu não sou homem de uma mulher só -fala sorrindo de canto com ar convencido.


solto uma pequena risada pelas narinas.


esse é dos meus...


- de qualquer forma você não vai conseguir pegar ela mesmo -debocha Hibiki.


- quer apostar quanto? -Loke o olha desafiador.


- 500 euros a vista que você não pega ela até o fim do ano -Hibiki o encara.


- feito -apertam as mãos e riem juntos.


eles continuam conversando e debochando de garotas que eu nunca ouvi falar e então eu percebo que Lyon não se envouvia na conversa, direciono meu olhar ao mesmo que fitava algo fora de minha linha de visão, mas logo vejo para onde ele olhava.


sherry?...


- Lyon -chamo e ele direciona o olhar para mim um tanto atordoado.


- s-sim natsu? -fala me encarando.


- porque ta olhando a sherry assim? -pergunto curioso.


ele da uma última olhada para a mesma que ria e conversava com Bisca, Laki e uma garota de cabelos castanhos e pele bronzeada que eu não conhecia, mas logo redireciona o olhar a mim.


- sendo sincero...nem eu sei, as vezes me pego a observando sem querer -diz sem dar muita importância. 


- hum...-prefiri não insistir no assunto, voltei a beber e pensar em coisas fúteis...


- Yoooooh rapazeeees -a morena que a pouco tempo conversava com Sherry e as outras se aproxima se sentando encima da mesa com as pernas cruzadas e um copo de bebida na mão. 


pude ver Loke e Hibiki quase babarem pelas pernas da mesma.


- boa noite gata -diz Hibiki e cana serra o olhar para o mesmo.


- olá Cana, como está? -Lyon sorri para a mesma que sorri de volta.


- estou ótima, o conhaque daqui é o melhor -diz bebendo mais da bebida que tinha em seu copo.


ela pousa olhar sobre mim e abre um grande sorriso.


- Yoh cara, sou Cana, qual teu nome? -me pergunta e eu sorri de canto.


- Natsu.


- uuuh, nome da hora -ela ri.


Hibiki lentamente desliza uma de suas mãos pela coxa de Cana que o olha de sombrancelha arqueada.


- sabe oque eu tava imaginando gata...eu...você, sozinhos em um quarto lá encima -diz Hibiki malicioso. 


- foi mal cara, mas da fruta que tu gosta eu chupo até o caroço -ela ri.


- isso mesmo amor -diz Bisca se aproximando e surpreendendo a todos.


Cana desce da mesa e da um selinho em Bisca a puchando  pela cintura.


- falou para vocês -as duas saem dalí para o bar juntas.


- que desperdício -diz Loke as olhando.


- iae Natsu, trabalha com oque? -Hibiki fala roubando minha atenção.


- eu?...bem...eu sou cantor -falo um tanto nervoso.


- cantor é. ..-ele me fita curioso- tem música própria? -começo a ficar nervoso.


- bem--Lyon me imterrompe. 


- gente estamos aqui para nos divertir, pra que falar de negócios agora não é mesmo? -ele força uma risada e Hibiki parece esquecer o assunto.


te devo essa cara...


volto a olhar em torno e então percebo Elfman indo em direção a porta e a abrindo, uma mulher de cabelos castanhos puchados para o mel e vestido chamativo entra cumprimentando Elfman de forma calorosa, se é que me entendem, e logo depois entra uma garota, parecia jovem, tinha os cabelos lisos de um tom preto meio roxo e olhos ônix negros como a noite, ela olha em torno com um olhar seco , até seu olhar esbarrar no meu, e sua expressão mudar para uma de surpresa, mas então a mulher com a qual a mesma veio a chama, a fazendo cortar contato visual comigo e passar a segui-la.


continuo olhando em torno e observando o movimento, e então percebo que a mulher de cabelos castanhos a qual agora estava sentada no colo de Elfman em uma mesa de jogos, já não tinha a companhia da morena de pouco tempo atrás. 


- oiiii -uma voz forçadamente aguda, desconhecida e irritante envade meus ouvidos me fazendo trincar o maxilar.


- oi Ultear -diz loke,Ele parecia desconfortável. 


a mesma o ignora e passa a me encarar, a olhei seco, ela lentamente redireciona o olhar a Lyon. 


- não vai apresentar seu amigo? -diz sorrindo.


- ah sim...Ultear, este é Natsu...Natsu, esta é Ultear -fala meio entediado.


- prazer em conhecer -ela beija minha bochecha deichando uma marca de batom vermelho que em seguida fiz questão de limpar com as mãos, mas isso parecia ter encomodado a mesma.


oh minha kirida, que intimidade é essa que eu não te dei??...


- bem, eu vim aqui para avisar ao senhor Lyon a seu hóspede, que foram convidados para um jantar na minha casa, mamãe fez questão de me mandar convidar pessoalmente -ela diz com um grande sorriso no rosto.


eu e Lyon nos entreolhamos e nem eu nem ele gostavamos da idéia.


- não sei se vai dar não--Lyon me interrompe. 


- claaaaro querida, quando é? Só dizer o dia e a hora que estaremos lá -ele da um sorriso mais falso que os peitos na Nick Minaj e Ultear quase pula de alegria.


o olho como se dissesse"porque?"e ele faz sinal para que eu me acalmasse, Ultear se despede e volta a companhia de sua mãe trazendo alívio para meus ouvidos.


garota irritante...


- qual é Lyon, porque aceitou? -falo o encarando em reprovação. 


- se nós negassemos ia ser uma tremenda falta de cortesia -diz suspirando cansado.


apenas revirei os olhos.


to cheio disso aqui...


pego meu celular e coloco meus fones voltando a ouvir música, e esquecendo um pouco aquilo ali...


*



*



*


entro em meu quarto exausto, tiro o casaco os sapatos e me jogo na cama com a respiração pesada, como era bom estar "em casa"...


sinto meu corpo afundar na cama e meus olhos pesarem...os fecho quase dormindo....quase.


mas aquela música envade denovo minha cabeça, EU VOU FICAR MALUCO!!


me sento na cama assustado e olhando em torno.


...porque?...


eu começo a pensar, tem que ter uma forma disso parar, mas não pensei em nada...a não ser que...


pego meu celular e vou direto no watszapp, procuro o contato de Levy e abro o chat.


*chat*


N:oe levy,ta acordada ?


L:...


L:Naaaaat, to sim, tudo bom?


N: podia estar melhor...;-;


L:oq foi dessa vez? -.-


N:quanta sensibilidade:')


L:fala logo -.-


N:ok...levy, acho que eu to ficando maluco


L:??


expliquei para ela tudo que tinha acontecido, desde o sonho até a cavalgada.


L: nossa nat...q louco


N:né

 

N:o pior é q eu nem sei oq fzr, eu n consigo nem mais dormirT^T


L: nat...vc n faz nem idéia de onde lode ta vindo essa música? 


N: n. ..eu ouvi ela de verdade só uma vez...que foi hoje cedo


L:hum...no caso, quando vc tava cavalgando?


N:ssss...


L:olha...foi só la que você ouviu,porque não tenta voltar lá denovo?


N:boa ideia le...


L:eu sei, eu sou demais 


N:suahsuahsua♡vlw le...té mais


L:flw, mande notícias viu, o pessoal ta morto de sdd


N:blz


*chat*


te devo uma ,baixinha...


deicho o celular de lado e volto a me deitar na cama,coloco o despertador para 7:45, e por mais que tenha demorado...consegui pegar no sono...


*



*



*


...


- onde vai Natsu? -passo correndo por Lyon que andava tranquilamente pela casa.


- vou pegar um de seus cavalos emprestados, até mais tarde Lyon -grito de longe e corro em direção ao curral.


bisca me da um dos cavalos mais rápidos e fortes que tinham, eu saí dalí em disparada.


corria o máximo possível pelas rodagens e pelo caminho encomtrava alguns conhecidos, tentava me lembrar de todo o percurso que fizemos e consegui chegar ao campo no qual estavamos no dia anterior.


- finalmente...-desco do cavalo e o amarro em um pedaço se árvore verlho que havia caído ali.


comecei a procurar o local onde eu havia levado a queda no dia anterior, e não demorei muito a achar, o reconheco por algumas pedras que haviam no caminho e uma floresta que havia ali perto, olho em torno...tudo calmo, nem sinal de movimento.


que merda...


me sentei no chão olhando em torno, e nem sinal de nada nem ninguém. ..passei 10 minutos alí, no tédio. ..me levanto já me dando por vencido, eu nunca fui la a pessoa mais paciente do mundo mesmo, dou as costas indo em direção ao cavalo...


- Someone's turning the handle to the faucet in your eyes...


AQUELA VOZ!!!!


eu a ouvi denovo...


olho em torno desesperado, estava atordoado , precisava saber de onde vinha aquele som...

tento me acalmar e reconhecer a direção da qual vinha a música, e estranhei ao perceber que vinha da floresta que havia próximo alí.


- sem chance de eu entrar aí. ..-digo a mim mesmo dando as costas, mas a música continua, e aquela voz me atraía cada vez mais.


não da...


começo a andar em direção a floresta e lentamente a adentro,tentando emitir o menos de ruídos o possíveis, lentamente eu conseguia avistar algo que parecido com um lado, de água completamente cristalina...era lindo...encantador de verdade, sercado por arvores e rochas, algumas árvores o cobriam na área de cima deichando que apenas alguns raios de sol envadissem dando um brilho especial a água...


- Your heart's too big for your body...


a voz me envade novamente, preocuro com o olhar desesperado de onde vinha aquele som, e meu queixo foi ao chão quando vi seus cabelos dourados ao vento, sua pele branca como porcelana ser ilumiada por brechas de sol que vinham de entre as folhas das árvores, e seu corpo escultural completamente nu e esposto a briza levemente gélida que a atingia.



era ela...



                    FIM DO CAPÍTULO





Notas Finais


AVISO:nenhuma das músicas usadas nessa fanfic São de minha outoria


Suahsuahsuahsuaeuas

Link da música do capítulo: https://www.youtube.com/shared?ci=ehab2-94pfs




Espero que tenham gostado^^ bjs e até a próxima '3'


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...