História Romeu e seu Vagabundo - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Linkin Park
Personagens Brad Delson, Chester Bennington, Dave Farrell, Joe Hahn, Mark Wakefield, Mike Shinoda, Rob Bourdon, Scott Koziol
Tags Bennoda, Linkin Park
Exibições 50
Palavras 925
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Hentai, Lemon, Musical (Songfic), Orange, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Cupid


Fanfic / Fanfiction Romeu e seu Vagabundo - Capítulo 4 - Cupid

Aquele brutamontes estava encostado em mim e eu não iria aguentar tão fácil o seu peso.
Fiz de tudo para conseguir colocá-lo no sofá, no que depois de dez tentativas frustradas eu consegui, mas não do jeito que eu pensei que seria.

-Merda!- Falo baixinho. Eu estava caído em cima dele no sofá, rapidamente suas mãos foram até as minhas costas, me senti como um bichinho de pelúcia.

Minha cabeça doía por beber demais, não pude evitar que meus olhos se fechassem, dormi em cima daquele cara babento.

Porra Mike.

~Mike ON

Eu não me lembrava de nada, apenas sentia muita dor em meu corpo, parecia que colocaram uma âncora em cima de mim.
Acordei babando na almofada, o cheiro da cozinha estava gostoso.

-Bom-Dia babento.- Pude notar que Chaz não conseguia me olhar direito, isso me preocupou.

-Bom-Dia... Pode me passar aquela colher?- Aponto para o objeto, o tatuado pega e leva até mim.

Na hora dava para ver uma perna escondidinha na nossa frente, era de Rob. Tentei avisar Chaz, mas não deu tempo, caindo em mim.

Seu cheiro logo tomou conta de mim com  aquele pequeno corpo que pesava PRA CARALHO.

Porra Chaz.

Nos levantamos rapidamente, notei que o rosto do tatuado estava muito vermelho, era fofo e engraçado, um cara tão foda-se pra vida estava corando.

-Ops!- Rob fala tranquilo enquanto colocava mais café em sua xícara, ele estava armando alguma coisa, tratei de puxá-lo até a sala.

-O que acha que está fazendo?- Falei baixo, para que o resto não ouvisse.

-Dando uma de cupido.- Ele fala calmamente. Respiro fundo para não gritar com ele, mas era difícil.

-Pare antes que eu pego essa "flecha" e enfio no seu cú.- Antes que eu deixasse a sala, o mesmo me puxa, eu não conseguia entender a calma que essa cara tinha.

-Pare de ser teimoso. Você nunca toma banho gelado, agora é todo dia, sem contar que fica matando o outro com os olhos, sou seu amigo quero apenas ajudar... Não pense que só porque deu errado com Mark que vai ser o mesmo com Chester.- Não tinha jeito, Rob sempre estava certo, mesmo quando não era para estar.

Dou-lhe um abraço, era impossível esconder sentimentos de todos.

-Apenas não faça mais isso, é como uma tortura.- Dou uma risada com um sorriso no rosto, o mesmo me dá um tapinha nas costas.
Voltamos para a cozinha e tomamos o café da manhã juntos, com todos aqueles que eu admirava.

-Então Chaz, você namora?- Joe pergunta, era óbvio que aquele anjo namorava.

-Não.- Chaz responde, com os olhos rapidamente se encontrando com os meus, mas logo desviam com medo.


Me pergunto o motivo de ele estar tão afastado de mim. Eu não me lembrava de ontem, já estava me dando medo o que eu teria feito com ele, aí meu deus! Eu falo só merda quando estou bêbado!
Me levanto, fazendo com que a cadeira fizesse um barulhão.

-Chaz posso falar com você? - O mesmo aceita, mas ainda percebo a insegurança em seus olhos.
Fomos para o quintal, para que nenhum dos rapazes fossem espiar.
-Sinto que fiz algo de errado. Por favor me diga o que eu fiz...- Não evitei de olhar nos seus olhos, queria que ele visse que estava sendo sincero.

O mesmo corou muito.-Você meio que colocou as mãos no meu membro, mas de boas, sabe tranquilo...- Tranquilo? Foi isso que eu ouvi? Fiquei pasmo.

-Merda... Cara sério,  foi mal..- Eu mexia nos meus cabelos preocupado, se ele deixasse a banda? Eu seria o culpado.

-Tudo bem... Me parece que se esqueceu hah..- Chaz deu uma risada fraca, parecia estar triste, eu sentia que mais um passo errado e fodia tudo.
Mas eu não consegui me conter, eu queria saber dele, queria saber o que ele sentia.
 
Dei um grande passo, puxei sua cintura até o meu corpo, a outra mão acariciava seus cabelos. Nossas bocas se uniram, um beijo desesperado, mas logo foi se acalmando.
Eu queria mais e mais. Nossa respiração se complicava, não ligamos pra isso, o seu cheiro era viciante, eu me senti um drogado.

Minha única droga.

-Mike...-Aquela voz sufocada depois de um longo beijo. Seus olhos me hipnotizavam, seus lábios carnudos se movimentaram ao som de meu nome.

Nunca, nunca me senti desse jeito.

-Me desculpe...- Coloquei meus dedos nos meus lábios, aquele tatuado me olhava corado.

-Mike... Eu quero isso...- Perdi o fôlego, aquela voz ecoava na minha cabeça, minha mente gritava como se eu estivesse na montanha-russa.
"GYAAAAA QUE FOFURAAA"

Fui até ele, acariciando aquele rosto macio, outro beijo depositado em seus lábios, suas mãos apertaram minhas costas, aquela miniatura me deixava louco.
Meus beijos foram descendo, até seu pescoço, o encostei na parede, aquele perfume logo impregnou em mim.

 Perfume Malbec...

-Piscinaaa!!- Do nada ( Sim vai ser do nada mesmo- Palavras de Ereri ) Dave joga Brad na água.
Eu e Chaz nos separamos rapidamente, ninguém viu o beijo mas perceberam o constrangimento entre nós.

-Que cara são essas? Parece que estavam se pegando.- Joe comenta enquanto se senta na borda da piscina.

-Hah...- Em sincronia eu e o tatuado rimos, se afastando um pouco mais.

-Eu vou tomar um banho....- Vou deixando o local, até Rob chamar meu nome.

-Banho frio?- O mesmo faz uma cara maliciosa, fico parecendo um tomate e saio do local antes que eu o espancasse.

-Nossa como que está quente aqui...- Brad fala antes de mergulhar na piscina.

-Bemmm quente.- Rob sorri e ergue as sobrancelhas para Chaz, que cora.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...