História Romeu e seu Vagabundo - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Linkin Park
Personagens Brad Delson, Chester Bennington, Dave Farrell, Joe Hahn, Mark Wakefield, Mike Shinoda, Rob Bourdon, Scott Koziol
Tags Bennoda, Linkin Park
Exibições 42
Palavras 853
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Hentai, Lemon, Musical (Songfic), Orange, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - I Need a Psychologist


Fanfic / Fanfiction Romeu e seu Vagabundo - Capítulo 3 - I Need a Psychologist

~Mike ON

Abri rapidamente o chuveiro, molhando todo aquele corpo quente, era loucura eu ficar daquele jeito. Chester tinha cara de ser hetero, eu não podia ficar tão excitado desse jeito.

Mas meu maldito subconsciente dizia: " Olha para aquela bunda, olha aquele corpo, já deu uma olhada naquele sorriso? "- Era como uma tortura, no qual eu nunca havia passado.

E eu rebatia ao meu subconsciente: "Não. Não. Não."- Mas meus olhos olhavam, era involuntário,  ok talvez um pouco voluntário.

Coloquei uma box preta, me encarando no espelho. Eu não precisava lembrar de Mark, mas também não devia cometer o mesmo erro.
Pronto. Estava decidido que eu não precisava de nenhum homem na minha vida, confiante deixei o banheiro e coloquei uma roupa qualquer, partindo para a cozinha.

Talvez eu só esteja apanhando da vida, ao ver Chaz mais uma vez me fazendo perder a  calma. Sentado conversando, com aquele sorriso maravilhoso, NÃO SEM HOMEM!

-Mike se sente aqui ao meu lado!- Rob puxa um banquinho ao lado de Chaz, com a maior cara de inocente, mas estava na cara que estava aprontando.

Me sentei. Falamos sobre a banda, shows, de como seria a apresentação do novo vocalista para os fãs, foi calmo. Tirando as partes em que eu tinha que parar de respirar ao ver aquele corpo, sim ele ainda estava de cueca.

Sem dúvidas eu estava apanhando da vida.

~Chaz on

Eu estava meio envergonhado ao perceber que talvez não seria uma boa idéia me sentir em casa. Mike parecia meio desconfortável, mas toda vez que eu queria me trocar Rob inventava uma desculpa para eu ficar sentado.

-Estou pensando em fazer um churrasco aqui Mike, o que acham?- Dave pergunta, passando o açúcar para Joe.

Ri por dentro ao ver a reação de Mike. Tudo era na casa dele, parecia ser mais a casa dos outros do que dele.
Finalmente pude me trocar, coloquei uma regata preta e uma bermuda branca, com meu chinelo havaianas. Vi Mike arrumando sua cama, era a chance certa de pedir desculpas por ser tao folgado.

-Ei posso entrar?- O mesmo assentiu.-Peço desculpas por ficar de cueca, na sua casa.- Nunca fui muito de pedir desculpas por fazer o que eu queria, nem eu sei o motivo de ter ido lá falar com ele.

-Não. Não me importo de ver esse paraíso...- Paro para olhá-lo, eu havia escutado direito.

-Oi?- Mike fica vermelho e mais uma vez aquela coisa esquisita aconteceu, ficamos corados.- Haha brincando...-O mesmo ri tentando tirar a timidez, faço o mesmo sem sucesso.

-Bom... Te vejo daqui a pouco...- Nos aproximamos, era para ser um abraço, mas estávamos tão drogados que nem sabíamos o que estávamos fazendo, aquilo era tudo menos um abraço.
Bati em minha cabeça enquanto pegava a minha moto para comprar cerveja, acho que eu precisava de um psicólogo,  não pensei que enlouqueceria nessa idade...

Todas as vezes eu me senti diferente, meio sem saber o que fazer, eu não sou assim.  Eu sempre tenho uma carta na manga. Mike estava se tornando um perigo para a minha mente, bem em meus pensamentos, parecia que ele queimava meus neurônios e fodia com minha cabeça.

É EU PRECISO URGENTE DE UM PSICÓLOGO,  ISSO É GRAVE.

Peguei três caixas de cervejas, eu precisava de algo para acalmar meus pensamentos, minha querida amiga cerveja era a solução.
Todos ficaram alegres, o que não faltava era coisa de comer e beber, no caso minha dieta foi para o ralo.

Em menos de uma hora estávamos bêbados,  fiquei impressionado ao ver Mike bêbado, era como assistir um programa de comédia.

-Então eu disse para ele: " SE É PRA TOMBAR TOMBEI!"- O japonês contava uma história pela terceira vez, de como ele havia batido o seu carro.
Logo já soubemos as falas em ordem cronológica, de trás pra frente, que isso... Nem um pouco repetitivo ele né?


Todos foram deitar, eu estava me preparando para ir para casa.- Valeu por me deixar ficar aqui.- Pego meu capacete, mas logo o deixo ao sentir alguém segurando meu pulso.

-Ei...Não vai não... Vai me deixar sozinho?- Engoli seco, tentando achar a calma que sumia nas piores horas.

-Han....- Tentei respirar, o moreno deu uma risada fraca.- Eu quero você. - Me encostei na parede, apenas observando Onde suas mãos iriam. Aquelas maldita mão foi no meu membro, aquele não era o Mike que eu pensava que era.

-EI EI AÍ NÃO! NÃO.- Tentei fugir, mas era difícil em situações como aquela, o pior era que eu me sentia envergonhado ao perceber que eu estava excitado.

-Me sinto tão sozinho, nem você me quer!- Finalmente ele tirou a mão, agora me abraçando enquanto chorava,  parecia uma criança chorando.

-Não é isso... Só não coloque as mãos em lugares como esse... sabe...- Tentei parecer calmo, mas senti que meu amiguinho em baixo estava animado, aquilo sem dúvidas nunca aconteceu comigo, eu estava gostando?
Antes que meu subconsciente fosse me xingar, notei que tinha um japonês roncando e babando em pé, na minha blusa.

FILHA DA PUTAA, COMO PODER DORMIR DEPOIS DE TOCAR NA PORRA DO MEU MEMBRO?!
 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...